xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> Histórias alheias - Por: Emerson Monteiro | Blog do Crato
.

VÍDEO - Em breve, estaremos de volta com as novas transmissões da TV Chapada do Araripe ( E agora, alguns programas ao vivo ). O modelo será mais ou menos como no vídeo de lançamento abaixo, em que há uma pequena retrospectiva de alguns trabalhos, reportagens já feitas ao longo dos muitos anos em que fazemos reportagens. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 25.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

11 julho 2017

Histórias alheias - Por: Emerson Monteiro

Certa vez, ouvindo entrevista do ator Lima Duarte (Ariclenes Venâncio Martins), que contava alguns tópicos de sua história, um relato me chamou a atenção. Falava a propósito de quando viajou pela Europa, na década de 50, e chegou à Noruega, dos países mais frios que existem. Espécie de peregrino daqueles anos, jovem, cheio de sonhos, viera de conhecer bela jovem daquele lugar, por quem caiu de amores.

A paixão foi tamanha que Lima resolveu consertar os planos de conhecer o resto do mundo e permaneceu só naquele torrão diferente. Formou casal com a namorada e deu de arranjar trabalho para se manter a qualquer modo.

Mas era tudo diferente. Dias cinzentos, gelados, quase o ano todo; língua esquisita, bem longe que dos promodes de nosso português; raça nórdica de costumes pouco ou em nada parecidos com daqui.

Ainda que pesassem todos aqueles fatores desfavoráveis, o genial protagonista seguiu adiante no sonho de serem felizes eles dois, fora de casa, dos amigos, da terra tropical em que nascera, pois o amor é lindo.

O tempo, no entanto, a quem não sobra acomodação, ou indiferença, principiou cobrar desgosto do estrangeiro distante. Já andava cabreiro, meio sem interesse de aprender a língua difícil por demais, ocupações o dia todo, pessoas caladas, quietas, apressadas. Cama e mesa nem sempre é tudo. E certa madrugada, que preenchia a ouvir o chiado das notícias brasileiras pelas ondas curtas de rádio a válvula, qual surpresa lhe aguardava através do Repórter Esso, na voz inconfundível de Heron Domingues:

- Neste dia, o Brasil está de luto: Acabamos de tomar conhecimento que o presidente Getúlio Vargas, nas dependências internas do Palácio do Catete, no Rio de Janeiro, atentou contra a própria vida.

Sozinho dentro da noite glacial do clima norueguês, Lima Duarte sentiu de perto a profundidade do que seja a verdadeira solidão. Gelou dos pés à cabeça. Nem atinou de acordar a querida companheira, que ressonava ao lado. Correu feito doido, desesperadamente; foi jogando o que achou pela frente, e pudesse, caber na mala que encontrou. Bem cedo da manhã se despedia da mulher e dos raros amigos que fizera, e partiu em busca do primeiro navio de volta à pátria tão querida, agora órfão do endeusado governante desaparecido. Era 24 de agosto de 1954.

0 comentários:

Postar um comentário

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.


Edições Anteriores:

Setembro ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30