xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> "Coisas de republiqueta" | Blog do Crato
.

VÍDEO - Em breve, estaremos de volta com as novas transmissões da TV Chapada do Araripe ( E agora, alguns programas ao vivo ). O modelo será mais ou menos como no vídeo de lançamento abaixo, em que há uma pequena retrospectiva de alguns trabalhos, reportagens já feitas ao longo dos muitos anos em que fazemos reportagens. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 25.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

12 julho 2017

"Coisas de republiqueta"

Senadoras da oposição fazem Senado do Brasil viver um dia de Venezuela – por Armando Lopes Rafael
Foi uma cena antidemocrática, inimaginável para um parlamento democrático, de qualquer nação que tenha um mínimo de seriedade. As senadoras Fátima Bezerra (PT-RN), Gleisi Hoffmann (PT-PR), Regina Sousa (PT-PI) e Vanessa Grazziotin (PCdoB–AM) ocuparam por todo o dia a mesa diretora da mais alta casa legislativa da República, impedindo o Presidente da casa de dirigir uma sessão da casa. As senadoras chegaram até a se empaturrar com um almoço de quentinhas de mortadela, sob a estátua de Ruy Barbosa, existente  atrás da mesa diretora do Senado.
Essas mal-educadas senhoras (depois elas foram apoiadas pelas senadoras Lídice da Mata e Kátia Abreu),  protagonizaram uma cena “machista”, ditatorial, em que uma minoria sabendo que ia perder no voto, tentou mudar na marra uma votação democrática. Na prática, esse episódio  foi um atentado ao Estado de Direito que preside o Brasil. Triste. Lamentável. Insólito. As imagens dessas cenas correram o mundo, denegrindo – ainda mais –  a imagem do Brasil. Mostrando – ao vivo e em cores  – o estágio da decadência das instituições legislativas brasileiras. Essas senadoras garantiram um lugar na memória do Senado da República, através desse ato que será lançado no lata do lixo da história...Coisas de uma republiqueta de baixa categoria.
Isso aconteceu na mesa diretora da mais alta casa legislativa do Brasil no dia 11 de julho de 2017

Cenas grotescas no Senado da República – por José Carlos Saraiva da Costa (*)
Com o objetivo de impedir a votação da reforma trabalhista, as senadoras Regina Sousa, Vanessa Grazziotin, Gleisi Hoffmann e Fátima Bezerra ocuparam a Mesa Diretora do Senado, cometendo quebra de decoro parlamentar, pois feriram o artigo 25 do regimento interno da Casa.
O presidente Eunício Oliveira mandou desligar a luz e o som. Mas as senadoras permaneceram na Mesa e até pediram marmitex para ali almoçarem! Os 14 milhões de desempregados, que não têm mordomias, querem trabalhar e ganhar o sustento de suas famílias. As atuais leis trabalhistas são caducas e não protegem em nada os trabalhadores. Ao contrário, quebram as empresas e tornam inviável a criação de novos postos de trabalho.
(*)  José Carlos Saraiva da Costa – E-mail: jcsdc@uol.com.br
 

Coisa de republiqueta – por Panayptis Poulis (*)
A ocupação intempestiva da Mesa pelas senadoras Gleisi, Fátima, Regina e Vanessa deve ser a democracia à moda do PT e seus apêndices. Geralmente isso acontece em republiquetas do tipo Venezuela, Bolívia, Equador, Cuba... As coisas estão passando dos limites e fugindo ao controle. A impressão que se tem é que o País perdeu o comando. Parece nau sem rumo. Está na hora de medidas duras e enérgicas. Por mais desmoralizado que esteja o Congresso Nacional, não pode acontecer isso no Senado. É a desmoralização total. É a falência da ordem e do sistema.
(*) – Panayptis Poulis E-mail: ppoulis46@gmail.com

0 comentários:

Postar um comentário

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.


Edições Anteriores:

Setembro ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30