xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> Coisas da República:o caos deixado no governo do Estado do Rio de Janeiro -- por Newton Faro Guimarães | Blog do Crato
.

VÍDEO - Estamos de volta com as transmissões da TV Chapada do Araripe ( E agora, com alguns programas ao vivo ). Serão vários programas abordando temas diversos, como a realidade da nossa região, do Ceará e do mundo; Programas científicos, atualidade, entrevistas, e transmissão de eventos ao vivo. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 25.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

15 junho 2017

Coisas da República:o caos deixado no governo do Estado do Rio de Janeiro -- por Newton Faro Guimarães

O Estado do Rio completou seis meses de atraso no pagamento do 13.º salário de 2016. 
São mais de 230 mil servidores, entre ativos, aposentados e pensionistas, que não receberam o abono natalino, porém o reajuste dos valores não está garantido, razão pela qual, a partir de agora, além de cobrar o que é devido pelo governo do Rio aos servidores de diversas categorias, querem garantir também a correção monetária sobre o período de atraso, direito previsto na Constituição estadual, que determina ao governador pagar a correção monetária sobre o que for pago com atraso. 
 Cabe ressaltar que o governador Luiz Fernando Pezão já assinou o aumento da alíquota para 14% do Rio Previdência, dos servidores ativos e aposentados, mesmo com repúdio dos servidores do Estado, que estão sem receber os salários de abril e maio, e o 13.º de 2016.  

(*) Newton Faro Guimarães newtonfaro@yahoo.com.br

Enquanto isso, o ex-governador Sérgio Cabral pode ficar preso por 20 anos 
Fonte: Revista VEJA
  
Preso desde novembro do ano passado, o ex-governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral (PMDB), tem se revelado imbatível em quebrar recordes. Nenhum político brasileiro tornou-se alvo de tantas ações penais (ele cravou dez) na operação Lava-Jato. Até agora também não apareceu ninguém que teve o próprio bolso tão generosamente irrigado pelo propinoduto — os procuradores recuperaram mais de 300 milhões de reais em quinze contas no exterior que, embora em nome de doleiros, são de Cabral.
   Na última terça 13, ele deu mais um passo em direção ao topo do ranking da vergonha. O juiz Sérgio Moro o condenou a 14 anos e dois meses de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. “Ainda tem muita coisa para vir por aí”, antecipou a VEJA um procurador envolvido nas investigações no Rio de Janeiro. O desenrolar de novos fios do engenhoso esquema de corrupção fluminense aponta para contratos selados entre o governo e empresas de comunicação e prestadores de serviços nas áreas de saúde e educação.
                                                                                                                                                                                                                                                                                               

0 comentários:

Postar um comentário

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.


Edições Anteriores:

Outubro ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31