xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> Perseguição - Por: Emerson Monteiro | Blog do Crato
.

VÍDEO - Estamos de volta com as transmissões da TV Chapada do Araripe ( E agora, com alguns programas ao vivo ). Serão vários programas abordando temas diversos, como a realidade da nossa região, do Ceará e do mundo; Programas científicos, atualidade, entrevistas, e transmissão de eventos ao vivo. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 25.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

27 maio 2017

Perseguição - Por: Emerson Monteiro

Há pessoas que têm o costume de repassar a outros a responsabilidade pelos seus atos, quase que no papel das inocentes vítimas. Esquecem sobremodo o sentido de tudo na justa razão, equilíbrio universal da Natureza, império exclusivo da ordem; nada foge ao seu controle, vindo daí o princípio do merecimento. Colhemos apenas o que plantamos, sem subterfúgios.

Esse hábito de transferir aos demais o motivo do que se lhes aconteça bem caracteriza o atraso na compreensão espiritual. Ignorar  os próprios atos. Fazer-se merecedor do desejo sem desfrutar do que houver feito antes. E nisso atirar na civilização, numa injustiça do acaso, noutras forças, nos ventos, nas épocas, no Mal, as causas da infelicidade pessoal, ou coletiva.

Ninguém olha a si e estabelece uma perfeita relação de causa e feito, da dependência do justo pelo justo da Lei.

Quando Nietzsche questiona a existência De um Poder Infinito além dos seres humanos, com base na acomodação aos valores de grupos dominantes dos deuses de castas, de classes sociais e políticas. E proclamou o Super-Homem, um deus de Si, para além do Bem e do Mal, acima dessa mediocridade do fracasso justificado e cínico.

Mais do que um filosofia, quer oferecer uma reclamação aos desistentes do Poder que transportam na alma, fonte dos mistérios da Criação e da Consciência, longe de isto exercitar numa prática efetiva.

A propósito, li recentemente, no livro Histórias do Rabi, de Martin Burber, narrativa do que seria esse grau da dependência humana às próprias fraquezas, e sua transferência aos outros mortais.

É uma história do Rabi Pinkras. Ao chegar na casa de estudos em que transmitia seus ensinamentos, acha os discípulos em discussão acalorada. Ao avistarem o Mestre, silenciaram, sabendo, no entanto, do interesse dele quanto ao que há pouco debatiam.

- Bom, Mestre, nós avaliávamos o que fazer diante das perseguições do mal a que todos estamos sujeitos – disse um dos presentes.

O rabino de pronto considerou: - Não vos preocupeis. Tão alto ainda não chegastes, para que ele vos persiga. Por enquanto só vós que o perseguis.


(Ilustração: Filme O gato do rabino, de Antoine Delesvaux e Joann Star).


















0 comentários:

Postar um comentário

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.


Edições Anteriores:

Setembro ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30