xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> Eunício Oliveira na mira da Lava Jato - Fachin autoriza 2º inquérito para investigação. | Blog do Crato
.

VÍDEO - Em breve, estaremos de volta com as novas transmissões da TV Chapada do Araripe ( E agora, alguns programas ao vivo ). O modelo será mais ou menos como no vídeo de lançamento abaixo, em que há uma pequena retrospectiva de alguns trabalhos, reportagens já feitas ao longo dos muitos anos em que fazemos reportagens. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 25.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

18 maio 2017

Eunício Oliveira na mira da Lava Jato - Fachin autoriza 2º inquérito para investigação.


Fachin autoriza 2º inquérito para investigar Eunício Oliveira. Com pedido da Procuradoria Geral da República (PGR), o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luiz Edson Fachin autorizou a abertura de um novo inquérito para investigar o presidente do Congresso Nacional, senador Eunício Oliveira (PMDB-CE).

Com a autorização, esse é o segundo inquérito para investigar o senador em andamento na Corte no âmbito da Lava-Jato. O caso tramitava em segredo de Justiça e os documentos ainda não foram disponibilizados pelo STF. Por tal razão, não há detalhes sobre o que motivou o pedido de investigação da PGR. O processo deu entrada no STF em outubro de 2016 como uma petição e estava tramitando de forma sigilosa até esta quarta-feira.  "A manifestação do órgão acusador revela que não mais subsistem, sob a ótica do sucesso da investigação, razões que determinem a manutenção do regime restritivo da publicidade, também não se constatando qualquer razão que assim determine em favor do requerido", disse Fachin, na decisão. No despacho de Fachin que retira o sigilo do inquérito, o ministro também determinou a remessa à Polícia Federal para atender a diligências pedidas pela Procuradoria-Geral da República e abriu um prazo de 60 dias para o cumprimento.

Odebrecht

Em 11 de abril, Fachin já havia aberto um inquérito contra Eunício Oliveira, com base nas delações da Odebrecht, sob a suspeita de que recebeu R$ 2 milhões em troca de atuação no Congresso Nacional para converter medidas provisórias em lei em benefício do grupo baiano. Eunício, neste inquérito, é investigado em conjunto com os também senadores Romero Jucá (PMDB-RR) e Renan Calheiros (PMDB-AL) e para os deputados Rodrigo Maia (DEM) e Lúcio Vieira (PMDB-BA). O grupo teria recebido um montante total de R$ 7 milhões em vantagens indevidas.] O Diário do Nordeste procurou a assessoria do senador e até agora não obteve resposta. 

Fonte: DN
Via www.blogdocrato.com 



0 comentários:

Postar um comentário

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.


Edições Anteriores:

Setembro ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30