xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> Que é o destino - Por: Emerson Monteiro | Blog do Crato
.

VÍDEO - Em breve, estaremos de volta com as novas transmissões da TV Chapada do Araripe ( E agora, alguns programas ao vivo ). O modelo será mais ou menos como no vídeo de lançamento abaixo, em que há uma pequena retrospectiva de alguns trabalhos, reportagens já feitas ao longo dos muitos anos em que fazemos reportagens. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 25.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

09 abril 2017

Que é o destino - Por: Emerson Monteiro

Lá certa vez, Rabi Baruch, místico judeu, afirmou: Como é bom o nosso Deus, como é doce nosso destino. E perguntam sempre o que seja destino. A alguns, pura fatalidade, porém fruto amargo ou doce das práticas individuais ou coletivas onde o plantio acontece na bondade com que Deus oferece os meios a todos de, indiscriminadamente, obter a Felicidade. Quando o agir desobedecer aos padrões da natureza, usar dos instintos malévolos sem levar em conta os valores bons, então deposita nas mãos das consequências o que virá no correr dos acontecimentos. Ou seja, liberdade existe a fim de escolher os princípios de uma coerência universal, ou divina.

Os outros animais, por sua vez, desenvolvem as experiências que levarão, adiante nas eras, à virtude. Entretanto único aspecto nos difere deles, serem irracionais, sem o senso de escolha. Pois só agem por agir. Nós agimos e plantamos; na prática, colhemos os frutos dessa liberdade, ou existência racional. No entanto a compreensão chegará à medida que aprendermos os resultados que ofereçam os nossos atos. Há nisso o peso da responsabilidade pela consciência da dor e do prazer, dois instrumentos de avaliação e manutenção do sistema de existir e saber que existe.

No tempo, nosso caderno de rascunho, escrevemos a nossa história imortal, porquanto espiritual. A memória guardará os frutos. Memória ou passado guardado dentro da gente-indivíduo. Acertou, segue em frente a recolher as boas safras e replantar. Errou, então se apresenta o Senhor do destino, munido da balança da imortalidade, a oferecer o saldo das existências em forma de novas oportunidades, ou reacertos.

Chegará sempre o produto final do compromisso de viver, e nisto seremos o começo e o fim em nós diante do Eterno. Quem manda ser ainda pequeno e sonhar em um dia ser maior?!

(Ilustração: Anja Stiegler).

0 comentários:

Postar um comentário

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.


Edições Anteriores:

Setembro ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30