xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> Lei que diminui território do município de Juazeiro gera polêmica -- por Daniel Walker | Blog do Crato
.

VÍDEO - CONVERSA FRANCA - O DESCASO NO CRATO - Dihelson Mendonça ( 30-11-2017 ).
Estamos de volta com as transmissões da TV Chapada do Araripe ( E agora, com alguns programas ao vivo ). Serão vários programas abordando temas diversos, como a realidade da nossa região, do Ceará e do mundo; Programas científicos, atualidade, entrevistas, e transmissão de eventos ao vivo. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 25.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

23 fevereiro 2017

Lei que diminui território do município de Juazeiro gera polêmica -- por Daniel Walker

Vou falar sobre essa polêmica da diminuição do território do município de Juazeiro. Mas antes quero fazer alguns questionamentos pertinentes à questão para em seguida fazer meu juízo de valor.
1.A lei é de 29 de dezembro de 2016.
2.Juazeiro faz limite com os municípios de Crato, Barbalha, Missão Velha e Caririaçu,e é o menor deles, com apenas 249 km2 (precisamente: 248,832 km2).
Feitos esses questionamentos, vou analisar cada um.
1. Por que a lei foi aprovada em 29 de dezembro de 2016 e somente agora a bomba explodiu? Onde estavam os nossos representantes (se é que os temos) que não colocaram a boca no trombone logo no nascedouro da questão? Em nota a Procuradoria do Município de Juazeiro esclareceu que “Esse tipo de alteração é criteriosa, e necessita de consulta pública à população, por meio de plebiscito, além de alguns critérios estabelecidos na própria Constituição Federal, como também na Constituição Estadual, para que seja aprovado, porém isso não aconteceu”. Se isso é verdade, os deputados que a aprovaram agiram de má-fé?
2. Se Juazeiro é um dos menores municípios do Ceará tem sentido diminuí-lo mais ainda? É muita maldade!

A Lei aprovada subtrai de Juazeiro terras altamente produtivas e geradoras de divisas, e isso não pode ser aceito em hipótese alguma, pois Juazeiro não está tão rico assim a ponto de ceder divisas para qualquer que seja o município. E depois, onde já se viu: tirar terra de um município pequeno para dar a municípios maiores? E ceder justamente terras valiosas! Essa história está realmente mal contada. Pelo visto, parece que tem caroço nesse angu. E isso precisa ser investigado rigorosamente.
Padre Cícero sempre disse que Juazeiro era uma cidade invejada e perseguida, isso porque aqui existem coisas que não existem em nenhum lugar do mundo.
Fiquemos todos tranquilos, pois nenhuma lei será capaz de diminuir o tamanho de Juazeiro. Mas fiquemos atentos, atentos também. Que a lei seja revogada, já!
Afinal, lá no Horto, o Padre está vivo! O Padre não está morto!

(Publicado originalmente no Blog Portal de Juazeiro)

COMENTÁRIO DE ARMANDO LOPES RAFAEL
Brincadeiras e gozações à parte (e a população se divertiu muito – através das redes sociais –  com esse bizarro episódio da lei que diminuiu o território de Juazeiro do Norte) tal fato nos remete à clássica frase do Presidente dos EUA, Ronald Reagan: “O governo não é a solução para os problemas da sociedade, é o problema”.
Reagan tinha razão!
Juazeiro do Norte deve seu vertiginoso progresso à iniciativa privada. O pouco que o Governo (Federal, Estadual e Municipal) fez foi pouco para dar uma resposta aos grandes problemas que enfrenta a maior cidade do Cariri. Os recursos públicos para investimentos são limitados, e a iniciativa privada só aplica recursos onde a presença do estado garanta estabilidade e retorno.
O que o Brasil viveu na “Era PT” é um exemplo palpável disso. Sob a égide da demagogia e da incompetência dos lulopetistas, em pouco tempo a corrupção tomou conta do Brasil, o desemprego atingiu níveis estratosféricos, a inflação voltou. E os serviços públicos de primeira necessidade (segurança, saúde e educação) viraram (e continuam até hoje) um caos.
Se Juazeiro hoje tem destaque no cenário de desenvolvimento do Nordeste isso se deve unicamente à iniciativa privada. Os edifícios que mudaram a fisionomia de Juazeiro, os grandes empreendimentos comerciais, com destaque para os hipermercados, Shopping Center etc. veio tudo da iniciativa privada. As Universidades privadas são exitosas, as públicas estão estagnadas no tempo e no espaço...
Essa lei oriunda da Assembleia Legislativa, diminuindo a área territorial do minúsculo município de Juazeiro é o atestado claro daquilo que Ronald Reagan constatou: “O governo não é a solução para os problemas da sociedade, é o problema”.
Claro que essa lei absurda será revogada! Mas que fique, pelo menos, a lição: não devemos esperar grande coisa das administrações públicas, todas elas estão  hoje desacreditadas.

0 comentários:

Postar um comentário

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.


Edições Anteriores:

Dezembro ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 30