xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> 2017 | Blog do Crato
.

VÍDEO - ÚLTIMAS NOTÍCIAS - Prefeito do Crato é escolhido um dos melhores prefeitos do Ceará pela PPE Eventos, em Fortaleza. ( 09-11-2017 ).
Estamos de volta com as transmissões da TV Chapada do Araripe ( E agora, com alguns programas ao vivo ). Serão vários programas abordando temas diversos, como a realidade da nossa região, do Ceará e do mundo; Programas científicos, atualidade, entrevistas, e transmissão de eventos ao vivo. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 25.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

17 novembro 2017

Presidente Michel Temer contribui para os exageros de Itu: agora a cidade foi denominada “A Capital Republicana do Brasil” – por Armando Lopes Rafael (*)

   Certamente o caro leitor já ouviu falar na cidade de Itu. Localizada no interior do Estado de São Paulo, Itu ficou conhecida como a cidade dos exageros. Lá, quase tudo é ampliado. Muita coisa toma a forma de um exagero. No último dia 15 de novembro – um feriado artificial criado para induzir a população a comemorar a Proclamação da República – o Governo Federal decidiu que Itu passa a ser “O Berço da República Brasileira”. Outra hipérbole no rol dos exageros que caracteriza aquela cidade paulista.
       Até o Presidente Michel Temer (este um “republicano da gema”, expressão tola usada no Cariri cearense) viajou para Itu, no dia da lamentada “Proclamação”. Perdulário, como soe acontecer nas repúblicas, Michel Temer usou o avião presidencial, um helicóptero, utilizou o caríssimo aparato de segurança, e ainda levou com ele alguns ministros. Em recinto fechado, sem sentir o “cheiro do povo” (Ah! esta expressão do Papa Francisco) Michel anunciou – via televisão – que simbolicamente estava transferindo a Capital da República de Brasília para Itu. Além do exagero a solenidade foi um fracasso de público.
        A bem dizer, foi uma solenidade insignificante. Mixuruca mesmo. Sem a presença do “povão” (Ah! esta expressão republicana). No recinto, só algumas autoridades ouviram o discurso do Presidente Temer, a relembrar o “grande feito” da fundação do Partido Republicano, em Itu, no dia 18 de abril de 1873. Aliás, no último 15 de novembro, em todo o Brasil, nunca se recordou tanto – e com que saudades! – os bons tempos da monarquia. Comprovou-se, definitivamente, que o brasileiro não tem motivo nenhum para comemorar a imposição que lhe foi feita por uma minoria de golpistas enfiando, goela abaixo, esta fracassada República...
           A Assessoria de Comunicação da Presidência da República divulgou, através da mídia, que “Itu é o berço da República”, pois lá teria sido realizada a “primeira reunião para criar um Partido Republicano”, aproveitando o clima de liberdade que existia no Império do Brasil. Segundo a propaganda oficial, no dia 18 de abril de 1873, em Itu, na casa do deputado Prudente de Morais, aconteceu uma “convenção” reunindo republicanos de várias cidades paulistas com o objetivo de difundir a campanha visando instaurar a República no Brasil”. 
              Voltemos à visita do Presidente Temer a Itu. Enquanto as autoridades, num auditório, ouviam loas à República, nas ruas e praças de todas as regiões do Brasil, centenas de monarquistas realizavam um “Bandeiraço pela liberdade e contra a corrupção republicana”. “Bandeiraço” feito espontaneamente, sem ajuda dos cofres públicos, exatamente ao contrário do alto custo dispendido pelo Presidente Michel Temer para aparecer 30 segundos nos noticiários da televisão.
                Agora a verdade histórica: Os republicanos tentaram, por todos os meios, atrair o povo para as suas ideias, a partir da reunião feita em Itu, em 1873. Deram com os burros n’água... Um trabalho em vão! Em 1884, bem próximo do golpe militar que instaurou a República, existiam no Parlamento do Império apenas 03 (três) deputados eleitos pelo Partido Republicano. Pior ainda: na data do golpe – 15 de novembro de 1889 – existia no Brasil apenas 0l (um) deputado republicano. Isso mesmo que eleitor leu: existia apenas um deputado eleito pelo Partido Republicano no Parlamento do Império.
                  Precisa acrescentar mais alguma coisa? Sim. Aos tradicionais exageros de Itu foi acrescentado mais um: Itu foi apelidada agora de “A Capital Republicana do Brasil”. Definem os dicionários que Exagero é o ato ou efeito de exagerar, ou aquilo que se encareceu em demasia. 
                   Pois foi isso que o Presidente Temer fez em Itu. Enquanto isso, lá fora, nas ruas e praças ("A praça é do povo como o céu é do condor”, Ah! essa ode do poeta baiano) centenas de brasileiros exibiam, com orgulho, exemplares da Bandeira Imperial. Inclusive na maior cidade do Cariri cearense...

(*) Armando Lopes Rafael é historiador.

O republicano tardio

O Marechal Deodoro da Fonseca jamais contestou que, até as vésperas do golpe de 15 de novembro de 1889, tivesse servido devotadamente ao Imperador Dom Pedro II. A sua adesão às ideias de Benjamin Constant data, talvez, de 10 a 12 daquele mês.
Certo dia, já Presidente da República, Deodoro recebeu, no Palácio do Itamaraty, a visita de um cavalheiro que alegava ser republicano de longa data, batendo-se pela República desde 1875. O Marechal então lhe disse:
—– Pois eu, meu caro senhor, não dato de tão longe. Eu sou republicano de 15 de novembro, e o meu irmão Hermes da Fonseca de 17!
(Baseado em trecho do livro “Revivendo o Brasil-Império”, de Leopoldo Bibiano Xavier).
(Postado por Armando Lopes Rafael)

16 novembro 2017

Bienal Internacional de Teatro do Ceará chega ao Cariri nesta sexta-feira



Depois de passar por Fortaleza (CE), chega a vez da Bienal Internacional de Teatro do Ceará – BITCE seguir com a trupe para as cidades de Juazeiro do Norte (17 e 18/11), e Crato (19 e 20/11). Com o tema “Teatro, Mito e Feminino: Conexões”, a BITCE apresenta ao público personagens da dramaturgia universal e brasileiras, dos mitos e da história. Dedicada às mulheres do mundo em cena, a BITCE abrange nesta edição quatro cidades e ocorrerá em duas partes, uma agora em novembro e a outra em março de 2018.

Na terra do Padre Cícero a programação acontece entre os dias 17 e 18 de novembro, e passa pelo Memorial Padre Cícero e Centro Cultural BNB Juazeiro do Norte. Segue depois para o Crato com permanência de dois dias na cidade, de domingo (19) a segunda-feira (20), no palco do SESTSENAC. Toda a programação é gratuita e a classificação etária de 18 anos.

Da programação

Após a solenidade de abertura no Memorial, a programação segue na sexta-feira (17/11), com o Seminário Internacional Teatro, Mito e Feminino: Conexões, mesmo formato feito em Fortaleza, mas acrescentando outros temas sociais.  O encontro ocorre entre 14h e 17h, com as participações de Luciana Dantas (BR-CE) – Beata Maria de Araújo: mito e história (BR/CE); Daciane Barreto (BR-CE) – Barbara de Alencar: da história ao mito; e Teresa Esmeraldo (BR/CE) – Gênero como performance (UECE).  Na programação mais duas intervenções culturais. A partir das 19h o espaço fica com o espetáculo: Violetas da Aurora – Uruba, de Fabiana Pirro (BR-PE) e às 20h encerra com a apresentação Amazônicas do mundo (Mitologia Indígena Desana Kehiripõrã) – Acácia Mié Pantoja da Gama (BR/AM). A BITCE também vai na sexta-feira (17), às 19 horas, para o Centro Cultural Banco do Nordeste Juazeiro do Norte. No espaço o teatro e a arte de fantoches em cordas Periplo Varité e uma breve trajetória da Compañía Périplo Marionetas (Espanha/Madrid).  Já no sábado (18) entra em cena as Multiresidências/Intercâmbios entre criadores/Vivências estéticas poéticas éticas técnicas, com a participação de Adelice Souza (BR/BA) da Universidade Federal da Bahia – UFBA trazendo Kali: a palavra é uma deusa, em dois horários 9h e 14h.

À noite, ás 19h, sob no palco o Experimento Cênico As Troianas, de Francinice Campos (BR/CE). No horário das 20h tem marcado o espetáculo Obscena. Um encontro com Hilda Hilst, de Fabiana Pirro (BR/PE).  A programação de sábado termina às 21 horas com ETNOCENA, Experimentos Cênicos Cajuína, de Alysson Amâncio (BR/CE) e Djuenas Tikuna (BR-AM), artista indígena, cantora e atriz da tribo Tikuna da Amazônia.

A BITCE segue para a cidade de Crato. No domingo (19), ás 19h, a programação passa pelo SESTSENAT CRATO com Experimento Cênico: o espetáculo: Amazônicas, poéticas do mundo (Mitologia Indígena Desana Kehiripõrã) – Acácia Mié Pantoja da Gam (BR/AM). Na segunda-feira (20), às 9h, chega a vez da Escola Pública do Crato assistir ao espetáculo: Periplo Varité e uma breve trajetória da Periplo Marionetas (Espanha/Madrid). A Bienal retorna na segunda-feira (20) para o SESTSENAT CRATO com quatro apresentações. Às 17h o público pode assistir Violetas da Aurora – Uruba – de Fabiana Pirro (BR/PE); às 19h, a Aula-Espetáculo: Kali. Drama-oração de Adelice Souza (BR/BA); às 20h, Periplo Varieté e uma breve trajetória da Periplo Marionetas (Espanha/Madrid) e encerra às 21h com ETNOECNA – Experimentos Cênicos – Ritual de encerramento com Marimbondo & Florinda – Fabiana Pirro e Johan (Brasil/Pernambuco); e Djuena Tikuna (BR/AM – artista indígena, cantora e atriz da tribo Tikuna da Amazônia. 
Cultura em números
O evento acontecerá em quatro cidades de três macrorregiões, totalizando 57 apresentações, com acesso gratuito. Durante dez dias, participarão 44 grupos/artistas entre pesquisadores/criadores, solistas, técnicos, assistentes, produtores e equipes. Envolvendo diretamente 200 trabalhadores da cultura e mais 500 beneficiados, indiretamente, nas etapas de novembro de 2017 e março de 2018.
Sobre a Bienal
O projeto nasceu das inquietações da pesquisadora e feminista Maria Rejane Reinaldo, diretora da Escola Livre da Boca Rica.  Em seu trabalho acadêmico, pesquisou, desenvolveu e defendeu a tese Pentesileia, a rainha das Amazonas – travessias de uma Personagem, aprovada no Doutorado do Programa de Pós-Graduação em Artes Cênicas da Universidade Federal da Bahia, em 2015, com apresentação pública no Teatro Martin Gonçalves da Escola de Teatro da UFBA, em Salvador. 
Apoios e parcerias

O projeto está aprovado pela Lei Federal de Incentivos Fiscais e foi selecionado no último Edital Cultural do Banco do Nordeste do Brasil S/A e conta com o apoio da Secretaria da Cultura de Juazeiro do Norte - BR/CE, Secretaria da Cultura de Crato - BR/CE, Secretaria da Cultura de Sobral – BR/CE, Instituto ECOA- BR/CE, Secretaria da Cultura de Fortaleza – BR/CE, Centro Cultural Belchior-BR/CE, Casa Amarela Eusélio Oliveira da UFC – BR/CE, Coordenadoria da Mulher do estado do Ceará-BR/CE, Universidade Estadual do Ceará-BR/CE

Universidade Sorbonne III – FRANÇA/Paris, Universidade de Roraima – RO/Boa Vista, Teatro da Boca Rica e Escola Livre Teatro da Boca Rica – BR/CE e parcerias da Secretaria da Cultura do estado do Ceará ,Universidade de São Paulo-USP, Associação Educativa Cultural Teatro da Boca Rica – BR/CE, Arqueosocio - BR/CE, Instituto Tembetá BR/CE, Associazione Arlenika – Palermo/IT, Centro Cultural BNB Fortaleza-BR/CE, Centro Cultural BNB Juazeiro do Norte- BR/CE, Centro do Teatro e Canto Vocal "O CORPO DA VOZ" – Palermo/ IT, Centro Dragão do Mar de Arte e Cultural-BR/CE, Cia Palmas Produções Artísticas – BR/CE, Cia Teatro Balagan – BR/SP, Cia Vitoria Regia – BR/AM, EM PAUTA PRODUÇÕES – BR/CE, F174Studio – BR/CE, Gameleira Artes Integradas – BR/ BA, GEEON – Grupo de Educação e Estudos Oncológicos, do Departamento de Cirurgia da UFC – BR/CE, Laboratório de Canto Miriam Palma Palermo/IT, Laboratório Mediterrâneo Mito e Teatro - Palermo/IT, LUMIAR Comunicação e Consultoria – BR/CE, Memorial Padre Cícero­- BR/CE, NUPROCE – BR/CE, Progetto Amazzone - Palermo/IT, Projeto Amazonas/ Brasil – BR/CE, PROPONO Consultoria Executiva, Secretaria da Cultura do Estado do Ceará-BR/CE; Universidade de São Paulo USP-BR/SP; e Universidade Federal da Bahia UFBA – BR/BA;

Serviço: I Bienal Internacional de Teatro do Ceará - BITCE

Acesso: Toda a programação é gratuita. O acesso aos espetáculos se dará por ordem de chegada. A participação nas ações formativas será por ordem de inscrição no endereço: bienaldeteatrodoceara@gmail.com

Assessoria de imprensa: DÉGAGÉ
VIA BLOG DO CRATO


CRATO - DEMUTRAN realiza mudança nas ruas Cel Antônio Luís, Major José Gonçalves e 28 de Dezembro.




O Departamento Municipal de Trânsito do Crato - DEMUTRAN comunica que está realizando mudança no trânsito e no estacionamentos da rua Cel Antônio Luís e transformando a rua Major José Gonçalves em via de sentido único. 

Desde o dia 15 de Novembro, a rua Cel Antônio Luís, passa a ter o estacionamentos dos carros no lado direito da via, para quem transita no sentido Centro para o bairro Pimenta, deixando o lado esquerdo livre pra circulação de veículos desde a Avenida Maildes de Siqueira (Praça Alexandre Arraes da Quadra Bicentenário) até a rua Nossa Senhora de Fátima (ao lado do Crato Tênis Clube). 
Em frente a Rádio Educadora do Cariri, a parada do ônibus ganhou mais espaço, facilitando o embarque e desembarque de passageiros, principalmente dos veículos que transportam os estudantes para a Universidade Regional do Cariri. 

Ainda na rua Cel Antônio Luís foi instituído locais para embarque e desembarque de alunos, onde os condutores podem parar e que nesses espaços, é proibido estacionar no horário das 6 as 13h. Fora desse horário, é permitido estacionar.  Mototaxistas e taxistas que antes ficavam em frente a Urca estão com seus respectivos pontos na rua 28 de Dezembro, Rua essa que fica em frente ao portão principal da URCA, e o local ja esta devidamente sinalizado. 

Segundo o educador de trânsito Edilson Marques, o lado esquerdo da rua Cel Antônio Luís passa a ser proibido estacionar, o DEMUTRAN ja concluiu a sinalização horizontal com o meio fio pintado na cor amarela que indica a proibição, bem como a sinalização com as placas de proibido estacionar também já foram colocadas. A rua Major José Gonçalves, tem agora o trânsito modificado, passando uma via de sentido único, ou seja, o tráfego passa a ser para quem transita no sentido da rua Carolino Sucupira descendo para a rua Cel Antônio Luís. A sinalização será concluída ainda essa semana. 
Ainda na rua Major José Gonçalves será liberado o estacionamento dos veículos ao lado da Universidade Regional do Cariri. 

No cruzamento das ruas Cel Antônio Luís e Major José Gonçalves será colocada a sinalização horizontal com duas setas de siga em frente como uma forma de orientar o condutor a respeito do fluxo de Trânsito no local.  Todas essas mudanças tem como principal objetivo, garantir a segurança e a fluidez no tráfego de veículos que está aumentando na cidade, o que tornou essas mudanças necessárias. 

Nesses primeiros 15 dias, o DEMUTRAN irá fazer um trabalho educativo no sentido de orientar os condutores e a sociedade Cratense com essa nova mudança, para que todos possam se atualizar das mudanças.  Qualquer informação ou dúvida, a população pode perguntar aos agentes de trânsito que estarão no local ou ligar para o DEMUTRAN através do 3523 5232.

VIA BLOG DO CRATO



MPCE expede recomendação a escolas particulares do Crato para garantir direitos dos consumidores


O Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE), por meio da unidade descentralizada do Programa Estadual de Defesa do Consumidor no Crato (DECON Crato), expediu uma série de Recomendações e Requisições a todas as instituições de ensino infantil, fundamental e médio da rede privada do município, com o objetivo de orientar e fiscalizar estas intuições no que se refere à lista de material escolar exigida para o ano letivo de 2018. A iniciativa visa observar se serão realizados aumentos abusivos nas mensalidades, entre outros aspectos de proteção aos consumidores.

De acordo com o promotor de Justiça Thiago Marques Vieira, desde 2015, o MPCE vem acompanhando, através de Procedimento Administrativo, as listas de material escolar exigidas pela rede educacional privada do Crato. Ele destaca que, em virtude deste trabalho, foi efetuada a aplicação de multa administrativa em 17 escolas que descumpriram algum item das requisições e/ou recomendações para o ano letivo de 2016, e em 13 escolas referentes ao ano letivo de 2017. 

O promotor de Justiça destaca que, com a aplicação das sanções, o Ministério Público espera que as instituições entendam que o desrespeito à legislação consumerista pode acarretar consequências que variam da multa até a interdição dos referidos estabelecimentos. Ele informa que na Portaria 07/2017, o DECON disponibiliza aos cidadãos alguns exemplos de materiais escolares que não podem ser solicitados pelas escolas por serem considerados insumos inerentes à atividade comercial, dentre outras regras de acordo com a legislação vigente. Confira o conteúdo da portaria aqui.

Para denunciar ilegalidades, o consumidor pode entrar em contato com o DECON CRATO pelo telefone (88) 3523-8375 ou fazer a denúncia no prédio das Promotorias de Justiça, situado na Rua Dom Quintino, 704, Praça da Sé.

Fonte: Ministério Público do Estado do Ceará
VIA BLOG DO CRATO


O que é a Dpoc, doença pulmonar silenciosa que mata 3 milhões de pessoas por ano e não tem cura


Sintomas passam despercebidos e estima-se que 80% dos afetados não sabem que têm a doença; fumantes - ativos e passivos - e pessoas que trabalham em locais com muita fumaça são grupos de risco.

Se você é fumante habitual, tem 90% de chance de sofrer da Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (Dpoc), segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS). E é provável que você nem saiba disso.
A Dpoc é caracterizada por uma redução persistente do fluxo de ar. Piora com o tempo e pode se agravar a ponto de levar à morte. Ela se desenvolve de quadros persistentes de bronquite ou enfisema pulmonar. Na bronquite, há produção de muco e inflamação nas vias aéreas. No enfisema há destruição dos alvéolos, estruturas responsáveis pelo fluxo de ar nos pulmões. Sua principal causa é a exposição à fumaça do cigarro, seja o fumante ativo ou passivo. A exposição a outros tipos de fumaça também pode causar a doença - quem trabalha com fornos de lenha em pizzarias ou carvoarias também corre risco. E, geralmente, se manifesta de forma silenciosa: 80% das pessoas afetadas nem sequer sabem disso, segundo a Fundepoc, uma instituição argentina especializada na doença.
Também não há cura para a Dpoc e cerca de 3 milhões de pessoas morrem anualmente em decorrência do mal, segundo a OMS, que afeta 384 milhões de pessoas em todo o mundo.
Do total de vítimas, 13,6% são adultos com mais de 35 anos da América Latina, de acordo com os dados da Fundepoc. No Brasil, a estima-se que 7 milhões de pessoas tenham Dpoc - mas somente 12% dos pacientes são diagnosticados.

Sintomas

Um dos grandes problemas da Dpoc é justamente que nem sempre ela é diagnosticada. E os fumantes geralmente não se queixam ou vão ao médico por estarem tossindo ou apresentarem dificuldades respiratórias, adverte a OMS. A doença evolui de forma lenta e normalmente só se torna visível a partir dos 40 ou 50 anos, assegura a mesma organização. Os sintomas mais frequentes são a dispneia (dificuldade para respirar), tosse crônica e produção de fleumas (expectoração com muco). A doença piora com o tempo, e atividades cotidianas como subir escadas ou carregar uma mala podem ser extremamente difíceis. A dificuldade para respirar, em princípio relacionada ao esforço, acaba aparecendo também quando se está em repouso. E às vezes ela é tão forte que pode chegar a incapacitar a pessoa por completo. Nesse caso, deve-se procurar o médico com urgência.

Riscos

As pessoas expostas à fumaça do cigarro têm maior probabilidade de sofrer da doença quando estiverem na faixa de 35 ou 40 anos. Mas não são as únicas em risco. Há anos a Dpoc atingia mais os homens, uma vez que eles fumavam mais do que as mulheres. Agora, porém, o índice de tabagismo nos países de alta renda é semelhante entre os dois sexos. Adicionalmente, nos países de baixa renda as mulheres são as que estão mais expostas ao ar interior contaminado. Segundo a OMS, mais de 90% das mortes causadas pela doença ocorrem em países de renda média baixa porque as estratégias de prevenção não são eficazes e os tratamentos não estão disponíveis ou não são acessíveis para todos os doentes.

Incurável, mas evitável

A Dpoc não tem cura, mas pode ser evitada. Deixar de fumar ou reduzir a exposição à poluição, seja interior, exterior ou do tipo química, são exemplos de como se precaver. A Dpoc também pode ser detectada por um "teste de sopro" chamado espirometria. Nesse teste, é usado um aparelho no qual a pessoa assopra para que seja avaliada a quantidade de ar que ela é capaz de colocar para dentro e para fora dos pulmões - e a velocidade com que faz isso. Se o teste indicar alteração nessa capacidade respiratória, novos exames podem ser pedidos pelo médico para confirmar o diagnóstico dessa ou de outras doenças respiratórias. Para aliviar os sintomas, existe tratamento com medicamentos e fisioterapia.

Fonte: G1
VIA BLOG DO CRATO


Chá de Santo Daime para tratamento de depressão e alcoolismo



Pesquisas testam ayahuasca no tratamento de depressão e alcoolismo. Estudo desenvolvido no Rio Grande do Norte testou o uso do chá em pacientes com depressão. Professor da Unifesp pesquisa a utilização no combate à dependência de álcool.

Uma pesquisa desenvolvida no Instituto do Cérebro (ICe) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte testou a ayahuasca como antidepressivo, e obteve resultados iniciais positivos em pessoas que apresentam quadro de depressão. A solução psicoativa é usada comumente em cerimônias religiosas, como Santo Daime e Jurema. Contudo a ciência tem se debruçado sobre a utilização medicinal desse chá.

De acordo com o que afirma a pesquisadora Fernanda Palhano, que defendeu este ano sua tese de doutorado com base nesse teste, orientada pelo professor Draulio Araújo, a maior parte das pessoas que tomou a ayahuasca apresentou melhora nos sintomas depressivos. Segundo ela, foram 64% dos pacientes que beberam o chá com melhora clínica em até sete dias após o experimento.

“Fizemos o que se conhece por ensaio clínico duplo cego randomizado. Isso significa pegar um grupo de pacientes, dividi-lo ao meio e de maneira aleatória separar os pacientes que vão fazer parte do tratamento que se quer testar, no nosso caso a ayahuasca, ou do grupo placebo. Além disso, nem pacientes nem pesquisadores sabiam qual a substância, ayahuasca ou placebo, estava sendo administrada, daí o termo duplo (para pacientes e pesquisadores) cego”, explica.
Para a pesquisa, foram selecionados pacientes que tinham depressão resistente ao tratamento. “Ou seja, pessoas que já tinha feito uso de diversos antidepressivos comerciais, mas que não tinham melhora do quadro depressivo. Além disso tínhamos um grupo de indivíduos saudáveis, que foram usados como controle”, detalha a pesquisadora.

Ao todo, 29 pessoas com depressão participaram da experiência, além das 50 pessoas saudáveis do grupo de controle. Entre os doentes, 15 receberam placebo e 14 a substância real.

Fonte: G1
VIA BLOG DO CRATO


CRATO - Cadeia 'mista' no abriga 203 homens e 10 mulheres, constata OAB-CE



Inspeção prisional realizada pela Comissão de Direito Penitencitário da Ordem dos Advogados do Brasil - Seccional Ceará (OAB-CE), entre agosto e setembro, constatou várias irregularidades em cadeias públicas do Cariri. O relatório do órgão aponta, além de insalubridade e de superlotação, presença de facções, efetivo profissional baixo e até presos homens e mulheres em uma mesma unidade, o que é ilegal. A Secretaria da Justiça e Cidadania (Sejus) foi procurada, mas respondeu que deve se posicionar na manhã desta quinta-feira, 16.

A cadeia "mista", conforme o relatório da OAB-CE, é a do Crato, cuja vistoria foi realizada no último dia 31 de agosto. Na ocasião, a Comissão contabilizou 203 homens e 10 mulheres. Segundo o presidente da Comissão de Direito Penitenciário da OAB-CE, Márcio Vitor Albuquerque, as mulheres e homens não chegam a dividir celas, mas o agrupamento em um mesmo prédio já contraria a Lei de Execução Penal. “É sempre vulnerável (à violência sexual), sempre perigoso, porque nessas unidades nos deparamos constantemente com rebeliões. O que é fato é que deveria ter uma unidade específica para as mulheres”, frisa.

Também na cadeia do Crato, os representantes da OAB-CE identificaram presos provisórios misturados com definitivos. Essa situação se repete em cadeias nos municípios de Barbalha e Juazeiro do Norte. “Tem ainda pessoas do semiaberto juntas com o do regime fechado, o que também é proibido. Constatamos presença de doentes em algumas unidades, inclusive com doença mental, o que também não poderia ocorrer. O doente mental é para ficar em outra unidade, no manicômio judiciário”, afirma Márcio Vitor.

A OAB-CE convocará audiência pública para debater os pontos do relatório com a Sejus, Poder Judiciário, Ministério Público, Conselho Penitenciário, Defensoria Pública, dentre outros. De acordo com Márcio Vitor, serão cobradas mudanças, que incluem reformas, transferências, separação de presos e introdução de capacitação para os presos como medida de ressocialização.

A presença de duas facções foi detectada na Penitenciária Industrial da região do Cariri, conhecida como 'Tourão', em Juazeiro do Norte, durante a inspeção do dia 1º de setembro. "Isso desafia a segurança interna da unidade. Além da presença maciça do crime organizado, tem a questão da pequena quantidade de agentes penitenciários, de policiais na muralha, com no caso do Tourão", diz o presidente da Comissão de Direito Penitenciário.

A audiência pública ainda não tem data, mas a previsão é que ocorra em dezembro. Caso as recomendações não sejam atendidas, a OAB-CE poderá entrar com medidas judiciais contra o Estado, conforme Márcio Vitor. “Em muitas (das cadeias) foi encontrado até fossas estouradas. Estamos solicitando recomendações para que esse problema seja resolvido o mais breve possível”, completa ele.

Resumo de algumas irregularidades

Cadeia Pública do Crato - 31/08/2017
- Números de detentos acima da capacidade. Suporta 133 e estava com 213
- Cadeia mista, 203 homens e 10 mulheres, o que é ilegal
- Presos provisórios misturados com presos definitivos.
- Estrutura sanitária em péssimo estado. Canos estourados, entupidos, que dificultam escoamento dos dejetos e acabam ficando exposto.
- Efetivo profissional baixo
- Munição insuficiente

Cadeia Pública de Barbalha - 31/08/2017
- Estrutura precária
- Presos provisórios misturados com presos definitivos.
- Não existe estrutura básica na unidade como consultório médico, enfermaria, dentista. Muito presos doentes.
- Mesmo precária, administração da cadeia foi elogiada, até mesmo pelos presos.
- Não há colete a prova de balas
- Risco de fuga constante

Penitenciária Industrial da região do Cariri ('Tourão') - 01/09/2017
- Estrutura física precária
- Números de detentos acima da capacidade. Suporta 536 e estava com 731.
- Presos provisórios misturados com presos definitivos.
- Presença de crime organizado – Guardiões do Estado e PCC
- Flagrante de celulares e drogas
- Unidade insegura. Detentos andam nos telhados.

Cadeia Pública da Comarca de Juazeiro do Norte - 01/09/2017
- Números de detentos acima da capacidade. Suporta 272 e estava com 339.
- Presos provisórios misturados com presos definitivos.
- Supostas representação de facções
- Efetivo profissional baixo
- Munição insuficiente


Fonte: O POVO
VIA BLOG DO CRATO



CRATO - Dia 18 tem mais - Campanha de Vacinação continua neste sábado.



Dando continuidade à Campanha de Vacinação Antirrábica, o Governo do Crato, através da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), realiza no próximo sábado, dia 18 de novembro, a segunda etapa da campanha no município. A Coordenadora Especial da Vigilância em Saúde, Arlene Sampaio, divulgou o balanço da vacinação antirrábica no Dia D, realizado no último sábado, 11 de novembro, onde segundo ela, foi o total de 2.266 doses aplicadas, sendo 1.489 cães e 777 gatos imunizados conte a raiva.

Os postos de vacinação que estarão funcionando neste dia, das 8h às 17h. Serão os seguintes:

-Bairro Gizélia Pinheiro ( Batateiras)
-Posto de Saúde Amélia Pinheiro.
-Bairro Independência
-Sociedade do Bairro. Bairro Vila Alta: Escola Aldegundes Gomes de Mattos
-Posto de Saúde Raimundo Bezerra.
-Bairro Sertãozinho
-Escola Álvaro Madeira.
-Bairro Seminário
-Posto de Saúde Maria Menino (CEMIC)
-Praça Dona Ceicinha
-Escola José de Brito
-Posto de Saúde Fábio Esmeraldo
- Bairro Novo Crato
-Posto da COHAB
-Creche Conjunto Vitória Nossa
-Bar do Edmilson
-Bairro Centro
-Praça da Prefeitura
-Posto de Saúde Teodorico Teles
-CEJA
-Bairro Pinto Madeira
-Escola Estado da Bahia
-Bairro Vila Lobo
-Posto de Saúde
-Bairro Alto da Penha
-Posto da Grota
-Sociedade do Bairro
-Mercearia do Deda
-Bairro Pimenta
-Praça Antônio Esmeraldo (Praça do Pimenta)
-Bairro Pantanal:
-Creche Ailza Gonçalves
-Bairro Ossian Araripe
-Sociedade do Bairro
-Bairro Parque Grangeiro
-Pracinha da Vila Horizonte
-Posto de Saúde Alcides Peixoto
-Bairro Zacarias Gonçalves
-Posto de Saúde Edite Mariano
-Bairro São Miguel
-Creche
-Centro de Zoonoses
-Bairro Barro Branco
-Mercearia do Laca
-Escola José do Vale
-Conj. Monsenhor Montenegro (Minha Casa Minha Vida)
-Bairro Muriti
-Posto de Saúde Vicência Garrido
-Centro de Referência de Assistência Social (CRAS)
-Igreja
-Bairro Lameiro
-Igreja
-Escola Rotary
-Zé Pajé
- Conjunto Padre Cícero
-Escola Sinobilina Peixoto de Carvalho


CRATO - Audiência pública abre espaço para opiniões e propostas sobre local para a implantação de salas de cinema no município


Tendo como propósito, um amplo debate junto à comunidade, acerca do local onde poderão ser implantadas salas de cinema no município, o Governo do Crato, através da Secretaria Municipal de Cultura, realizou na noite da última, terça-feira, 14 de novembro, no auditório da Associação Comercial e Empresarial, audiência pública.

O projeto referente as salas de cinema resulta da parceria entre a Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult), Agência Nacional de Cinema (Ancine) e Programa Cinema Perto de Você do Ministério da Cultura. Iniciando o momento, o Coordenador de Projetos Estruturantes da Prefeitura do Crato, José Muniz, explicou todo o processo que levou o município do Crato, a fazer parte do Programa, bem como, relatou sobre a colocação do recurso do projeto, que segundo ele, está orçado em R$ 2.769.424,03 reais, já com a ordem de serviço. Em seguida, foi apresentado o projeto das duas salas, uma com 210 e outra contendo105 lugares, ambientadas em instalações modernas e climatizadas. “Estamos estudando uma nova área para a implantação das salas, que seria no Centro Cultural do Araripe, no Largo da RFFSA” disse.

A Coordenadora do Escritório Regional da Secretaria da Cultura do Estado, Dane de Jade, contextualizou a história sobre a temática dos projetos em questão, quais os pontos a serem trabalhados, explicando também que as cidades precisam estar com toda a documentação necessária atualizada. Dane ressaltou que o Crato será beneficiado, pois com a implantação dessas salas de cinema, será o princípio da criação de um complexo cultural para o município. Presentes na audiência, os permissionários do mercado Wilson Roriz, local onde, inicialmente, foi cogitado para a implantação destas salas, eles deixaram claro que são a favor da vinda deste equipamento, contudo, não demonstram simpatia pela construção do cinema no espaço do comércio onde trabalham.

Representando o prefeito Zé Ailton Brasil, o vice-prefeito e Secretário de Saúde, André Barreto, falou da importância em discutir o assunto, de forma transparente, sobretudo com a comunidade presente e participativa. Ao final da audiência, o Secretário de Cultura do Crato, Wilton Dedê, enfatizou que todas as propostas e sugestões colocadas durante a ocasião, serão analisadas posteriormente. Também estavam presentes, o Secretariado Municipal; Representantes da Câmara de Vereadores; O presidente do Conselho Municipal de Cultura, Heitor Feitosa; O presidente da Associação Comercial e Empresarial, Marcos Parente; o presidente da CDL, José Lobo; O presidente do Conselho Municipal de Desenvolvimento Econômico, Geraldo Pinheiro, além de representantes da classe artística, cineastas, empresários e imprensa.

 Fonte: PMC
Via BLOG DO CRATO


Petrobras anuncia quedas de 3,80% no preço da gasolina e de 1,30% no diesel



A Petrobras anunciou um novo reajuste para os combustíveis, com queda de 3,80% no preço da gasolina nas refinarias e recuo de 1,30% no preço do diesel. Os novos valores valem a partir da sexta-feira (17). 

A nova política de revisão de preços foi divulgada pela petroleira no dia 30 de junho. Com o novo modelo, a Petrobras espera acompanhar as condições do mercado e enfrentar a concorrência de importadores. Em vez de esperar um mês para ajustar seus preços, a Petrobras agora avalia todas as condições do mercado para se adaptar, o que pode acontecer diariamente.  Além da concorrência, na decisão de revisão de preços, pesam as informações sobre o câmbio e as cotações internacionais.

Via BLOG DO CRATO


Ministério Público pede bloqueio de R$ 24 milhões de Lula e do filho Luís Cláudio


O Ministério Público Federal (MPF) pediu o bloqueio de R$ 23,9 milhões do ex-presidente Lula e do seu filho caçula, Luis Cláudio, no âmbito da operação Zelotes. Na ação o ex-presidente é investigado por suposto tráfico de influência.

No pedido direcionado à 10ª Vara Federal de Brasília os investigadores solicitam o bloqueio de R$ 21,4 milhões de Lula e R$ 2,5 do seu filho. O juiz responsável pelo caso, Vallisney Oliveira, mandou, em 6 de novembro, que ambos fossem intimados para se manifestar sobre o pedido de bloqueio. O MPF também pediu que o bloqueio de R$ 22,1 milhões do casal Mauro Marcondes e Cristina Mautoni, que foram denunciados no ano passado na Zelotes. Eles foram acusados de envolvimento em negociações irregulares que levaram à compra de 36 caças do modelo Gripen pelo governo do Brasil e também por envolvimento na negociação da prorrogação de uma Medida Provisória 627 que beneficiou montadoras. O juiz Vallisney Oliveira também solicitou que o casal se manifestasse sobre o pedido de bloqueio de bens. No pedido, o MPF alega que a empresa Marcondes & Mautoni recebeu entre 2011 a 2015 cerca de R$ 8,4 milhões da montadora MMC, R$ 8,4 da CAOA e 744 mil euros da empresa SAAB, responsável pela fabricação do modelo de caças Gripen, “totalizando R$ 19,6 milhões como proveito dos crimes de tráfico de influência”.

Afirma ainda que o casal repassou, “por esquema de lavagem de dinheiro, entre junho de 2014 e março de 2015” R$ 2,5 milhões a Luís Cláudio Lula da Silva por meio de transferências bancárias da empresa deles à LFT Marketing Esportivo, companhia do filho do ex-presidente que organizava um campeonato de futebol americano no Brasil. No pedido, os procuradores alegam que que Lula “é o responsável pelo retorno financeiro que a Marcondes & Mautoni” obteve da MMC, CAOA e SAAB e também pelos R$ 2,5 milhões pagos ao seu filho.

A defesa do ex-presidente Lula disse, por meio de nota, que não há “qualquer base jurídica e materialidade o pedido de bloqueio de bens formulado pelo Ministério Público Federal contra o ex-Presidente Luiz Inácio Lula da Silva e seu filho Luis Claudio Lula da Silva”. A defesa disse ainda que “não há no pedido apresentado pelo MPF indicação de provas a respeito das afirmações ali contidas, que partem de certezas delirantes sobre a ‘influência’ de Lula na compra de caças pelo País e na ausência de veto em relação a um dos artigos de uma medida provisória (MP 627/2013)”.

VIA BLOG DO CRATO


Pensar o Ceará -- por Pedro Henrique Chaves Antero (*)

   Quando a suposta democracia não se torna o regime real da organização política e social de um povo, a luta entre as facções que disputam o poder político torna-se um embate enfadonho que só interessa a meia dúzia de espertos. Isso não significa dizer que todos os atores da cena não mereçam a nossa consideração. Porém poucos são os que trabalham dentro dos postulados da ética, sabendo distinguir os interesses públicos das vantagens pessoais e familiares.
    O recente conflito ocorrido entre os Ferreira Gomes e o grupo do senador Tasso Jereissati poderia significar que os assuntos primordiais do Estado estariam sendo postos em segundo plano, dando lugar a bate-boca sem maior interesse. Esse fato, entretanto, não é necessariamente verdadeiro, muito embora alguns dos atores da nossa política sejam fruto do oportunismo.
    No momento, cabe afirmar, o quadro político cearense é por demais repetitivo, a ponto de se dizer que o período da oligarquia de Accioly, no início do século XX, está sendo reproduzido. O nepotismo, à época, foi a grande chaga da política estadual, causando graves prejuízos ao Estado. E, como disse Capistrano de Abreu, “a mim preocupa o povo, há três séculos capado e recapado, sangrado e ressangrado”.
   Graves problemas nos cercam atualmente, sendo a falta de água o mais crônico do semiárido nordestino. Hoje, por sinal, é um assunto que assusta a humanidade inteira. O recente livro do americano Seth M. Siegel, intitulado “Faça-se a água”, descreve o caminho percorrido por Israel para a solução desse problema.
    O eleitor cearense espera que suas lideranças se debrucem sobre esse e outros assuntos, para evitar que medidas insensatas sejam adotadas por politiqueiros despreparados. Em 1903, por exemplo, segundo o historiador Airton de Farias, 90 escolas primárias no Interior foram fechadas, de modo a permitir recursos para a abertura da Academia Livre de Direito do Ceará.

(*) Pedro Henrique Chaves Antero. Professor de Ciências Políticas
e-mail: phantero@gmail.com

“Bandeiraço” pela liberdade e contra a corrupção republicana foi realizado até no Cariri

Aos pés do monumento do Padre Cícero, em Juazeiro do Norte, monarquistas caririenses hastearam a Bandeira do Brasil Imperial, neste 15 de novembro de 2017, Dia de Luto Nacional.
OBS -- No próximo mês de março de 2018 será realizado o 1º Encontro do Movimento da Juventude Conservadora do Cariri. Em breve divulgaremos a programação do evento.
 Em Brasília, Capital da República e Capital Mundial da Corrupção
No Rio de Janeiro

Prefeitura do Crato recupera estrada do Sítio Coqueiro


A Prefeitura do Crato, através da Secretaria de Infraestrutura está desenvolvendo um trabalho intensivo de recuperação da estrada no Sitio Coqueiro. De acordo com o Secretário de Infraestrutura do Crato, Luiz Welington Brandão, o trabalho de recuperação da estrada está bem avançado para que seja concluído o quanto antes. Segundo ele, a recuperação da estrada, sem condição de tráfego, hoje, recebe a aprovação dos usuários e moradores que necessitam se deslocar para a sede do município.

Com recursos próprios da Prefeitura do Crato, a meta é fazer a recuperação da estrada do Sitio Coqueiro o mais rápido possível, garantindo a tranquilidade no tráfego e a satisfação dos usuários que precisam diariamente se locomover utilizando a estrada.

O coordenador de obras Edson Vilar, ressalta que devido o abandono, a estrada encontrava-se muito deteriorada, em alguns pontos foi necessário arrancar o calçamento por completo para fazer a recuperação. “Apesar dos transtornos causados pela obra, a população reconhece e agradece os benefícios do serviço que está sendo feito” comenta.

Fonte: PMC
Via BLOG DO CRATO


15 novembro 2017

Governo do Ceará entrega novas viaturas para a Polícia Civil



A reunião mensal de monitoramento do Programa Em Defesa da Vida, nesta terça-feira (14), na sede da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), teve um grande reforço na segurança do Estado neste mês de outubro. Logo após o encontro, o governador Camilo Santana realizou a entrega de 18 novas viaturas da Polícia Civil para atuar na capital cearense e interior, além de auxiliar o trabalho das delegacias especializadas, como de Defesa da Mulher, Defraudações e Falsificações e Tráfico de Drogas. O investimento total é de R$ 1.824.000,00. “Essas viaturas vão rodar tanto no Interior como na Capital. Recentemente fiz uma série de entregas de veículos. Agora, estou alugando 600 novas. Trata-se de uma experiência nova, pois muitas vezes uma viatura vai para manutenção e demora muito tempo para voltar. Nesse novo sistema, se acontecer algo, em 24 horas o carro será reposto para não atrapalhar o trabalho da polícia. Estamos comprando novas aeronaves direto da Alemanha. É o que tem de mais moderno para que a polícia enfrente a criminalidade com eficiência. A polícia está agindo, trabalhando, o Estado nunca fez tanto investimento na segurança”, disse o governador.


O reforço da viaturas no modelo Jeep Renegade vem a acrescentar o pacote de 329 veículos entregues no último dia 11 de julho, sendo que 50 daquelas destinadas à Polícia Civil. Elas vão atuar nos municípios de Fortaleza, Icó, Crato, Juazeiro do Norte, Iguatu, Sobral, Quixadá, Jijoca de Jericoacoara, Acaraú e Aracati.

O chefe do Executivo destacou as peculiaridades nos números registrados durante a reunião e reforçou os investimentos na segurança. “Constatamos que entre os envolvidos em homicídio, mais de 60% das pessoas que morreram tiveram antecedentes criminais ou com envolvimento com drogas. É fato que nunca se prendeu tanta gente no Ceará! Tivemos um aumento de 20% de prisões, de quase 30% de apreensão de armas e quase 300% de apreensão de entorpecentes. Hoje mesmo anunciei que vou dobrar a quantidade de policiais civis no Ceará. Estamos colocando o Batalhão do Raio em todas as cidades com mais de 50 mil habitantes. Quase 100% dos investimentos na área são do Estado. Então, é preciso pactuação, tenho batido na tecla para repensar a legislação no país”.

Governo do Estado do Ceará
VIA BLOG DO CRATO


Governador autoriza contratação de mais 730 policiais civis



O Governo do Ceará autorizou a contratação de mais 730 policiais civis para reforçar o trabalho da segurança pública no Estado. O anúncio da medida foi feito pelo governador Camilo Santana durante bate-papo ao vivo com a população, por meio de suas páginas no Facebook e no Instagram. Será chamado o reforço de 476 inspetores, 201 escrivães e 53 delegados, que são referentes a remanescentes do concurso público realizado em 2015. A Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) deverá informar o prazo da entrega de documentação dos novos convocados para a Polícia Civil. Camilo Santana enfatizou que o governo tem feito todos os esforços possíveis para ampliar os investimentos no  combate à criminalidade. O governador citou a ação pública na abertura de novos concursos, aumento de efetivo nos municípios cearenses, compras de viatura e equipamentos para as Forças de Segurança. “Dentro disso, é preciso também investir em inteligência. É de grande importância nós reforçarmos a polícia judiciária, nossa grande Polícia Civil, que investiga e descobre os mandantes dos crimes, realiza os mandatos de prisão. Por isso  estou convocando mais 730 policiais para se apresentarem com documentação completa e para logo iniciar os trabalhos na segurança do Estado”, detalhou.

Fonte: Governo do Estado do Ceará
Via BLOG DO CRATO


Falece o músico, percussionista, Carlinhos Crato


O guerreiro descansou.
.

Uma triste notícia principalmente para os internautas: Faleceu em Crato o músico, percussionista Carlinhos Crato. Há alguns meses, ele lutava contra um tumor na cabeça, e amigos até fizeram uma corrente nas redes socais para arrecadar dinheiro para o seu tratamento, mas, infelizmente, não foi suficiente. Carlinhos deixa uma esposa e dois filhos.

A nossa estima a este guerreiro que lutou até o fim contra as adversidades, a solidariedade à família enlutada e a todos os amigos do Carlinhos. Agora, descansa em paz, aonde nenhuma dor poderá atingi-lo.

BLOG DO CRATO



Charge deste 15 de novembro do "Diário do Nordeste"


Revelação - Por: Emerson Monteiro

Vi num sonho que, mesmo diante de toda a maldade que ainda existe no mundo, o bem há de sobreviver para sempre. Todos os momentos bons, certos e justos persistirão existindo no coração de quem os viver. As horas de rara felicidade, as ocasiões de paz e harmonia, que tocaram os esteios da esperança e da fé, que nutram a beleza no sentimento, essas jamais desaparecerão, no que pesem obstáculos e perseguições; as consequências que as fustigaram naquelas situações jamais as destruíram, por maior seja o mal, mas que regressarão à consciência de quem as experimenta, e lhes preservam as lembranças.

A força que possui o que é bom oferece motivo da continuação dessa bondade ao infinito dos que merecerem conhecer essa pureza original. Nisso, todos dispomos da condição de resistir, nos sonhos vividos. A manutenção de tais oportunidades se faz de modo natural, porquanto o poder dessa bondade as circunscreve no seu íntimo e mantém acima do desgaste dos tempos e das circunstâncias. Diante daquele esfacelamento das lembranças, estas lembranças positivas contêm os elementos necessários à própria realização constante. Significa uma eterna infância da originalidade, face à pureza da inocência.

Os lugares e as ocorrências de valor positivo, portanto, merecem do equilíbrio universal as tais respostas em nós próprios, testemunhas e autores dos aspectos puros, matéria prima da renovação das manifestações com que a face definitiva das existências far-se-á já agora, e no coração dos protagonistas no amanhã. A lei que estabelece a conservação dos instantes felizes, pois, representa o fator básico da criação das eras de Luz que norteia as existências durante todo tempo. Enquanto isto, a criatura revela em si o poder de preservar os primeiros passos da suprema transformação que ora acontece, qual partícipe, autor e também criador, numa espécie de protagonismo efetivo, espelho real de tudo quanto até aqui veio à tona durante todo tempo, nos campos da boa consciência, vez que matéria era só a não existência do Ser.

Proclamação da República: por que, 128 anos depois, historiadores concordam que monarquia sofreu um "golpe"

O site Terra publicou,  neste 15 de novembro de 2017, importante matéria, produzida pela Agência de Notícia BBC BRASIL.com, de onde transcrevemos os textos abaixo:

    Os profissionais da BBC conversaram com historiadores, empresários, escritores e professores universitários para produzirem a matéria. Abaixo, alguns excertos, da longa reportagem:
“Escrito pelo advogado paulistano Eduardo Prado, o livro Os Fastos da Ditadura Militar no Brasil , de 1890, argumentava que a Proclamação da República no Brasil tinha sido uma cópia do modelo dos Estados Unidos aplicada a um contexto social e a um povo com características distintas. A monarquia, segundo ele, ainda era o modelo mais adequado para a sociedade que se tinha no país. Eduardo Prado também foi o primeiro autor a considerar a Proclamação da República um "golpe de Estado ilegítimo" aplicado pelos militares”.
   “Hoje, 128 anos depois, o tema voltou ao debate público: enquanto diversos historiadores apontam a importância da chegada da República ao Brasil, apesar de suas incoerências e dificuldades, um movimento que ganhou força nos últimos anos - principalmente, nas redes sociais - ainda a contesta”.
"A proclamação foi um golpe de uma minoria escravocrata aliada aos grandes latifundiários, aos militares, a segmentos da Igreja e da maçonaria. O que é fato notório é que foi um golpe ilegítimo", disse à BBC Brasil o empresário Luiz Philippe de Orleans e Bragança, tataraneto de D. Pedro 2º, o último imperador brasileiro, e militante do movimento direitista Acorda Brasil. No anúncio do último congresso do Movimento Brasil Livre (MBL), em que foi um dos palestrantes, Luiz foi apresentado e festejado como "príncipe".
   "Desde o impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT), em 2016, o movimento pró-monarquia foi impulsionado pelas redes sociais e pela presença de grupos monarquistas nas manifestações contra o governo petista, entre 2015 e 2016 - muitos deles, empunhando bandeiras do Brasil Império".
"A ideia de que a Proclamação da República foi um "golpe" é engrossada pelo historiador José Murilo de Carvalho, que acabou de lançar seu oitavo livro sobre os períodos monárquico e republicano do Brasil: O Pecado Original da República (Bazar do Tempo, 294 páginas). Um dos intelectuais mais respeitados no país, Murilo também admite que é possível discutir a legitimidade do processo, como reivindicam os monarquistas atuais. "Para se sustentar [a reivindicação de legitimidade da proclamação], ela teria que supor que a minoria republicana, predominantemente composta de bacharéis, jornalistas, advogados, médicos, engenheiros, alunos das escolas superiores, além dos cafeicultores paulistas, representava os interesses da maioria esmagadora da população ou do país como um todo. Um tanto complicado", avalia.
   Ainda de acordo com Murilo, não apenas foi um golpe, como ele não contou com a participação popular, o que fortalece o argumento de ilegitimidade apresentado pelos atuais monarquistas. Para ele, a distância da maior camada da população das decisões políticas é um problema que perdura até hoje".
   "Embora os propagandistas falassem em democracia, o pecado foi a ausência de povo, não só na proclamação, mas pelo menos até o fim da Primeira República. Incorporar plenamente o povo no sistema político é ainda hoje um problema da nossa República. Pode-se dizer que as condições do país não permitiram outra solução e que os propagandistas eram sonhadores. Muitos realmente eram", conta.
   “Especialista no período, o jornalista e historiador José Laurentino Gomes, autor da trilogia 1808 , 1822 e 1889 , concorda com a leitura do "golpe". Para ele, no entanto, o debate sobre a legitimidade da República é sobre "quem legitima o quê", o que está ligado ao processo de consolidação de qualquer regime político.
   "O termo 'legitimidade' é muito relativo. Depende do que se considera o instrumento legitimador da nossa República. Se ele for o voto, ela não é legítima, porque o Partido Republicano nunca teve apoio nas urnas. Agora, se considerar esse instrumento a força das armas, foi um movimento legítimo, porque foi por meio delas que o exército consolidou o regime", diz. Para Laurentino, a questão envolve a luta pelo direito de nomear os acontecimentos históricos que, no caso dos republicanos, conseguiram emplacar a ideia de "proclamação" e não de "golpe". "O que aconteceu em 1889, em 1930 e em 1964 é a mesma coisa: exército na rua fazendo política”.
   Para o historiador Marcos Napolitano, professor da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH) da Universidade de São Paulo (USP), é possível sim falar em golpe na fundação da República. Já questionar sua legitimidade, como faz Luiz Philippe  Orleans e Bragança, seria um revisionismo histórico incabível".
   "Segundo José Murilo de Carvalho, é possível afirmar que a proclamação foi obra quase totalmente dos militares, assim como conta o jornalista Laurentino Gomes em seu livro 1889 . "Só poucos dias antes do golpe é que líderes civis foram envolvidos", explica Murilo. Para o professor Marcos Napolitano, porém, o fato de ter sido uma minoria a responsável por derrubar a monarquia não retira do movimento a sua legitimidade".
   "Luiz Philippe de Orleans e Bragança expressa uma alternativa que já existe há algum tempo entre um grupo restrito de historiadores. O mais militante deles é o professor Armando Alexandre dos Santos, da Universidade do Sul de Santa Catarina (Unisul). Para Armando Alexandre Santos, a República representou a instauração de uma ditadura jamais vivida até então no Brasil. "Foi uma quartelada de uma minoria revoltosa de militares que não teve nenhum apoio popular. A própria proclamação foi um show de indecisões: Deodoro da Fonseca, por exemplo, só decidiu proclamá-la porque foi pressionado pelos membros do seu grupinho que precisavam de um militar de patente para representá-los. Foi, acima de tudo, um modismo, uma imitação servil dos EUA", argumenta.
(grifos colocados pelo postador da matéria acima)

Protesto contra o comodismo -- por Pedro Esmeraldo

Começamos esta crônica com o pensamento do filosofo grego ‘‘Platão’’ discípulo de Sócrates, mestre de Aristóteles trouxe-nos grandes atos o efeito de pensar que disciplinaram e arejaram a mente dos cidadãos, trazendo ideias renovadas que influenciaram grande conhecimento na maneira de agir. Foi um processo de grande estimulação para o desenvolvimento do intelecto do homem que soube enfrentar o óbvio. Nesse ínterim, deu incentivo ao cidadão para estimular a filosofia social o que vamos referir pensadores modernos que nos trouxeram perspectivas no contexto filosófico.
Agora a relatar o sonho desse grande filósofo que dizia ‘‘Quando a mente está pensando, está falando consigo mesma’’. ‘‘Devemos seguir sempre, a todo tempo, o caminho que nos conduza mais alto’’.
Por isso, estamos com o pensamento de Platão: referimo-nos ao município do Crato, já que não pensam em progredir, mas unicamente permanecem no comodismo. Vivemos apenas atordoados, alojados na praça Siqueira Campos, eternamente esperançosos de que tudo venha por acaso, sem fazer esforço algum para alevantar o ânimo do cratense, provocando as urdiduras que só nos trazem dissabores.
Não ajudam em nada ao poder público porque sua mania é falar mal das autoridades. Não contribuem com trabalho profícuo e não ficam contentes com os impostos cobrados, mas assim mesmo, pagam a força ou deixam de pagar o IPTU.
Não lembram que temos um pé de serra que poderia nos trazer uma indústria de turismo a este município. Não exigem das autoridades o respeito e não reagem com forças contínuas e com pensamento.
Devemos seguir sempre o caminho que nos conduzirá ao mais alto grau do efeito de pensar. Cremos que esse modelo de pensamento poderá melhorar a nossa atividade para que enfim marchemos para o crescimento turístico, dentro das normas da civilização moderna.
Portanto o Crato está enfraquecido. Somos favorecidos pelas belezas naturais que nos oferecem o Chapadão do Araripe. Por que não aproveitamos esse dom que Deus nos deu e não tiramos vantagem dessa beleza que nos traz alegria, transformando-a em município autêntico e brilhante como era antes?
Por que não cobramos das autoridades, lembrando que foram eleitos para contemplar o povo com obras de artes que nos tragam benefícios?
Por que não exploramos o esporte como o futebol que é o esporte das multidões?
Por que não melhoraremos a quadra esportiva do Mirandão que foi uma obra presenteada pelo então governador Virgílio Távora?
Dá-se então a má impressão dos dignos prefeitos do passado (com exceção de Samuel Araripe e Antônio Primo) que deixaram de lado e abandonaram o nosso esporte que é a coqueluche do povo brasileiro? Por que o senhor não cuida do nosso esporte?
Cremos que esse modelo de pensar errado não pode melhorar e nem estimular a pessoa humana que quer subir ao degrau do otimismo e afastar o povo cratense do pessimismo doentio.
Não senhores, fujam desse pensamento pessimista e virem o barco ao lado da luta tenaz, com insistência que eternamente carregam a posição de relevo, mas preferem seguir o caminho da passividade não procurando produzir e nem entrar em acordo sério com pessoas de alto nível nas camadas sociais e tragam o Crato no mais alto estaleiro do progresso.
Entrem em reflexão senhores. Vejam que o povo está confiante e quer realizações. Não precisam aumentar imposto, o que precisa é gastar menos do que ganhar. Por favor não façam acordo escuso.

14 novembro 2017

O cristal da consciência - Por: Emerson Monteiro

Somos nós quem polirá este bem tão precioso de que somos depositários e transportadores aos portos da Eternidade, a consciência. Eis o valor principal de tudo quanto persiste durante todo o tempo. Existir vem significar essa ação de lapidar e, em dia maior, depositar aos braços da imortalidade a sua essência mais pura. Resumirá, afinal, o motivo das tantas filosofias e buscas.

No intuito de polir o cristal da consciência ora feita humana aqui existimos a pisar este chão e vagamos de tenda em tenda ao sabor dos desertos das horas. Por vezes até sorrimos diante da oficina e suas máquinas esquisitas. Olhamos pelas janelas que mostram a paisagem do alheio esforço e devoramos com as vistas o desejo de que fosse diferente. Quanta fome, quanto apego a que assim pudéssemos destruir o cristal ou guarda-lo só em nosso tesouro egoísta, a nosso critério, enquanto fizéssemos e acontecêssemos ao sabor dos instintos frágeis dos animais selvagens. Porém viemos com certeza de missão perante a Lei, cativos até ao ponto que nos foi determinado lá nas primeiras visões.

Ninguém que se preza haveria de fugir ao destino de polidores do cristal da consciência, sob a pena de sofrer o desencanto do nada e regressar tantas vezes tantas quantas necessário seja, a cumprir o desiderato de enxergar através dela o tempo da Salvação. Será, sim, por meio disto que virá a chance de adquirir a liberdade, escapar da infame vaidade. Jamais ocorrerá, por isso, o fracasso, porquanto o intervalo do início e ao fim são falhas abandonadas pela escrita dos tempos, mera poeira do inexistente, fagulhas de traços no ar, as reencarnações, as estações do percurso. Lá, num momento santo, advirá o limite, e a consciência translúcida indicará o teto da libertação. Todos, no risco firme do critério absoluto, então, mereceremos a luz que ainda vive presa na consciência individual. Seremos o Ser em Si, senhores de uma festa perene, nos campos da Felicidade plena.

Para reflexão no dia 15 de novembro:

Um golpe, uma mentira e perdemos um grande chefe de estado

(o artigo abaixo constitui as páginas 29 a 32 do livro: “Tradição, Fé e Lealdade – Histórias para Damas e Cavaleiros do Amanhã” – autora: Rita de Sá Freire).
Uma das últimas fotos tiradas da Família Imperial Brasileira antes da expulsão de Dom Pedro II, da Imperttriz Teresa Cristina, da Princesa Isabel e do Conde D'eu, bem como de seus filhos, embarcados na calada da noite para a Europa, para evitar a reação do povo que era a favor dos seus monarcas.
 “Em que o Dr. Luiz conversa com os filhos sobre a triste partida de D. Pedro II para a Europa.
Passados alguns meses da instalação da República, no início de 1890, o Dr. Luiz reúne-se novamente com seus filhos Enéas e Milcíades. O Imperador D. Pedro II já havia embarcado para a Europa e as notícias divulgadas eram muito esclarecedoras sobre o que podíamos esperar desse novo governo. O Dr. Luiz reuniu seus filhos e disse:
- Meus filhos, as notícias que me chegam são muito tristes. O fim do Regime Monárquico foi algo muito indigno e depõe contra nosso País. O exílio, último ato infame contra o Imperador, pessoa muito respeitada e amada por seu povo, foi conduzido de forma vil. Soube que, durante a sublevação pela República, D. Pedro II, para evitar o derramamento de sangue, já havia concordado em abandonar o País.
Mesmo assim, um grupo de líderes republicanos, temerosos da reação popular à deposição do monarca, exigiu que o Imperador partisse durante a madrugada. Em resposta, D. Pedro II informou de que a Família Imperial não sairia do País dessa forma, como se estivesse fugindo por ter praticado ato desprezível.
- Soube que durante a conversa de D. Pedro II com os republicanos formou-se nas ruas grande burburinho, eram ex-escravos e outras pessoas de bem que traziam seu apoio ao Imperador. Sabendo disso, os republicanos prendem os apoiadores do Soberano e isolam o palácio de contato externo. Dom Pedro II, percebendo a agitação nas ruas tenta saber o que estava ocorrendo e recebe a informação de que estudantes queriam atacar a Família Imperial. Esta infame mentira foi um duro golpe final para D. Pedro II que, a partir daí, desgostoso com a falsa notícia de abandono pelo seu povo, concordou com a partida rápida.
E assim, termina a história de D. Pedro II no Brasil, com uma infame mentira.
Ouvindo as palavras de seu pai, Milcíades complementa:
- Pai, é uma pena o que aconteceu com D. Pedro II, pois é um grande homem, exemplo de virtudes, que deveria ser apoiado pela sociedade brasileira. Ele e sua filha, a Princesa Isabel, estavam sofrendo muitas injúrias e injustiças pelas iniciativas da monarquia contra a escravidão. Além disso, sabemos que o Imperador é um homem de extrema caridade.
- Fato pouco conhecido e que, por sinal, será pouco divulgado no futuro, é que o Imperador, mesmo sem recursos, recusou oferta de indenização de 5 mil contos de réis – cerca de 4 toneladas e meia de ouro – dos republicanos. Segundo ele, o governo não tinha direito de dispor assim dos bens do País. Isto sim é um exemplo de dignidade.
- Nós poderíamos passar horas aqui falando das qualidades de D. Pedro II: sobre seu grande gosto pelo conhecimento, que o torna uma dos maiores intelectuais de sua época; sobre sua fé e caridade que o tornavam um defensor da Santa Igreja Católica; sobre sua frugalidade, pois durante seu reinado, os bailes e eventos da corte praticamente cessaram. Ele vivia de forma simples, trabalhava diariamente pelo menos oito horas e exigia dos funcionários do governo o mesmo padrão de comportamento.
E Enéas, trazendo notícias que seu pai e seu irmão ainda não tinham conhecimento, diz:
- Pai, para finalizar esta triste história tenho notícias de que a Imperatriz D. Teresa Cristina faleceu em Portugal, poucos dias depois da chegada à Europa. Segundo pessoas ligadas a D. Teresa, ela confidenciou em seu leito de morte “não morro de doença. Morro de dor e de desgosto”.
E o Dr. Luiz lamentou a sorte dos brasileiros, pois perderam um Chefe de Estado que estava disposto a oferecer os maiores sacrifícios e a prestar os melhores exemplos...”

(OBS: Caros leitores: apesar de ser um conto fictício infanto-juvenil, a narrativa acima se mantém bem próxima aos fatos, pois se baseou em fatos históricos, como fez questão de esclarecer sua autora, a Dra. Rita de Sá Freire)

Edições Anteriores:

Novembro ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30