xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> 04/10/2016 | Blog do Crato
.

VÍDEO - VÍDEO DE LANÇAMENTO - Em breve, as novas transmissões TV Chapada do Araripe. Espero que curtam o vídeo de lançamento abaixo, em que há uma pequena retrospectiva de alguns trabalhos, reportagens já feitas ao longo dos muitos anos que fazemos reportagens. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 24.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

04 outubro 2016

Fidelidade doutrinária - Por: Emerson Monteiro

Dentre as argumentações de Allan Kardec a propósito da verdade espírita como instrumento divino de redenção, há uma que, por si, suficiente seria à defesa da tese: a concordância dos ensinos, na mesma ocasião, em todos os lugares onde eram recolhidos através do fenômeno mediúnico.

Quando as guarnições do Espírito da Verdade se lançaram a campo, nos diversos centros, distantes ou próximos, sobretudo na Europa, médiuns foram acionados e o confronto das comunicações coincidiu em seus postulados essenciais.

Os temas abordados deixaram entrever, com clareza, conceitos reencarnatórios, de mundos habitados, escala dos espíritos, leis morais, dentre outros, sem contradições que comprometessem a brisa nova que percorria a crosta terrestre.

Depois, o trabalho veio se materializar com a participação firme de Kardec, o bom senso encarnado, no dizer de Camille Flammarion. Em O Livro dos Espíritos se localizam as estruturas basilares da filosofia transformadora, em l.0l9 perguntas, feitas pelo Codificador, numa visão científica da necessidade humana de conhecer os segredos universais e respondidas pelos espíritos a serviço da Terceira Revelação.

Em tudo, e por tudo, há coerência lógica. Os membros da Sociedade de Ciências de Paris, no ano de l857, na ocasião do lançamento de tal obra, foram unânimes em asseverar que ali estavam respondidas todas as perguntas que qualquer estudioso, de sã consciência, faria sobre a vida após a morte.

Esse patrimônio, hoje, supre as interrogações que se arrastaram durante tantos séculos, herança benfazeja daqueles que têm o merecimento de alcançar. Portanto, digno do respeito das coisas sublimes, alívio dos aflitos, alimento dos famintos, bálsamo dos feridos e código do Amor de Deus, a informação espiritista deve ser, desta forma, apreendida e praticada, para mostrar toda a sua pujança transformadora.

Pois se trata de edifício doutrinário que não contém reparos, nem os comporta, uma vez apagar as dúvidas com fachos luminosos de transparência sem precedente na história dos humanos.

Felizes dos seres que galgarem a compreensão da Doutrina dos Espíritos, estabelecendo vidas em suas pautas de Luz. Quando assim se der com a Humanidade inteira, a Terra será morada de uma raça espiritual superior, e Jesus-Cristo voltará a viver no meio de nós.

CRATO - Previsão do Tempo para hoje, terça-feira, 04 de Outubro de 2016


Bom dia, Crato!

Enfim, estamos de volta, conforme prometido, após as eleições. E falando em eleições, gostaram do resultado ? Esperamos que o Crato entre num "tempo novo", porque o atual...sem comentários. Voltando à previsão do tempo, como sempre acontece, esta é a época mais quente do ano na nossa região. Altas temperaturas, da ordem de até 40 graus já foram registradas no período. Estes são os dados de hoje fornecidos pelos principais informativos de meteorologia do país:






CE deve registrar mais de dois mil casos de câncer de mama


Depois do câncer de pele não melanoma, que responde por 25% de novos casos a cada ano no Brasil, o de mama é o tipo mais comum entre as mulheres, segundo indica o Instituto Nacional de Câncer (Inca). Segundo o mastologista do Instituto de Câncer do Ceará (ICC), Ércio Ferreira Gomes, o Estado deve registrar, em 2016, mais de dois mil novos casos da doença. Sendo o diagnóstico tardio, uma das causas para que as taxas de mortalidade continuem elevadas, o mês de outubro, denominado de Outubro Rosa, é destinado ao estímulo de campanhas de conscientização para despertar a prevenção e o diagnóstico precoce. Neste ano, a campanha Outubro Rosa, da Rede Cearense de Combate ao Câncer de Mama (Rede Mama), traz como tema o “Acesso Já”, com objetivo de incentivar a realização de exames preventivos. No próximo 13 de outubro, o ICC também lança o “Outubro das Poderosas: previna, cuide e inspire”, que enfatiza o emponderamento das mulheres, valorizando suas qualidades e formas de levar a vida.

Para o mastologista do ICC, outubro é o mês chave de alerta e orientação, mas o principal objetivo, é que as resoluções e conscientizações se estendam pelo ano todo e que as mulheres busquem realizar a mamografia todos os anos a partir de 40 anos. “Essa é a maneira mais segura que nós temos para diagnosticar precocemente”, disse o médico, destacando que, com o diagnóstico precoce, as chances de cura podem ser de até 100%. Evita-se também, tratamentos menos radicais e a retirada da mama.
Considerando a estimativa de mais de dois mil casos da doença no Ceará, apenas em 2016, o médico ressaltou que é preocupante a expectativa de óbitos, que também é elevada, em torno de 700. “São números alarmantes e crescentes. Todo ano aumenta, tanto a incidência como a mortalidade”, observou.

Dificuldades

Para Ércio, além do medo da dor do exame e do resultado positivo, muitas mulheres não têm o diagnóstico precoce devido à falha no atendimento primário e secundário. “Temos um problema inicial que é ter os aparelhos de mamografia funcionando com a capacidade plena, gente trabalhando em dois turnos, mas muitos aparelhos do SUS ou parados ou trabalhando abaixo da capacidade máxima. As mulheres não têm buscado fazer o seu exame. Muitos médicos que ficam na linha de frente do atendimento básico nos postos de saúde não solicitam o exame, e a gente tem também o problema dos exames que dão alterados que levam tempo até chegar à biopsia e receber o resultado”, afirmou. No entanto, destacou que, uma vez a pessoa já tendo sido diagnosticada, os hospitais referência no tratamento, em Fortaleza, possuem vagas e agilidade no tratamento e atendimento, inclusive no cumprimento da lei que obriga a reconstrução da mama. “A gente visa que a mulher já saia da sala de cirurgia com a mama reconstruída e não fique mutilada. Felizmente, a atenção terciária tem funcionado muito bem. Estamos ainda pecando no atendimento primário e secundário para realizar o diagnóstico”.

PROGRAMAÇÃO

Confira as atividades do “Outubro Rosa”
• Passeio Ciclístico Rosa
Dia 5, às 19 horas. Local: Rua Padre Luís Filgueira, 52, Aldeota;
• Outubro das Poderosas
Previna, cuide e inspire: dia 13, no Espaço Rosa ICC, no shopping
RioMar;
• Caminhada Rosa
Dia 23, às 7 horas, na Avenida Beira Mar.


Aliados de Cid comemoram vitória de Ivo Gomes em festa regada a garrafas de vinho de R$ 3.300 cada



Aliados do prefeito eleito se gabaram da bebida e ainda chamam Ivo de 'Imperador de Sobral'. 
“O Barca Velha é a epítome, o primeiro, símbolo inquestionável da mais alta qualidade dos vinhos do Douro”. Em bom cearenses, o vinho é pai d’égua, segundo as revistas especializadas de Portugal. Considerado a melhor bebida da região do Douro, o vinho que no Brasil custa entre 3 000 reais a 3 500 reais foi o escolhido para regar a comemoração da vitória de Ivo Gomes, para Prefeitura de Sobral. Ivo é irmão do ex-governador Cid Gomes e seu irmão Ciro.

Os irmãos, que são donos do reduto eleitoral, não compareceram à festa, que foi comandada pelo vice-prefeito Carlos Hilton. Os convidados brindam “mais uma vitória do imperador”, em referência à Ciro Gomes. Aos gritos de “Chora, bebê”, os cabos-eleitorais escarnecem um jornalista local que criou o bordão usado para satirizar os irmãos Gomes, conhecidos por se queixar praticamente de tudo.

A cearense Sobral tem cerca de 52% da população vulnerável à pobreza e renda domiciliar per de 255,00 reais – ou seja, menos de um décimo do valor pago por uma garrafa de Barca Velha usado na comemoração.

Fonte: Ceará News 7






William Bonner deixa bancada no meio do Jornal Nacional e intriga telespectadores



Público sentiu a ausência do jornalista e comentou sobre o assunto nas redes sociais. O jornalista William Bonner deixou os telespectadores intrigados no Jornal Nacional desta quinta-feira (29). Isso porque ele levantou da bancada, no final do penúltimo bloco, e saiu andando como se o jornal tivesse acabado. O último bloco foi apresentado por Renata Vasconcelos sozinha. Durante a continuidade do jornal, não houve menção a saída do jornalista, nem para explicar a saída repentina de Bonner. Mas os espectadores perceberam a ausência do âncora do Jornal Nacional e e comentaram a situação nas redes sociais. Teve internauta que disse que o apresentador estava "apertado" e foi ao banheiro. "Calma, Bonner, tem mais jornal ainda", escreveu outro internauta. "William Bonner chama comercial, levanta e vai embora como se fosse a coisa mais normal do mundo", pontuou outro internauta. "Bonner não tá ligando pra regras , ou levantou errado???", escreveu outra pessoa. 

Yahoo




Bancários fazem assembleia e decidem manter greve


A greve dos bancários continua, segundo decisão tomada em assembleia feita hoje (3), em São Paulo, informou o Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e Região.  Nesta segunda, a paralisação completou 28 dias. A greve dos bancários completou 28 dias nesta segunda-feiraElza Fiúza/Agência Brasil

“Os trabalhadores, em assembleia realizada hoje, cobraram dos bancos uma proposta condizente aos seus altos lucros. Não vamos aceitar proposta rebaixada e queremos o fim das demissões”, disse Juvandia Moreira, presidenta do sindicato. Segundo o sindicato, oito centros administrativos e 804 agências bancárias, localizadas nas cidades-base do sindicato, estão paradas. O sindicato estima que mais de 28 mil trabalhadores participam da paralisação. A última proposta apresentada pela Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) foi, segundo os bancários, no dia 28 de setembro, quando foi proposto reajuste de 7% e um abono de R$ 3,5 mil, com aumento real de 0,5% para 2017. Os bancários, no entanto, pedem reajuste de 14,78%, sendo 5% de aumento real.

Fonte: Agência Brasil



Emissoras de rádio e TV ganham prazo de três meses para regularizar situação




O presidente Michel Temer encaminhou ao Congresso Nacional nesta segunda-feira (3) uma medida provisória (MP) que altera as regras para renovação das concessões de radiodifusão no país. A partir de agora, as emissoras de rádio e TV terão mais tempo para pedir a renovação do serviço e também poderão regularizar permissões que estejam vencidas. Antes, as empresas de comunicação podiam solicitar renovação de três a seis meses antes do fim da permissão para explorar os serviços de radiodifusão sonora. Agora, podem fazer o pedido durante os 12 meses anteriores ao vencimento da concessão.

Outra mudança é a exigência de que o governo federal notifique as emissoras que não apresentarem o pedido de renovação no prazo previsto. Uma vez avisadas, as emissoras terão três meses para informar se querem continuar executando os serviços de rádio ou televisão. Atualmente, cabe ao Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações decidir a questão. As empresas cujo prazo de concessão acabou e não solicitaram renovação terão chance para se regularizar. Pelos próximos 90 dias, a contar de hoje, quando a medida provisória foi publicada no Diário Oficial da União, as emissoras poderão encaminhar pedidos de renovação. A permissão, porém, só valerá caso a outorga em análise ainda não tenha sido aprovada por dois quintos do Congresso Nacional. De acordo com a Constituição Federal, cabe aos parlamentares aprovar as decisões do Executivo sobre a autorização para o serviço de radiodifusão brasileiro. Após a publicação da MP, a Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão (Abert) disse que apoia as mudanças regulatórias e as considerou uma “oportunidade única” para os radiodifusores regularizarem a outorga de suas emissoras. “Como orientação, a associação alerta que as emissoras que não apresentaram o pedido de renovação devem fazê-lo imediatamente, sendo o prazo máximo de 90 dias; e as emissoras que apresentaram pedido de renovação fora do prazo legal devem reiterar seus pedidos com base no disposto na MP 747”, informou a Abert, por meio de nota.

Agência Brasil




BNDES amplia crédito a projeto de energia solar



O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) decidiu ampliar o apoio a projetos de energia solar de até 70% para até 80% dos itens financiáveis em Taxa de Juros de Longo Prazo (TJLP), usada pela instituição em suas operações e atualmente em 7,5% ao ano. O banco também extinguiu o financiamento a usinas térmicas a carvão e a óleo.

As novas condições de financiamento para o setor de energia elétrica foram divulgadas ontem (3), pela instituição e já valem para os próximos leilões de energia, programados para outubro e dezembro próximos. O banco não concederá mais empréstimos-ponte para empreendedores do setor elétrico. Há exigência de participação mínima de 20% de recursos próprios do investidor nos projetos, com possibilidade de emissão de debêntures (título de crédito representativo de empréstimo que uma companhia faz junto a terceiros), das quais o BNDES se compromete a adquirir até 50%, visando reduzir o risco, principalmente na fase de construção do empreendimento. A diretora de Infraestrutura e Sustentabilidade do BNDES, Marilene Ramos, informou que as decisões foram tomadas em consenso com o Ministério de Minas e Energia e a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). O objetivo é privilegiar, dentro dos recursos de TJLP, projetos de fontes de energia alternativas que mostram maior retorno social e ambiental. Haverá ainda espaço para financiamentos a taxa de mercado, buscando maior participação do setor privado na emissão de debêntures. O banco manteve em até 80% sua participação em projetos de eficiência energética, definindo o mesmo nível de financiamento para projetos de iluminação pública eficiente.

Fontes alternativas

O BNDES decidiu manter em até 70% em TJLP sua participação nos itens financiáveis nas demais fontes alternativas, entre as quais eólica, biomassa, pequenas centrais hidrelétricas (PCHs) e cogeração renovável. O intuito é dar incentivos à participação dessas fontes na matriz energética nacional. Para energia eólica, em especial, o prazo de financiamento é de 16 anos, "tendo em vista a vida útil do equipamento", observou a superintendente da Área de Energia, Carla Primavera. Para as demais energias alternativas, o prazo de financiamento é de 20 anos. A diretora de Infraestrutura disse que as novas condições de financiamento à energia elétrica estão alinhadas com o compromisso assumido pelo governo brasileiro no Acordo de Paris, em dezembro do ano passado, para aumentar a participação das energias alternativa na matriz. Daí a decisão do banco de não financiar mais usinas termelétricas a carvão e a óleo, responsáveis pela maior emissão de gases poluentes na atmosfera.

Mercado privado

Dentro da meta de ampliar a participação privada nos setores de geração de energia de grandes usinas hidrelétricas, linhas de transmissão e distribuição, o BNDES promoveu alterações, prevendo participação maior do mercado privado. No caso das hidrelétricas, por exemplo, o banco reduziu a parcela em TJLP dos itens financiáveis de 70% para 50%. Marilene Ramos lembrou, porém, que assim como todos os demais setores, a participação do BNDES poderá se elevar até 80% do valor total dos itens financiáveis, incluindo a emissão de debêntures a serem emitidas pelo empreendedor. No caso do setor de distribuição de energia, o banco manteve o financiamento em 50% dos itens financiáveis, sendo que a metade disso será com recursos em TJLP e a outra metade em taxas de mercado. No setor de transmissão, ocorreu alteração maior, onde a participação do banco chega a até 80% dos itens financiáveis, mas integralmente a custos de mercado. Nessa área, o banco alongou o prazo de financiamento para 20 anos, prevendo a possibilidade de emissão de debêntures.

Linhas de transmissão

Marilene Ramos informou que a decisão de deixar as linhas de transmissão sem crédito mais barato ou subsidiado, representado pela TJLP, objetiva evitar distorções em relação à geração.

Térmicas a carvão

A diretora afirmou que a decisão de não financiar mais térmicas a carvão e a óleo, para promover fontes de energia limpa, não impede que haja projetos com carvão no País desde que sejam financiados pelo mercado.


Agência Brasil


Cearenses podem economizar mais de 50% com Gás Natural Veicular


Abastecer o carro com Gás Natural Veicular (GNV) no Ceará gera uma economia em torno de 50%, em relação ao uso do etanol e de gasolina. De acordo com um estudo da Associação Brasileira das Empresas Distribuidoras de Gás Canalizado (Abegás), realizado na segunda quinzena de setembro, o GNV no Estado proporciona uma economia de 56% sobre o etanol e de 48% sobre a gasolina. No período analisado, o custo do quilômetro rodado com GNV no Ceará foi de R$ 0,19, enquanto com gasolina foi de R$ 0,37 e com etanol de R$ 0,43. Dos 17 estados que compõe o levantamento da Abegás, em 13 o uso do GNV apresentou economia superior a 50% ante o etanol e em cinco a economia sobre a gasolina superou esse percentual. Sendo as maiores vantagens registradas no Rio de Janeiro: 62%, sobre o etanol e 58% sobre a gasolina. Apesar da vantagem apontada pela Abegás, o Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo do Ceará (Sindipostos-CE) informou que as vendas de GNV não têm crescido no Estado, "devido ao alto investimento inicial para adaptação dos veículos para esse combustível, só compensando para aqueles que utilizam o veículo como instrumento de trabalho", disse, em nota, a entidade.

Regiões

Considerando as regiões do País, o Sudeste apresentou a maior economia gerada pelo GNV em relação à gasolina (54%) e o Nordeste registrou a maior vantagem em relação ao etanol, com 57%. Em todos os sete estados analisados na Região, a economia foi igual ou superior a 55% na comparação com o etanol. Para o presidente executivo da Abegás, Augusto Solomon, pelo benefício que proporciona, o GNV deveria ser uma alternativa mais incentivada. "O País precisa estimular a adoção de veículos pesados movidos a GNV em centros urbanos. O transporte público nos municípios ganharia em eficiência e economia e a população com a melhoria da qualidade do ar com a redução da emissão de poluentes", afirmou Solomon. Para realizar a análise, a Abegás utilizou como referência o veículo Fiat Siena, que percorre 13,2 km por metro cúbico de GNV, 10,7 km com gasolina e 7,5 km com o etanol. O estudo utilizou como base para o cálculo da economia mensal proporcionado pelo GNV veículos que rodam em média 2.500 km em 30 dias. Os preços médios são os registrados pela ANP na terceira semana de setembro.

Preços

De acordo com o Sistema de Levantamento de Preços (SLP) da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), na última semana de setembro, o preço médio do litro da gasolina no Ceará era de R$ 3,93, e do etanol de R$ 3,20. Já o metro cúbico do GNV custava R$ 2,58. No caso dos três combustíveis, os preços médios praticados no Ceará ficou acima dos praticados no País, R$ 3,65, R$ 2,55 e R$ 2,22, respectivamente.




Após eleição, Bolsa sobe 1,87%; dólar recua 1,41%



São Paulo. Os investidores gostaram do resultado das eleições municipais realizadas no Brasil no último domingo (2). O Ibovespa fechou com ganho de 1,87%, aos 59.461,23 pontos. O giro financeiro foi de R$ 6 bilhões. As ações da Petrobras avançaram 2,94%, a R$ 13,97 (PN), e 2,97%, a R$ 15,59 (ON). Os papéis da estatal foram beneficiados pela alta de mais de 3,5% do petróleo no mercado internacional, com o otimismo dos investidores em relação ao acordo da Organização dos Países Exportadores de Petróleo para conter o excesso de oferta.

O dólar comercial encerrou a sessão em queda de 1,41%, a R$ 3,2060. A moeda americana à vista perdeu 0,59%, a R$ 3,2257. O dólar teve comportamento misto frente a outras moedas, mas a maior desvalorização foi frente ao real. O Banco Central leiloou 5 mil contratos de swap cambial reverso, equivalentes à compra futura de dólares, no total de US$ 250 milhões.

Última Hora


Bancos: idosos esperam mais de 2h em agências


Quem foi a agências do Banco do Brasil, Bradesco e Itaú, no Centro de Fortaleza, ontem, primeiro dia útil do mês, encontrou lotação e longas filas. A espera para fazer operações em caixas eletrônicos passou das duas horas. Se isso já é cansativo para quem é jovem ou adulto, a dificuldade é maior para os idosos. O típico cenário de início de mês foi agravado pela greve dos bancários, com a impossibilidade das operações financeiras na boca do caixa. A paralisação chega hoje ao 29º dia, o maior período da história no Estado, superando os 28 dias registrados em 2004, segundo o Sindicato dos Bancários do Estado do Ceará (Seeb-CE). A entidade diz que estão fechadas no Estado 431 das 562 agências e unidades, ou seja, 76,6% do total. A pauta dos bancários inclui, dentre outras demandas, reajuste salarial de 9,62% (inflação) mais 5% de aumento real, mas os bancos só oferecem 7%. Não é possível saber quando a greve irá acabar, já que não há previsão de uma nova negociação entre o Comando Nacional dos Bancários e a Fenaban, braço sindical da Federação Brasileira dos Bancos (Febraban).

"Essa greve está atrapalhando muito. Se não tivesse essa droga, eu já teria sacado o meu dinheiro lá dentro (na boca do caixa)", disse o aposentado Antônio Laurindo, 72 anos, enquanto já havia esperado por cerca de 30 minutos para efetuar saque no caixa eletrônico da agência Itaú, na Rua Barão do Rio Branco. Ele ainda teria de aguardar por outras seis pessoas na fila. Já para a cabeleireira Jeovana Medeiros Costa, 48, a dificuldade foi obter informações na agência do Banco do Brasil, situada na mesma rua. Apesar de ontem ter sido o primeiro dia útil, o dinheiro corres aposentadoria não entrou na conta do pai dela.

"O gerente não dá informação nenhuma", desabafou ela. Somando a espera frustrada para sacar o dinheiro no caixa eletrônico e a tentativa de conseguir informações com um gerente, já havia se passado mais de duas horas. Jeovana estava preocupada, pois estava com seu pai, que tem Alzheimer, e o dinheiro é fundamental para comprar medicamentos para ele.

Canais alternativos

A respeito dos transtornos, o Itaú disse, em nota, que lamenta a situação e que "saques, transferências e outras operações poderão ser realizadas por meio de canais alternativos de atendimento, como internet banking, aplicativos Itaú (mobile banking) e telefone, além dos caixas eletrônicos. Os clientes também têm à disposição a Rede 24H e os correspondentes bancários, identificados como 'Pague Aqui Itaú', em todo o Brasil". Os outros dois bancos se posicionaram pela Febraban, que também ressaltou a existência dos canais alternativos. "No caso da aposentadoria, além das agências, a alternativa seria efetuar o saque no correspondente", disse, em nota. "Para questões relacionadas a senhas e cartões, a sugestão é que o cliente entre em contato com a central de atendimento do banco", acrescentou a entidade. O presidente do Seeb-CE, Carlos Eduardo Bezerra, disse que o sindicato tem o papel de convencer os bancários a aderirem à greve. "A responsabilidade do que vai ou não vai funcionar, isso aí e gestão do banco. O único serviço essencial é a compensação bancária", disse. "Para nós bancários, as queixas são constantes, independente da greve. Durante a greve, isso fica mais evidente", defendeu. Apesar da greve, agências da Caixa, do Banco do Brasil e do Itaú no Centro, continham ontem alguns funcionários realizando operações como renovação de senha e prova de vida.

Manifestações

Em reunião realizada ontem, os bancários do Ceará definiram que querem aumentar a adesão nas agências que já estão paralisadas e também fechar novas unidades. Ficaram acertadas três manifestações: hoje, às 10h, na Praça do Ferreira; amanhã, às 9h, na sede do Banco do Nordeste; e na quinta-feira, às 10h, na Praça do Carmo. Uma nova assembleia para organizar a greve está prevista para próxima segunda-feira.

ENQUETE

Quais as dificuldades?

Hoje (ontem) é o dia de eu receber minha aposentadoria. Tenho cartão, mas não tenho a senha. Então, só saco na boca do caixa. Eu cheguei aqui às 7h da manhã. Não sai uma pessoa (da agência) para dar previsão de nada.

Maria do Carmo, 73

Aposentada

Eu preciso sacar dinheiro para poder pagar as minhas contas. Já faz mais de duas horas que eu estou esperando nessa fila (do caixa eletrônico). Acho isso uma grande falta de respeito com a gente.

Socorro Maciel,62

Cabeleireira

Fonte: Última Hora





Edições Anteriores:

Maio ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31