xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> 16/09/2016 | Blog do Crato
.

VÍDEO - VÍDEO DE LANÇAMENTO - Em breve, as novas transmissões TV Chapada do Araripe. Espero que curtam o vídeo de lançamento abaixo, em que há uma pequena retrospectiva de alguns trabalhos, reportagens já feitas ao longo dos muitos anos que fazemos reportagens. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 24.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

16 setembro 2016

Voz de travesseiro - Por: Emerson Monteiro

Em tom confidencial, profundo, que requer o mínimo de cumplicidade, fala a voz das vísceras em querer conversar logo cedo com quem confessa as marolas inconfessáveis do passado. Na verdade deixadas de lado, escondidas durante algum tempo, no entanto vivinhas da silva no refolho lá de dentro.

Bom, essa voz que traz momentos e sonhos... Às vezes bons; doutras assustadores, avisos de tempestades fruto das ações. Mas virá eterna do circo da gente, mencionando as dobras escondidas do vetusto Inconsciente. A missão dos humanos, pois, será de revelar o filme desse Inconsciente perdido e achar o Si que nele existe. Revelar a Quem o trouxe a este mundo a força genial da saúde. Voz de mistérios recônditos do elemento vivo, o jeito que a Natureza mostra de falar à circulação sanguínea as ordens dos milênios, enfim roufenha, macia, cálida, a depender do estado da presença dos que ouvem.

Ouvir por circunstância a voz, esta que mexe os anseios e pede clemência, mudança, vontade, coragem. Pede sem mandar. Perfura o carnegão dos sentimentos e alimenta de lembranças o pensamento. Trabalha desejos e sacode a poeira das paixões. Talvez clamor de atitudes e compromissos. Voz imortal que existirá depois de voltarmos das realidades noturnas sem mais subterfúgios, grito de socorro ou alerta aos navegantes das águas turvas.

... De um travesseiro que conservará por tempo longo babas do gigante adormecido ainda envilecido nas vigílias do plantio e das colheitas torpes, submerso na lama dos continentes. Sujeitos ao proceder da ilusão, largariam para sempre chances de revelar a sombra ou arrastam pelos pubianos na crosta daquele chão.

Ah, voz de fantasmas da Verdade em potência... Inúteis labaredas do mesmo inferno, que, belo alvorecer, derreterá em fogo intenso as armaduras. Contudo frutos da claridade dos sonos que falarão no silêncio e na essência, festas adiante dos que escutarão os próprios passos e as novas cadências da vitória definitiva.

Camila Pitanga afirma que Domingos Montagner lutou, mas afundou


Atriz estava com Domingos Montagner quando ele se afogou


O ator Domingos Montagner morreu afogado no rio São Francisco, na região de Canindé de São Francisco, em Sergipe. A atriz Camila Pitanga, que estava com ele, sobreviveu e prestou depoimento na delegacia da cidade, ainda muito abalada. Ela contou como a correnteza da água acabou levando o ator, que lutou bastante mas se afogou.

"Camila está transtornada. Ela contou que os dois estavam de folga e foram dar um mergulho para se despedir do rio. A correnteza começou a puxá-lo. Domingos lutou, mas acabou afundando e não emergiu mais. Camila foi mais ágil, nadou e se agarrou a uma pedra. Todas as forças do estado de Sergipe estão trabalhando nas buscas. Elas vão continuar até ele ser encontrado. Queremos encontrá-lo com vida", disse o delegado Antônio Francisco à colunista Patrícia Kogut, do jornal 'O Globo'. pouco antes do corpo ser achado.

No depoimento, que teve trechos destacado no Jornal Nacional, a atriz conta que percebeu que a água estava com muita correnteza e avisou a Domingos. Os dois então começaram a nadar até uma pedra próxima, onde Camila chegou antes. Domingos não conseguiu. A atriz narrou que ainda tentou segurar a mão de Domingos e puxá-lo, mas a força das águas impediu. Ele acabou se soltando e já aparentava cansaço, mas lutava para ficar com a cabeça fora d'água. O ator afundou na água e chegou a reaparecer duas vezes, mas depois sumiu, segundo trecho do depoimento da atriz. Camila gritou por socorro. O motorista que os acompanhou até a prainha também pediu socorro. As buscas começaram pouco depois. 

O pai da atriz, Antônio Pitanga, falou com ela por telefone após a tragédia. "Ela estava muito abalada, chorando muito. Camila estava com ele e contou que tentou salvá-lo. Imagino a luta dos dois pela vida, deve ter sido um momento de pânico total. Eles acabaram pegando uma correnteza, foi uma fatalidade", lamentou, em conversa com o Ego.

As buscas começaram, então, logo após o motorista que conduzia os atores pediu socorro a uma viatura da Polícia Militar que passava pelo local. Os policiais chegaram a entrar no rio, mas pediram reforços. "Navegamos por quatro, cinco minutos, mas achamos melhor chamar os bombeiros", contou o soldado Carlos Santos, do 4º BPM. As buscam contaram com a ajuda de dois helicópteros, lanchas e mergulhadores. 

O ator deixa esposa e três filhos.

Fonte: Correio 24 horas





Edições Anteriores:

Maio ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31