xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> 06/06/2016 | Blog do Crato
.

VÍDEO - Estamos de volta com as transmissões da TV Chapada do Araripe ( E agora, com alguns programas ao vivo ). Serão vários programas abordando temas diversos, como a realidade da nossa região, do Ceará e do mundo; Programas científicos, atualidade, entrevistas, e transmissão de eventos ao vivo. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 25.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

06 junho 2016

A ditadura da informação - Por: Emerson Monteiro

No Jornalismo, notícia é texto informativo de interesse público que narra os temas políticos, econômicos, culturais, sociais, culturais, etc.

Agora quase ninguém mais sabe o que é a realidade. A história virou mero boato perdido da boca e os ouvidos, trecho das ideologias ao cidadão comum. Os interesses prevalecentes dominaram o espaço da informação e o cidadão médio se tornou menos conhecedor das verdades sociais deste mundo do que mesmo os antigos viventes da Idade Média do tempo das fogueiras acesas da Inquisição. Oferecer créditos a quem quer que seja virou risco limitador das condições da vida em grupo. Isso nos tempos das guerras era normal, quando tudo virava versão dos jogadores do tabuleiro. Tudo mudaria ao sabor das consequências, conhecidas só bem lá depois das reações gerais dos combates.

Qual diz a filosofia política, em segundos o quadro muda sem a participação direta da massa humana vagando entre o lar e o trabalho, no fito raso da sobrevivência. Sempre seria assim, no entanto, e raros questionam esse jeito da civilização, dada a impotência de transformar esse campo aberto das escolhas coletivas sob o comando de pequenas corporações. Ninguém traz estrela na testa, eis outro axioma por demais demonstrado no correr dos milênios através da política partidária. Apenas o tempo qualifica os senhores dos acontecimentos, contudo quando vêm os resultados das ações, e nunca mais.

Por isso, ideologia significa alienação oferecida em prato frio por meio dos veículos automotores da mídia contemporânea. Quaisquer opções guardam riscos de equívoco no que seja de interesse público. Atrás das divulgações impera as vagas intenção do jogo, longe dos modos de produção e sob as condições dos lucros de quem ocupa o trono.

Bom, em sendo de qual maneira, que sobra a nós, palhas ao vento, neste mar revolto das contradições sociais?! Existir e tornar a existência fator de revolução interior, a fim de oferecer liberdade em termos de coragem moral e ética, ser exemplo de urgência. Diversas as respostas, porém nalgumas a certeza de vencer o combate da mediocridade desonesta dos valetes que sugam os seres que a eles escravizam. Resta, sim, modificar a roda pensa e reverter o quadro até formar, nalguma dia, a nova consciência suficiente de criar outra e história para sempre sadia.

A verdade é que a sociedade brasileira é conservadora

Governo Temer assume caráter conservador para buscar apoio do povo: ministro Osmar Terra quer restringir o excessivo uso de bebida alcoólica no Brasil
Fonte: Estadão
 No comando das políticas sociais do governo Temer e com liberdade de atuação, o ministro do Desenvolvimento Social, Osmar Terra, diz que irá substituir representantes da sua pasta que participam de discussões sobre políticas antidrogas por outros que tenham uma posição contrária a legalização de entorpecentes. Médico, Terra diz que o governo Dilma foi omisso nessa questão, aponta uma epidemia no país, e defende “toda restrição que puder” para o consumo de bebida alcoólica. “Voltou a ter álcool nos estádios de futebol”, condena. Sobre o Bolsa Família, ele garantiu reajuste para este ano.
Drogas e álcool
Sou a favor de um maior rigor contra as drogas. Não sou a favor da liberação. Estamos com uma epidemia. O governo Dilma foi omisso nessa questão. Quanto ao álcool, deve se restringir de toda maneira que se puder. Tem quer ter regras de restrição. Voltou a ter álcool em estádios de futebol. Quando foi proibido, reduziu significativamente os casos de violência. Se a pasta da Justiça fizer uma política adequada temos que ajudar.
Bolsa Família
Era um programa que tinha 3 milhões de famílias em 2003 e hoje tem 14 milhões. Isso vai na contramão do discurso do PT de que reduziu a pobreza. Você ter 14 milhões de família que dependem de R$ 160, em média, para não cair na extrema pobreza, então você não reduziu a pobreza.
Reajuste na crise
Faz dois anos que o Bolsa Família não tem reajuste. Já conversei com o ministro da Fazenda e com o presidente Michel Temer de ter um reajuste neste ano. Temos que fazer isso. Vai ser impossível repor toda a inflação, mas, pelo menos, deve ser uma reposição acima da inflação do ano que passou e tentaremos recuperar em reajustes futuros.
Pobreza eleitoral
O PT diz ser o único defensor dos pobres. Não é. Nunca foi. Pelo contrário. Com o desastre que eles promoveram na economia, estão sendo os padrastos dos pobres. A herança mais negativa do governo foi o desastre na economia.




Em encontro com o Cardeal Pietro Parolín, comitiva da Diocese de Crato agradece a Carta de Reconciliação da Igreja Católica com o Padre Cícero


Fonte: Assessoria de Comunicação da Diocese de Crato
 Ao ser comunicado de alguns comentários surgidos em Juazeiro do Norte e divulgados na imprensa de que a carta de reconciliação, enviada em outubro do ano passado, era invenção de Dom Fernando, o cardeal Parolin achou graça.
 Uma comitiva da Diocese de Crato formada pelo bispo diocesano, dom Fernando Panico, o padre Cícero José da Silva, pároco da Basílica Nossa Senhora das Dores, e o frei Raimundo Barbosa, pároco da Paróquia São Francisco das Chagas, se reuniram hoje, 4 de junho, em Roma, com o cardeal Pedro Parolín, Secretário đe Estado do Vaticano, para agradecer, em nome de todos os romeiros e devotos do Padre Cícero Romão Batista, o envio da carta que o Papa Francisco mandou escrever, na qual consta a assinatura do cardeal Parolín, com a notícia da reconciliação da Igreja com o “Padim Ciço”. A audiência com o Secretário de Estado foi solicitada por Dom Fernando, que se encontra na Itália em tratamento de saúde.

Em nome de todos os romeiros do Nordeste e do Brasil, a diocese romeira e missionaria de Crato manifestou ao Santo Padre a alegria e a esperança que a carta de reconciliação trouxe para o povo. “Fomos acolhidos pelo Cardeal Parolín com grande amabilidade. Ele criou um clima de descontração e de abertura, em um diálogo sereno e frutuoso, sem formalidades.  Encorajou- nos a perseverar no zelo pela valorização da fé dos humildes, a exemplo do padre Cicero, sacerdote virtuoso e dedicado para promover a dignidade e a vida do seu povo”, disse Dom Fernando.
Ao ser comunicado de alguns comentários surgidos em Juazeiro do Norte e divulgados na imprensa de que a carta de reconciliação, enviada em outubro do ano passado, era invenção de Dom Fernando, o cardeal Parolin achou graça
(Foto: Reprodução)
A comitiva entregou ao Cardeal, e por meio dele, ao Papa Francisco, exemplares do CD “Uma boa conversa entre o romeiro Sebastião e o padre Cicero”, de autoria da irmã Annette Dumoulin, produzido pela Comissão Diocesana Pastoral de Romaria, e junto a isso uma pequena imagem do Pe. Cícero em madeira, com alguns cordéis da literatura popular romeira.
Na oportunidade o bispo da Diocese de Crato convidou o cardeal para participar do quarto Simpósio Internacional sobre o Pe. Cícero, em março do próximo ano, que terá como tema: “Reconciliação… e agora?”. Dom Fernando e os padres da comitiva manifestaram ainda ao cardeal Parolín o desejo e o pedido de estarem com o Santo Padre o Papa, por um breve tempo. A resposta deve vir em breve.

Edições Anteriores:

Setembro ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30