xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> 07/04/2016 | Blog do Crato
.

VÍDEO - ÚLTIMAS NOTÍCIAS - Prefeito do Crato é escolhido um dos melhores prefeitos do Ceará pela PPE Eventos, em Fortaleza. ( 09-11-2017 ).
Estamos de volta com as transmissões da TV Chapada do Araripe ( E agora, com alguns programas ao vivo ). Serão vários programas abordando temas diversos, como a realidade da nossa região, do Ceará e do mundo; Programas científicos, atualidade, entrevistas, e transmissão de eventos ao vivo. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 25.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

07 abril 2016

O "charme" da Monarquia -- por Armando Lopes Rafael

Charme da Família Real Inglesa
   Nenhuma pessoa, ainda que seja defensora do regime republicano, pode em sã consciência negar que as Monarquias constitucionais têm um charme discreto que sobrepuja, de longe, os desacertos das repúblicas com seus governos geralmente corruptos. Por que será o povo mantém o interesse pelo charme da monarquia?
O que levou 2 bilhões de pessoas – em todo o mundo – a ficarem diante dos aparelhos de televisão para acompanhar o casamento do Príncipe William com Kate Middleton? Certamente não é só porque os dois formam um casal bonito, jovem e dos tempos atuais. A futura Rainha da Inglaterra, Kate Middleton, nascida em berço simples, sem qualquer parente na aristocracia, trouxe um pouco da Inglaterra comum para o Palácio de Buckingham.
     Há algo mais, no entanto, por trás da preferência da esmagadora maioria dos ingleses, pelo regime de governo monárquico! As agências de notícias divulgaram que apenas 13% dos ingleses preferem outra forma de governo no Reino Unido. É pouco, muito pouco, já que 87% dos ingleses desejam – segundo a pesquisa – a continuidade da monarquia.
   Mas, qual o atrativo desta forma de governo?
     A monarquia constitucional parlamentar – a vigente no Reino Unido (Inglaterra, País de Gales, Escócia, e, por extensão, Canadá, Austrália, Nova Zelândia) – é o sistema de governo mais adequado à plena democracia. O monarca, atuando como um observador e “fiscal” permanente dos atos do governo, garante o cumprimento devido das leis, projetos e determinações, além de zelar, também, pelos interesses dos grupos “minoritários”, tais como aqueles vinculados à oposição.
   A realidade verdadeira dos fatos nos mostra que a Monarquia continua sendo a forma mais moderna, mais eficaz e mais barata de governo!  Monarquia quer dizer também democracia, liberdade de expressão, imprensa livre e nenhuma corrupção... Monarquias são, hoje, os países mais liberais e mais adiantados do mundo, com a melhor distribuição de renda e os padrões de vida mais elevados. Os exemplos são Suécia, Noruega, Dinamarca, Holanda, Inglaterra, Bélgica, Espanha, Canadá, Austrália e Japão, dentre outras.  Juntas, essas nações são responsáveis por uma imensa fatia do chamado PIB mundial. Entre os 25 países mais ricos e democráticos do mundo, 18 são Monarquias, ou seja, as monarquias constituem a esmagadora maioria dos países que deram certo.
     Respeitemos as preferências dos povos que mantiveram suas monarquias. Quanto a nós, vítimas da República, purguemos nossas dores por continuar a ler – todos os dias – notícias sobre: os mensalões, petrolões, propinas, políticos despreparados e corruptos, falência da saúde, segurança e educação pública; assaltos, violência e outras mazelas que se alastram nas cidades e no campo. De quebra temos ainda a pior distribuição de renda do planeta, a miséria das periferias, um Estado caótico e impotente para solucionar tantas coisas erradas... Um governo republicano que continua a fraudar e enganar a boa fé dos seus sofridos “cidadãos”...  Antes fôssemos súditos de alguma charmosa Família Real...
"Charme republicano": Durante umas "Férias Presidenciais", numa praia da Bahia em 2009, o ex-presidente Lula, à frente da Primeira Dama, dona Marisa, carrega o isopor com cervejas na cabeça...
Texto e postagem de Armando Lopes Rafael

Pacto da felicidade - Por: Emerson Monteiro

Face ao quadro em movimento, dias e prudências, os heróis abrem os braços ao exercício da liberdade e constroem o destino sadio. Na busca de realizar projetos de sonhos, agem intensamente, revolvem escombros e usinam revolução verdadeira. Quantas vezes quebrariam a cara, isso já não importa mais, quando clareiam as luzes do amanhecer. Suores do rosto e dores no parto seriam o alimento dos milênios a fio da nova humanidade que cresce harmonizada. Por isso, agora os cinco sentidos e a consciência resolvem estabelecer novo pacto de criatividade, esta outra parcela do depois que afinal revela o horizonte. Chega de notícias ruins e interesses egoístas de poder diante das descobertas auspiciosas desse caminho justo e honesto dos propósitos reais. Querer mudar o mundo nascendo de si mesmo, invés de exigir as mudanças gratuitas do mercado só material através da imposição simples e grosseira dos caprichos de poucos. Demonstrar boa vontade, pois, qual fator inevitável de merecer algo melhor, eis a prática transformada do correr das gerações. Bastem de ganância e desleixo, invasões das liberdades alheias e extorsão dos valores ideais. Quando nem havia esses conceitos modificados para o lado positivo, e os seres já alimentavam a chance valiosa de chegar à paz e viver felizes. Foram milhões de tempestades difíceis até aqui. Portas que nunca abriam e laços estúpidos despejados montanhas abaixo. No entanto viva o poder infinito e eterno da razão maior, que agora nos abraça o sentimento e desvenda o mistério de amar qual norma de sabedoria e princípio definitivo dessa Nova Jerusalém celeste no seio das criaturas humanas.

Bancada evangélica da Câmara se diz a favor do impeachment de Dilma


Segundo presidente, Frente Parlamentar Evangélica representa 92 deputados. Em nota, deputados citaram crise 'moral, ética e política' no país.

O presidente da Frente Parlamentar Evangélica da Câmara, deputado João Campos (PRB-GO), anunciou nesta quarta-feira (6) que a bancada, formada por 92 parlamentares, decidiu se posicionar a favor do impeachment da presidente Dilma Rousseff. Campos fez o anúncio no Salão Verde da Casa, após uma reunião da qual participaram, segundo ele, cerca de 70 parlamentares. Em nota divulgada à imprensa, a frente disse ter se posicionado desta forma em razão da “grave crise econômica, moral, ética e política” que o país enfrenta. “Considerando que os recentes escândalos de corrupção praticados pelo governo e os crimes de responsabilidade da presidente Dilma constituem uma afronta ao povo e ao estado democrático de direito, e amparada pelo caminho constitucional, legal e democrático embasado pelo pedido de impeachment que tramita no Congresso Nacional, bem como a necessidade do país de restabelecer a esperança, a confiança, a unidade nacional e a retomada do crescimento, [a Frente Parlamentar Evangélica] decidiu manifestar publicamente sua posição favorável ao impeachment da presidente da república", diz a nota lida nesta quarta pelo presidente da frente, deputado João Campos. Segundo Campos, a frente evangélica conta com cerca de 90 votos da bancada pelo impeachment, uma vez que uma deputada Benedita da Silva (PT-RJ), que integra a frente, é do partido da presidente Dilma Rousseff e se posiciona contra o afastamento da petista.
Aos jornalistas, o presidente da frente disse que a decisão anunciada nesta quarta-feira não é “partidária”, mas, sim, “a favor da nação”. Após ele ler a nota na Câmara, o deputado Leonardo Quintão (PMDB-MG), disse que a frente visitará pastores e lideranças evangélicas a fim de dá-las “condições, apoio e moral e político” para “mostrar a eles a importância que temos de recuperar a nação” – Quintão é da ala do PMDB que defende o impeachment de Dilma.

Relatório 

Também nesta quarta, o relator do processo de impeachment de Dilma na comissão especial, deputado Jovair Arantes (PTB-GO), apresentou seu parecer pelo afastamento da presidente.
O documento deverá ser votado pelos integrantes do grupo na semana que vem e a posição da maioria será encaminhada ao plenário da Câmara. Após Arantes apresentar o seu voto, o vice-líder do governo na Casa, deputado Silvio Costa (PTdoB-PE), disse que o governo tem “consciência” que será derrotado na comissão, e fará a “luta política” no plenário.

Fonte: G1



PMDB reafirma apoio a Samuel Araripe - Segundo Daniel Oliveira, Tasso e Eunício, esta seria a melhor solução para o Crato.




O Dep. Daniel Oliveira, em entrevista à Rádio Tempo FM, na última quarta-feira ( 06 ), reafirmou o apoio do PMDB à pré-candidatura do ex-prefeito Samuel Araripe à prefeitura do Crato na próxima eleição. Segundo Daniel, essa é uma determinação já conversada entre os integrantes da sigla e as lideranças do município do Crato, juntamente com os senadores Tasso Jereissati e Eunício Oliveira. O deputado afirmou que todo o trabalho está sendo voltado no sentido da candidatura do ex-gestor, que é do PSDB, mas que o PMDB acompanha de forma natural, nas suas palavras, "por acreditar que Samuel reúne todas as possibilidades, por conhecer o município como ex-prefeito, por conhecer passo-a-passo as dificuldades que o município está sofrendo, os descasos na saúde, na educação e tantas outras questões, e nós acreditamos no projeto que foi apresentado ao PMDB pelo próprio, e temos a boa vontade, o querer, a sensibilidade de acreditar que o Samuel vai ter o sentimento positivo do povo do Crato para que ele possa voltar a ser prefeito e com certeza, com o apoio do PMDB". O Deputado mencionou ainda que as filiações realizadas, foram bem-vindas, pois não quer aventureiros no partido, mas sim, lideranças. 

Sobre o motivo do apoio do PMDB à uma possível candidatura do ex-prefeito, Daniel Oliveira afirmou que o partido reconhece que esse é o melhor projeto para o Crato, que é apoiado por Eunício Oliveira, porque traz a experiência, e a condição de fato, de realizar um bom trabalho para o município, e com isso, espera colocar um ponto final na polêmica e especulações criadas em torno do apoio do PMDB. Daniel afirmou ainda que o objetivo do partido não é apenas vencer as eleições, mas escolher os projetos que possam ser melhores para cada município. Na entrevista, fez também duras críticas à atual administração do Crato, quando trouxe à baila os problemas que a cidade enfrenta atualmente, e que se sentiu enganado, assim como a o resto da população, quando confiou no atual prefeito, e que estará em comícios e palanques na próxima eleição para dizer o quanto se arrepende por haver apoiado "este cidadão chamado Ronaldo Gomes de Matos", em que acreditou que a popularidade do "fenômeno" servisse para ajudar o Crato, mas aconteceu justamente o contrário, quando, segundo ele, "enganou a população". O Dep. acrescentou que todo o desenvolvimento passa pela política, e que a verdadeira mudança para o Crato acontecerá a partir do dia 2 de outubro deste ano.

Por: Dihelson Mendonça
www.blogdocrato.com






Edições Anteriores:

Novembro ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30