xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> 03/01/2016 | Blog do Crato
.

VÍDEO - VÍDEO DE LANÇAMENTO - Em breve, as novas transmissões TV Chapada do Araripe. Espero que curtam o vídeo de lançamento abaixo, em que há uma pequena retrospectiva de alguns trabalhos, reportagens já feitas ao longo dos muitos anos que fazemos reportagens. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 24.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

03 janeiro 2016

No Dia Mundial da Paz romeiros do Padre Cícero homenageiam Dom Fernando Panico – por Patrícia Silva

Capela da Colina do Horto cheia de fiéis que celebraram o Dia Mundial da Paz e o aniversário de 70 anos de Dom Fernando Panico. (Foto: Patrícia Silva)
Com a Caminhada da Paz iniciada no Memorial Padre Cícero em direção a Colina do Horto, centenas de fiéis participaram da primeira Missa do ano 2016 realizada no final da tarde deste dia 01 de janeiro, que além da intenção especial pela paz mundial, também foi celebrada em Ação de Graças pelo aniversário de 70 anos do Bispo da Diocese de Crato, Dom Fernando Panico.
Nesta semana várias foram as homenagens, celebrações e comemorações pelo aniversário de Dom Fernando, dentre elas uma missa na Catedral Nossa Senhora da Penha, realizada dia 27 de dezembro com a presença do clero e fiéis da Diocese, e outra hoje na Capela da Mãe do Belo Amor, que contou com diversos membros a Renovação Carismática Católica e Novas Comunidades. A inauguração do Seminário Propedêutico Dom Fernando Panico e do Lar Sacerdotal Monsenhor Montenegro, no dia 29 de dezembro fizeram parte da festividade. E, na quarta- feira, 30 de dezembro, Dom Fernando realizou o desejo de comemorar o seu natalício com pessoas carentes, partilhando entre elas bolos de seu aniversário.
Com a  recente vitória da reconciliação da Igreja com o Padre Cícero Romão Batista, causa a qual Dom Fernando se dedicou de forma intensa, a comemoração do aniversário do Bispo com os romeiros não podia faltar. “Queremos dar graças a Deus pelos 70 anos de vida bem vividos de Dom Fernando, que vem demonstrando amor pela causa romeira, alcançando grandes vitórias. Pedimos paz para vida dele, pois o nosso Bispo, apesarCom a dos desafios que tem enfrentado, tem sido instrumento de paz entre nós”, falou o Pe. Cícero José da Silva, pároco da Basílica Nossa Senhora das Dores.
A celebração deste primeiro dia do ano foi organizada pela Congregação Salesiana. “Este é um momento de gratidão a Deus. Dom Fernando é o bispo romeiro e devoto do Padre Cícero, então nada melhor do que, aqui na Colina do Horto, invocar sobre todos nós e sobre ele as bênçãos de Deus para que tenhamos um ano abençoado”, disse o Padre José Pereira Lima Filho, diretor da Comunidade Salesiana em Juazeiro do Norte.
Agradecendo as diversas manifestações de carinho que vem recebendo, Dom Fernando partilhou com os fiéis que uma das principais conquistas de 2015 foi a graça de puder, com todos os romeiros, olhar para o Padre Cícero com o olhar que o Papa Francisco ensina: “como um sacerdote frutuoso”. O Bispo ainda instigou os fiéis a acreditarem no amor de Deus. “Entreguem-se de corpo e alma a certeza de que Deus nos ama e pede que caminhemos no amor”, disse.
Ao final da celebração Dom Fernando foi homenageado através de uma coreografia e as centenas de romeiros, que preencheram todos os espaços da Capela da Colina do Horto, entoaram com alegria e gratidão, pela dedicação do Bispo a Diocese de Crato, o cântico de Parabéns. Um bolo de aniversário, feito para o Pastor Diocesano e partilhado entre os fiéis, concluiu o dia de festa.

O poder e o amor - Por: Emerson Monteiro

Lá um dia Jesus resumiu toda a Lei e os profetas nesta afirmação: Amar a Deus sobre todas as coisas, e ao próximo como a si mesmo, frase conhecida e repetida desde muito tempo.

Nisso, o amor prevalecerá acima de tudo. Sentimento pleno, ele constitui a base do Universo. Fator que agrega, conduz o fenômeno de toda existência e significa elemento essencial nas faces do destino da Criação. Daí a lucidez do resumo único do Mestre de Nazaré. Nada e ninguém ficam de fora do poder infinito do sentimento excelente e norma principal de tudo quanto há.

Na gente, sob o aspecto dos relacionamentos pessoais, primeiro, amar a Deus, origem e presença onde habitamos, e aonde chegar a imaginação, no mais distante dos mundos. Nós e o Cosmo, podemos dizer. Em seguida, o traço dos vínculos na sociedade; a gente e os demais agentes. O mundo e eu, função coletiva dos moradores do Planeta. O amor qual moeda de troca entre sentimentos comuns de muitos, e do crescimento físico, cultural, religioso, etc. Por fim, terceiro, o contato de nós com nós mesmos, no se amar sem, no entanto, ser egoísta. O comando de dentro, tribunal da individualidade. O que estou fazendo daquilo que permitem que faça?

Amar, fonte de harmonia e evolução de toda esperança do melhor, o que até hoje alimenta de ânimo o procedimento das horas, durante os milênios sucessivos da História mãe. Solda de inúmeras peças visíveis e invisíveis, a criatura há de ser também ciente no decorrer das vidas, quando, e só então, chegará aos níveis bem superiores da compreensão. Sabedoria ilimitada, pois, o amor justifica a beleza, o riso, a limpeza das consciências, o sonho da felicidade, a Paz.

Nesse progresso de humanidade, chegaram revelações que pouco a pouco tocam os corações e definem os meios interiores de neutralizar a angústia, sarar as feridas e os vícios, e vencer o egoísmo.

Fazes por ti que os céus te ajudarão, eis a máxima de vencer dificuldades e viver a plenitude. Descubra, igualmente, a importância dos sentimentos puros, e neles o Amor, princípio e objetivo de Um tudo, realizará o dever de estarmos aqui.

Seis propósitos para 2016 (por Ronaldo Correia de Brito)


1. Caminhar pelo menos uma hora todos os dias, fazendo exercícios de alongamento, antes e depois das caminhadas. É provável que nos finais de semana e feriados haja furos na promessa, porque ninguém é de ferro e até Deus tirou um descanso no sétimo dia.
2. Mais cuidado com a dieta. Nada de docinhos e salgados nos aniversários e festas de casamento. Olhe a diabete e a hipertensão. Encarar um prato de rabanetes, alface, brócolis, chicória e pepinos no almoço, temperados com azeite extra virgem e vinagre balsâmico. Picanha gorda nos churrascos, nem pensar. Lasanha na casa da sogra, nem uma vez por ano. A mais espartana contenção. Com esses cuidados, você certamente chegará aos 90 anos. Mas que vidinha chata o espera!
3. Exerça controle tirânico sobre a ingestão alcoólica. Se ofereça para ser o amigo da noite, o que faz abstinência nas saídas com os colegas, fica apenas na água tônica, olhando a turma encher a cara, sem nunca corromper-se, pronto para dirigir o carro, passar incólume pela blitz e levar os de pileque em casa, sãos e salvos. Um martírio digno de Santo Estevão, morto apedrejado. Você será um porre.
4. Ler no mínimo um livro por semana. Não vale escolher na lista dos 10 mais da revista Veja. Aliás, esse semanário precisa ser evitado, de preferência, não olhe as capas nem as manchetes tendenciosas. Também não valem livros de auto-ajuda, nem histórias de lobisomens ou best-seller escrito por mulheres velhas e feias, que apimentam suas narrativas com fantasias sado-masoquistas, em que os homens são representados como tiranos possessivos e cheios de luxúria. Tentar fugir às modas, descobrir o que se esconde sob o entulho da literatura de consumo, o lixo que, felizmente, cai de moda e depressa se esquece.
5. Televisão? Muito cuidado. Abstenha-se do Fantástico, a pílula soporífera dos domingos à noite, com reportagens sobre sexo dos anjos e conselhos do Dr. Dráuzio Varela, um médico que fala superficialmente sobre todos os assuntos. Não caia na esparrela do Domingão do Faustão, com piadas grosseiras e a dança dos famosos, espetáculo em que astros e estrelas decadentes dançam todos os ritmos com as mesmas coreografias. E se você não deseja tornar-se um hipocondríaco incurável, evite o programa Boa Forma. As novelas bíblicas? Pelo amor de Iahweh, nem pensar! Não me refiro aos extintores de incêndio na cenografia do Egito Antigo, mas às perigosas labaredas do fanatismo que avança pela televisão e chega às bancadas da Câmara. Será que escapamos ao Estado Islâmico e caímos nas armadilhas de um Estado Evangélico?
6. Cuidado com o seu voto! 2016 é ano de eleição. Desconfie de tudo e todos. Ficou estabelecido que o nosso país é corrupto, que a corrupção foi institucionalizada e banalizada. A devassa dos últimos anos tornou público o conluio e a troca de influências entre políticos, polícia, empresários, milionários e até juízes para espoliar o Brasil, tirar sua seiva como fazem os seringueiros da Amazônia. Deus é brasileiro, mas a corrupção também é brasileira, e com mais seguidores do que as Igrejas. Não nascemos para uma Revolução Francesa, ninguém afoga os corruptos no Sena (até porque o Sena fica na França e só os mais favorecidos viajam até lá). Vamos matar os salafrários de fome de voto, deixá-los caquéticos, em inanição. Voto zero para eles.
Não desejo parecer um moralista ao estilo Montaigne. Longe de mim esse desejo. Quero que todos sejam mais felizes em 2016, justos, humanos e compadecidos. Que aceitem partilhar o bocado de pão que chega às suas bocas e compreendam que ele não chega a muitas outras bocas famintas. Que aceitem dividir os espaços, o ar, a água, o transporte confortável, as escolas, as universidades, o conhecimento, a educação e a saúde. Enquanto não compreendermos e praticarmos a igualdade de direitos, lutarmos por ela como o mais elevado bem, seremos esse país afogado em lama e mentira, que nos envergonha e entristece.
Como pregava o escritor argentino Jorge Luis Borges, no seu Evangelho Apócrifo, dá o santo aos cães, deita tuas pérolas aos porcos; o que importa é dar. Bem aventurados os misericordiosos, porque sua felicidade está no exercício da misericórdia e não na esperança de um prêmio. Bem aventurados os que sofrem perseguição por causa da justiça, porque lhes importa mais a justiça que seu destino humano. Mas, não exageres o culto da verdade; não há homem que ao fim de um dia não tenha mentido com razão muitas vezes. Que a luz de uma lâmpada se acenda, embora nenhum homem a veja. Deus a verá.

A Polícia Federal descobriu um rombo de R$ 5 bilhões no Postalis, fundo de pensão dos Correios.


O relatório da Polícia Federal lista negócios e responsabiliza 28 pessoas, entre diretores e ex-diretores do instituto, empresários e executivos do mercado financeiro
A Polícia Federal descobriu um rombo de R$ 5 bilhões no Postalis, o Instituto de Seguridade dos Correios. Uma análise dos investimentos feitos pela instituição nos últimos quatro anos apontou indícios de gestão temerária, crimes contra o sistema financeiro e organização criminosa nas gestões de Alexej Predtechensky e de Antônio Carlos Conquista. Predtechensky, mais conhecido como Russo, foi indicado para o Postalis pelo PMDB. Já Conquista, pelo PT. O relatório da PF lista negócios e responsabiliza 28 pessoas, entre diretores e ex-diretores do instituto, empresários e executivos do mercado financeiro. A Polícia Federal conclui que os dois gestores tinham conhecimento sobre a aplicação “temerária” dos recursos do terceiro maior fundo de pensão do país.

Uma reflexão para o ano novo – por Humberto Mendonça (*)

     Minha preocupação não é com esse Brasil artificial do "Lula", transformado numa republiqueta, através de uma política superada, paternalista, totalmente fora de uso no mundo atual. A China e a Rússia, berço dessa filosofia de igualdade das pessoas, há muito tempo chegaram à conclusão que esta ideologia não leva a lugar nenhum, como não os levou. Tanto que reformularam totalmente seus conceitos ideológicos e passaram a adotar o sistema capitalista do Ocidente e hoje estão praticamente no mesmo patamar. Superaram por completo o atraso que durante décadas mantiveram o leste europeu e os asiáticos em completo atraso.
    A esquerda brasileira que em nada evoluiu, continua marcando passo. Cuba mesmo que ainda hoje serve de exemplo à nossa esquerda, depois de quase 60 anos de ditadura acordou e está aí a recorrer à cooperação e intercâmbio entre as nações, e principalmente os Estados Unidos, seu maior inimigo. Nesses anos todos, por lá funciona um pouco do social. Porém, a pobreza é a grande chaga da maioria do seu povo. Estou fazendo estas considerações para chegar ao Brasil atual. A falência do PT como partido e administrador levou a esquerda com ele. Quem foi o PCdoB, historicamente, o partido mais antigo do Brasil em atividade! Fundado por Luís Carlos Prestes, ao longo da sua história, formou verdadeiras legiões de homens e mulheres que marcaram muitas gerações. Hoje, esse partido não passa de um apêndice do PT, acomodado à sombra do poder e seus benesses e nada mais.
     Carlos Chagas, num dos artigos diários, escreveu recentemente: "Descaso, desfaçatez, delírio? Muito pior: má-fé e vigarice. Só assim pode ser definida a decisão da Câmara ao aprovar projeto de retorno ao País de bilhões de reais, enviados clandestinamente ao exterior, sem pagar imposto à Receita Federal. Mais chocante ainda foi verificar que o PT, em peso, votou esse lixo. O que falar do PCdoB, outrora receptáculo da justiça social e da ética". Não falo da UNE - União Nacional dos Estudantes - transformada num departamento desse partido, totalmente omisso às grandes causas brasileiras.
      A minha preocupação é sobre quando essa esquerda se apear do governo. A futura administração quando tiver de colocar a casa em ordem, qual será o comportamento dessa esquerda, hoje, totalmente omissa. Esse Brasil, aqui e agora, precisa ser repensado.”

(*) Humberto Mendonça é empresário. Foi Presidente da Associação Comercial do Crato e vice-Prefeito desta cidade.
Artigo publicado originalmente no “Diário do Nordeste”, em 27-12-2015


Edições Anteriores:

Maio ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31