xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> Prefeitura do Crato deixa dinheiro para reforma do Balneário da Nascente voltar para o Governo federal | Blog do Crato
.

VÍDEO - CONVERSA FRANCA - O DESCASO NO CRATO - Dihelson Mendonça ( 30-11-2017 ).
Estamos de volta com as transmissões da TV Chapada do Araripe ( E agora, com alguns programas ao vivo ). Serão vários programas abordando temas diversos, como a realidade da nossa região, do Ceará e do mundo; Programas científicos, atualidade, entrevistas, e transmissão de eventos ao vivo. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 25.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

21 dezembro 2016

Prefeitura do Crato deixa dinheiro para reforma do Balneário da Nascente voltar para o Governo federal



Em reportagem principal desta semana no jornal Gazeta de Notícias, o descaso da atual administração do Crato em relação ao balneário da Nascente, que já foi um dos principais cartões postais da cidade:

"O  Balneário  da  nascente é um dos mais antigos recantos turístico dos pés de serra freqüentado pelos cratenses e visitantes. No local, foi na primeira metade do século passado, uma usina hidrelétrica que iluminava a cidade. Enquanto no percurso das águas haviam cascatas e bicas para as mais diferentes utilidades. Com a paralisação da hidrelétrica, com o advento da energia de Paulo Afonso, a área ficou para o lazer dos cratenses e por muito tempo era o único existente. O balneário do Crato ficou conhecido em todo o Brasil, inclusive cantada por Luiz Gonzaga em sua canção alusiva ao Crato. Os equipamentos da usina permaneceram no lugar e sempre se falou em utilizar o velho acervo como museu com as reminiscências da antiga hidrelétrica. Esse projeto foi passando de prefeito em prefeito e nunca foi transformado em realidade. No entanto, os prefeitos Francisco Walter Peixoto e Aldegundes Gomes de Matos em suas respectivas gestões promoveram reformar e melhorias no ambiente da velha nascente construindo piscinas, calçadas, jardins, arborização, prédios, bicas e urbanizando toda a área. Desde então foi dada uma nova conotação ao Balneário da Nascente que passou a ser freqüentado por centenas de pessoas nos fins de semana. Era o clube do povo. Nos últimos anos, sem manutenção, o Balneário da Nascente foi sendo depredado pelos próprios usuários e terminou por apresentar vazamentos nas piscinas, ladrilhos arrancados, arandelas enferrujadas e quebradas, pisos totalmente destruídos, o teto do prédio da usina caiu sobre os equipamentos, ficando com aspecto de total abandono. 

Em 2012 o então prefeito Samuel Araripe mandou elaborar um projeto para requalificar o Balneário da Nascente e enviou para o Ministério do Turismo pedindo os recursos. O Governo federal atendeu a reivindicação e mandou uma verba no valor de R$ 292.500,00, devendo a Prefeitura Municipal do Crato entrar com uma contrapartida de R$ 12.188,00, que iria perfazer um total de R$ 304,688,00 destinado a “Urbanização no Balneário da Nascente, no Município de Crato-CE, através da construção de calcadas, pavimentação de passeios ajardinamento e iluminação,” como determina o texto do projeto. A vigência para as obras está com datas de: início em 24/12/2012 e término em 30/12/2016.

A Prefeitura do Crato, na atual administração, teve pouco ou nenhum interesse em requalificar o Balneário da Nascente. Procurado pela reportagem da Gazeta de Notícias o secretário de obras Tácio Luiz de Souza, disse que as obras não foram realizadas pela falta de licença do ICM-Bio Instituto Chico Mendes de conservação da biodiversidade e da Semace Superintendência Estadual do Meio Ambiente que exigiram uma série de documentos e certidões, que foram atendidos, mas esta licença nunca saiu. Na Semace foi dito que não houve um maior empenho da prefeitura do Crato em resolver os impasses burocráticos. Por várias vezes a reportagem da Gazeta de Notícias procurou manter um contato com o prefeito Ronaldo Gomes de Matos, que esteve sempre no lugar incerto e não sabido para justificar essa falta de empenho e consequente devolução do dinheiro.

Com o fim da vigência do convênio que é deste dia 30/12/2016 os recursos voltam para o Ministério do Turismo e o Crato perde esta oportunidade de resgatar o balneário da Nascente, tido como um dos mais tradicionais pontos turísticos."

Fonte: Jornal Gazeta de Notícias
Fotos: Luiz José dos Santos


0 comentários:

Postar um comentário

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.


Edições Anteriores:

Novembro ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30