xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> Medo do desemprego diminui entre os brasileiros | Blog do Crato
.

VÍDEO - CONVERSA FRANCA - O DESCASO NO CRATO - Dihelson Mendonça ( 30-11-2017 ).
Estamos de volta com as transmissões da TV Chapada do Araripe ( E agora, com alguns programas ao vivo ). Serão vários programas abordando temas diversos, como a realidade da nossa região, do Ceará e do mundo; Programas científicos, atualidade, entrevistas, e transmissão de eventos ao vivo. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 25.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

12 outubro 2016

Medo do desemprego diminui entre os brasileiros



São Paulo. O brasileiro começa a dar sinais de que o pior da crise econômica, em sua avaliação, pode ter ficado para trás. O Índice de Medo do Desemprego (IMD) medido pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) atingiu, em setembro, 61,2 pontos. O resultado segue bastante acima da média histórica, de 48,2 pontos, mas representa uma queda de 6,7 pontos em relação ao dado anterior, de junho, e um recuo de 3,9 pontos ante setembro de 2015.

Os números foram divulgados ontem (11), pela CNI. Quando maior o índice, maior o medo da população em perder o emprego. De acordo com a confederação, o medo de desemprego é maior entre os entrevistados com renda familiar mais baixa. Entre aqueles com renda superior a cinco salários mínimos (mais de R$ 4,4 mil), o IMD foi de 49,8 pontos em setembro - ou seja, mais próximo da média geral histórica. Por outro lado, pessoas com renda familiar de um a dois salários mínimos (R$ 880 a R$ 176 mil) têm IMD de 67,9 pontos. Entre aqueles com renda de até um salário mínimo (R$ 880), o índice é de 66,9 pontos.

Índice de satisfação

Também medido pela CNI, o Índice de Satisfação com a Vida (ISV) atingiu em setembro os 67,0 pontos. Ele permanece abaixo da média histórica, de 70,0 pontos, mas avançou 2,5 pontos em relação a junho e 1,9 ponto ante setembro de 2015. Foi o segundo avanço consecutivo na percepção de satisfação. De acordo com a CNI, a satisfação com a vida é maior no grupo com renda familiar acima de cinco salários mínimos (70,9 pontos). Entre os que ganham até um salário mínimo, o índice atinge 65,0 pontos. Chama atenção ainda o fato de que a satisfação com a vida é maior entre as pessoas que moram no interior do Brasil (68,3 pontos), na comparação com aqueles que estão nas capitais (65,9 pontos) ou nas periferias (63,4 pontos). Para a pesquisa, foram entrevistadas 2.002 pessoas em 143 cidades do País, de 20 a 25 de setembro.

Fonte: Última Hora
Via www.blogdocrato.com



0 comentários:

Postar um comentário

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.


Edições Anteriores:

Dezembro ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 30