xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> A devoção a São Vicente Ferrer em Crato -- por Armando Lopes Rafael | Blog do Crato
.

VÍDEO - CONVERSA FRANCA - O DESCASO NO CRATO - Dihelson Mendonça ( 30-11-2017 ).
Estamos de volta com as transmissões da TV Chapada do Araripe ( E agora, com alguns programas ao vivo ). Serão vários programas abordando temas diversos, como a realidade da nossa região, do Ceará e do mundo; Programas científicos, atualidade, entrevistas, e transmissão de eventos ao vivo. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 25.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

23 setembro 2016

A devoção a São Vicente Ferrer em Crato -- por Armando Lopes Rafael

Gravura de São Vicente Ferrer, que o Pe. Frederico Nierhoff trouxe da Europa na década 50
   É antiquíssimo o culto a São Vicente Ferrer em Crato. A bem dizer, essa devoção nasceu com Vila Real do Crato. Segundo Irineu Pinheiro  já em 1788 havia um oratório dedicado a este santo, localizado onde hoje se ergue a Praça Siqueira Campos. Quem iniciou a devoção a São Vicente Ferrer na Mui Nobre e Heráldica Cidade de Crato? Quem teria construído o primitivo oratório a que nos referimos acima? Não se sabe. A história registra apenas uma doação – feita em 1801 – por uma filha do Brigadeiro Leandro Bezerra Monteiro, dona Luiza Joana Bezerra, de “terras próximas à falda da Serra Grande (atualmente denominada de Chapada do Araripe) para o patrimônio de uma capela de pedra e qual, que a doadora se comprometia para erigir em honra de São Vicente Ferrer, com o objetivo de beneficiar a alma de seu marido e em fervor do bem espiritual de sua pessoa e outras pertencentes”.
    A humilde e acanhada capelinha de São Vicente Ferrer foi derrubada – com a aprovação do Vigário Quintino Rodrigues de Oliveira e Silva, para dar lugar à primeira praça da cidade de Crato, a atual Praça Siqueira Campos.
      Já na década 40 do século passado, as autoridades religiosas decidiram concluir uma igreja que fora iniciada pelos escravos negros, na época do Brasil Colônia dedicada a Nossa Senhora do Rosário, e que passaria a ser a capela de São Vicente Ferrer. Esta igreja foi promovida à Matriz de uma paróquia, e a devoção a São Vicente Ferrer conheceu seu apogeu entre 1947 e 1968. Dois padres alemães Francisco Xavier Nierhoff e Frederico Nierhoff se destacaram na vida da nova paróquia, a segundo ereta no município de Crato.
         Com o crescimento da cidade e o deslocamento da população para os novos bairros citadinos, a Igreja de São Vicente Ferrer foi perdendo importância. Em 2010, o quinto bispo de Crato, dom Fernando Panico, extinguiu a Paróquia e criou o Santuário Eucarístico Diocesano. Felizmente o segundo reitor do Santuário, monsenhor João Bosco Esmeraldo, teve a sensibilidade de retornar ao presbitério daquele templo a bonita imagem de São Vicente Ferrer que ainda é venerado por uma fatia expressiva da população católica da Cidade de Frei Carlos.
Antiga Matriz de São Vicente Ferrer, hoje Santuário Eucarístico Diocesano, na cidade de Crato

0 comentários:

Postar um comentário

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.


Edições Anteriores:

Dezembro ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 30