xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> Iniciada a campanha para construir – na Catedral de Crato – um nicho que vai guardar a histórica imagem da Mãe do Belo Amor – por Armando Lopes Rafael | Blog do Crato
.

VÍDEO - VÍDEO DE LANÇAMENTO - Em breve, as novas transmissões TV Chapada do Araripe. Espero que curtam o vídeo de lançamento abaixo, em que há uma pequena retrospectiva de alguns trabalhos, reportagens já feitas ao longo dos muitos anos que fazemos reportagens. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 24.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

05 junho 2016

Iniciada a campanha para construir – na Catedral de Crato – um nicho que vai guardar a histórica imagem da Mãe do Belo Amor – por Armando Lopes Rafael


   Por iniciativa da Sra. Lúcia Maia, filha da Sra. Conceição Maia (esta a antiga proprietária da Tipografia do Cariri) vem de ser iniciada, entre os católicos desta cidade, uma campanha para angariar fundos, visando abrir – numa das paredes da catedral de Crato – um nicho para abrigar a imagenzinha da Mãe do Belo Amor.
A pequena imagem da Mãe do Belo Amor encontra-se em perfeito estado de conservação
Sobre esta imagem histórica
    Esta pequena escultura de madeira, medindo cerca de 40 centímetros, é venerada, desde os primórdios da Missão do Miranda – origem da cidade de Crato – que data por volta de 1740. A história estátua da Mãe do Belo amor sempre foi aureolada por muitos fatos pitorescos e lendários. No entanto, não existem documentos sobre a origem desta peça histórica. Também não se sabe, ao certo, se essa pequena escultura já se encontrava no Sul do Ceará, antes de 1740, ano da chegada de Frei Carlos Maria de Ferrara, para catequizar as tribos indígenas, aldeadas na Missão do Miranda, embrião da cidade do Crato.
 Dois vitrais existentes na Catedral contendo as  imagens da Mãe do Belo Amor (esquerda) e São Fidelis de Sigmaringa (direita), este o co-padroeiro de Crato conforme consagração feita pelo fundador da cidade, Frei Carlos Maria de Ferrara.
    O que parece ser crível é que até 1745 a pequenina imagem da Mãe do Belo Amor foi venerada na humilde capela de taipa, coberta de palha, construída por Frei Carlos, ou seja, ela foi a devoção dos cratenses até a chegada da segunda imagem da nossa Padroeira, vinda de Recife, esta mesma que ainda hoje sai nas procissões do dia 1º de setembro.
A Catedral, o maior patrimônio histórico de Crato
    Sem nenhuma dúvida, a Igreja–Catedral de Nossa Senhora da Penha é o prédio de maior importância do patrimônio histórico-religioso-artístico desta cidade. Ele teve seu início com a construção de uma capelinha de taipa e palha, construída por Frei Carlos Maria de Ferrara, no centro da Missão do Miranda, que deu origem a atual cidade de Crato. Daquela data até hoje aquele edifício foi sendo sucessivamente ampliado e dotado de novos melhoramentos. Ali se encontram valiosas e antigas imagens, adquiridas ao longo de 275 anos de existência daquela igreja.
    São várias imagens antigas, que alimentaram a devoção dos fiéis católicos cratenses ao longo de quase 300 anos, além de outros objetos sacros de grande importância. É o caso da Capela Batismal, bastante visitada por fiéis de todo o Nordeste, pois consta que naquele local foi batizado o famoso Padre Cícero Romão Batista, nascido em Crato em 24 de março de 1844.
     Outras obras de arte de inestimável valor se encontram catalogadas no acervo da Catedral de Crato, como os altares de madeira, os centenários sinos e o velho relógio, instalado na torre do lado sul, adquirido na Europa em meados do século 19. No forro da Sé Catedral também existem valiosas pinturas, consideradas verdadeiras obras de arte. Duas dessas telas – uma representando a Assunção de Nossa Senhora e outra a Ascensão de Jesus Cristo – são de autoria do pintor Waldemar Garcia. Outras duas telas, também localizadas no teto daquela igreja, são de autoria dos pintores Geraldo Benigno e José Davi da Silva, este último responsável pelas pinturas da catedral de Campina Grande.
 Pintura existente no teto da Catedral de Crato, de autoria do pintor Waldemar Garcia
(Texto e postagem de Armando Lopes Rafael)
             

0 comentários:

Postar um comentário

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.


Edições Anteriores:

Maio ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31