xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> No tempo dos Coronéis - Por: Valdemir Correia | Blog do Crato
.

VÍDEO - Estamos de volta com as transmissões da TV Chapada do Araripe ( E agora, com alguns programas ao vivo ). Serão vários programas abordando temas diversos, como a realidade da nossa região, do Ceará e do mundo; Programas científicos, atualidade, entrevistas, e transmissão de eventos ao vivo. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 25.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

23 maio 2016

No tempo dos Coronéis - Por: Valdemir Correia



Li hoje em determinado jornal de Fortaleza, a notícia e a foto dos Coronéis Adauto e Humberto Bezerra em almoço em famoso restaurante, tratando da programação da festa de aniversário dos mesmos que ocorrerá no dia 3 de junho próximo. Completarão exatos 90 anos. Fiquei muito feliz com a noticia, assim como grande parte da população cearense, pelo auspicioso evento. Volto 50 anos atrás, quando os mesmos chegaram a juazeiro, como capitães, e saindo do exercito, começaram o trabalho que de tão profícuo, culminou com a ascenção dos mesmos aos mais altos postos administrativos do Estado do Ceará.
Os dois irmãos gêmeos galgaram passo a passo, simultaneamente, as posições de Prefeito de Juazeiro, depois deputados, vice governadores, governadores, fora outras posições de destaque no meio politico nacional. Homens honrados, honestos, de família exemplar, foram e ainda hoje são, um exemplo de trabalho que muito honra e dignifica o nosso Estado. O ceará tem 184 municípios, e não existe um só que não tenha cravado em obras, os nomes dos coronéis. No tempo que Adauto foi governador, foi fundado aqui em Crato, como em todo o Estado, o Partido da Frente Liberal. O coronel Adauto me indicou como presidente do mesmo, que assumi com dedicação, até o fim do mandato. Lembro-me bem e com muita saudade, que ao chegar ao palácio da abolição para  tratar assuntos, e às vezes para falar amenidades, e quando ele ainda não estava em audiência, o ajudante de ordens dizia: "Valdemir, pode entrar, que ele está só"; Eu entrava no gabinete, e ele pedia logo: "Valdemir, me arranje um cigarro". Ele fumava muito pouco, mas não comprava. Então tratávamos os assuntos, quase não tinha problemas, então o ajudante anunciava que tinha chegado uma autoridade para audiência, e ele mandava que eu fosse cuidar da minha vida. Depois de um abraço, me despedia e saía. 



Neste mesmo tempo também os dois irmãos foram  se envolvendo no comércio, na indústria e no setor bancário, formando um poderoso grupo com ramificações em todo Brasil. Como a história é longa, dediquei  esta parte ao Coronel Adauto, sendo que no próximo artigo, falarei sobre o coronel Humberto, e nas viagens que fizemos inaugurando agências do BIC - Banco industrial e comercial, de norte ao sul do pais. Foram momentos inesquecíveis, que me trazem grande recordações. Portanto, até o próximo artigo e vida longa aos coronéis. Que Deus os guarde !

Valdemir Correia de Sousa
Crato - CE






0 comentários:

Postar um comentário

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.


Edições Anteriores:

Setembro ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30