xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> 23/12/2015 | Blog do Crato
.

VÍDEO - VÍDEO DE LANÇAMENTO - Em breve, as novas transmissões TV Chapada do Araripe. Espero que curtam o vídeo de lançamento abaixo, em que há uma pequena retrospectiva de alguns trabalhos, reportagens já feitas ao longo dos muitos anos que fazemos reportagens. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 24.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

23 dezembro 2015

Shopping Popular do Crato – por Pedro Esmeraldo

   
Quando lutamos em prol do desenvolvimento de uma comunidade, notamos o desconforto, sempre acompanhado em um protesto gritante. Relatamos fatos do passado onde havia desordem relativa ao mercado popular do Crato. Possuía uma faixa desorganizada fora do comum, em plena Rua Santos Dumont.
    Lembramos que ouvíamos, a toda hora grito dos antepassados falando com insistência de revolta, pois este município abrigava feirantes possuidores de poucos recursos para elaborarem uma estrutura marcada pelo baixo desempenho. Por isso, estamos recordando o modelo dos mercados do passado: eram constituídos de bancas de aspectos rudimentares, colocados no leito da Rua Santos Dumont. Não possuíam a mínima condição de higiene, eram utilizados por processos de vendas de quinquilharias que perduram até hoje, permanecem a mesma forma de outrora, só que de maneira diferente. Hoje, essa dita feira popular está localizada em um terreno pertencente à prefeitura, que não oferece conforto a população e nem aos vendedores.
    Infelizmente, não conduzem bom desempenho. São poluidores e possuem o trabalho continuo, sendo pouco remunerados, não exigindo trabalhos técnicos e de precisão. Por essa maneira não satisfazem o desejo do povo que anda ansioso em adquirir boa tomada de posse de poder para penetrar no ramo comercial local.
    Lembrando que a toda hora, ouvimos queixumes: era a população desgarrada que não tinham como defender a carestia. Não usufruíam a ordem do momento.
    Falamos, portanto, do atual mercado popular do Crato: há muito tempo necessita de reforma. Esse ponto de apoio dos pequenos comerciantes teve inicio no correr da década de 1960, em plena Rua Santos Dumont. Mas tarde, foi retirado de lá pela administração Pedro Felício, sendo localizado em prédios de alvenaria de forma do sentido pejorativo o povo chamava de Redondo. Não houve adaptação dos feirantes a este local. O povo voltou às ruas perambulando pra lá e pra cá até ser construído o mercado Walter Peixoto. Mas esse feirante considerava distante do centro da cidade, e os feirantes ficaram à toa, até alcançar a administração Dr. Raimundo Bezerra que instalou provisoriamente em um terreno baldio que pertence à prefeitura.
    Esse local não é possível de representar uma feira popular, já que é inadequada a permanência desse povo ali, devido à precariedade do local.
    Precisa urgentemente de reforma, mas ao apego da burocracia que acarreta vexame a administração moderna.
    Esse descaso torna-se um desafio ao prefeito que com muita garra tem que avançar na luta para solucionar o problema desgastante que provoca discredibilidade no seio da população.
    Por isso, estamos aqui pedindo que lutem a fim de expor melhoria de qualidade com a presença de elementos influentes que pertence à área governamental. Vamos ver para crer








Edições Anteriores:

Abril ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30