xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> 10/11/2015 | Blog do Crato
.

VÍDEO - VÍDEO DE LANÇAMENTO - Em breve, as novas transmissões TV Chapada do Araripe. Espero que curtam o vídeo de lançamento abaixo, em que há uma pequena retrospectiva de alguns trabalhos, reportagens já feitas ao longo dos muitos anos que fazemos reportagens. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 24.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

10 novembro 2015

Bombeiros controlam incêndio em Crato, no Ceará, após 40 horas


Fogo iniciado na sexta (6) destruiu 30 hectares da Chapada do Araripe.
Bombeiros alertam que ainda há chamas no local, mas controlada.

Após 40 horas, o Corpo de Bombeiros controlou as chamas na Chapada do Araripe, na região do Cariri cearense. De acordo com o capitão dos bombeiros Leoni Granjeiro, ainda há chamas no local na manhã deste domingo (8), mas em área controlada. "Todo o fogo está cercado em uma área que controlamos e ele não tem mais como expandir. Nas próximas horas devemos apagar totalmente o fogo", diz.

Saiba mais


Ainda segundo o capitão dos bombeiros, as chamas destruíram cerca de 30 hectares de mata da chapada do Araripe. "Por ter sido iniciado na beira de uma estrada e com vários focos, acreditamos que seja um incêndio criminoso, alguém que teve intenção de destruir a mata alta do local e perdeu o controle", diz Granjeiro. Os bombeiros vão investigar a autoria do crime. As chamas foram iniciadas na tarde de sexta-feira (6), no município de Crato, no sul do Ceará. Trinta e duas pessoas do Corpo de Bombeiros e do ICMBio trabalham na região para controlar as chamas. "O incêndio chegou a ser controlado ontem, mas com o aumento da temperatura e dos ventos na tarde de hoje, as chamas voltaram com força total. Agora à noite, a proporção do incêndio já diminuiu por causa da temperatura que caiu”, diz. As chamas podem ser vistas de longe. Segundo moradores, o incêndio começou no Sítio Coqueiro, na zona rural do município. Eles ajudam no combate ao incêndio usando mangueiras e garrafas pet para jogar água. Ninguém ficou ferido, mas a preocupação dos moradores é de que o fogo ainda se alastre e atinja outras comunidades.





Fonte: G1
www.blogdocrato.com





O Brasil virado de pernas para o ar

Fonte: Estado de S.Paulo, 10-11-2015
Greve na Petrobrás chega ao décimo dia: Fogo petropolítico
Agora que o governo dá os primeiros passos em direção à recuperação da Petrobrás, a greve dos petroleiros ajuda a afundá-la

A greve dos funcionários da Petrobrás chega nesta terça-feira a seu décimo terceiro dia, com uma pauta que apenas acidentalmente contém reivindicações trabalhistas.Após dois encontros realizados nesta segunda com representantes da direção da empresa, as lideranças decidiram pela continuação da greve por tempo indeterminado.
Os objetivos dos petroleiros são políticos, como reconhece José Maria Rangel, coordenador da Federação Única dos Petroleiros (FUP). No seu “aviso à sociedade”, o site da FUP declara que o primeiro objetivo da greve é evitar a privatização (sic) da Petrobrás. O segundo é, também, do arco da velha: exigir o fim do ajuste fiscal do atual governo.
Por privatização, entendem os líderes da greve, o atual programa de desinvestimento, ou seja, a proposta de venda de ativos da empresa para que possa recompor seu caixa, controlar seu endividamento - que vai para R$ 500 bilhões - e iniciar a sua recuperação. Não consideram “privatização” os recursos embolsados por vários grupos do País nos últimos dez anos.
Agora que o governo dá os primeiros passos em direção à recuperação, ajudam a afundá-la. É um movimento suicida produzido por gente que se propõe a apoiar “a companheira Dilma” e que, no entanto, concorre para desestabilizá-la. O último balanço recolhido nesta segunda-feira pela própria FUP dá conta de que a greve atingiu 58 plataformas e 11 refinarias. A Petrobrás reconheceu sexta-feira que, nesse dia, a greve foi responsável pela redução de 115 mil barris de petróleo de sua produção.






Com esforço, devemos pensar no futuro – por Pedro Esmeraldo

Tentando descobrir o encontro e acerto de palavras encorajadoras, a fim de elevar o espírito disperso, desviado do nosso pensamento pela mudança dos tempos idos que favoreceram o engrandecimento tecnológico, tivemos ideias de tornar um desenvolvimento abrangente desta cidade. Nosso pensamento é querer que tudo seja abarcado pela capacidade de trabalho e o desenvolvimento tecnológico, com o intuito de efetivar medidas sóbrias. Assim, queremos estimular o povo desta cidade, pedindo que não esmoreça, pois assim o veremos vibrante e educado na luta, passo a passo, pelo desenvolvimento com equilíbrio. Deixemos de lado a indolência, a discórdia e nos unamos num só comportamento de vibração e equidade moral, ético e progressista. Devemos marchar para o caminho reto do desenvolvimento, conduzidos pelo lado sóbrio, gritando com toda força de nossas cordas vocais as palavras lutar, lutar, lutar.
Observem que não há luta em benefício deste município. Não se tem coragem de enfrentar o desafio através da maldade e não atuam em qualquer combate que não possa levar uma faixa espaçosa em um caminho percorrido com trabalho sério, equilíbrio e segurança.
Seu crescimento é ínfimo em relação aos tempos modernos. Não possuímos caminhos estáveis, visto que atualmente sofremos desprezo das autoridades estaduais que nos tratam com desdém e de maneira esquisita, pois consideramos o Crato uma cidade dinamizadora do desenvolvimento. Por isto, deveríamos ser tratados com melhor atenção e compreensão mútua, com o favorecimento de estatura imperial. Notamos que essas autoridades fogem do Crato e não dão nenhuma satisfação a seu favor. Preferem dar apoio ao outro município indigno e invejoso deixando o Crato cair na bancarrota. Nada traz de melhoramento em seu favor. Não favorecem sua expansão industrial; quando aparecem alguns políticos choramingando por aqui com pires na mão, prometem tudo que não é possível, mas usam o pensamento do toma-lá-dá-cá.
A maioria desses cratenses que apoia é possuidora de mente apática, constituída de pensamento dúbio, considerado farinha do mesmo saco.
Nesse caso, ficamos atordoados e tememos de nos arruinar através da perfídia, da mentira e da calúnia, estimuladas pelo município inimigo número um do Crato. Com tudo isso, notamos que desejam rasgar o Crato em pedaços, nada deve vir para o Crato, tudo é destinado ao outro município, tudo isso é acoimado por figuras exponenciais de um povo que quer ser agigantado na marra, usufruindo tudo que é destinado ao Crato.
O Crato não é para avançar nem com tentativa para alcançar um destino digno e merecido. Almejamos que haja sublevação a fim de contornar a concorrência entre todos porque a paz, alegria e a convivência de camaradas.

Edições Anteriores:

Abril ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30