xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> 17/09/2015 | Blog do Crato
.

VÍDEO - VÍDEO DE LANÇAMENTO - Em breve, as novas transmissões TV Chapada do Araripe. Espero que curtam o vídeo de lançamento abaixo, em que há uma pequena retrospectiva de alguns trabalhos, reportagens já feitas ao longo dos muitos anos que fazemos reportagens. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 24.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

17 setembro 2015

CGU e Polícia Federal investigam fraude no transporte escolar em Pernambuco

escolar2

 

A Superintendência da Polícia Federal (PF) em Pernambuco deflagrou, em parceria com a Controladoria-Geral da União (CGU), a Operação Carona, que investiga contratos de empresas de transporte escolar com o Poder Público no estado. De acordo com as denúncias, as empresas A.R Resendis e A.G Serviços superfaturaram serviços em municípios do estado e receberam, de forma fraudulenta, mais de R$ 50 milhões.

De acordo com a CGU, as contratações para transporte escolar municipal eram feitas por pregão, ou em caráter emergencial, com dispensa de licitação. As empresas, no entanto, não tinham estrutura para executar os serviços e subcontratavam terceiros, geralmente os próprios moradores da cidade, por valores mais baixos que os pagos pela prefeitura.

Estão sendo cumpridos 15 mandados de busca e apreensão em sete municípios do estado. As ações ocorrem na capital, Recife, e nas cidades de Caruaru, Serra Talhada, Carpina, Limoeiro, Glória do Goitá e Passira. Prefeitos também são alvo das investigações. A Operação Carona conta a participação de 65 policiais federais e sete analistas da CGU.
Denúncias feitas no ano passado auxiliaram no início das investigações e mostraram que a empresa vencedora da licitação era definida antes mesmo de realizado o certame. Em junho, uma pessoa que denunciou crimes ocorridos em Glória de Goitá sofreu um atentado e foi incluída no programa de proteção a testemunhas.

As supostas atividades ilícitas foram detectadas pela CGU durante o Programa de Fiscalização a partir de sorteios públicos. O programa consiste no sorteio de municípios com até 500 mil habitantes para serem fiscalizados quando à correta utilização dos recursos públicos federais. De acordo com a controladoria, as empresas que fraudaram os contratos beneficiaram-se do Programa Nacional de Apoio ao Transporte Escolar, do Ministério da Educação. A partir da constatação da CGU, a Operação Carona foi deflagrada.

Editor Nádia Franco

3 hours ago|Marcelo Brandão – Repórter da Agência Brasil

Matemática é área mais preocupante para alunos da alfabetização, diz Janine

renatojanine2

 

Ministro da Educação, Renato Janine, divulga os dados da Avaliação Nacional de Alfabetização (ANA)Antonio Cruz/Agência Brasil

A Avaliação Nacional de Alfabetização (ANA) mostra que o maior problema das crianças do 3º ano do ensino fundamental é a matemática, área na qual 57% mostraram um nível inadequado de aprendizagem. “Em todas as faixas é preocupante, mas onde a preocupação é maior é na matemática”, disse hoje (17) à tarde o ministro da Educação, Renato Janine, na apresentação dos dados.

Para a avaliação de matemática, o MEC dividiu a aprendizagem em quatro níveis, sendo que o primeiro e o segundo são inadequados. “No primeiro, a criança tem apenas o conhecimento que traz de casa. No segundo, ela é capaz de fazer operações, mas muito simples. Nesse momento, se ele não ler vai ter dificuldades com a matemática, já que precisa ler os problemas para entendê-los”, informou o presidente do Instituto Anísio Teixeira, Francisco Soares.

De acordo com o ministro da Educação, o Brasil tem uma alfabetização “insuficiente”. No caso da área de leitura, 22% das crianças avaliadas mostraram aprendizagem inadequada. “Nesse nível, o aluno sequer lê uma palavra”, afirmou o ministro.

A terceira área avaliada pela ANA foi a escrita, na qual 34% dos alunos têm nível inadequado de conhecimento, ou seja, alguns não conseguem escrever, outros escrevem errado ou escreve apenas palavras, mas não consegue formar textos.

“Esses dados são muito preocupantes e exigem medidas urgentes”, destacou o ministro sobre a avaliação. Segundo Janine, cada área foi dividida em níveis para que possam ser elaboradas pedagogias diferentes e direcionadas às necessidades de cada grupo. “"Esses dados vão indicar muito bem aos responsáveis as intervenções que devem ser adotadas em cada nível de dificuldade", adiantou Janine.

O ministro destacou que, em meio a conclusões ruins, houve inspirações positivas de locais com um contexto desfavorável e que tiveram bons resultados, que devem ser usados como modelos.

“Nossa preocupação é grande com os resultados ruins, mas há uma inspiração positiva, que, mesmo em situações difíceis, você tem êxito.” O Ceará foi citado como um exemplo, com 15,8% de alunos com nível máximo em leitura, acima da média nacional (11,2%), enquanto o Nordeste tem média de 5,52% de alunos nesse nível.

A ANA foi divulgada nesta quinta-feira pelo Ministério da Educação. O teste foi feito em novembro de 2014 e avaliou quase 2,5 milhões de estudantes do terceiro ano, última etapa da alfabetização. Esta é a segunda vez que o exame é aplicado nacionalmente. Os dados da avaliação anterior foram divulgados apenas para as escolas.

Agência Brasil

Eventos trazem cerca de 35 mil turistas para Fortaleza em setembro

CEC-Fachada-aérea


Cerca de 35 mil turistas devem movimentar a economia de Fortaleza neste mês de setembro. O número é decorrente, principalmente, da agenda de atividades realizadas no Centro de Eventos do Ceará (CEC). A ocupação da rede hoteleira, conforme pesquisa realizada pela Secretaria do Turismo do Ceará (Seturt), deve chegar a 81%. Do total de visitantes, cerca de 24 mil devem utilizar a rede hoteleira formal (hotéis, flats, pousadas e albergues) e 10 mil devem ficar na rede informal.
Nesta semana, dois grandes eventos têm movimentado Fortaleza. A Feira de Materiais e Sistemas Construtivos (Expoconstruir) e a Semana Oficial da Engenharia e da Agronomia (Soea) devem receber cerca de 14 mil pessoas até o próximo sábado (19). Os dois eventos estão sendo realizados simultaneamente no Centro de Eventos. Além deles, o equipamento sediou neste mês os Jogos da Juventude (2 a 12/9), o Congresso Brasileiro de Quadril (2 a 5/9) e a Frutal (1 a 3/9).
De acordo com Valdo Mesquita, coordenador de Estudos e Pesquisas da Setur, não só os hotéis, mas toda cadeia produtiva é beneficiada. “O turista que vem para eventos impacta diretamente na economia, pois a maioria utiliza a rede hoteleira, se alimenta em restaurantes, utiliza táxis e faz compras”, detalha. Segundo último levantamento realizado pela Setur, o turista de eventos tem gasto diário três vezes maior (R$ 378,28) que o visitante que vem a passeio (R$ 139). Ele permanece na cidade por cerca de seis dias.
Para a economia de Fortaleza, a Setur prevê um impacto de R$ 44,5 milhões de receita direta, o que deve resultar em R$ 77,8 milhões de renda gerada na cadeia produtiva do turismo em razão dos eventos deste mês. Já a ocupação da rede hoteleira da Capital deve atingir 81%, distribuída em hotéis (86%), seguida por flats (90%), albergues (51%) e pousadas (49%). A pesquisa identificou, ainda, que na maioria dos hotéis, as taxas de ocupação chegam a 100%.
Conforme Lívia Holanda, gerente geral do Centro de Eventos, o equipamento já recebeu 35% mais eventos neste ano, em comparação com o mesmo período do ano passado. “O ano de 2015 tem sido muito bom”, ressalta. Além do Centro de Eventos, alguns hotéis estão recebendo encontros. O Oásis Imperial está sediando o Encontro sobre Direito Eleitoral e Ciência Política e o Hotel Praia Centro, na Fábrica de Negócios, está recebendo três eventos simultaneamente nesta semana.
Agregados Turísticos na Cadeia de Eventos em Fortaleza

Agregados Turísticos

Feiras no CEC

de 14 a 20/9

. Taxa de Ocupação Hoteleira (%)

81,09

. Demanda Hoteleira (Fortaleza)

24.310

. Demanda Turística via Fortaleza

34.729

. Oferta Hoteleira (UHs)

11.421

. Receita Turística (R$ milhões)

44,5

. Renda Gerada (R$ milhões)

77,8

Fonte: SETUR/CE


Assessoria de Comunicação da Secretaria do Turismo do Ceará - Setur

Cogerh investe em estudos geofísicos de poços profundos

 

pocos3A Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh) vem trabalhando na busca de uma gestão eficiente, também, das águas subterrâneas. Os estudos hidrogeológicos estão evoluindo, tendo em vista a importância social e econômica desse recurso para atender o abastecimento humano em algumas regiões do Estado.
Mediante o período de estiagem, agravado pela baixa precipitação dos últimos anos (2012 a 2015), percebe-sea necessidade de dar continuidade ao atendimento emergencial de algumas sedes municipais e distritos, com captações de águas subterrâneas, através de poços tubulares profundos. Vale ressaltar que os estudos geofísicos são imprescindíveis para perfuração e construção destes.
Para amenizar a situação de criticidade de água nas áreas urbanas de sedes e distritos de 42 municípios do Ceará, a Cogerh finalizou, em agosto de 2015, o projeto de 375 estudos geofísicos aplicados às locações de poços profundos. O projeto foi feito em seis meses com recurso da Cogerh.
As águas subterrâneas são partes integrantes do ciclo hidrológico e correspondem a 97% da água doce disponível na terra. São utilizadas nos países, desenvolvidos ou não. Um total de 75% da área do Ceará é formada por rochas do embasamento cristalino, apresentando solos com pequena espessura. Significando uma baixa potencialidade hidrogeológica, com baixas vazões, além de águas com elevadas concentrações salinas.
As bacias sedimentares são responsáveis pelos maiores volumes de água subterrânea do semiárido. No Ceará estas estão representadas pelas bacias de Iguatu, Apodi, Araripe e Ibiapaba, assim como pelos aluviões e sedimentos costeiros, formado pelo sistema Dunas, Paleodunas e Formação Barreiras, onde geralmente são encontrados os aquíferos que apresentam água de melhor qualidade.
17.09.2015
Rafaele Esmeraldo Menezes 
Assessora de Imprensa da Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh)

Hub vai gerar impacto de R$ 9,9 bilhões e 35 mil empregos na economia do Ceará

hubce

 

Uma comitiva do Ceará formada pelo governador Camilo Santana, prefeito Roberto Cláudio, presidente da Assembleia Legislativa, Zezinho Albuquerque, senadores José Pimentel e Eunício Oliveira, deputado federal José Airton, e secretários André Facó (Infraestrutura), Arialdo Pinho (Turismo) e Mauro Filho (Fazenda) se reuniu nesta quinta-feira (16) com a presidenta da TAM, Cláudia Sender. Na ocasião, a empresa apresentou os resultados do estudo “Estimulando um novo valor econômico”, sobre os ganhos do Estado com a possível instalação do HUB – centro de conexões de voos que a companhia aérea vai implantar no Nordeste.
De acordo com o relatório, serão gerados cerca de 35 mil empregos diretos e indiretos até 2018, além de crescimento de 6% do PIB cearense, o que representa impacto de R$ 9,9 bilhões na economia do Estado, num período de cinco anos de operação do equipamento."Saímos muito otimistas da reunião. Os dados apresentados pela TAM sobre o Ceará são extremamente positivos. Tivemos também reuniões na Secretaria da Aviação Civil em Brasília e, no próximo dia 26 de outubro, sairá o estudo de viabilidade técnica, econômica e financeira. Tenho certeza que estamos no caminho certo", disse o governador Camilo Santana após a reunião, que durou cerca de uma hora e meia e contou ainda com a presença de diretores da chilena Lan, que integra o grupo Latam.
Este levantamento é um dos fatores avaliados na análise do Grupo Latam para a implementação do HUB e aponta potencial de expansão de desenvolvimento para toda a região Nordeste do País. Como pontos a favor de Fortaleza, o Centro de Eventos do Ceara, que fortaleceu o turismo de Negócios no Estado, o Centro de Formação Olímpica, que será inaugurado em novembro, e o Acquario do Ceará, que deve aumentar o tempo de permanência dos turistas na capital cearense.
A empresa afirma que decisão final será baseada na análise global de uma série de critérios técnicos, como a competitividade de custos, atrelada a uma infraestrutura adequada para o empreendimento e a experiência dos passageiros.

flavio pinto

Seduc realiza chamada para professor bolsista do Pronatec de diversas áreas

pronatec-rio-de-janeiro (1)A Secretaria da Educação (Seduc) realiza chamada pública para seleção de professor bolsista do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec). As inscrições seguem até sexta-feira, dia 18, nas Coordenadorias Regionais de Desenvolvimento da Educação (Credes) e na Superintendência das Escolas Estaduais de Fortaleza (Sefor). O atendimento acontece das 8h30min às 12 horas e 13h30 às 17 horas.
O professor aprovado terá atribuições como ensinar a jovens e adultos conhecimentos teóricos e práticos de uma área profissional. As 40 vagas são distribuídas entre os Cursos de Formação Inicial e Continuada - FIC: Operador de Computador (10 vagas); Caprinocultor (1 vaga); Assistente de Secretaria Escolar (1 vaga); Montador e Operador de Computador (6 vagas); Avicultor (1 vaga); Desenvolvedor Web (1 vaga); Agricultor Orgânico (1 vaga), e os Cursos Técnicos em Informática (17 vagas), em Hospedagem (1 vaga) e em Eventos (1 vaga).
As cidades de lotação das vagas são Acaraú,  Aiuaba, Amontada, Aquiraz, Barreira, Catunda, Cedro, Crateús, Crato, Fortaleza, Iguatu, Ipú, Itapajé, Jaguaribe, Jardim, Jucás, Martinópole, Milagres, Novo Oriente, Ocara, Pacatuba, Parambu, Pedra Branca, Pentecoste, Pereiro, Poranga, Potiretama, Redenção, Santa Quitéria, São João do Jaguaribe, Sobral, Tabuleiro do Norte, Tamboril, Tururu, Varjota, Viçosa do Ceará.
Pronatec
O Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) foi criado em 2011 com a finalidade de ampliar a oferta de educação profissional e tecnológica, por meio de programas, projetos e ações de assistência técnica e financeira.
Clique aqui e confira a Chamada Pública

Jacqueline Cavalcante
Assessora de Imprensa da Secretaria da Educação

STDS realiza 2º Concurso Ceará Moda Acessível

 

cmaCom o objetivo de apresentar roupas para pessoas com diversos tipos de deficiência, levando a mistura das tendências nacionais com a criatividade cearense e, especialmente, a acessibilidade às passarelas, a Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social (STDS), por meio do Centro de Profissionalização Inclusiva para a Pessoa com Deficiência (Cepid), realizou nesta quarta-feira, 16, o 2º Concurso Ceará Moda Acessível. “Lançamos um desafio para os profissionais de moda cearenses: pensar a moda com o conceito de acessibilidade. O que essa roupa tem que facilita o meu vestir? A produção de peças desenvolvidas para pessoas com deficiência é um nicho de mercado que precisa ser explorado”, explicou a coordenadora do Cepid, Regina Tahim.

RIMG 8008Como parte da preparação para o desfile que encerrou o 2º Concurso Ceará Moda Acessível, o Cepid realizou, durante os meses de agosto e setembro, capacitação de 70 pessoas: 28 no curso de Modelo e Manequim, 18 na área de Fotografia e 24 no curso de Maquiagem. Os alunos trabalharam na produção e na cobertura do evento. Para a estudante Deborah Oliveira, 20, aluna do Cepid em outras duas ocasiões nos cursos de Inglês e Auxiliar Administrativo, acrescentar ao currículo o curso de Modelo e Manequim foi especial. “É muito bom pensar que esse concurso e esse desfile, do qual vou participar, foram criados para abranger a minha limitação física e as limitações de tantas outras pessoas”, afirmou a estudante.

Criatividade

RIMG 7512Participaram do concurso 17 estudantes de instituições técnicas ou de ensino superior e profissionais formados na área de Moda, dos quais cinco tiveram trabalhos selecionados. As criações foram apresentadas durante o 31º Ceará Summer Fashion (CSF).

Em primeiro lugar, com a coleção Cores de Frida, ficou o designer Gleyson Portela. Os designers Aleson Pinho e Jária de Araújo ficaram, respectivamente, em segundo e terceiro lugares. O 2º Concurso Ceará Moda Acessível contou com a parceria da Agência de Desenvolvimento Econômico e Social (Ades).

Promovido pelo Maraponga Mart Moda (MMM), o Ceará Summer Fashion apresenta em sua 31° edição, além das criações acessíveis, as Coleções Verão 2016 e conta com a participação de 300 marcas de todos os segmentos da moda.

Censo demográfico

Dados do último Censo Demográfico do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostram que cerca de 2,3 milhões de cearenses apresentam alguma deficiência, seja ela física, auditiva, visual, mental ou múltipla. Um contingente de pessoas com direitos de inserção no cotidiano, no dia a dia das cidades, na vida, mas ainda privados de participar mais intensamente do mundo que nos cerca, cada vez mais dinâmico e cheio de atividades, oportunidades e desafios.

Cepid

O Centro de Profissionalização Inclusiva para a Pessoa com Deficiência (Cepid) é uma estrutura completa para formação profissional, intermediação e inserção no mercado de trabalho desse segmento, que representa quase 28% da população cearense. O equipamento é o maior do Norte e Nordeste e tem capacidade para atender 1.200 jovens e adultos.

A unidade dispõe de salas de aulas, laboratórios para capacitação nas áreas de informática, de hotelaria, além de capacitação nas áreas de comércio, serviços administrativos, indústria criativa, bem como cursos de Libras e unidade de atendimento do Sine/CE. Possui também academia de baixo impacto, piscina e quadra poliesportiva acessíveis para paraesportistas de diversas modalidades: natação, basquete, futsal e tênis de mesa; e salas de convivência com cafeteria.

Mais informações: Regina Tahim, Coordenadora do Cepid – Fone: 3101.2723

 

Assessoria de Comunicação Social

Sema festeja 25 anos da Apa de Baturité

apa-baturite61 (1)

O secretário do Meio Ambiente Artur Bruno estará presente nesta quinta-feira (17/09) na solenidade de abertura oficial dos festejos pelos 25 anos da Área de Proteção Ambiental da Serra de Baturité. Bruno fará discurso às 11h. Antes, às 9h50min haverá apresentação do coral. A programação da manhã encerra com o lançamento da Exposição Florescer, que consta de fotos da fauna e da flora da região e um relato histórico dos 25 anos da Apa. No período da tarde, a partir das 14h, haverá apresentação do Grupo de Tambores da Água. Às 14h30min, a orientadora de Célula, Patrícia Jacaúna falará ao público.
A Área de Proteção Ambiental da Serra de Baturité tem 32.690 hectares de superfície, foi criada através do Decreto Estadual nº 20.956, de 18 de Setembro de 1990, pelo governador Tasso Jereissati. O então superintendente da Semace, Renato Aragão, lembra que foi a primeira e a maior área de Unidade de Conservação criada, num local que é próximo da capital cearense e visto apenas como de contemplação, por ser uma região de veraneio. “ Preocupados com a ocupação daquela região, nós sugerimos ao governo a criação da Apa para preservação da serra”.
A Apa é composta por oito municípios: Aratuba, Baturité, Capistrano, Guaramiranga, Mulungu, Pacoti, Palmácia e Redenção. Distante 90 quilômetros de Fortaleza, a UC tem como principal acesso, partindo de Fortaleza, a Rodovia CE-060, sentido Pacatuba-Baturité.
As bodas estão festejadas, segundo a gerente da Apa, Patrícia Jacaúna, com 25 ações envolvendo os municípios inseridos , durante este mês de setembro. São atividades tais como: palestras, oficinas, caminhadas, blitz, trilhas ecológica, Cadastro Ambiental Rural, encontro de ex-gestores da Unidade, apresentações artística e cultural e Passeio Ciclístico, cujo percurso será entre Pacoti e Guaramiranga. No ato da inscrição cada participante doará um quilo de alimento não perecível que será destinado as famílias carentes do Maciço de Baturité.
Preservando as nascentes
O rio Pacoti é considerado o último recurso hídrico, de grande porte, que chega ao litoral de Fortaleza, ainda em razoável estado de conservação, cuja nascente localiza-se na Serra de Baturité e estende-se por 150 km até a sua foz. Ele atravessa dois municípios, Aquiraz e Eusébio, para desembocar em Fortaleza e vem ao longo desse percurso sofrendo intervenções humanas, que se não forem devidamente orientadas podem comprometer sua capacidade de suporte. Para Artur Bruno, a destruição do estuário do rio Pacoti acarretaria uma perda incalculável na biodiversidade terrestre e marinha da região. É com essa convicção que a Secretaria do Meio Ambiente está iniciando, em parceria com os municípios da região e a Fundação SOS Mata Atlântica a elaboração dos planos de Conservação e Recuperação da Mata Atlântica (PMMA). “O compromisso é desmatamento líquido zero, e se houver necessidade de supressão vegetal que seja compensada com reflorestamento, em igual ou maior intensidade”, destaca o Secretário que também quer que se inicie, o mais rápido possível, o projeto de preservação das nascentes.

Ceará é Notícia

Prefeito de Assaré reduz salário pela metade

dinheirosalario

Assaré. O prefeito Samuel Freire afirmou que a crise financeira chegou a este município e já começa a comprometer a sua gestão. A situação, segundo o gestor, é preocupante, mesmo depois da adoção de medidas como os cortes para redução de gastos, suspensão da locação de veículos e a realização de eventos festivos. Por isso, resolveu reduzir seu salário pela metade.

Samuel Freire seguiu o exemplo de outros gestores. Ele enviou à Câmara Municipal mensagem para a redução do próprio salário e dos vereadores em 50%. O gestor alega que os poderes executivo e legislativo precisam ser solidários com a população nesse momento de crise. De acordo com o prefeito, esse dinheiro que vai sobrar será útil, e poderá ser investido, por exemplo, na compra de medicamentos ou no frete de um transporte.

O prefeito argumenta que os vereadores também precisam ter essa consciência. "Com essa redução salarial, muita coisa pode ser feita em prol do povo do Assaré. Com a redução, Samuel passará a receber R$ 10 mil reais por mês.

"Pode parecer pouco, mas é um dinheiro que, investido em alguma ação de saúde, pode ajudar muitas pessoas. E se os representantes do legislativo também estiverem dispostos a adotar a medida, já será de grande ajuda para os mais necessitado. Esse dinheiro economizado pode ser usado também para cavar um poço profundo, ação de grande utilidade em tempos de seca".

O prefeito informou ainda que está analisando a possibilidade de realizar cortes em vários setores da administração, mantendo apenas o que for prioridade. O setor cultural deve sofrer ainda mais redução. "Hoje pagamos cerca de 50 mil reais para uma banda de forró realizar um show na cidade. Esse tipo de investimento pode esperar. É um dinheiro que será usado de forma mais responsável: nos programas saúde da família, por exemplo. "Sabemos que vamos receber muitas críticas da juventude, que hoje tem um pensamento diferente, mas temos que ter a real responsabilidade diante da situação que os municípios estão enfrentando. A crise é nacional e algumas coisas devem vir em primeiro lugar. Não é justo, por exemplo, realizar uma grande festa e deixar atrasar o pagamento dos servidores. Até agora, mesmo com a redução do FPM, temos conseguido manter o pagamento da folha em dia, mas, para isso, temos sacrificado outras ações importantes. E a administração espera que a juventude e a população de maneira geral compreenda as medidas que estamos tomando".

Outra área afetada é a de esportes, que terá cortes também em torno de 50 %. De acordo com o prefeito Samuel Freire, a folha de pagamento dos servidores em Assaré é em torno de R$ 1 milhão e duzentos mil reais. "Será preciso diminui-la, unificar algumas secretarias para reduzir custos com aluguel, luz, funcionários, material de expediente". O gestor acrescentou que está propenso a tornar o prédio do antigo fórum da Cidade um complexo administrativo, para os fins já citados.

Samuel Freira aguarda o retorno dos vereadores em relação à proposta de redução dos salários. Mesmo assim, garantiu que, a partir do próximo mês, reduzirá o próprio salário, bem como dos secretários municipais e cargos comissionados. O prefeito pretende se reunir com todos para uma conversa franca, na qual exporá a situação e apelará pela compreensão e colaboração de todos. Samuel ainda lembrou que o município herdou uma dívida da gestão passada em parcelamento de precatórios, FGTS e INSS, que gira em torno de R$ 162 mil reais mensais, uma dívida que vai se arrastar por 15 anos. Por esse motivo, ele pensa na possibilidade de instituir o sistema de previdência própria.

O prefeito informou que, só no mês de setembro, os recursos das receitas municipais em Assaré caíram em torno de 39%. No total, de acordo com o chefe do executivo, a Prefeitura recebe cerca de R$ 1.600.000,00. "Sobra muito pouco para todo o restante, depois de pagar a folha de funcionários. Ainda temos que lidar com o fantasma da seca, que acarreta mais gastos com perfuração de poços, distribuição de água em carros-pipa, dentre outras despesas".

Preocupação

A situação é preocupante, pois o Açude Canoas, principal reserva hídrica do município, se encontra com apenas 14 % de sua capacidade. "Por outro lado, tive ainda que cortar gastos com a policlínica de Campos Sales, pois tínhamos uma participação de R$ 42 mil reais como cota, além dos gastos com transporte. Esse gasto se tornou inviável, e creio que a solução seria os municípios de Assaré, Nova Olinda, Tarrafas e Santana do Cariri fazerem um consórcio para realizar os atendimentos especializados, que sairia mais em conta para todos", finalizou Samuel.

Mais informações:

Prefeitura de Assaré

Endereço: Rua Doutor Paiva, 415- Centro

Assaré (CE)

(88) 3535-1613

Diario do Nordeste - Regional

Servidores podem parar no dia 25 se não houver acordo

cratoprefeitura

Crato Cerca de três mil servidores municipais desta Cidade, na região do Cariri cearense, realizaram na manhã desta quarta-feira (16) uma Assembleia Geral na Praça Bicentenário. Os servidores reivindicam, junto à Prefeitura, insalubridade, a criação de uma data base para pagamento, concessão de mudança de nível para todos os profissionais que já concluíram o estágio probatório e concessão de gratificação de 10% aos especialistas que fazem jus ao benefício.

De acordo com o Diretor do Sindicato dos servidores municipais do Crato (Sindsmcrato), Assis Souza Sales, "a atual gestão não tem honrado com os compromissos, sobretudo, no tocante ao pagamento". Assis revela que sistematicamente os honorários são "efetuados com atrasos", gerando um "desconforto aos servidores".

O diretor ressalta que existe possibilidade de paralisação total ou parcial entre todas as classes ao fim do mês. "Demos um prazo de 10 dias para a Prefeitura. Caso, até o dia 25 deste mês, a gente não obtenha um retorno, poderemos entrar em greve, respeitando os princípios da legalidade", detalha Sales.

Repúdio

O presidente do Sindicato, Francisco de Matos Júnior, emitiu uma nota de repúdio no qual classifica "o momento como inaceitável". "Mais uma vez a Prefeitura atrasa os vencimentos, principalmente dos servidores da Educação. Não há planejamento nem organização interna da atual gestão, demonstrando total indiferença com a situação financeira dos servidores", escreve Francisco de Matos.

O presidente acrescenta que "a maioria tem família para sustentar e depende exclusivamente dessa renda". Quanto às outras reivindicações, a direção do Sindicato diz que lutará, também, por melhores condições de trabalho de todos os servidores, "sobretudo os profissionais da Educação e Saúde". Assis finaliza dizendo que "é injusto e desrespeitoso para o servidor municipal ter que passar por esse tipo de situação". A reportagem tentou entrar em contato com o Prefeito do município, Ronaldo Sampaio Gomes de Mattos. No entanto, até o fechamento desta edição, as ligações não haviam sido atendidas.

Diario do Nordeste - Regional

Juiz é condenado à pena de censura pelo Pleno do TJCE

justica_2

O Pleno do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE) condenou, no fim da tarde desta quinta-feira (17), o juiz Francisco das Chagas Barreto Alves à pena de censura pública. Ele era acusado de violação dos deveres da magistratura e de cometer possíveis faltas funcionais em plantões natalinos entre os anos de 2011 e 2013. À época, Chagas Barreto atuava na 2ª Vara da Fazenda Pública de Fortaleza.
Apesar de 21 desembargadores terem defendido a aposentadoria compulsória do juiz, a censura pública foi aplicada seguindo norma do Conselho Nacional de Justiça (CNJ). De acordo com a Resolução nº 135 do órgão, a pena máxima (da aposentadoria compulsória) só pode ser aplicada se a maioria absoluta dos componentes do Pleno optar por ela.
Como o TJCE é formado por 43 desembargadores, a maioria absoluta é alcançada quando se chega aos 22 votos. Por isso, Chagas Barreto teve de ser submetido à pena de censura pública (a segunda mais votada pelos magistrados). Conforme a Lei Orgânica da Magistratura Nacional (Loman), “o juiz punido com a pena de censura não poderá figurar em lista de promoção por merecimento pelo prazo de um ano, contado da imposição da pena.”
O Ministério Público defendia a pena de aposentadoria compulsória. “Não estamos falando de um juiz recém-chegado. É de um juiz experiente, com 20 anos de atuação só na Vara da Fazenda Pública. Ele não pode alegar que pode ter cometido erro quando tomou uma decisão ou concedeu uma liminar durante um plantão natalino”, ponderou o procurador Miguel Ângelo de Carvalho Pinheiro.
Relator do processo, o desembargador Inácio de Alencar Cortez Neto também votou pela aposentadoria compulsória. “Ninguém aqui questiona o teor das decisões, mas a forma como elas foram tomadas”, ponderou o magistrado, complementado pelo desembargador Antônio Abelardo Benevides Moraes. “Não são só indícios. São fatos. O juiz Chagas Barreto é um homem bom, mas errou.”
Já a defesa de Chagas Barreto sustentou que não haviam provas concretas contra ilícitos supostamente cometidos pelo juiz. “Não há qualquer prova de cometimento de dolo. Tudo provém de ilação. Não houve enriquecimento nem sinais exteriores de riqueza. O histórico dele é exemplar e a condição financeira é condizente com o que ele ganha. Se não há provas, ele deve ser punido por especulações? Qualquer juiz, mesmo o mais antigo, pode cometer eventuais erros. Isso é da natureza humana. Perfeito, só Deus”, alegou o advogado Valmir Pontes Filho.
(TJCE)

flavio pinto

Em Mauriti, prefeito conscientiza população sobre a crise nacional

mauritice2

Uma maratona de visitas e longas conversas têm sido mantidas diariamente em todo o município de Mauriti, capitaneadas pelo prefeito Evanildo Simão, vereadores e lideranças. O objetivo é dá andamento a algumas obras e serviços básicos e essenciais e falar diretamente com a população, sobre a atual situação.
Em suas palavras, o gestor tem buscado o entendimento diante as inúmeras dificuldades, qual passa a prefeitura nesse momento, visando dá total transparência de suas ações, ao mesmo tempo em que tem reafirmando os compromissos assumidos, no tocante a seriedade que é dada por sua pessoa e todo o governo, frente aos interesses da população.
As visitas que são acompanhadas de vereadores e lideranças comunitárias estão acontecendo todos os dias, entre outros atendimentos a equipe de governo, no sentido de dá maior celeridade e agilidade aos principais problemas enfrentados.
Mesmo em meio ao cenário de crise, o prefeito Evanildo Simão, disse ser otimista e que muito em breve, todas essas tribulações serão apenas parte do passado, enfrentadas com responsabilidade e hombridade, sem atribuir culpados, visto se tratar de um problema de vários países e não somente do Brasil, como tentam pregar todos os dias.
Evanildo disse ainda que o momento seja essencial para se fazer uma reflexão sobre os andamentos da máquina e dos gastos públicos, enfrentando os desafios, sobretudo, redefinindo um novo pacto federativo, colocando como prioridade, as gestões municipais, que são a porta de entrada dos anseios da população.
Ele finalizou suas palavras, afirmando que os ajustes estão sendo feitos em toda a gestão, em detrimento da obrigatoriedade que exige o momento, mas que continuará atendendo a população, mesmo diante da indisponibilidade de recursos, buscando soluções no que estiver ao seu alcance e ao alcance de todo o governo.
(Colaborou Raphael Caldas)

flavio pinto

Governador e primeira-dama lançam selo Ceart nesta sexta

artesanatocariri

O governador Camilo Santana e a primeira-dama do Estado, Onélia Maria Leite de Santana, lançam nesta sexta-feira (18), às 9 horas, no Palácio da Abolição, a Certificação da Autenticidade dos Produtos Artesanais e de Reconhecimento das Obras de Arte Popular Cearenses (Selo CEART). Participam da solenidade cerca de 250 artesãos, entre representantes de entidades artesanais e grupos produtivos; a coordenadora nacional do Programa de Artesanato Brasileiro (PAB), Ana Beatriz Ellery; coordenadores estaduais de artesanato de todo o Brasil; além de prefeitos, primeiras-damas, deputados estaduais e secretários estaduais.
O Selo CEART é um sistema de certificação que se inclui como mais um serviço prestado aos artesãos cearenses para aumentar a competitividade dos produtos artesanais e o reconhecimento das obras de arte popular, a partir da observação dos requisitos que garantam autenticidade, especialmente sua identidade cultural e excelência. A coordenadora do Programa de Desenvolvimento do Artesanato do Estado, Amanaci Diógenes, considera a implementação da certificação um marco importante na consolidação da Política Estadual de Desenvolvimento do Artesanato, executada pela Secretaria de Trabalho e Desenvolvimento Social (STDS). “O Selo Ceart é uma estratégia estabelecida pelo Programa de Desenvolvimento do Artesanato para ampliação dos canais de comercialização através da oferta ao mercado de produtos com garantia de qualidade, de procedência e de respeito aos aspectos da sustentabilidade”, destacou a coordenadora.

flavio pinto

Governadores participam de reunião para apoiar CPMF

cpmf2

Governadores de sete estados se reuniram nesta quarta-feira (16) com líderes da base, na Câmara, para defendera a recriação da CPMF. Como parte do conjunto de medidas para equilibrar as contas. O Governo Federal propõe reeditar o imposto, com a cobrança de 0,2% das transações financeiras. Os governadores defendem alíquota de 0,38%. Os 0,18% a mais seriam divididos entre estados e municípios.
Termômetro da opinião dos participantes, o governador do Rio de Janeiro, Pezão (PMDB), afirmou que os estados e municípios necessitam muito desse reforço na arrecadação. “Juntos, prefeitos e governadores estamos irmanados com a proposta que a presidenta Dilma vai enviar ao Congresso”, sustentou.
Além de Pezão, participaram do encontro os governadores Camilo Santana, do Ceará;  do Acre, de Alagoas, da Bahia, do Cearense, do Piauí e do Tocantins, além do vice-governador do Acre.
A CPMF vigorou em dois períodos no passado – durante o ano de 1994, quando foi criada, no primeiro mandato de Fernando Henrique Cardoso, e de 1997 a 2002.

(Agência Câmara de Notícias)

Franco Barbosa lança novo livro

No próximo dia 9 de outubro, às 19h00,  será lançado o oitavo livro do escritor Franco Barbosa, na Câmara Municipal de Juazeiro do Norte, intitulado Contos Ecológicos Pedagógicos, Ecopedagogia, Desenvolvimento Sustentável, um livro direcionado para os professores que são os protagonistas no processo de educar para a sustentabilidade. O evento contará com uma programação dinâmica, performance teatral com André de Andrade, apresentação musical e coquetel de lançamento. Os contos ecológicos e pedagógicos se fundamentam na necessidade de cada habitante da Mãe Terra, contribuir em seu habitat ou espaço de trabalho conservando, restaurando e respeitando o meio ambiente de forma holística, ou seja, não só a fauna e a flora mas a vida, a existência em si, em que o humano se apresenta como criatura primeira. Pedro, Antônio, Josés, Marias, personagens desse cenário nordestino, são capazes de criar um oásis no sertão agreste, semiárido, onde a água, é o elemento mais procurado e mais difícil de encontrar  para a sobrevivência dessa gente. 

ECOPEDAGOGIA NECESSÁRIA

A luta pela continuidade da vida no Planeta tem sido travada pelos ecologistas do mundo inteiro, contra um sistema predador, que destrói as florestas para plantar capim para  gado, expulsa o nativo que preserva a vida natural para extrair minérios e contaminar os rios, e assim os grandes latifundiários também no Nordeste, destroem  a mata ciliar, que conservam as fontes dos rios que acabam secando, trazendo o desespero para as populações ribeirinhas e o racionamento de água em boa parte destas cidades. As industrias poluem riachos e rios, a exemplo do Rio Salgadinho. Cabe não só ao poder público cuidar destas questões de forma qualitativa mas tudo começa na escola, a conscientização e ação também. Construir esta consciência reflexiva a respeito preservação da vida como um todo, é papel de todos os professores, que através dos contos ecológicos e pedagógicos, podem fazer a sua parte, em sala contando as histórias com lições com valores que vai formatando um pensamento coletivo em defesa da construção de uma sociedade justa, igualitária, com desenvolvimento sustentável, isto é, sem agressão a natureza. Crianças e adolescentes possuem nesse sentido uma mente, virgem, fértil, saudável, que em se plantando uma boa semente, a colheita num futuro bem próximo será de excelência. E a garotada adora contos, porque as aulas ficam mais dinâmicas e o professor consegue conduzir a turma com mais disciplina. A contação de história em sala de aula, além de ser um fator lúdico, é formatador de uma boa consciência ética e cidadã, é um antídoto contra a indisciplina em sala. Marcam uma vida de uma criança para sempre.

O AUTOR E SUAS OBRAS

Franco Barbosa, natural de Aurora, fez Letras na Universidade Regional do Cariri, URCA, é professor universitário, Mestre e Doutorando em Ciências da Educação, já publicou sete livros, é professor da rede pública municipal, já foi Secretário Adjunto e Secretário Interino de Cultura de Juazeiro do Norte. Palestrante para área educacional como educador e motivacional para as empresas. Professor de Pós-Graduação do Instituto Dom José de Educação e Cultura, IDJ. Criador do Movimento Raízes do Cariri, Moraca, da Banda Moraca, da qual surgiu os Zabumbeiros Cariris. Em 2009, três títulos seus foram selecionados pela Secretária de Cultura do Estado do Ceará,  para serem distribuídos em todas as bibliotecas do Estado. Para Eraldo Oliveira, o novo livro de Franco Barbosa, “Encanta pelo seu teor pedagógico e pela mensagem otimista de transformação”.  Já William Brito Presidente da Fundação Chico Mendes, afirma, “Franco neste livro questiona as relações   do ser humano consigo mesmo, com sua espécie e sua biosfera com vistas a garantia da sadia qualidade de vida e ao desenvolvimento sustentável”.

Contatos:
Franco Barbosa
88-996604034
E.mail: francobbar@ig.com.br

Neste mar das palavras - Por: Emerson Monteiro

Lá um belo dia e você se descobre vivendo o mundo forjado só de palavras.

Sim, onde tudo tem de ter um nome, e se não tem está ali aguardando, esperando em alta voltagem a garras da apreensão humana de querer nomear de qualquer jeito o que encontra pela frente, ânsia incontida de domínio, de conquista. Olhou, quer logo denominar, formar a ordem no contexto antigo, ainda que por vezes careça de comprovação, no entanto quer correr e registrar o fenômeno. Surgiu nas dobras da memória, receberá o nome. Criou, produziu, inventou, carece de ferrar, no instituto e na instituição imediata de soldar a vida nas provas da consciência, de armas em punho. Visitamos continentes, e deixamos nossa marca nos acidentes geográficos, bichos e matas. No mínimo assinalar presenças no descobrimento das possessões do além-mar; desceram  homens nos botes do calendário e as eras dos encantos e das belezas viram o chão dos rastros de gigantes entontecidos, que ponteiam suas posses materiais, que viram fumaça, e transportam o que bem lhes aprouve nas caravelas de madeira e pano, rumo aos velhos continentes dos significados em blocos de areia e concreto das palavras soltas ao vento.

... Santificado seja o Vosso Nome, venha a nós o Vosso Reino e seja feita a Vossa Vontade, assim na Terra como nos Céus... 

O poder que as palavras detêm assim sustenta religiões e crenças, dogmas que invade o campo do mistério e nutre de paixão os sobreviventes dos textos, das epopeias. Queira alguém preencher o espaço das humanas relações, ali impera o furor agressivo das palavras, verbos consistentes da qualidade dos hábitos firmados nas letras dos hinos e das orações, ejaculatórias de precisão de todas as gerações matemáticas de tantas e doces melodias, que enchem de fórmulas e luzes a sede dos corpos na consciência surda.

Aonde seguirem os espíritos que habitam as vastidões e paragens, consigo levarão sentimentos e virtudes das dores e dos pecados, ilusões e verdades que viveram no cocho das palavras, redes inevitáveis de pensar e tecer as moléculas do sistema que elaborou, fez nascer, perecer, foles do ferreiro intangível da Criação. Uma mística, as senhoras palavras. De símbolos virão entidades reais dos os atos da raça de fazedores de lembranças, tais substitutos da ausência dos gestos e das visões que contêm, a todo custo, o direito de eternizar o momento nas palavras.



Edições Anteriores:

Maio ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31