xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> 30/08/2015 | Blog do Crato
.

VÍDEO - CONVERSA FRANCA - O DESCASO NO CRATO - Dihelson Mendonça ( 30-11-2017 ).
Estamos de volta com as transmissões da TV Chapada do Araripe ( E agora, com alguns programas ao vivo ). Serão vários programas abordando temas diversos, como a realidade da nossa região, do Ceará e do mundo; Programas científicos, atualidade, entrevistas, e transmissão de eventos ao vivo. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 25.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

30 agosto 2015

Até que enfim: CNBB sai do silencio e emite nota sobre o atual momento vivido pelo Brasil

Em coletiva de imprensa, a Presidência da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) divulgou nota aprovada pelo Conselho Episcopal de Pastoral (Consep) sobre o momento atual da vida do País.
Leia a nota na íntegra:
Nota da CNBB a favor do Brasil
“Os que querem enriquecer caem em muitas tentações e laços, em desejos insensatos e nocivos, que mergulham as pessoas na ruína e perdição. Na verdade, a raiz de todos os males é o amor ao dinheiro” (1Tm 6,9-10).

A população brasileira acompanha, apreensiva, a grave crise que atinge o país, procurando conhecer suas origens, resistir às suas consequências e, sobretudo, vislumbrar as soluções. A realidade é dura e traz de volta situações que, por algum tempo, haviam diminuído significativamente como o desemprego, a inflação e a pobreza.

Pagamos um alto preço pela falta de vontade políticade fazer as reformas urgentes e necessárias, capazes de colocar o Brasil na rota do desenvolvimento com justiça social quais sejam as reformas política, tributária, agrária, urbana, previdenciária e do judiciário. O gasto com a dívida pública, o ajuste fiscal e outras medidas para retomada do crescimento colocam a saúde pública na UTI, comprometem a qualidade da educação, inviabilizam a segurança pública e inibem importantes conquistas sociais. 
A corrupção, metástase que atinge de morte não só os poderes constituídos, mas também o mundo empresarial e o tecido social, desafia a política a seguir o caminho da ética e do bem comum. Combatê-la de forma intransigente supõe assegurar uma justa investigação de todas as denúncias que vêm à tona com a consequente punição de corruptos e corruptores. A corrupção, gerada pela falta de ética e incentivada pela impunidade, não pode ser tolerada.

É urgente resgatar a credibilidade da atividade política em que seja fortalecida a cultura inclusiva e democrática, pois um“método que não dá liberdade às pessoas para assumir responsavelmente sua tarefa de construção da sociedade é uma chantagem”, e “nenhum político pode cumprir o seu papel, seu trabalho, se se encontra chantageado por atitudes de corrupção”(Papa Francisco aos representantes da sociedade civil, no Paraguai, 11 de julho de 2015). A chantagem “é sempre corrupção”. Lamentavelmente, o cenário político brasileiro não está isento desta condenável prática.

É inaceitável que os interesses públicos e coletivos se submetam aos interesses individuais, corporativos e partidários. As disputas políticas exacerbadas podem comprometer a ordem democrática e a estabilidade das instituições. Garantir o estado de direito democrático é imperativo ético e político dos brasileiros, mormente dos que não viveram nem testemunharam as arbitrariedades dos tempos de exceção. O bem do Brasil exige uma radical mudança da prática política.

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil-CNBB, através do Conselho Episcopal Pastoral-Consep, reunido em Brasília, nos dias 25 e 26 de agosto, reafirma o diálogo e a luta contra a corrupção como meios para preservar e promover a democracia. Nesse diálogo, devem tomar parte os poderes constituídos e a sociedade civil organizada. Com o Papa Francisco, lembramos que “o futuro da humanidade não está unicamente nas mãos dos grandes dirigentes, das grandes potências e das elites. Está fundamentalmente nas mãos dos povos; na sua capacidade de se organizarem e também nas suas mãos que regem, com humildade e convicção, este processo de mudança” (Discurso aos participantes do II Encontro Mundial dos Movimentos Populares, Bolívia, 9 de julho de 2015).

O Espírito Santo nos ajude a dar a razão de nossa esperança e nos anime no compromisso de agir juntos pelo bem comum do povo brasileiro.
                  Brasília, 26 de agosto de 2015. 

                     Dom Sergio da Rocha
                Arcebispo de Brasília-DF
                   Presidente da CNBB  
  
Dom Murilo S. R. Krieger
           Arcebispo de São Salvador da Bahia- BA
                      Vice-presidente da CNBB

 Dom Leonardo Ulrich Steiner
Bispo Auxiliar de Brasília-DF
Secretário Geral da CNBB

Poder de fazer o bem - Por: Emerson Monteiro

E quantos isso esquecem; ainda permanecem estacionando nas barras da acomodação, da ilusão vadia. São chances de melhorar um tanto o compromisso da felicidade que percorrer nossas veias e chega às malhas do coração. Abrir os braços aos irmãos. Exercitar normas da inteligência no procedimento de crescer espiritualmente. Estender as mãos ao próximo que padece ausências da solidariedade, amar como verdade e vida. Suavizar horas de aflição daqueles abandonados aos dias que vão sem o calor da amizade. Perto existem formas simples de trabalhar oportunidades a quem padece. Rever propósitos e desenvolver meios de construir esperança nos que sofram, inclusive a gente mesmo, também degredados filhos de Eva.

O egoísmo, excesso de zelo consigo, dispõe do tanto que gera crises, medo, quando na rotina mecânica dessa civilização que ora domina a conta do poder no chão das almas. Milênios a fio, sulcos profundos rasgam a essência do ser que somos, entregues aos desejos só mundanos, artífices do interesse particular, alienados adoradores do velho umbigo desse atraso. No entanto, clamor das horas mortas acompanha os aventureiros da história feitos sombras que segue seu par, sina dos buscadores da Luz.

Enquanto permanecer isolados catadores de vaidades, os humanos vagam no mar da existência quais escombros do que produziram das benfazejas doações divinas, náufragos das experiências de sonhar e permanecer contrários às reais possibilidades do que veio até aqui buscar.

Já foram muitas as dores desse parto que demorar a surtir seus efeitos providenciais na sociedade dos homens. Instrumentos da salvação de si, líderes carecem de mais lucidez na condução dos destinos, e apenas usufruem a oportunidade, lançando fora matérias primas da sorte. 

Bom, é isto, de rever os propósitos por tempos adormecidos nas paisagens da beleza interior, horizontes vastos de prazeres jamais experimentados dos que dormem sobre os espinhos da inércia que brilha silenciosa na consciência das pessoas. A criatividade representa, pois, limpar pensamentos nefastos e olhar de vez o sol que se abre às nossas vistas de fazer o bem, poder infinito à nossa disposição. 

Depois de 14 anos de interrupção a revista Itaytera voltou a ser publicada – por Renato Casimiro

Criado o Instituto Cultural do Cariri, na cidade de Crato, em 04.10.1953, então dirigido por Dr. Irineu Pinheiro, logo em 1955 circulou o primeiro número de sua Revista, a Itaytera. Por longos anos ela foi editada com grande regularidade, se tornando um periódico muito lido, presença obrigatória nas melhores bibliotecas do pais e do exterior.
Este ano o ICC vai completar 62 anos de existência e, na regularidade, deveria sair o volume nº 61. Contudo e graças a grande esforço de seu presidente atual, José Emerson Monteiro Lacerda, saiu o volume 45, referente ao ano de 2014. Portanto, circunstâncias adversas impuseram ao ICC, como a outras instituições culturais brasileiras o vexame da suspensão temporária, ou às vezes em definitivo, de seus periódicos.
Uma perda lamentável que por vezes representa conhecimento em milhares de páginas que deixaram de ser editadas. Desejo parabenizar a sua diretoria atual, à frente o amigo Emerson Monteiro, por este grande empenho em retomar a sua circulação. Já comecei a ler o volume em suas 212 páginas (encontráveis nas livrarias do Cariri) e é ótimo constatar a qualidade dos textos ali contidos, dentre os quais um do amigo Anchieta Martinez de Mont´Alverne, sobre os estudos e a ordenação do Pe. Cícero, com dados de arquivo e sobre uma fase do patriarca pouco explorada.

Edições Anteriores:

Dezembro ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 30