xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> 12/05/2015 | Blog do Crato
.

VÍDEO - VÍDEO DE LANÇAMENTO - Em breve, as novas transmissões TV Chapada do Araripe. Espero que curtam o vídeo de lançamento abaixo, em que há uma pequena retrospectiva de alguns trabalhos, reportagens já feitas ao longo dos muitos anos que fazemos reportagens. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 24.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

12 maio 2015

Banco de preços da Unasul ampliará acesso de sul-americanos a medicamentos

medicamento

As nações sul-americanas compartilharão um banco de dados com preços de medicamentos cobrados pelos fabricantes em cada país da região. A proposta foi discutida hoje (12) entre o secretário-geral da União de Nações Sul-americanas (Unasul), Ernesto Samper, e o diretor executivo do Instituto Sul-Americano de Governo em Saúde (Isags), José Gomes Temporão.

De acordo com Temporão, esse será o primeiro passo de uma série de estratégias conjuntas entre os países da região para aumentar o acesso de cidadãos sul-americanos a qualquer tipo de medicamentos.

“Às vezes, o mesmo fabricante cobra preços completamente distintos. O banco de dados poderá ser compartilhado por todos os 12 países que compõem a Unasul. Isso pode ser um instrumento de pressão para que as empresas tenham preços razoáveis." Segundo Samper, a plataforma será desenvolvida pelo Isags e deve ficar pronta ainda este ano.

Para Samper, o Brasil terá papel fundamental nas ações de acesso da população aos medicamentosArquivo/Agência Brasil

O secretário esclareceu que a diferença de preço de um medicamento pode chegar a dez vezes entre um país e outro. Ele adiantou que, caso não funcione a pressão para que os preços sejam mais equitativos, os países da Unasul poderão optar pelo licenciamento compulsório de determinados produtos. “Cerca de 30% dos gastos dos sul-americanos com saúde são para compras de medicamentos. Esse é um tema chave na agenda da saúde da Unasul.”

O Brasil decretou licenciamento compulsório no caso do antirretroviral Efavirenz, quando passou a desenvolver o medicamento com tecnologia brasileira, pagando royalties ao laboratório que detém a patente até sua vigência legal.

Para o dirigente da Unasul, o Brasil terá papel crucial nas ações para facilitar o acesso da população aos medicamentos. “O Brasil tem uma experiência muito importante nas áreas de produção de genéricos, negociação de preços e informação, que permite aos cidadãos controlar os preços das drogas à venda.”

Temporão, que já foi ministro da Saúde, ressaltou que o preço dos medicamentos é um problema comum na região, principalmente por causa da grande dependência dos sul-americanos em relação aos países que detêm as novas tecnologias.

Outra estratégia é a criação de um estudo sobre a capacidade produtiva dos países. A ideia é criar um mapa da produção de medicamentos de cada nação e de localização dos gargalos. O mapa deve ficar pronto no fim do ano que vem.

“Isso permitirá que a Unasul discuta estratégias de produção na América do Sul”, adiantou Temporão. “Uma das grandes ameaças ao sistema de saúde, principalmente aos países em desenvolvimento, são os bioprodutos, muito mais complexos, que serão muito mais caros e vão restringir o acesso, que já é um problema na América do Sul”, explicou.

Ele acredita que outra estratégia de êxito no barateamento de medicamentos é a parceria de produção entre laboratórios privados e públicos, usando transferência de tecnologia e o poder de compra do Estado. "Hoje, apenas o Brasil faz isso", concluiu Temporão.

Ernesto Samper chegou ontem (11) para uma visita de três dias ao Brasil, onde discutirá acordos nas áreas de educação, saúde e integração produtiva. Ontem, ele se reuniu com ministros e integrantes do governo. Amanhã (13), ele participa de um seminário no Instituto Lula, em São Paulo, para debater as políticas da Unasul para integração produtiva.

Criada em 2008, a Unasul é um organismo regional formado pelos 12 países da América do Sul. O objetivo do órgão é construir, de maneira participativa e consensual, um espaço de articulação cultural, social, econômica e política. O Isags é uma entidade intergovernamental diretamente ligada ao Conselho de Ministros da Saúde dos 12 países da América do Sul.

Agência Brasil|

Programa brasileiro estimula produção rural familiar em países africanos

maquinas-agricolas

 

Financiamento para compra de máquinas destinadas à agricultura familiar é um dos pilares do Programa Mais Alimentos InternacionalValter Campanato/Agência Brasil

Referência mundial em tecnologia dedicada à agricultura familiar, o Brasil incrementou, em 2015,  o programa criado com o objetivo de fortalecer a produção agrícola em países da África, da América Latina e do Caribe, com o foco no combate à fome. O Mais Alimentos Internacional, uma versão do programa nacional que estimula a produção rural familiar, oferece financiamento aos países e ainda permite a troca de conhecimento técnico.

No início deste ano, Moçambique recebeu 513 tratores e o Senegal, 175, por meio do programa. No ano passado, o Zimbábue adquiriu 320 unidades, com os recursos advindos do crédito do Mais Alimentos. Além do aspecto social, economicamente o programa tem impacto positivo no estímulo à exportação brasileira de máquinas.

Na avaliação de João Carlos Marchesan, vice-presidente da Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (Abimaq), entidade que intermedia a parceria, o programa tem grande alcance social e econômico. “Além de gerarmos divisas, estamos gerando empregos no Brasil e fazendo com que as indústrias possam continuar desenvolvendo e pesquisando produtos para o Mais Alimentos. Além disso, o programa leva recursos e condições para que países pobres e subdesenvolvidos possam produzir alimentos”, avaliou.

Coordenado pelo Ministério do Desenvolvimento Agrário, o programa hoje está presente em Moçambique, Gana, Quênia, Zimbábue, Senegal e Cuba, segundo o diretor do Mais Alimentos, Lucas Ramalho. “O programa busca oferecer um crédito barato para países adquirirem máquinas e implementos agrícolas produzidos no Brasil. Hoje, o Brasil é referência mundial em tecnologia adequada para agricultura familiar”.

O Mais Alimentos África nasceu em 2010 durante o Diálogo Brasil-África sobre Segurança Alimentar, Combate à Fome e Desenvolvimento Rural. “Naquela ocasião ficou definido que seria criado um programa de estímulo à exportação das nossas máquinas para a África principalmente com o intuito de aumentar a produção de alimentos daquele continente, que passa por sérias restrições em vários países. A chegada desses maquinários e dessa tecnologia foi muito bem recebida”, conta Ramalho.

Os equipamentos são comprados pelo governo dos países parceiros, e cada um tem uma maneira de disponibilizar o material aos agricultores familiares. Ramalho conta que relatos vindos dos países onde o maquinário já está em funcionamento indicam a satisfação dos agricultores locais. “A gente recebe relatos que as máquinas já estão em operação nos países, que os agricultores estão muito satisfeitos com a tecnologia recebida e com a melhoria da qualidade de vida porque torna a vida no campo mais fácil.”

O vice-presidente da Abimaq destaca o impacto que o programa gerou em Moçambique, por exemplo, que, antes, só tinha 100 tratores para a agricultura. “Com a exportação, foram mais de 500 tratores além dos implementos para Moçambique. Os técnicos brasileiros vão ao país capacitar o agricultor e dar assistência para que faça bom uso do produto”.

Os países participantes têm até 15 anos para pagar o empréstimo com juros de 2% ao ano. Além de adquirir as máquinas, Ramalho destaca outra vantagem da relação que é firmada entre os países, como a do comprador ter a oportunidade de aprender sobre políticas públicas desenvolvidas no Brasil na área da agricultura familiar.

E o Brasil também ganha. “Os países compram as máquinas produzidas no Brasil. Isso gera emprego, gera renda, aumenta a produção no nosso país”, diz Ramalho. Marchesan completa: “Quando [o Brasil] manda esses produtos e nossos técnicos vão lá treinar e demonstrar, estamos fixando o produto brasileiro nesses países, exportando nossa tecnologia. Isso é importante porque os fabricantes brasileiros concorrem na África com a China, Índia e Turquia, que são países de baixo custo e com incentivo muito grande à exportação”, observa.

Ramalho destaca que outros países têm procurado o Brasil para firmar parcerias internacionais como a Guiné Bissau, Guiné Equatorial, o Sudão e a Colômbia, por exemplo. Para ele, a política traz outras vantagens para a exportação brasileira. “A gente exporta muita matéria-prima barata. Com um programa como esse, a gente contribui para que a nossa pauta de produtos mude, agregando tecnologia, bens industrializados. É um programa bastante interessante para a nossa própria soberania enquanto país mais avançado, um país com uma pauta de exportação mais interessante”.

O Mais Alimentos também incentiva a agricultura familiar no Brasil. A diferença da versão nacional para a internacional é que, em vez de um país ter o direito ao crédito, aqui, o próprio agricultor recebe o financiamento. “O objetivo primordial é dotar a nossa agricultura familiar de melhores condições de produção, com maiores capacidades de investimento, de modernização da sua propriedade”.

O representante da Abimaq informou que todas as empresas brasileiras cadastradas no Programa Mais Alimentos Brasil estão aptas a participar do programa internacional. Para Marchesan, o desafio do Mais Alimentos Internacional é a continuidade dos recursos para manutenção do programa. “O único risco que vejo hoje [ao programa] são os cortes que estão tendo no Orçamento da União, que a gente possa vir a ser prejudicado. O grande desafio é ter essa definição dos recursos”.

Sensível à questão, o diretor do programa lembra que o Brasil está passando por ajustes em um período de crise econômica mundial e que o programa não está imune. Mas, para Ramalho, o Mais Alimentos pode ajudar a preservar o setor industrial. “O debate que temos feito internamente é o de, nesse momento de desafio econômico, a gente conseguir preservar a nossa indústria nacional e manter a produção de forma a passar por esse momento difícil, economicamente falando em nível mundial, da melhor forma possível. Então, preservando empregos, garantindo renda dos trabalhadores e conseguindo exportar o máximo possível a nossa produção. Nesse sentido o programa contribui para esse processo”.

Agência Brasil

Polícia Federal anuncia ter feito sua maior apreensão de maconha no Nordeste

maconhapf

(Foto: Kid Júnior/ Agência Diário)

Agentes da Polícia Federal na Bahia, com o auxílio de policiais civis, militares e rodoviários, interceptaram, no fim da tarde de segunda-feira,11, um carregamento de 3,74 toneladas de maconha, em Correntina, no extremo oeste do Estado. Segundo a PF foi a maior apreensão da droga feita pela instituição no Nordeste.

Na ação, quatro pessoas foram presas em flagrante e três veículos – um caminhão e duas caminhonetes – foram apreendidos. O resultado da operação foi divulgado na tarde desta terça-feira 12.

De acordo com a PF, o transporte do entorpecente estava sendo feito em um caminhão e a droga estava coberta apenas por uma lona. O veículo partiu de Mato Grosso do Sul e estava sendo monitorado por criminosos em duas caminhonetes, que seguiam a viagem em comboio.

Os policiais, que acompanhavam a movimentação do grupo nos últimos dias, interceptaram a viagem quando os criminosos pararam em um posto de combustíveis em Correntina, a 914 quilômetros de Salvador, por volta das 17 horas de ontem. De acordo com a PF, os acusados pelo transporte da droga estão detidos em Barreiras, no oeste baiano, e estão à disposição da Justiça.

Ceará Agora

Justiça dá prazo de 15 dias para Petrobras enviar documentos da Refinaria Premium II

Refinaria_BannerA Justiça do Estado expediu uma liminar, nesta terça-feira (12), dando um prazo de 15 dias para que a Petrobras apresente todos os documentos solicitados na Ação Civil Pública ajuizada pela OAB Ceará, decorrente do cancelamento da construção da Refinaria Premium II, no Estado.

Foram solicitados os estudos da viabilidade técnica do projeto para a implantação de uma nova refinaria no Brasil, notadamente no Estado do Ceará;  da indicação técnica que concluiu ser o Estado do Ceará um local apropriado para a construção da refinaria; e o que indicou as razões atestando que a refinaria não seria mais viável ao Ceará. Os documentos devem ser entregues no prazo estabelecido sob a pena de multa diária de R$ 20 mil.

O Governo do Estado também foi intimado para se posicionar no processo.  A Ação Civil Pública foi ajuizada no último dia 6 de maio contra a Petrobras. Na ação inicial, a OAB-CE requer a indenização de R$ 980 milhões para ressarcimento de danos patrimoniais ao Estado.

Ceará Agora

Parque Botânico será reinaugurado

parquee

O Parque Estadual Botânico do Ceará será reinaugurado no próximo dia primeiro de junho, dentro da Programação alusiva a Semana Nacional do Meio Ambiente. O secretário do Meio Ambiente, Artur Bruno, viaja nessa quarta-feira, dia 13/05, ao Rio de Janeiro, levando também o gestor do Parque, Airton Mota para uma visita de reconhecimento ao Jardim Botânico do Rio de Janeiro – JBRJ –, que foi fundado em 13 de junho de 1808, pelo príncipe regente português D. João, por constituir-se um dos mais importantes centros de pesquisa mundiais nas áreas de botânica e conservação da biodiversidade.

Idealizando um Parque Botânico que tenha espaço contemplativo e de lazer, Bruno busca boas ideias e regras para um lazer diferenciado do que é praticado em parques públicos, revelando a preocupação em contemplar e ordenar as vertentes institucionais: área de lazer e de pesquisas científicas. Assim, como o Jardim Botânico conferia à época da Corte ares de ‘civilidade’ e ajudava a propagar a beleza e a exuberância da natureza brasileira, inclusive junto aos estrangeiros que aportavam na cidade, o Parque Botânico que fica localizado no município de Caucaia, na Região Metropolitana de Fortaleza, às margens da CE-090, tem muito o que ser ver para ser estudado e admirado.

Em 190 hectares de mata virgem, com 182 espécies vegetais catalagodas de biomas como caatinga, tabuleiro e mata atlântica, cerca de 63 aves, além de estrutura para realização de eventos, há no local banco de mudas produzindo 3.000 por mês, tendo hoje 10.000 unidades de 11 espécies nativas em estoque. Cada cidadão pode pegar até cinco mudas, se assim o desejar. Há um banco de germosplasma (sementes) e um orquidário. Também podem ser vistos apiários com colmeias de abelha italiana.

Programação:

01 de junho /segunda – Reinauguração do Parque Estadual Botânico do Ceará

09:00 -09:30 – Coral da Semace

09:30 – 10:00 – Apresentação dos índios Tapebas – Dança do Torém

10:00 – 10:30 - Cerimonial de abertura, com a participação do Secretário do Meio Ambiente ( Sema) - Artur Bruno; autoridades, parceiros e sociedade civil.

10:30 – 11:00 – Entrega de Certificados de Parcerias.

11:00 – 12:00 – Coffe Break.

 

Assessoria de Imprensa da Sema

Reformulação do Ronda: Policiais participam de curso com foco em acolhimento social

Ronda

A Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), por meio da Polícia Militar, iniciou, esta semana, o primeiro Curso de Excelência de Polícia de Acolhimento Social. A formação, iniciada com 155 policiais, faz parte de um dos compromissos de campanha do governador Camilo Santana, a reestruturação do Ronda.

O curso é voltado aos policiais que atuarão no Grupo de Apoio às Vítimas de Violência (GAVV) e que farão parte das 25 Unidades Integradas de Segurança (Unisegs), divididas nas seis Áreas Integradas de Segurança (AISs) de Fortaleza. “O curso treinará melhor os policiais para que, integrados com a Polícia Civil, nessa reestruturação da Ronda, consigam ter uma aproximação maior com a comunida­de e dar uma resposta mais rápida contra a ação dos bandidos”, explica o capitão Messias Mendes, professor do curso.

O curso vai até julho e conta com seis módulos, sendo eles, Polícia de Acolhimento Social; Mediação de Conflitos; Metodologia de Moderação para Identificação de Problemas e Planejamentos de Soluções; Política de Prevenção a Uso Indevido de Drogas e Entorpecentes; Direitos Humanos; e Mobilização Social.

A reestruturação do Ronda

O Ronda passa por remodelação pela SSPDS e vai ser efetivado a partir de julho deste ano. A implantação do novo modelo será gradual, primeiro em Fortaleza e depois na Região Metropolitana da Capital e Interior. O novo projeto terá como slogan “De mãos dadas com você”.

A reestruturação em Fortaleza contará com a criação de 25 Unidades Integradas de Segurança (Unisegs), divididas nas seis Áreas Integradas de Segurança (AISs) da cidade. Cada Uniseg possuirá uma companhia do Ronda e uma delegacia da Polícia Civil funcionando 24 horas.

As 25 companhias do Ronda possuirão 88 policiais cada e terão o funcionamento de um Núcleo de Policiamento e Acolhimento Social, responsável pelas políticas comunitárias, como o Ronda Maria da Penha, o Grupo de Apoio às Vítimas de Violência e visitas comunitárias com foco nas escolas e equipamentos de enfrentamento à drogadição. Além disso, Bases Móveis do Ronda serão deslocadas para pontos críticos da cidade. Estruturalmente, as companhias serão dotadas com uma van, seis viaturas, duas motos e equipamentos de comunicação.

Ao todo, serão 2.200 homens em atuação na Capital. O cronograma de implementação contempla cinco áreas em julho: Vicente Pinzón, São Miguel, Genibaú, Praia de Iracema e Bom Jardim. Ainda este ano, outras cinco áreas serão contempladas em Fortaleza. As 15 Unisegs restantes serão instaladas até setembro de 2016.

A SSPDS realiza levantamento para a criação de 28 Unisegs no Interior e 14 na Região Metropolitana de Fortaleza. A intenção é iniciar as ações na RMF e em Juazeiro do Norte e Sobral ainda este ano.

 

Assessoria de Comunicação da SSPDS

Novo presidente do Centec quer aprofundar iniciativas de extensão e formação de professores

vianaesse

Em cerimônia de posse como novo presidente do Instituto Centro de Ensino Tecnológico (Centec), o engenheiro Francisco Lopes Viana anunciou que vai aprofundar as iniciativas de extensão e de formação de professores. O discurso do presidente foi realizado em solenidade na tarde desta segunda-feira (11/5), na sede do Centec, para um público composto por autoridades, dentre elas o secretário da Ciência, Tecnologia e Educação Superior (Secitece), Inácio Arruda, além de colaboradores da instituição e familiares.

Viana deverá comandar o novo redesenho do papel do Centec, que está sendo estudado a partir do cenário de constante expansão do ensino técnico e superior no Estado. Para o secretário Inácio Arruda, o presidente irá ajudar a realizar as mudanças necessárias. “O nome de Francisco Viana foi escolhido por seu preparo, por sua trajetória e pelo seu conhecimento farto. Ele nos apoiará na implementação desta renovação do Centec, garantindo a permanência da solidez e da credibilidade da instituição”, destacou Inácio.

O secretário da Secitece também lembrou a importância da integração entre os órgãos de C&T do Estado. “Cada uma das instituições possui projetos diferentes, responsabilidades próprias, mas somos um corpo só!”, disse, mencionando que, com a posse do Centec, a nova estrutura do Sistema Secitece está completa.

O novo presidente possui mais de 40 anos dedicados à Ciência e à Tecnologia, tendo passado por instituições como Nutec e Funcap, além de ter presidido a Funceme e a Cogerh. Foi ainda secretário executivo do Conselho Estadual de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, coordenador de Ciência, Tecnologia e Projetos Especiais da Seplan (Secretaria de Planejamento e Coordenação do Estado do Ceará) e superintendente de Outorga e Regulação da Agencia Nacional de Água (ANA). Viana é engenheiro civil e Mestre em Engenharia de Recursos Hídricos pela Universidade Federal do Ceará (UFC).

Despedida

Em seu discurso de despedida, o ex-presidente do Centec, Francisco Ferrer, enfatizou a capilaridade da instituição no Ceará e seu envolvimento com instituições fortes e sólidas. “Viana, você está recebendo um instrumento simples, mas de grande importância para a C&T do Estado”, disse, destacando a abertura que o Centec tem com órgãos como o MCTI e MEC e os contratos e convênios que possui com o Governo do Estado, por meio de secretarias como a da Ciência, Tecnologia e Educação Superior (Secitece), Educação (Seduc), Cidades, do Trabalho e Desenvolvimento Social (STDS) e da Pesca e Aquicultura (SPA).

O novo gestor da instituição foi escolhido por unanimidade durante reunião do Conselho de Administração do Centec no último dia 6 de maio. Antes de ser indicado para assumir a presidência do Centec, Francisco Viana ocupava o cargo de Secretário Executivo do Conselho de Altos Estudos da Assembleia Legislativa (AL-CE).

O Instituto Centec tem a missão de promover a educação e a tecnologia em áreas estratégicas para o desenvolvimento sustentável do Ceará. Para isso, conta com 44 unidades operacionais que oferecem capacitação gratuita por meio de parceria com o Governo do Estado do Ceará, através da Secitece.

Participaram da cerimônia de posse o ex-deputado federal Ariosto Holanda, o secretário adjunto da Secitece, Francisco Carvalho, o deputado estadual Carlos Felipe e o presidente do Nutec, Francisco Magalhães.

Fonte: Assessoria de Comunicação da Secitece
Fotos: Tiago Stille

 

Assessoria de Marketing e Comunicação do Instituto Centec

Última parcela do IPVA 2015 vence na próxima quarta-feira (13)

transitocaririElizangelaSantos

Já encontram-se disponíveis no site da Sefaz (www.sefaz.ce.gov.br) os boletos para o pagamento da quarta e última parcela do IPVA 2015, que tem vencimento na próxima quarta-feira (13/05). A Secretaria lembra aos contribuintes do imposto que este ano o pagamento será, prioritariamente, realizado por meio eletrônico. Em 2015, 1.990.863 veículos foram tributados, com uma previsão de arrecadação de R$ 661,8 milhões. De janeiro a março desse ano, a Sefaz já arrecadou com o imposto o montante de R$ 395.6 milhões, 12,53% a mais que no mesmo período de 2014.
Estão isentos do imposto os veículos com mais de 15 anos de uso, veículos pertencentes a União, Estado e municípios, táxis, ônibus urbanos e metropolitanos. Como em 2014, o IPVA 2015 poderá ser pago nos cartões de crédito vinculados ao Banco do Brasil ou Bradesco. A rede arrecadadora do IPVA inclui o Banco do Brasil, a Caixa Econômica, o BNB, Bradesco, casas lotéricas e farmácias Pague Menos. Outras informações: 0800 707 8585.

 

Assessoria de Comunicação da Sefaz

Juazeiro do Norte sedia maior encontro do varejo

juazeiro

Juazeiro do Norte. Este município será palco, mais uma vez, do maior evento de varejo da região do Cariri: é a quinta edição do Encontro e Feira de Gestão e Varejo. Durante três dias, o Palácio da Micro Empresa, do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Ceará (Sebrae-CE), receberá cinco palestrantes e mais de trinta expositores, que usarão o espaço para mostrar os produtos e serviços oferecidos. A expectativa é de manter o que vinha acontecendo nas edições anteriores, lotar o evento, com a participação de mais de 1.200 pessoas.

O Evento será realizado de 19 a 21 de maio e deverá contar com a participação de empresários, estudantes e interessados nos temas, que são de grande relevância para quem trabalha com o varejo. Além disso, a presença de representantes do movimento lojista nacional e estadual, presidente da CNDL e FCDL/CE também participar abertura do encontro.

A noite de abertura vai contar com a palestra de Marcos Braun, que esteve na cidade no ano passado, por ocasião do evento Cenários do Varejo. Agora ele volta para participar do Encontro, com a palestra "A bola não entra por acaso: o que os 10 clubes mais valiosos do mundo podem ensinar para as empresas brasileiras", e com isso fará uma análise de como muitas estratégias usadas em campo e fora dele, podem ajudar no dia a dia da empresa.

Na noite seguinte, serão duas palestras: a primeira com o professor Sérgio Augusto, que traz a palestra "Big Data: Transforme os dados e a análise em uma vantagem competitiva" como uma maneira de impulsionar os empresários a ter mais atenção e transformar a empresa competitiva o bastante no segmento.

Em seguida, Claudio Lira Meirelles vai falar sobre "Internacionalização de Empresas de pequeno e médio porte". Neste ano, a CDL enviará pela primeira vez em 40 anos a primeira comitiva para uma missão internacional, que será no Panamá. Esta palestra vai mostrar as vantagens de transformar a empresa em algo internacional.

No terceiro e último dia, o primeiro palestrante tratará um tema interessante para os empresários da região: "Empresas Familiares, desafios e soluções". No Cariri, muitas empresas são familiares e Cícero Rocha vai mostrar que, mesmo com muitos desafios, existem soluções a serem tomadas. E, por último, o case de sucesso de Elton Lívio Peterlle, "Foco nas pessoas: uma história de sucesso de vida e do negócio". Ele vai falar como conseguiu ser um empresário bem sucedido, dando exemplos e motivando os participantes.

As inscrições estão abertas e, para mais informações, basta entrar em contato com a CDL Juazeiro do Norte, por meio do telefone (88) 3512-2260, ou acessar o site gestaoevarejo.Com.Br.

Palestrantes

Eis um breve relato dos palestrantes. Marcos Braun é consultor empresarial, coach e conferencista nacional. Possui vários MBAs no Brasil e EUA, em diversas áreas de gestão. Tem relevante experiência no aconselhamento e desenvolvimento de executivos e CEOs. Dentre suas experiências internacionais, o consultor fez estudos na China sobre a Economia e Produção Chinesa e na Espanha, ao estudar o Modelo de Gestão do Barcelona Futebol Clube. Atualmente, vem se firmando como o palestrante da nova geração por unir estratégia e ação prática para a tomada de decisão nas empresas. Sua comunicação é objetiva, clara e direta, mesclando bom humor e realidade empresarial.

Experiência

Sergio Augusto de Moraes Nogueira possui graduação em Engenharia Civil pela Universidade Federal do Ceará (1986) e mestrado em Administração de Empresas pela Universidade de Fortaleza (2000). Foi diretor técnico da Marketing Consultoria e Serviços de Informática Ltda (MCIS). Atualmente é professor, coordenador dos cursos de Engenharia Civil e Produção e coordenador acadêmico do Centro Universitário Estácio do Ceará. É diretor técnico-científico do Instituto de Desenvolvimento Econômico, Social e Ambiental (Indesa)e diretor da Interavision Comunicação Digital Ltda. Tem experiência na área de Ciência da Computação, com ênfase em Metodologia e Técnicas da Computação.

Claudio Lira Meirelles possui graduação em Ciências Econômicas pela Universidade Federal da Paraíba (2003), MBA em Gestão Empresarial pela Universidade Paraibana de Educação (Unipe) - 2004, mestrado em Administração pela Universidade Paulista (2013) e doutorando em Engenharia de Produção pela Universidade Paulista (início 2014). Atualmente é sócio-diretor - Baumann Comercial e consultoria em Exportação e Importação Ltda e Baumann Travel e Consultor - Comércio Exterior.

Liderança

Cícero Rocha é fundador e presidente do Instituto Empresariar, organização especializada em gestão empresarial. Colaborou por 10 anos com o Banco do Brasil como executivo. É reconhecido no mercado como conferencista pela forma prática e didática para tratar de temas complexos como gestão e liderança. É diretor do Instituto Brasileiro de Executivos de Finanças (Ibef), membro do Instituto Brasileiro de Governança Corporativa (IBGC), conselheiro da ABRH. Participa como conselheiro externo em oito grupos empresariais nos segmentos da engenharia de movimento, combustíveis, veículos, construção e prepara executivos para diversos cargos em grandes empresas no Norte e Nordeste.

Elton Lívio Petterle é especialista em Gestão de Micros e Pequenos Negócios; administrador graduado, MBA em Gestão de Negócios pela Fundação Getúlio Vargas RJ e engenheiro civil pela Universidade Federal do Paraná (UFPR). Empresário, consultor com experiência no convívio com mais de 10 mil empresas. Palestrante, pesquisador e presidente do Idebrasil. Coordenou o projeto Carajás (Vale do Rio Doce) e o Projeto de Duplicação da Cenibra.

Mais informações
CDL de Juazeiro do Norte
Rua Padre Cícero, 576, Centro
(88) 3512-2266

Diario do Nordeste - Regional

Oposição se fortalece em Santana do Cariri

santanaoposicaoOposição promete vir forte em 2016.

Em Santana do Cariri, a oposição começa a se fortalecer para em 2016 enfrentar a prefeita Danieli Machado (PSL), candidata natural a reeleição. No final de semana, Partido da Social Democracia Brasileira ( PSDB) realizou sua convenção municipal.
A surpresa porém, ficou por conta do ex-prefeito José Fernandes Maia, e seu irmão vereador Fernando Maia, atual presidente da Câmara Municipal de Santana do Cariri, que estiveram na convenção apoiando líderes oposicionistas onde afirmavam estar unidos para  derrotar a atual gestão municipal.
O ex- prefeito Jesus Werton Garcia, foi taxativo ao dizer que seria o natural candidato a prefeito nas eleições vindouras, porém caso seja impedido irá lançar seu neto Samuel Garcia.
(Com informações de Amaury Alencar)

flavio pinto

A obediência (Episódio do cristianismo popular) - Por: Emerson Monteiro

Certa vez, Jesus viajava com Pedro e alguns outros dos discípulos. Num fim de tarde, chegaram a casa distante e buscaram hospedagem. Bem recebidos pelos moradores do lugar, quiseram ficar instalados na varada ampla que circulava o edifício, mas, devido às insistências dos proprietários, aceitaram permanecer numa dependência interna, no seio da família.

Já à mesa do jantar, observaram quando um dos filhos do casal avisava que, naquela noite, sairia com destino a festa que ocorreria nas proximidades. Os pais, no entanto, lhe pediram que desistisse da ideia e ficasse em casa, pois cedo da manhã haveria trabalhos na fazenda, com o pai e os serviçais.

O rapaz insistiu a manter sua pretensão. Oferece argumento em cima de argumento, porém os pais seguram a ordem de que deixasse de lado o desejo de sair. Ainda assim, desobedecendo aos genitores, o rapaz partiria aborrecido na direção do baile.

Depois do jantar, a família atenciosa trocaria alguma prosa com os visitantes, cuidando todos, em seguida, de buscar o repouso merecido.

Mais tarde, passava da meia noite, quando bateram à porta da casa. Traziam a notícia trágica de que o rapaz fora vítima de agressão e morrera no decorrer da festa da noite, acarretando imensa dor aos familiares.

Pedro, ao seu modo, quis considerar que poderia ser equivocada a notícia, e indagou de Jesus essa outra possibilidade.

Naquela hora, Jesus pediria a Pedro que fosse até o local da festa verificar o assunto e, chegando ao local, viria, estirado no meio do povo, corpo de homem envelhecido, barbado, magro, diferente do rapaz que conheceram. 

No regresso, o apóstolo reafirmou o que dissera, de não ser mesmo o rapaz aquele homem que perdera a vida na festa.

Nisso, Jesus acrescentou: 

- Foi sim, Pedro. Foi ele. Só que agora tu viste do jeito como estaria no futuro, caso houvesse obedecido aos pais e evitado aquele infausto acontecimento. A obediência é, e será sempre, a luz de Deus na existência das pessoas. 


(Obs.: História que ouvi de Adriano Pinheiro, o que lhe contava sua avó materna, Da. Olíria Ananias de Jesus).       

Dom Fernando Panico recebeu em Juazeiro do Norte o novo bispo de Iguatu, que veio conhecer sua diocese – por Patricia Silva

Ontem, dia 11, Dom Fernando Panico, bispo de Crato,  acolheu o seu irmão no episcopado, Dom Edson de Castro Homem, nomeado semana passada como 4º bispo de Iguatu, que veio ao Ceará para ter seu primeiro contato com a realidade da nova missão que será exercida, a partir do dia 27 de junho. Desembarcando no Aeroporto Orlando Bezerra de Menezes, em Juazeiro do Norte- CE, Dom Edson visitou alguns locais de romaria, em Juazeiro do Norte, antes de continuar a viagem até Iguatu.
Dom Edson estava como bispo auxiliar da Arquidiocese do Rio de Janeiro há 10 anos e, diante de sua nomeação para a Diocese de Iguatu, disse estar feliz com a nova missão. “Fiquei muito contente, foi uma notícia que me trouxe muita alegria. Eu queria realmente já ter uma diocese e agora esse sonho foi realizado. Peço ao povo cearense que tenham amor por Cristo com uma fé viva, que saibam amar as pessoas como Jesus amou e que recebam a mim”, falou.
Além do bispo da Diocese de Crato, também estiveram na comitiva de acolhida do novo bispo de Iguatu os padres Aureliano Gondim e Cícero José da Silva , que trabalham, na Basílica Nossa Senhora das Dores, além de padres da Diocese de Iguatu que vieram até Juazeiro do Norte recepcionar seu novo pastor.

Dom Edson que conhecia Juazeiro do Norte apenas pelos noticiários de TV, se mostrou emocionado em estar próximo da fé romeira ao visitar a Basílica Nossa Senhora das Dores, o túmulo do Pe. Cícero na Capela do Socorro e o Horto. “Eu tinha muita curiosidade de estar aqui junto ao Pe. Cícero, porque aparece no noticiário lá no Rio de Janeiro uma grande multidão e aquilo é lindo. Muitos nordestinos presentes lá mantém a sua fé devido a devoção ao ‘Padim Ciço’, como você o chamam. Saio comovido com o que vi aqui e espero voltar em breve para participar de um grande dia de peregrinação. Hoje senti o clima da presença do padre e isso é muito forte”, falou.
A celebração de posse de Dom Edson na Diocese de Iguatu acontecerá na Catedral de São José, às 17h, no dia 27 de junho.
Dom Edson
Dom Edson nasceu no dia 17 de abril de 1949 no Rio de Janeiro- RJ. Recebeu a ordenação presbiteral em 1977, e episcopal em 2005. É mestre em Teologia e Filosofia, e doutor em Teologia Espiritual, pela Universidade Gregoriana de Roma, e em Filosofia, pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Seu lema é “Sufficit tibi gratia” (Basta-te a minha graça).


Edições Anteriores:

Abril ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30