xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> 07/05/2015 | Blog do Crato
.

VÍDEO - CONVERSA FRANCA - O DESCASO NO CRATO - Dihelson Mendonça ( 30-11-2017 ).
Estamos de volta com as transmissões da TV Chapada do Araripe ( E agora, com alguns programas ao vivo ). Serão vários programas abordando temas diversos, como a realidade da nossa região, do Ceará e do mundo; Programas científicos, atualidade, entrevistas, e transmissão de eventos ao vivo. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 25.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

07 maio 2015

Ceará: risco de homicídio contra jovem negro é quatro vezes maior

negro

De acordo com a pesquisa, a prevalência de jovens negros serem mais vítimas de assassinatos do que jovens brancos é uma tendência nacional

O Ceará recebeu destaque negativo no relatório Índice de Vulnerabilidade Juvenil à Violência e Desigualdade Racial ao ficar entre as quatro primeiras regiões mais vulneráveis à violência entre jovens. A pesquisa aponta que o jovem negro tem o risco de ser vítima de homicídio quatro vezes maior do que o jovem branco, no Estado. Os dados do estudo são de 2012.
A pesquisa classifica as 27 unidades da federação de acordo com a vulnerabilidade à violência dos jovens e incorpora na dimensão da violência entre jovens um indicador de desigualdade racial. De acordo com a pesquisa, o indicador é expresso pela razão entre a taxa de mortalidade violenta de jovens negros e a mortalidade de jovens brancos. Os valores mais próximos a 1 indicam maior proximidade da prevalência dessa mortalidade entre esses dois segmentos, independente da cor.
O Ceará ficou na quarta posição na escala da pesquisa de Violência e Desigualdade Social com o índice de 0,502. Os três primeiros são: Alagoas (0,608), Paraíba (0,517) e Pernambuco (0,506).
A pesquisa também fez um levantamento com destaque para o maior risco de mortalidade por homicídio entre jovens negros do que brancos. Nesta situação, o Ceará apresenta o índice de risco relativo de 4,01, ficando atrás da Paraíba (13,4), do Pernambuco (11,6), de Alagoas (8,7), do Distrito Federal (6,5), Espírito Santo (5,9) e de Sergipe (4,2).
De acordo com a pesquisa, a prevalência de jovens negros serem mais vítimas de assassinatos do que jovens brancos é uma tendência nacional: em média, jovens negros têm 2,5 mais chances de morrer do que jovens brancos no país. Chama a atenção no relatório o caso do Paraná, que se destaca como o único em que o risco de um jovem negro ser assassinado é inferior ao de um jovem branco.

Estudo

O relatório afirma que a cor da pele dos jovens está diretamente relacionada ao risco de exposição à violência a que estão submetidos. O novo índice foi calculado com base em cinco categorias: mortalidade por homicídios, mortalidade por acidentes de trânsito, frequência à escola e situação de emprego, pobreza no município e desigualdade. Os dados são de 2012.
O universo da pesquisa corresponde a todos os municípios do Brasil que, em 2012, possuíam mais de 100 mil habitantes, correspondendo a 288 localidades, com aproximadamente 107 milhões de habitantes. A categoria “negros”, foi formada pelas categorias “pretos” e “pardos” e a categoria “brancos” é formada por “brancos” e “amarelos”.
Entre esses municípios, 24 localizavam-se na região Norte, 59 no Nordeste, 139 no Sudeste, 48 no Sul e 18 no Centro-Oeste. Os componentes do Indicador de vulnerabilidade Juvenil à violência referem-se à faixa etária de 12 a 29 anos, segundo definição do Ministério da Justiça.
De acordo com a pesquisa, ao estabelecer como segmento-alvo adolescentes e jovens, é necessário que as variáveis componentes do indicador expressem as diferentes situações de vulnerabilidade à violência que atingem esses grupos. Assim, enquanto entre jovens de 15 a 29 anos o desemprego ou formas precárias de inserção no mercado de trabalho podem contribuir para sua vulnerabilidade à violência, para adolescentes com menos de 14 anos o mais importante é a condição de frequência à escola.
A pesquisa foi realizada pelo Fórum Brasileiro de Segurança e Pública, com o apoio da Unesco e da Secretaria Nacional da Juventude, do Governo Federal.

O povo

Câmara aprova projeto que dá prioridade especial às pessoas com mais de 80 anos

idosos-4

O projeto altera o Estatudo do Idoso, garantindo prioridades especiais nos serviços de saúde e em processos judiciais às pessoas com mais de 80 anosArquivo/Marcelo Camargo/Agência Brasil

A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara aprovou hoje (7), em caráter conclusivo, projeto de lei que garante prioridade especial às pessoas com mais de 80 anos. O projeto determina expressamente que essas pessoas terão prioridade nos atendimentos de saúde, exceto nos casos de emergência, e também em processos judiciais.

Se não houver recurso para apreciação no plenário da Câmara, o projeto será encaminhado diretamente à discussão e votação no Senado. De autoria do deputado Simão Sessim (PP-RJ), a proposta altera o Estatuto do Idoso, que estabelece que as pessoas com idade superior a 60 anos têm direito a tratamento prioritário.

De acordo com o parlamentar, o Estatuto do Idoso deixou uma lacuna ao não estabelecer prioridade especial para pessoas com mais de 80 anos. Segundo ele, com o aumento da expectativa de vida no Brasil, hoje já são mais de 3 milhões de brasileiros com mais de 80 anos.

Para Simão Sessim, a medida é justa socialmente e amparada na melhor lógica, "devendo ter a pessoa de quarta idade prioridade total nos serviços de saúde, tramitação de processos e em todos os direitos".

Na justificativa do projeto, o deputado informou que a legislação de 2003, que contemplou os direitos dos idosos, maiores de 60 anos, não atentou para o fato de que a diferença de capacidade, mobilidade e dificuldades dos que chegam à chamada quarta idade é muito maior que das pessoas que ainda estão na faixa dos 60 anos.

"Logo, nossa legislação contém uma lacuna, que exige correção. É preciso distinguir os maiores de 80 anos, a fim de dar a eles ainda mais prioridade do que se dá aos outros idosos”, acrescentou Simão Sessim.

Agência Brasil

Entenda as novas regras do trabalho doméstico no Brasil

domestica

Em abril de 2013, com a aprovação da Emenda Constitucional 72, os trabalhadores domésticos ficaram mais perto de alcançar direitos que já eram comuns aos demais trabalhadores brasileiros, mas que não os beneficia. A emenda, no entanto, dependia de regulamentação em diversos pontos. Projeto de lei complementar aprovado ontem (7) pelo plenário do Senado é o passo que faltava para que esses trabalhadores tenham regulamentados o direito a horas extras, Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), multa em caso de demissão sem justa causa e adicional por trabalho noturno, entre outros.

Veja abaixo os principais pontos do projeto, que precisa ser sancionado pela presidenta Dilma Rousseff, e entenda as mudanças na relação entre patrões e empregados:

>>Encargos para o empregador

Atualmente, o único encargo obrigatório que o empregador tem em relação ao empregado doméstico é a contribuição para a Previdência Social. Os empregadores pagam 12% e os empregados, entre 8% e 11%, dependendo do valor do salário. O empregador paga as duas contribuições em uma guia de recolhimento e desconta a parte do empregado na hora de pagar o salário. Com a nova lei, a alíquota do INSS a ser recolhida pelo empregador caiu para 8% (a do empregado também passou a ser fixa, de 8%), mas ele passará a recolher também 8% para o FGTS, 3,2% para o fundo que arcará com a multa em caso de demissão sem justa causa e 0,8% para uma espécie de seguro para acidentes de trabalho.

O total de 20% sobre o salário do empregado deverá ser recolhido pelo empregador em uma única Guia de Recolhimento da União (GRU). O chamado Super Simples Doméstico estará ligado a um sistema encarregado de calcular os encargos e fazer o pagamento de forma eletrônica, além da possibilidade de renegociação dos débitos do empregador com o empregado. O empregador já é obrigado - e continuará sendo - a pagar férias e 13º salário aos empregados domésticos.

>>Multa por demissão injustificada

A partir de agora, o empregado doméstico terá direito à multa de 40% sobre o saldo do FGTS se for demitido sem justa causa. No entanto, a multa não será paga pelo empregador, como acontece com os demais trabalhadores. Os empregados receberão a multa pela Caixa Econômica Federal, junto com o FGTS, se desejarem sacá-lo no momento da demissão.

Os empregadores, no entanto, são obrigados a contribuir com 3,2% do salário do empregado todo mês para garantir o saldo da multa. Se a demissão acontecer por justa causa, ou em caso de morte ou aposentadoria, os empregadores poderão receber de volta a contribuição que fizeram para este fundo.

>>Horas extras e adicional noturno

O texto aprovado no Senado estabelece que os empregados domésticos deverão receber em dinheiro as primeiras 40 horas extras que fizerem dentro de um mês. Depois disso, as demais horas poderão ser pagas em dinheiro ou acumuladas em um banco de horas a ser compensado no período máximo de um ano.

Em caso de viagens com a família do empregador, o empregado poderá compensar as horas extras realizadas em outros dias, mas deverá receber adicional de 25% em sua remuneração. Nesses casos, o empregador não poderá descontar as despesas com alimentação, transporte e hospedagem do empregado. Também ficou estabelecido que o adicional noturno deverá ser pago quando eles trabalharem no período entre 22h e 5h, conforme as regras que já existem para outros trabalhadores.

>>Jornada de trabalho e férias

Os empregados domésticos terão jornada de trabalho de 44 horas semanais, sendo até oito horas por dia – em caso de horas extras, eles poderão fazer até duas por dia. Assim, se cumprirem oito horas de segunda a sexta-feira, no sábado deverão trabalhar apenas quatro horas.

O horário de almoço poderá ser reduzido para 30 minutos, desde que sejam liberados do trabalho também 30 minutos mais cedo. Os vigilantes noturnos, cuidadores de idosos ou outros que trabalhem à noite, deverão ter jornada de trabalho de 12 horas intercalada por 36 horas de descanso.

Todos os empregados domésticos têm direito a férias de 30 dias por ano, que poderão ser parceladas em até dois períodos de, no mínimo, 14 dias cada um. No primeiro período, deverá ser pago o valor de um terço do salário.

>>Obrigações do empregado

Os empregados domésticos deverão pagar contribuição sindical equivalente a um dia de trabalho por ano. Eles não são obrigados a pagar aluguel se morarem no imóvel onde trabalham, mas se residirem em outro imóvel de propriedade do empregador poderão ter o aluguel descontado do salário, se isso for acordado.

Eles não poderão pedir usucapião de imóveis do empregador em que eventualmente residam. Também fica vedada a possibilidade de penhora de bens do empregador doméstico para quitação de dívidas trabalhistas. Os empregados também ficam obrigados a dar aviso prévio, em caso de pedido de demissão, e poderão pagá-lo ou recebê-lo proporcionalmente.

>>Renegociação de dívidas

Pela lei que está em vigor atualmente, os empregadores já são obrigados a recolher a contribuição previdenciária dos empregados. A nova lei prevê a possibilidade de renegociação das dívidas de quem não fez o recolhimento para o INSS de débitos vencidos até 30 de abril de 2013.

Em até 120 dias, o governo deverá criar o Programa de Renegociação Previdenciária dos Empregados Domésticos (Redom), pelo qual os débitos poderão ser financiados em parcelas mínimas de R$ 100 em até 120 meses, com abatimento de 100% das multas de mora e de ofício e 60% dos juros. O não pagamento de três parcelas consecutivas implicará em rescisão do parcelamento.

>>Detalhes do contrato de trabalho

Fica caracterizado o vínculo empregatício em casos de prestação de serviços domésticos acima de duas vezes na semana em uma mesma residência. O empregado doméstico poderá ser contratado em regime de experiência por até 90 dias. Ele deverá ter acima de 18 anos. O auxílio-transporte poderá ser pago em vale ou dinheiro.

Agência Brasil|

Região Nordeste registra maior taxa de desocupação do país, diz IBGE

 graficos-crescimento-positivo-seta

 

A Região Nordeste registrou no primeiro trimestre do ano a maior taxa de desemprego do país, com 9,6% de pessoas desocupadas. O resultado 1,7 ponto percentual superior à taxa média de desemprego do país, que fechou os três primeiros meses do ano em 7,9%.

A menor taxa de desocupação foi registrada na Região Sul, com 5,1% da população em idade ativa desempregada. Entre as unidades da federação, o Rio Grande do Norte registrou a maior taxa de desemprego (11,5%) e Santa Catarina, a menor (3,9%).

Os dados constam da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio Contínua (Pnad Contínua), divulgada hoje (7), pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que pela primeira vez traz as informações completas sobre o mercado de trabalho para Brasil, grandes regiões e unidades da federação.

As análises do IBGE apontaram diferenças significativas na taxa de desocupação entre homens e mulheres, comportamento verificado também nas cinco grandes regiões. Pelo estudo, no primeiro trimestre a taxa de desocupação para os homens foi estimada em 6,6%, enquanto para as mulheres este percentual ficou em 9,6%.

De janeiro a março, o nível da ocupação dos homens foi estimado em 67,4% e o das mulheres, em 45,9%. “Este comportamento diferenciado deste indicador foi verificado nas cinco grandes regiões, com destaque para o Norte, onde a diferença entre homens e mulheres trabalhando foi a maior (69,5% para homens e 42,8% para mulheres), e a Sul com a menor diferença (70,5% para homens e 51,3% para mulheres)”, enfatizou o instituto.

Entre os jovens de 18 a 24 anos de idade, a taxa de desocupação ficou em 17,6%, patamar elevado em relação à taxa média total (7,9%). O alto índice de desemprego nesta faixa etária foi observado  tanto para a média no Brasil, como para as cinco grandes regiões.

Já o nível da ocupação do grupo etário de 25 a 39 anos foi estimado em 74,9% e para o grupo etário de 40 a 59 anos, em 69,3%. Entre os jovens de 18 a 24 anos, esta estimativa é 56%. Entre os menores de idade, de 14 a 17 anos, esta estimativa foi 15,4%, enquanto para o grupo com 60 anos ou mais, 22%.

Em uma análise que considera o grau de instrução do brasileiro, os números revelam que a taxa de desocupação para o contingente de pessoas com ensino médio incompleto (14%) foi superior à verificada entre os demais níveis de instrução. Para o grupo de pessoas com nível superior incompleto, a taxa foi estimada em 9,1%, praticamente o dobro da verificada para aqueles com nível superior completo (4,6%).

Os dados da Pnad Contínua revelam uma tendência: nos grupos com níveis de instrução mais altos, a taxa de ocupação é mais elavada. No primeiro trimestre, o grupo das pessoas com nível superior completo registrou nível de ocupação de 78,6%, enquanto no grupo de pessoas sem nenhuma instrução, o percentual de ocupação caiu para 30,9%

Agência Brasil

Pelé é internado em hospital de São Paulo

pele

O ex-jogador de futebol Edson Arantes do Nascimento, o Pelé, de 74 anos, está internado no Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo.

Segundo boletim médico divulgado no início da noite de hoje (7), Pelé foi submetido a um procedimento cirúrgico na próstata, chamado de ressecção transuretral. De acordo com o boletim, o ex-jogador já está no apartamento e apresenta quadro estável.

No dia 9 de dezembro do ano passado, Pelé recebeu alta do Albert Einstein, após ser internado, em novembro, com infecção urinária. Em 13 de novembro, foi submetido, no mesmo hospital, a uma cirurgia para retirada de cálculos renais.

À época, durante os exames, constatou-se que o problema era causado por cálculos renais, ureterais e vesicais, o que causa obstrução do fluxo urinário.

Agência Brasil

Ministro da Fazenda garante: Brasil não corre risco de recessão semelhante aos países europeus

EQUIPE ECONOMICA/ANUNCIO

“O corte de gastos públicos posto em prática neste ano não corre o risco de aprofundar a recessão econômica e criar um quadro semelhante ao das economias europeias, disse hoje (7) o ministro da Fazenda, Joaquim Levy. Em seminário no Tribunal de Contas da União (TCU), ele disse que as realidades econômicas são diferentes e reiterou que o Brasil voltará a crescer depois de atingir o equilíbrio fiscal.

Segundo o ministro, a Europa atravessa escassez de demanda, ao contrário do Brasil, que antes do ajuste fiscal enfrentava uma inflação decorrente de economia superaquecida. “A Europa é completamente diferente do Brasil. Lá, não tem inflação. Já mostra diferença. Aqui, tínhamos excesso de demanda, não escassez de demanda”, explicou o ministro no evento, que discute os 15 anos da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).

O ministro respondeu a uma pergunta sobre a possibilidade de o ajuste fiscal aprofundar a recessão da economia. Em diversos países europeus, os governos têm tido dificuldades de ajustar as contas públicas, porque o corte de gastos públicos reduz a atividade econômica. Com a queda na arrecadação decorrente da menor produção e do menor consumo, os países têm maior dificuldade para equilibrar as contas públicas.

Para Levy, as razões que levaram ao baixo crescimento na Europa não se resumem ao corte de gastos públicos, mas a problemas estruturais, como a estagnação do mercado de trabalho. “Na Europa, existem outras razões por que a economia não tem crescido. Eles precisam fazer mudanças estruturais que vão além do fiscal. No caso do Brasil, são necessárias medidas difíceis, indispensáveis, mas a economia vai reagir positivamente”, destacou.

Apesar de considerar o ajuste fiscal a principal medida necessária, no momento, para a economia brasileira, o ministro defendeu outras reformas, como o realinhamento de preços administrados (como combustíveis e energia) e a retomada do programa de concessões. Para ele, a correção de rumos na política econômica fará o país voltar a crescer, porque trará clareza para os empresários ampliarem os investimentos e criarem empregos.”

(Agência Brasil)

Setor de Flores cresce 11% em um ano no Ceará

Flor1

Apesar da crise econômica, o setor de floricultura do Ceará segue em franco crescimento no Estado. Segundo dados do Instituto Brasileiro de Floricultura (Ibraflor), de 2013 para 2014, aumentou em 11% seu faturamento, passando de R$ 141,125 milhões para R$156,933 milhões. O resultado coloca o mercado cearense como o oitavo no Brasil, em valores comercializados. 
Esse desempenho deve ser potencializado em virtude da comemoração do Dia das Mães, uma vez que as flores representam 7,3% das intenções de compra do fortalezense, de acordo com uma pesquisa divulgada pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Ceará (Fecomércio-CE). Em busca de maior variedade e melhores preços, muitos consumidores apostam nas feiras temáticas, comuns neste período. Uma delas é a tradicional Feira Flor e Artesanato Dia das Mães, que chega a sua 31ª edição este ano. 
O Coordenador do Setor de Floricultura do Instituto Agropolos do Ceará, Alexandre Maia, destaca que, para os produtores, a feira representa uma importante oportunidade de divulgação de produtos e de fechamento de parcerias. “A feira estimula o consumo, pois o produtor realiza negócios diretamente com o consumidor final, sem a necessidade de atravessadores. Isso barateia o custo dos produtos e ajuda a divulgar ainda mais o produto ‘flor’ junto à população”, afirma Alexandre.
Ainda segundo o coordenador do Agropolos, atualmente, destacam-se no mercado cearense a produção de rosas, na região da Ibiapaba, e de Crisântemos, tanto na serra de Ibiapaba como na região serrana do Maciço de Baturité. “O cultivo de flores e folhagens tropicais, forte no Maciço de Baturité, também é muito importante para o Ceará”, finaliza.
Feira
A 31ª edição da exposição Feira Flor e Artesanato na Ceasa terá como tema o Dia das Mães. O evento que é realizado pela Centrais de Abastecimento do Ceará (Ceasa/CE), acontecerá nos dias 7, 8 e 9 de maio, das 7h às 13h, no entreposto de Maracanaú. O evento reunirá cerca de 30 expositores, entre produtores e comerciantes de flores e artesãos com o objetivo de promover os produtos cearenses e proporcionar à população a possibilidade de prestigiar e presentear amigos e familiares a preços acessíveis. 
Entre os produtos, que devem variar de R$2 até R$ 60, estarão as flores de vaso e de corte, plantas ornamentais, exóticas, arranjos, aromáticas, medicinais e orquídeas, além de trabalhos em crochê, bonecas de pano, arranjos, biscuit e produtos em madeira. Durante a feira haverá oficinas de nutrição de plantas, montagem de arranjos, pintura e biscuit. As aulas serão ministradas pelos próprios produtores de flores e artesãos de Maracanaú. Os interessados podem se inscrever no local nos dias da feira.
Este ano, a feira terá o apoio da Secretaria Municipal de Saúde de Maracanaú que ofertará os serviços de aferição de pressão, testes rápidos de HIV e Sífilis, orientações sobre câncer de boca, higiene bucal, saúde da mulher e distribuição de preservativos. Haverá também a presença de agentes de endemias orientando sobre a prevenção contra a dengue. A entrada da 31ª Feira Flor e Artesanato na Ceasa é gratuita. O evento acontece no Pátio Coberto da Ceasa, entre os Bancos do Brasil e Bradesco, e espera alcançar uma arrecadação de pelo menos R$ 30 mil.
Serviço:

Data: 7, 8 e 9 maio 
Horário: 7h às 13horas
Endereço: Ceasa (Av. Mendel Steinbruch, S/N. Pajuçara – Maracanaú/CE)
Contato: 85 3299.1701 / 3299.1237/ 88174743
Entrada: gratuita

Assessoria de Comunicação da Ceasa Ceará

Fósseis do Cariri são resgatados

fosseimuseu

O Museu de Paleontologia de Santana do Cariri é um dos espaços com condições de receber as peças, apreendidas há cerca de dois anos, e que agora começam a ser devolvidas

Fotos: Elizângela Santos

Crato. Cerca de 3 mil fósseis apreendidos pela Polícia Federal (PF) durante uma operação, em São Paulo, estão sendo devolvidos ao Cariri. O material foi pego com integrantes de uma quadrilha internacional, em 2013, no interior de Minas Gerais. De lá para cá, pesquisadores da Universidade Regional do Cariri (Urca) têm solicitado o resgate desse material.

Esta é a maior restituição de fósseis já registrada na história da região, mesmo com a redução drástica do tráfico. O material é avaliado, no mercado negro, por U$ 7 milhões, e, com isso, acabou inibindo mais ainda a ação das quadrilhas especializadas na região.

A Justiça Federal acatou recentemente o pedido para devolução das peças. A primeira etapa envolveu material que se encontrava no almoxarifado da sede da PF, em Juazeiro do Norte, entregue durante esta semana. Foram 68 fósseis devolvidos, incluindo cinco crânios de pterossauros e exemplares de peixes raros. Mais 2.928 fósseis se encontram ainda no Departamento de Geografia da Universidade de São Paulo (USP) e deverão se encaminhados para o Cariri.

Essa é uma das maiores apreensões realizadas pela PF nos últimos anos, com material fóssil da Bacia Sedimentar do Araripe (Abaiara, Crato, Jardim, Nova Olinda e Santana do Cariri) e a maior remessa de material extraído da região devolvido para ser encaminhado à Urca. O professor Álamo Feitosa é o fiel depositário das peças, e foi pessoalmente à PF para resgatar as caixas contendo os exemplares de diversas tipologias de fósseis, na terça-feira, acompanhado de estudantes que atuam no Laboratório de Paleontologia da Urca, o qual coordena, e do vice-reitor da instituição, Patrício Melo.

Segundo o coordenador do Laboratório de Paleontologia, todo esse material daria para montar um museu. Ele destaca a conquista para a região. "Esse foi um grande passo para desarticular quadrilhas especializadas que ainda atuavam na região do Cariri. Essa apreensão com certeza descapitalizou esse grupo", diz .

Entre essas peças, foi divulgado, no ano passado, o esqueleto do pterossauro mais completo já encontrado na Bacia Sedimentar do Araripe, por pesquisadores da USP, raro exemplar de Tupandactylus imperator, com cerca de 115 milhões de anos. O material foi destinado pela Justiça Federal à USP.

Importância

A iniciativa da Urca, conforme Álamo, tem justificativas importantes, já que a universidade, ao longo dos anos, vem desenvolvendo importante trabalho de pesquisa para preservar a riqueza fossilífera da Bacia Sedimentar do Araripe. Além disso, conta com o projeto do Geopark Araripe, reconhecido internacionalmente, e o Museu de Paleontologia de Santana do Cariri, para onde será destinado o material, após triagem no Laboratório de Paleontologia, no campus da Urca, no Pimenta, em Crato.

A operação para prender a quadrilha foi realizada nos Estados de São Paulo, Minas Gerais e Ceará. O material seria destinado a São Paulo para depois ser levado para os Estados Unidos, onde seria montado um museu particular com as peças. As investigações da Polícia vinham sendo realizadas desde 2012. Entre os integrantes do grupo, foram acusadas 13 pessoas, incluindo oito brasileiros, três alemães e dois franceses. Desse grupo, estão presos dois estrangeiros.

Ainda não há data para o resgate das peças de São Paulo, mas o professor Álamo destaca o grande trabalho para se fazer de agora por diante, com a triagem do material, e poderão ser divulgadas novas descobertas, por conta da grande e importante variedade de peças. O procedimento agora será por conta da PF, que vai receber o material da USP, para encaminhar à Polícia Federal em Juazeiro do Norte.

Sensibilização

"Não tenho dúvida de que vivenciamos hoje uma situação diferente de 1970. O povo caririense não tinha ideia do valor desses fósseis, como agora", afirma Álamo. Na época, utilizavam peças até como adornos. O pedido teve também o objetivo de sensibilizar as autoridades quanto ao Cariri ter espaços ideais para que esse material fosse estudado, além da grande importância da Paleontologia na região, contando com o museu, em Santana do Cariri, importante equipamento que recebe cerca de 20 mil pessoas por ano. Ele ressaltou a importância do equipamento para o desenvolvimento do turismo científico na região.

Além dos famosos pterossauros do Araripe, há espécies de crocodilos, dinossauros, libélulas, peixes raros, anfíbios, muitos insetos e plantas, principalmente na remessa que se encontra em São Paulo.

Mais informações:
Universidade Regional do Cariri (Urca)
Rua Cel. Antônio Luis, 1161
Bairro Pimenta - Crato
(88) 3102-1212 / 3102-1204

Elizângela Santos
Colaboradora

Diario do Nordeste - Regional

Obras de infraestrutura recupera ruas em Barbalha

 

DSCF3854

A prefeitura recupera várias ruas em Barbalha (Foto: Divulgação)

A Prefeitura de Barbalha continua com os serviços constantes de melhorias das vias públicas, como estradas, ruas e avenidas na zona urbana e rural, inclusive retomaram recentemente, os serviços de pavimentação com calçamento na estrada do Barro Vermelho, cujos serviços de pavimentação estão bem adiantados.
Diversos pontos da cidade, nos bairros e comunidades também recebem melhorias, como reparos de calçamentos, drenagens e limpezas. No Parque Bulandeira, a pavimentação (calçamento) em pedra tosca estar em andamento. O exemplo das Ruas Nossa Senhora de Lourdes, antiga rua projetada R- que recebe 1.476,00M²; a Rua Projetada B – com 1.85100M²; a Projetada D – com 1.759,00M²; a Projetada N – com 1.660,00M²; a Projetada Q – com 3.140,00M² e a Rua Projetada R – com 1.476M².
Obras de drenagens também vêm sendo feitas em várias áreas do município, na Rua Antônio Alexandre com a Rua T 22 no bairro Santo André com divisão ao bairro Bela Vista.
O prefeito José Leite disse que quer intensificar o trabalho de melhorias das vias públicas cada vez mais, principalmente as que necessitam de reparos e construir

Flavio Pinto News

Banda Nazirê é atração desta "Quinta Cultural" do Cariri Garden Shoppingo

nazire

 

Foto: Divulgação.

A banda de reggae Nazirê faz o som do Quinta Musical, nesta quinta-feira (7), no Cariri Garden Shopping, a partir das 19 horas. O show acontece na Praça de Alimentação e é inteiramente gratuito para o público, que deseja fazer parte desse grande momento. A banda composta de nove músicos, incluindo as três vocalistas Géssica Alencar, Jordânia Martins e Ranny Ramos, vem chamando a atenção pelo excelente repertório autoral e músicas bastante executadas em rádios locais e divulgação em redes sociais.
Para se ter uma ideia da trajetória do grupo, somente este ano, por meio de um vídeo gravado com a música Acorda pra Vida, que tem sido carro-chefe dos shows do grupo, já foram contabilizadas quase 11 milhões de visualizações, no Brasil e em outros países. E o trabalho continua para os integrantes incansáveis desta banda que tem divulgado para a nação regueira o melhor da música da raiz, inspiradas nos grandes nomes do gênero musical, a exemplo de Bob Marley. A Banda Nazirê gravou recentemente música em estúdio, na Capital Cearense, Fortaleza, e agora segue com agenda de shows por várias cidades, incluindo o Ceará e estados vizinhos como Pernambuco e na Bahia.
Esta é a segunda apresentação do grupo no Cariri Garden Shopping. A primeira aconteceu no ano passado, surpreendendo o próprio grupo e também o público com a grande performance das meninas regueiras.

Flavio Pinto News

NEO OPOSIÇÃO OPORTUNISTA DO CRATO



Onde estava a NEO OPOSIÇÃO Oportunista do Crato durante os 3 últimos anos em que se batalhou arduamente para mostrar os descasos desta administração ? Estavam escondidos, na sua covardia característica, porque eles só aparecem para tirar fotos de CONCHAVOS em época de eleição. Alguns balançaram até o rabo para o prefeito quando o assunto lhes compensaria para financiar os seus projetos, agora, querem posar de oposição. São meros OPORTUNISTAS que o Crato sempre conheceu ! Separem o joio do trigo e vejam quem realmente foi oposição desde o primeiro momento e lutou pelas causas da população do Crato - Fiquem de olho nos ratos de eleição ! Porque vêm muitos aí querendo enganar o povo !

Por: Dihelson Mendonça
www.blogdocrato.com


Crescendo igual a rabo de cavalo: Petrobras cai de 30º para 416º lugar em lista de maiores do mundo

Ranking da Forbes reúne as 2.000 maiores companhias do mundo. Itaú Unibanco é empresa brasileira melhor colocada, no 42ª posição.
A Petrobras caiu quase 400 posições na lista das 2.000 maiores empresas do mundo publicada anualmente pela revista Forbes. A petroleira despencou da 30ª para a 416ª posição em relação ao ano passado. No ranking de 2013, a companhia ficou em 20º lugar. Em 2012, a gigante brasileira de petróleo aparecia no 10º lugar. revista destaca a Petrobras como uma das "maiores perdedoras de alto perfil" do ano, citando os "escândalos contábeis e de corrupção"
A estatal teve seus ativos avaliados em US$ 298,7 bilhões, ante a um valor de US$ 319,2 bilhões em 2014. Já o valor de mercado da companhia despencou em 1 ano de US$ 86,8 bilhões para US$ 44,4 bilhões. O Brasil também diminuiu a sua participação na lista desse ano. O número de empresas brasileiras caiu de 25 para 24.O Itaú Unibanco é empresa brasileira melhor colocada no ranking, aparecendo na 42ª posição. Na sequência, estão Banco Bradesco (61º lugar), Banco do Brasil (133º lugar) e Vale (413º lugar).

Coisas desta "ré–pública": deputados fazem panelaço dentro da Câmara após votação de MP

Também depois da aprovação, deputados oposicionistas também cantaram “o PT pagou com traição a quem sempre te deu a mão”
Fonte: site Terra
Seguindo o exemplo do que foi feito durante a exibição do novo programa do PT na televisão, nesta terça-feira (5) , um grupo de deputados que votou contra a medida provisória 665, que muda regras de acesso ao seguro-desemprego, abono salarial e seguro defeso de pescadores - cujo texto principal foi aprovado por 252 a 227 votos na noite desta quarta-feira (6) - realizou um pequeno panelaço dentro da Câmara dos Deputados nesta noite.
Também depois da aprovação, deputados oposicionistas cantaram “PT pagou com traição a quem sempre te deu a mão”, no ritmo da música Vou festejar, composta por Jorge Aragão e conhecida na voz de Beth Carvalho. Os parlamentares seguravam cartazes com carteiras com imagens de carteiras de trabalho. A medida faz parte do pacote de medidas do ajuste fiscal promovido pelo governo Dilma Rousseff, para tentar equilibrar as contas públicas. A discussão começou durante a tarde e foi interrompida em duas ocasiões por manifestações e confusões envolvendo deputados.
Postado por Armando Lopes Rafael

Edições Anteriores:

Dezembro ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 30