xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> 19/03/2015 | Blog do Crato
.

VÍDEO - VÍDEO DE LANÇAMENTO - Em breve, as novas transmissões TV Chapada do Araripe. Espero que curtam o vídeo de lançamento abaixo, em que há uma pequena retrospectiva de alguns trabalhos, reportagens já feitas ao longo dos muitos anos que fazemos reportagens. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 24.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

19 março 2015

Datafolha: Reprovação de Dilma aumenta em todas as regiões e segmentos sociais do país e atinge 62%


Para não dizer que não, tem uma notícia boa, sim, para a presidente Dilma Rousseff na pesquisa do instituto Datafolha publicada, hoje, pelo jornal Folha de S. Paulo: a aprovação do Congresso é menor do que a dela. Ouvidos 2.842 eleitores em todo o país nas últimas 48 horas, apenas 9% consideram ótimo ou bom o desempenho do Congresso. Para 50% deles, o desempenho é ruim e péssimo. Quanto a Dilma... No terceiro mês do seu segundo mandato, 62% dos brasileiros classificam como ruim ou péssima a gestão de Dilma. Somente há 22 anos, quando Collor estava perto de ser deposto, houve uma desaprovação maior. A dele chegou a 68%. A impopularidade de Dilma subiu de fevereiro para cá 18 pontos se comparada à pesquisa anterior do próprio Datafolha. Somam 13% os que consideram o governo de Dilma ótimo ou bom. A mais baixa taxa de aprovação de Lula nos seus dois governos foi de 28% em dezembro de 2005, ainda por efeito do escândalo do mensalão – o pagamento de propina a deputados federais para que votassem como o presidente queria. A de Itamar Franco foi de 12% antes do lançamento do Plano Real, em 1993. Em 1999, depois da desvalorização do real como moeda, a aprovação de Fernando Henrique Cardoso desabou para 13%.

A popularidade de Dilma está indo para o buraco em todas as regiões do país e em todos os segmentos sociais.

As taxas mais altas de rejeição dela estão nas regiões “Centro-oeste (75%) e Sudeste (66%), nos municípios com mais de 200 mil habitantes (66%), entre os eleitores com escolaridade média (66%) e no grupo dos que têm renda mensal familiar de 2 a 5 salários mínimos (66%)”, segundo a Folha. A maior taxa de aprovação está na região menos populosa do país – o Norte, com 21%. No Nordeste, que ajudou a eleger e reeleger Dilma no ano passado, agora só 16% dos seus habitantes aprovam o governo de Dilma. ¨

De 0 a 10, Dilma obteve nota 3,7.

“Com exceção dos simpatizantes do PT e de seus próprios eleitores, todos os demais segmentos socioeconômicos, políticos ou demográficos reprovam majoritariamente o desempenho de Dilma. Mesmo nos estratos mais beneficiados pelas políticas sociais do governo, a rejeição disparou”, escrevem Mauro Paulino, Diretor-Geral do Datafolha, e Alessandro Janoni, Diretor de Pesquisas. De 55% em fevereiro, passou para 60% o índice de pessimismo dos brasileiros com o futuro próximo da economia. É o índice mais alto desde 1997, no governo Fernando Henrique. O desemprego tende a aumentar (69%). Bem como a inflação (77%).

G1


Polícia prende duas pessoas com 2,1 mil caixas de comprimidos abortivos no Crato


citotec


A Polícia Civil do Estado do Ceará realizou, na manhã desta quarta-feira (18), a segunda parte da “Operação Máfia do Cytotec” desencadeada por policiais civis do município do Crato. No total, cerca de 2,1 mil caixas de medicamentos de procedência ilícita foram apreendidas e duas pessoas foram presas. As ações ocorreram nos bairros Santa Luzia e Seminário no Crato.
Foram cumpridos mandados de busca e apreensão e de prisão nas residências de Vinícius Tavares Alves, 26 anos, sem antecedentes criminais, na Rua Francisco de Sousa Brasil – no bairro Santa Luzia, e de Carlos Victor Araújo Bezerra Almeida, 33 anos, o “Vitão”, que já responde por violência doméstica, na Rua Audízio Teles Pinheiro, no Seminário.
Nas residências vistoriadas, a Polícia encontrou 10 mil comprimidos divididos em cerca de 2,1 mil caixas de medicamentos. “Os remédios não possuem notas fiscais, a procedência é desconhecida. Isso torna o caso um crime hediondo. Como não se sabe nem a procedência, não podemos afirmar se são medicamentos verdadeiros ou falsos”, declarou Diogo Galindo, delegado municipal do Crato.
A dupla foi conduzida a sede da delegacia da cidade, onde foi autuada em flagrante por venda de substancia medicamentosa de procedência ignorada – prática considerada como crime hediondo, e por venda de medicamentos vencidos. Durante as investigações, a Polícia descobriu que eles distribuíam os remédios em toda a região do Cariri e nos Estados do Piauí e da Paraíba.
(Ascom)



Justiça decreta indisponibilidade de bens de ex-prefeito de Campos Sales e dos demais presos na Operação Cristinópoles


paulonei

Paulo Nei foi prefeito de Campos Sales por três legislaturas
Ainda sobre as prisões do ex-prefeito de Campos Sales, Paulo Nei Martins e seu filho Cristian Martins, a Justiça Federal decretou a indisponibilidade dos bens de todos os acusados presos na Operação "Cristianópoles", realizada nesta terça-feira (17), naquele município. A medida é para que os acusados não se desfaçam de seus bens enquanto o inquérito é apurado pelo Ministério Público Federal e pela Polícia Federal.
Durante a coletiva realizada ontem (17), na delegacia regional da PF, em Juazeiro do Norte, a delegada Josefa e o procurador federal Celso Leal informaram aos jornalistas que a operação foi um sucesso, principalmente pela quantidade de material e documentos apreendidos nas casas dos acusados e na emissora de rádio pertencente ao ex-prefeito Paulo Nei.
Os ex-secretários de finanças, César Lima; e Luzeilton Santiago (obras) também estão sendo investigados no inquérito policial por fraude em licitações, desvio de recursos públicos federais e enriquecimento ilícito.
O nome dado a operação (Cristianópoles) foi uma referência ao condomínio de alto padrão construído pelo filho (Cristian) do ex-prefeito de Campos Sales, Segundo as investigações do Ministério Público Federal (MPF) e da Polícia Federal há fortes indícios de que o empreendimento foi construído com recursos públicos.
Todos os acusados foram liberados após prestarem depoimentos na PF, em Juazeiro do Norte. O inquérito continua sendo apurado e caso sejam condenados podem pegar até 10 anos de prisão.

Fonte: Flavio Pinto


Crato discute mobilidade urbana

mobilidadecrato

Crato A necessidade de se construir mecanismos que garantam a efetivação da Política Nacional de Mobilidade Urbana, bem como a criação de ciclofaixas e ciclovias, neste município, foi o tema da audiência pública, realizada no início desta semana, na Câmara Municipal.
A reunião, que contou com a participação de vereadores, representantes de grupos de ciclistas, da Universidade Regional do Cariri (Urca), Departamento Municipal de Trânsito (Demutran) e das secretarias municiais de Meio Ambiente e Cidade, também expôs a urgência em relação à revisão do Plano Diretor do Município, bem como da criação do Plano Municipal de Mobilidade Urbana.
A Lei Nº12.587/2012, que institui as diretrizes da Política Nacional de Mobilidade Urbana, determina como atribuições aos municípios com índice populacional acima de 20 mil habitantes a criação do Plano de Mobilidade Urbana, integrado e compatível com os respectivos planos diretores, no prazo máximo de três anos da vigência da Lei.
Estabelece, ainda, que os municípios que não tenham elaborado o Plano na data de sua promulgação contarão com o prazo máximo de três anos de sua vigência para fazê-lo. Findo o prazo, ficam impedidos de receber recursos federais destinados à mobilidade urbana até que atendam à exigência da Política Nacional de Mobilidade Urbana.
Embora o município já tenha aprovado, por meio da Lei Municipal Nº 2.844/2013, a criação do Sistema Cicloviário, que prevê a instituição da rede viária para o transporte por bicicletas, formada por ciclovias, ciclofaixas, faixas compartilhadas e rotas operacionais de ciclismo, além de locais específicos para estacionamento, bicicletários e paraciclos, não há, até o momento, nenhum destes equipamentos construído como forma de se garantir as condições seguras para a prática do ciclismo e do uso da bicicleta como meio de locomoção diária.
Ciclovias
Para o vereador Thiago Esmeraldo, autor do requerimento que resultou na realização da audiência pública, é preciso dar celeridade à aplicabilidade da Lei Municipal, garantindo, a partir daí, o funcionamento do Plano Nacional de Mobilidade Urbana em Crato. O parlamentar também aponta a necessidade da construção de ciclovias ou ciclofaixas nas rodovias de responsabilidade do Estado. Recentemente, por meio de aprovação do Plenário da Casa Legislativa, foram encaminhados requerimentos solicitando que o Governo do Ceará construa ciclovias e áreas de passeio na Rodovia Vicente Teles, que liga a sede municipal ao distrito de Santa Fé, bem como na Rodovia Padre Cícero, estrada que liga os municípios de Crato e Juazeiro do Norte.
"Eu creio que seja possível avançar rapidamente nesta questão aqui no município. Como resultado da audiência, já temos a garantia de um encontro envolvendo o Executivo e os seguimentos interessados na efetivação das ciclovias. Quanto mais célere for o planejamento e a aplicação do Plano Municipal de Mobilidade Urbana, mais rápidas serão as liberações de recursos da União em benefício do Plano Diretor do Município. É necessário, também, que o Estado faça sua parte e construa tais equipamentos nas obras de sua responsabilidade", avaliou o vereador.
Residente em Juazeiro do Norte, a professora do curso de Design da Universidade Federal do Cariri (UFCA), Aglaize Damasceno, que pratica ciclismo há cerca de 14 anos, também compareceu à audiência pública, realizada na Câmara de Crato. Autora do Projeto Ciclos, que discute a necessidade da criação de mecanismos em torno da Mobilidade Urbana, ela ressaltou a importância da participação popular na discussão do tema.
"É preciso que sejam criadas comissões que possam debater com maior profundidade essa questão da Mobilidade Urbana. E mover as comunidades para dentro dos projetos que já estão sendo discutidos. A partir daí, criam-se perspectivas de melhorias não apenas no que diz respeito à prática do ciclismo ou do uso da bicicleta como meio de transporte, mas, principalmente, de melhoria e atendimento às demandas que as cidades ainda possuem", observou.
O secretário adjunto do Meio Ambiente e Controle Urbano de Crato, Hildo Júnior, informou que uma reunião interna deverá ser convocada pelo Executivo objetivando o início do processo de elaboração do Plano Municipal de Mobilidade Urbana. "Há uma exigência legal para que o plano seja efetivado. Inclusive, é neste plano onde estarão relacionados todos os programas, projetos e ações que visam atender a esta demanda da sociedade", disse.
Segundo ele, o Plano Municipal de Mobilidade Urbana do Município de Crato deverá ser entregue até o fim deste ano. No entanto, as ações que resultarão na construção das ciclovias, ciclofaixas, estacionamentos, bicicletários e paraciclos, acontecerão de forma paralela à criação do documento. "Acredito que a intervenção da criação de ciclovias e ciclofaixas possa acontecer concomitantemente à elaboração do Plano. Não vejo prejuízo algum para que as ações se deem desta forma", concluiu.
Mais informações:
Secretaria do Meio Ambiente e Controle Urbano de Crato
Largo Júlio Saraiva S/N
Telefone (88) 3521-9600
Centro
Roberto Crispim
Colaborador
Diario do Nordeste - Regional


Operação contra a corrupção em Juazeiro. PF quer chegar ao "agente arrecadador"

pfcariri


Todo material foi conduzido para a sede da PF, em Juazeiro do Norte.

A Operação Crio I realizada nesta quarta-feira (18), pela Polícia Federal em Juazeiro do Norte, tem como principal objetivo identificar pessoas e/ou empresários que tenham desviado dinheiro público federal. A empresa CG, cujo proprietário identificado como sendo o empresário Egberto Gomes da Costa, o "Beto", seria apenas um dos braços da organização criminosa que foi instalada no município para desviar dinheiro público, segundo a delegada federal Josefa Lourenço, que preside o inquérito instaurado na PF.  Beto teve a prisão preventiva decretada pela Justiça Federal e é considerado foragido. A PF fez nesta quarta-feira incursões em sua casa na Vila Carité, em Juazeiro do Norte e em Aurora, onde o empresário mantém uma empresa e residência.
A delegada não tem dúvidas de que Beto teria aberto no início da atual gestão municipal pelo menos outras quatro empresas fantasmas para burlar - com o consentimento de servidores do setor de Licitação da Prefeitura de Juazeiro do Norte - com o intuito de fraudar licitações de vários serviços e aquisição de produtos. "O alvo é chegar ao cabeça do esquema. Grande parte do serviço contratado sequer chegou a ser feito", revelou a delegada sem citar nomes.  A quadrilha ora investigada agiu principalmente no primeiro ano de governo, conforme consta na denúncia feita pelo vereador Cláudio Luz (PT) ao Ministério Público Federal. As investigações começaram em outubro de 2013 e de lá para cá, várias pessoas foram ouvidas e provas da ação do grupo foram juntadas no inquérito policial robustecendo ainda mais as denúncias do vereador.
Na segunda parte das investigações, iniciadas já na tarde desta quarta-feira, a PF tem como alvo capturar Beto e investigar e comprovar ligações do empresário Egberto Costa com um homem tido como "agente arrecadador" do esquema.  Segundo agentes federais que investigam o caso, seria essa pessoa, a responsável por intermediar as empresas fantasmas com agentes públicos. Além disso a PF vai analisar por meio de perícias todo o material apreendido e averiguar se Beto teria deixado provas ou rastro que possam levar ao "arrecadador".
A PF não revelou valores, mas há indícios de que tenham sido desviados mais de R$ 2 milhões somente de recursos do Fundeb. O rombo, no entanto, pode ser ainda maior.

Fonte: flavio pinto


Vaqueiros fazem missa para S. José

baturitevaqueiro
Homenagem inclui a tradicional cavalgada na cidade

Baturité. Mantendo uma tradição de 14 anos, vaqueiros do Ceará se reúnem amanhã, dia 19 de março, dedicado a São José, o pai de Jesus Cristo, advogado do sertanejo e profeta das chuvas, nesta cidade, para reverenciarem o padroeiro do Estado.
A solenidade cultural religioso acontece a partir das 10 horas, no Sítio Mosteiro dos Jesuítas, em meio à Caatinga que agora está revitalizada por conta do período chuvoso, nas Serras e no Sertão.
A cavalgada, um tradição milenar, é organizada pelo padre Acrísio e o defensor da cultura popular Francisco José Lopes Freitas o "Nenem", com o apoio da Secretaria de Educação do Município. Antes do ato religioso, será servido um café da manhã para os vaqueiros presentes.

Ritual

Logo após, cavalos, homens e mulheres seguem um ritual de fé com destino ao altar da celebração eucarística. A mestra da Cultura Dina Martins, que recentemente foi nomeada embaixadora dos Vaqueiros do Nordeste, estará presente ao lado dos integrantes da Associação dos Vaqueiros, Boiadeiros e Criadores dos Sertões de Canindé. O organizador do evento explica que a missa é uma homenagem ao santo mais popular entre o povo sertanejo, por isso a origem da festa nesse dia.
"Todo vaqueiro é agricultor". Ele cuida do gado, das plantações e ainda sobra tempo para suas penitencias. A missa do vaqueiro em Baturité tem um significado muito forte, porque é realizado em um período de muita expectativa entre os camponeses. Se chover nesse dia, o inverno está configurado", observa Nenem. Dina Martins se sente bem à vontade para falar de missa do vaqueiro. Ela lembra que foi uma das idealizadoras do projeto para celebração da primeira missa em Canindé, de onde partiu o sentimento de homenagear os mais diversos santos.

Foto: Antonio Carlos Alves
Diario do Nordeste - Regional


Poucas chuvas em todo o Estado do CE

chuva

O prognóstico da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme) é de que tenhamos poucas chuvas nesta quinta-feira (19), Dia de São José. Até ontem, choveu apenas 218 mm no primeiro trimestre de 2015. Para se ter uma ideia do que esse número representa, vale salientar que a média histórica para o período é de 432 mm. Isso significa dizer que, faltando 13 dias para o fim do mês de março, há um déficit de 216 mm, de quase 50%.
Fazendo uma análise mensal, temos o preocupante quadro: em janeiro, foi observado apenas 28,4 mm, quando a média histórica é de 98,7 mm. O chamado desvio foi de 71,2%. Em fevereiro, a situação melhorou um pouco: foram registrados pelos pluviômetros 98,2 mm. Historicamente, a média é de 127,1, ou seja, o desvio foi um pouco menor que o mês anterior, apenas 22,7 milímetros.
Em relação a março, o desvio atual é de 55,4%. Entretanto, faltam ainda 13 dias para fechar a conta. Foram observados 92,1 mm, diante de uma média histórica de 206,2mm.
Em todas as regiões, até agora, choveu menos do que a média histórica. Eis os números relativos ao primeiro trimestre de 2015: janeiro, Litoral de Fortaleza (88,7 mm), Maciço do Baturité (54mm) e Cariri (36 mm); fevereiro, Ibiapaba e Litoral de Fortaleza obtiveram o mesmo índice (142mm) e Litoral Norte (126 mm); março (parcial), Litoral Norte (153 mm), Litoral de Fortaleza (136,5 mm) e Litoral do Pecém (105,6 mm).
Vale destacar que, apesar de abaixo da média, as precipitações registradas em fevereiro, de 142 mm, no Litoral de Fortaleza e na Ibiapaba, se aproximaram bastante da média história, que é, respectivamente, de 145,8 mm e 145,7 mm.
A Fundação vai renovar o prognóstico sobre o dia 19 hoje, para apresentar um quadro mais preciso ainda. Conforme o meteorologista David Ferran, a ausência ou diminuição das precipitações nos últimos dias deveu-se à aproximação do sistema Vértice Ciclônico de Altos Níveis, que afastou a Zona de Convergência Intertropical (ZCI), responsável pelas chuvas do Ceará, para o Hemisfério Norte.
Continuidade
"Não podemos dizer de imediato quando a ZCI vai voltar. Nos próximos dois ou três dias, é bastante provável que as chuvas continuem com a pouca intensidade dos últimos dias na faixa litorânea, e nas regiões da Ibiapaba, Baturité e Baixo Jaguaribe", aponta o meteorologista David.
Para esta quarta-feira, a previsão é de que "áreas de instabilidade atmosférica devem continuar atuando sobre o setor norte do Nordeste (NE) brasileiro, deixando as regiões cearenses com nebulosidade variável e com chuvas isoladas no centro-norte do Estado. Nas demais regiões, céu parcialmente nublado".
Conforme atualização do site da Funceme às 13h15 de ontem, havia chovido em apenas 52 municípios das sete horas de segunda-feira até as sete horas desta terça-feira. A maior precipitação aconteceu em Porteiras, que registrou 68 milímetros.
Prognóstico correto
Os números até aqui apontam que a Funceme vem acertando em seus prognósticos. No dia 20 de fevereiro último, o órgão divulgou que "as condições termodinâmicas dos oceanos Pacífico e Atlântico não sofreram relevantes alterações em fevereiro e, dessa forma, permanecem desfavoráveis para precipitações regulares no Estado entre os meses de março, abril e maio. Dessa forma, após fazer análises dos modelos atmosféricos, a Fundação prevê maior probabilidade de chuvas abaixo da média histórica no próximo trimestre".

Fonte: Diario do Nordeste - Regional


Governador Camilo Santana tem agenda no Cariri nesta quinta e sexta

CamiloSantanace

Deputado Wellington Landim vai ser o anfitrião do encontro. (Foto: Divulgação)
O governador Camilo Santana vai estar nesta quinta-feira (19) e na sexta-feira (20), na Região do Cariri.  Na quinta, Dia do Padroeiro do Ceará, São José, o governador estará em Brejo Santo. Às 16 horas, Camilo vai se reunir com representantes de 50 municípios cearenses, entre eles, prefeitos, secretários, vereadores lideranças empresarias e comunitárias.
A solenidade será no ginásio Welingtão. Na ocasião o governador vai lançar quatro programas para a região: Projeto São José, Projeto Água Doce, Projeto Brasil Sem Miséria e o Garantia Safra.
Na sexta-feira, Camilo Santana cumpre agenda no Crato, onde vai participar da inauguração da rodovia Geraldo Macedo, no distrito Bela Vista, promessa de campanha ao povo cratense.


Câmara aprova Orçamento com fundo partidário recorde de R$ 867,5 milhões

Fotos produzidas pelo Senado


Mesmo num ano de restrição de gastos, os deputados e senadores decidiram triplicar a verba destinada para o custeio dos partidos políticos, o chamado fundo partidário. O senador Romero Jucá (PMDB-RR), relator do Orçamento da União para 2015, alocou em uma emenda de Plenário cerca de R$ 867,5 milhões para o fundo, frente a R$ 289,5 milhões propostos pelo Poder Executivo em agosto do ano passado.
A proposta orçamentária aprovada há pouco pelo Congresso; o aval do Legislativo é pré-requisito para que a equipe econômica liderada pelo ministro Joaquim Levy, da Fazenda, anuncie um congelamento de despesas dos ministérios. A expectativa é que o corte possa chegar a R$ 80 bilhões.
O Congresso vem "turbinando" o dinheiro do Fundo Partidário desde 2011. Mas os aumentos nunca foram tão expressivos e sempre giravam em torno de R$ 100 milhões. Neste ano, os parlamentares vinham pressionando por um incremento recorde em razão de dois fatores: a pulverização dos partidos na Câmara fez com o que o bolo para as legendas tradicionais diminuísse, uma vez que 95% fundo é distribuído de acordo com o resultado alcançado pelas siglas na Casa.
Além do mais, parlamentares e dirigentes partidários ouvidos pelo Broadcast Político, serviço de notícias em tempo real da Agência Estado, afirmaram que a Operação Lava Jato - investigação que apura desvios de recursos públicos da Petrobras e o pagamento de propina a políticos - afugentou doadores.
Jucá negou que o incremento do fundo partidário possa causar desgaste com a opinião pública. De acordo com ele, os pedidos dos partidos para financiar as atividades políticas, se somados, chegavam a R$ 2 bilhões. Para Jucá, a "turbinada" serve para iniciar um debate sobre a viabilidade do financiamento público de campanha, uma das principais bandeiras do PT na discussão da reforma política.
"É preciso ver como se comporta a opinião pública em relação ao financiamento público de campanha", disse Jucá. "Se houvesse o financiamento público de campanha o valor seria muito maior. Em anos eleitorais, continuou o relator, o Orçamento da União teria de reservar um valor que, segundo ele, não é razoável para as campanhas, de cerca de R$ 5 bilhões.
Jucá e seu partido, o PMDB, são a favoráveis a um sistema de custeio das eleições que misture recursos públicos e privados. O aumento do fundo partidário não foi negociado com o governo.
Emendas
O benefício não foi o único dado aos deputados e senadores no Orçamento de 2015. Cada novo parlamentar foi contemplado com R$ 10 milhões em emendas, que são usadas para abastecer seus redutos eleitorais. Os antigos congressistas, por sua vez, têm cada um R$ 16 milhões em emendas.
Para garantir as emendas aos novos parlamentares, Jucá promoveu uma engenharia financeira e remanejou cerca de R$ 2,7 bilhões destinados à Conta de Desenvolvimento Energético (CDE), fonte usada nos últimos anos para custear o desconto na conta de luz. Mas o reajuste na tarifa de energia fez com que esse dinheiro - que o governo pretendia usar para ajudar na recuperação das contas púbicas - ficasse disponível.

Estadão Conteúdo



Cid Gomes é demitido após agravar crise com Congresso



Depois de incendiar o plenário da Câmara, irritar deputados e bater boca com o presidente da Casa, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), o ministro da Educação, Cid Gomes, foi demitido do cargo na tarde desta quarta-feira. A informação foi divulgada pelo próprio presidente da Câmara, que disse ter recebido a notícia do chefe da Casa Civil, Aloizio Mercadante.

BRASÍLIA - O presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), informou nesta quarta-feira que recebeu um telefonema do ministro da Casa Civil, Aloizio Mercadante, avisando que Cid Gomes foi demitido do Ministério da Educação. Logo depois, o Palácio do Planalto confirmou que o ministro pediu para sair, e que a presidente Dilma Rousseff aceitou o pedido.

— Acabei de receber um comunicado do ministro Mercadante que Cid Gomes foi demitido — disse Eduardo Cunha no plenário.

Cid Gomes enfrentou o plenário da Câmara nesta quarta-feira e repetiu, diante de cerca de 300 parlamentares, que há achacadores entre os deputados, criando assim mais um embate entre o governo e o Congresso. No fim da sessão, após discutir com o deputado Sérgio Zveiter (PSD-RJ), o presidente da Câmara, Eduardo Cunha(PMDB-RJ), cortou o microfone do ministro, e disse que a Casa não poderia ser desrespeitada. Cid, então, deixou o plenário. Antes, o líder do PMDB, Leonardo Picciani (PMDB-RJ), afirmou que, caso o ministro da Educação, Cid Gomes, permanecesse no governo, seu partido deixaria a base de apoio à presidente Dilma Rousseff. Picciani, que havia cobrado, da tribuna, a demissão de Cid, voltou a afirmar, em entrevista, ele não teria condições de permanecer na função.

— Caso permaneça ministro do governo, não há espaço para nosso partido na base. Não participaremos de nenhuma reunião com ele — afirmou.

Perguntado se isso se tratava de um recado à presidente, Picciani foi taxativo:

— A fase de recados já passou. Estamos fazendo uma afirmação. Ele não tem condição moral para ficar.

Cid deixou o plenário da Câmara antes chegasse ao fim a sessão para que prestasse esclarecimentos. O deputado Sérgio Zveiter (PSD-RJ) da tribuna chamou o ministro de palhaço. Cid pediu respeito:

— O senhor me respeite.

Mas o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), cortou a palavra de Cid.

— V. Excia. não é parlamentar para usar da palavra.

Depois dessa intervenção, Cid se retirou.

Numa saída tumultuada, ao ser questionado se deixaria o Ministério, Cid não disse se pediria demissão:

— A presidente Dilma resolverá. O lugar é dela, sempre foi dela e eu aceitei para servir porque acredito — afirmou.

— Se eu fosse pedir demissão, não poderia, por dever de ética, antecipar essa possibilidade. Seria uma descortesia com quem me convidou.

CUNHA PROCESSARÁ CID GOMES

No final da sessão desta quarta-feira, Eduardo Cunha afirmou que a presidência da Câmara irá entrar com uma ação contra Cid Gomes. O peemedebista também afirmou que irá pedir a abertura de um processo contra o ministro em seu nome:

— Não vou admitir que alguém que seja representante do poder Executivo, agrida não só essa casa, como ainda volte aqui e reafirme as ofensas.

Fonte: Globo.com



Edições Anteriores:

Maio ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31