xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> 14/03/2015 | Blog do Crato
.

VÍDEO - CONVERSA FRANCA - O DESCASO NO CRATO - Dihelson Mendonça ( 30-11-2017 ).
Estamos de volta com as transmissões da TV Chapada do Araripe ( E agora, com alguns programas ao vivo ). Serão vários programas abordando temas diversos, como a realidade da nossa região, do Ceará e do mundo; Programas científicos, atualidade, entrevistas, e transmissão de eventos ao vivo. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 25.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

14 março 2015

Com Dilma, economia retrocede dez anos em dois

Selic a 12,75%, inflação acima de 7% e dólar a R$ 3,24: governo colhe os frutos de políticas equivocadas que trouxeram uma década de retrocesso
Em 2015: políticas equivocadas fazem Brasil viver déjà vu macroeconômico(Paulo Whitaker/Reuters)
"O bem que o Estado pode fazer é limitado; o mal, infinito. O que ele nos pode dar é sempre menos do que nos pode tirar". A frase proferida pelo economista e ex-ministro Roberto Campos, morto em 2001, remonta à década de 1970, mas não causaria estranhamento se fosse dita em 2015. O atual desenho macroeconômico do Brasil - com juros a 12,75%, inflação acima de 7% e dólar a 3,24 reais - mostra os efeitos danosos de uma política de governo intervencionista executada pela presidente Dilma Rousseff desde 2011 e que, agora, cobra seu preço. Diante dos ajustes necessários para que o país não sucumba a uma crise mais aguda, as medidas de subsídios, desonerações e estímulos têm sido desarmadas. Os impostos, elevados. E os brasileiros se deparam com problemas que há mais de uma década pareciam vencidos. Terão de pagar um preço alto para financiar o conserto dos fundamentos econômicos que balizavam o Brasil de outros tempos, mas que foram sistematicamente rompidos. Há cerca de dois anos, o país passa por uma deterioração econômica apenas comparável à era Collor - e esse tombo fez com que uma década de avanços virasse pó.
Na tentativa de manter, a todo custo, o crescimento vigoroso registrado em 2010, quando o Produto Interno Bruto (PIB) do país avançou 7,5%, o governo Dilma empreendeu uma mudança drástica de filosofia. Se o lulismo pregava uma política econômica ainda com viés desenvolvimentista, porém, com algum pragmatismo, a sucessora, no intuito de 'deixar sua marca', resolveu trocar a orquestra e a música. Numa espécie de anexação do Banco Central e do Ministério da Fazenda como secretarias do Palácio do Planalto, a presidente interferiu no câmbio, na taxa de juros e ofereceu subsídios à indústria nacional com o intuito de reduzir a dependência das importações. "Houve um afastamento paulatino dos instrumentos que compõem o tripé de política econômica, o qual garantiu a consolidação da estabilidade da economia conseguida com o Plano Real, além de intervenções na formação de preços em alguns mercados (energia elétrica e combustíveis), com efeitos importantes sobre a economia", afirma Gesner Oliveira, da GO Associados.
(Fonte: VEJA on line)

As cores do povo brasileiro são verde e amarela


De 1992 a 2015: conheça os ideais dos "novos caras-pintadas"– por Amanda Gomes

Após perceber que o povo havia tomado às ruas para pedir o impeachment do presidente Fernando Collor, em 1992, o espanhol e engenheiro mecânico Alfredo Vidal, hoje com 65 anos, pegou as três filhas (uma de 16 e as gêmeas de 13 anos), saiu do Morumbi e pegou um ônibus em direção ao Vale do Anhangabaú, no centro de São Paulo, ponto de encontro para uma das maiores manifestações do movimento. Neste domingo, 15 de março, o engenheiro voltará a participar de uma manifestação - desta vez, para pedir a saída da presidente Dilma Rousseff - após quase 23 anos, junto com sua filha mais velha, a farmacêutica Márcia Escamilla Demestres, hoje com 38 anos.
Neste sábado, véspera deste 15 de março, foi a filha (Márcia) quem chamou o pai ir ao protesto. Ela acredita que será outro momento histórico para o país. Márcia participa no Face book de grupos que se denominam como “novos caras-pintadas” e pedem o impeachment da presidente Dilma Rousseff, reeleita no fim de 2014. Tais grupos explicam que a diferença entre os caras-pintadas antigos e os atuais é que, em 1992, as pessoas eram contra um político: o ex-presidente Fernando Collor, senador pelo PTB-AL, e suas atitudes, e hoje são contra um partido, no caso o PT e a também a corrupção.

COMUNICADO do Secretariado da Casa Imperial do Brasil

O País atravessa uma grave crise política, econômica e, sobretudo, moral, a qual se precipitou nas últimas semanas com implicações e desdobramentos ainda difíceis de prever.
Tal crise, além de acarretar um grande desprestígio às instituições, é, a uma vez, causadora e consequência de um grave descontentamento que se alastrou, de norte a sul, por toda a sociedade brasileira.
A esquerda, em seu afã de consolidar um projeto de poder, cada vez mais coletivista e autoritário, incrustou-se em todos os escaninhos do Estado e o aparelhou de modo implacável, sugando-lhe as energias e fazendo eclodir um dos maiores escândalos de corrupção de todos os tempos, o qual, entretanto, ainda faz prever escândalos maiores.
Na ânsia de impor ao País uma agenda ideológica, essa mesma esquerda afrontou o sentir do brasileiro médio, que almeja um Brasil em ascensão, em legítima continuidade com seu passado. E, cada vez mais, um sentimento de inconformidade e de apreensão foi-se disseminando nas camadas mais profundas da população. A esquerda perdeu a batalha da popularidade.
Agora se anunciam, por todo o Brasil, manifestações que, dentro do quadro de liberdades de um regime democrático, pretendem legitimamente externar esse imenso descontentamento. É natural que entre esses brasileiros estejam muitos monarquistas, que veem na presente crise um dos sintomas da inautenticidade do regime republicano, o qual, em pouco mais de um século de existência, trouxe à nossa vida pública turbulências e incertezas sem fim.
Temos por certo que Nossa Senhora Aparecida, a quem Dom Pedro I consagrou, como Padroeira, nosso País, há de socorrê-lo em mais esta hora de incertezas e o fará retornar às vias históricas das quais jamais se deveria ter distanciado.
São Paulo, 13 de março de 2015.

Governo Dilma Rousseff: síntese da república – por Armando Lopes Rafael


O maior caso de corrupção do mundo – a roubalheira na Petrobrás, de domínio público mundial  – veio coroar outros sucessivos fatos, chamados de “estelionato eleitoral”. Isso porque a presidente Dilma fez exatamente o contrário do que prometeu antes das eleições. A única verdade é que ela  aumentou o preço do combustível, da energia elétrica, das taxa de juros, alterou direitos trabalhistas, onerando toda a população brasileira, numa das piores crises desta república, que não cessa de surpreender o mundo com seu desgoverno. Hoje o Brasil é visto com descrédito em todas as nações existentes na terra.
A famosa revista americana "The Economist" dedicou sua ultima capa a este estrondoso fracasso, na qual qualifica que o país está no "atoleiro", afirmando ainda que os brasileiros "estão percebendo que compraram falsas promessas", referindo-se a reeleição de Dilma. Na Europa, o jornal britânico "Financial Times", em artigo do dia 25 de fevereiro, enumera 10 motivos pelos quais Dilma deve sofrer o impeachment, são eles: perda de apoio no Congresso, escândalo da Petrobras, queda na confiança do consumidor, aumento da inflação, aumento do desemprego, queda na confiança do investidor, déficit orçamentário, problemas econômicos no geral, falta d’água e possíveis apagões elétricos. Está sendo organizada uma grande manifestação no dia 15 de março, em todo o Brasil, que visa a impugnação do mandato da presidente.

Ao lado da capa da revista "The Economist" dos EUA, edição de 06 de março de 2015: O Brasil no atoleiro!

Registros de memória - Por: Emerson Monteiro

Esquina das ruas Vicente Tavares Bezerra e São Francisco, no Bairro Pinto Madeira, Crato, em 1957 ali residia Hernildo Gomes de Almeida, então gerente da Agência do Banco do Brasil na cidade. Construíra uma bela residência, cujas linhas se mantêm até hoje, bem defronte ao terreno posteriormente utilizado por meu pai que também ergueu sua morada no bairro, oito anos depois de ocuparmos o sobrado de Pergentino Silva, logo abaixo, na Rua Padre Ibiapina, onde hoje funciona a Escola Tia Joana.


Naquele ano, fora eleita Miss Brasil a amazonense Terezinha Morango, sendo no mesmo ano, em 19 de junho, escolhida segundo lugar da Miss Universo, em Long Beach, Califórnia, Estados Unidos.

Hernildo de Almeida, ligado às atividades da Associação Atlética Banco do Brasil desde São Luís MA, quando desempenhara cargo à frente da instituição em 1953, se mobilizou e trouxe ao Crato a bela amazonense, marcando festa de galã para o clube que ainda funcionava em precárias instalações. Com isso pode obter recursos e adiante virem a construir a sede definitiva da agremiação, realizando com isso evento inesquecível da sociedade caririense.

Hospedada próximo da minha casa, tomei a liberdade de ir conhecer de perto a linda jovem, na véspera do desfile da AABB. Desconhecia, no entanto, que na mesma data seu Hernildo recebera um telegrama de parentes distantes lhe dando ciência do falecimento da sua genitora. Ele permaneceria em silêncio, evitando divulgar a notícia triste por conta da promoção da noite, o que só o fez no dia seguinte, após tudo concluído.

Um ano adiante, na Festa de São Pedro, incêndio provocado por fogos destruiria por completo a primeira sede da AABB cratense, trabalhada apenas em madeira e palha, narrativa disso que coube ao cronista Olival Honor, à época seu presidente.

Há posterior localização, já em 1963, de Hernildo Gomes de Almeida a ocupar as funções administrativas junto à Metropolitana Mauá, no Rio de Janeiro.

CRATO - TODO DIA, UMA VERGONHA PARA O BRASIL - Parte 3


DESDE JANEIRO - "Só no Crato atual mesmo! Pedimos o conserto de uma luminária, os caras vieram "arrancaram o bem" pela raiz, isto é, levaram a luminária da praça em janeiro e não mais devolveram." *

Afinal, nessa cidade não tem gestor e secretário responsável por esta área a fim de questionar e resolver o problema, ou os cidadãos estão ao Deus dará, tendo que engolir tudo de ruim que acontece no Crato sem ter a quem recorrer ? Que se saiba, a administração de um município serve para resolver os problemas que afligem os cidadãos. Se não os resolvem, só existe duas opções: Ou por má vontade, ou incompetência. Os cidadãos devem ficar atentos.






* Thibério Cesar

www.blogdocrato.com
Fotos de Thiberio Cesar


Dom Fernando Panico inicia visita pastoral ao município de Umari -- Texto e fotos de Patrícia Silva

População recebeu com entusiasmo Dom Fernando Panico
Na tarde da últimas 5ª feira, dia 12, a Paróquia São Gonçalo do Amarante, do município de  Umari, acolheu o bispo Dom Fernando Panico,  no primeiro dia de sua visita pastoral àquela cidade, que se estenderá até domingo, 15. Centenas de fiéis participaram, junto ao pároco Pe. José Luismar Rodrigues, de uma carreata que saiu da Capela de São Francisco, no distrito São Pio X, em direção a Matriz, onde ocorreu a missa de abertura das atividades da visita pastoral.
Esta visita pastoral traz uma proximidade do pastor diocesano com as diversas realidades das comunidades paroquiais; nela são realizados momentos de oração, reuniões com representantes das comunidades, pastorais e movimentos, visitas as famílias, aos enfermos, dentre outras atividades. “Essa visita pastoral quer ser uma renovação na fé da igreja católica. Ela é um tempo propicio para a reconciliação com Deus e com os irmãos”, afirmou o bispo Dom Fernando.
Missa de abertura da visita pastoral de dom Fernando Panico a Umari- CE. (Foto: Patrícia Silva)
Representando o poder público a prefeita de Umari,  Mirineide Pinheiro, esteve presente na abertura da atividade missionária. “Estamos muito felizes com a presença do bispo diocesano em nosso município. Admiro muito a pessoa de Dom Fernando e tenho a certeza que podemos estabelecer a ligação entre igreja e sociedade de Umari, mesmo vivendo em um estado laico. Vejo esta iniciativa de forma muito positiva”, afirmou a prefeita.
A Paróquia São Gonçalo do Amarante foi criada em 2 de setembro de 1875, durante o Brasil Imperial,  sendo desmembrada das paróquias de Lavras da Mangabeira e Icó. Hoje possui 25 capelas que estão distribuídas entre os nove setores onde atuam as pastorais, movimentos e grupos de missão.
Abaixo o carinho de Dom Fernando com a população de Umari (e vice versa)

Nem financiamento do 'vale-protesto' salvou ato pró-Dilma em São Paulo


Auge da marcha organizada para defender os saqueadores da Petrobras reuniu 12 000 pessoas – bem menos do que os 100 000 que a CUT prometeu levar
Fonte: Veja on line
Transporte gratuito, distribuição de marmita, camiseta e boné, além de um "vale" que variou de 35 reais a 50 reais. Nem a distribuição do "kit protesto" pela Central Única dos Trabalhadores (CUT), pelo Movimento dos Trabalhadores (MST) e pelos movimentos de sem-teto foi capaz de atrair o público que os aliados do PT esperavam no ato desta sexta-feira na Avenida Paulista, no centro de São Paulo. A passeata foi convocada para tentar se contrapor às manifestações contra a presidente Dilma Rousseff, agendadas para domingo, em 200 cidades do país.
Segundo a Polícia Militar, o auge da marcha reuniu 12 000 pessoas, número bastante inferior aos 100 000 manifestantes que a CUT alardeava que reuniria na capital paulista. O quórum, aliás, só cresceu porque a marcha que partiu da sede administrativa da Petrobras seguiu em direção ao Masp, onde estavam reunidos professores da rede estadual para deliberar sobre o início de uma greve. Como a Apeoesp (sindicato da categoria) é ligada ao PT, muitos professores se juntaram ao grupo. Mas a adesão não foi unânime: a presidente da Apeoesp, Izabel Noronha, conhecida como Bebel no meio sindical, foi vaiada pelos professores ao discursar em defesa da presidente Dilma Rousseff.
Observação do postador da notícia: esta foi a maior manifestação de "apoio" à Dilma, realizada em São Paulo (17 milhõesde pessoas na área metropolitana). Imagine as outras, financiadas pela CUT Brasil afora.... Agora, aguardemos as manifestações de domingo que serão feitas contra o governo. Estas não terão financiamento do governo via CUT, nem de nenhuma outra instituição público ou privada, mas encherão as ruas, pedindo o fim da "petralha"...aguardemos!

Em Belo Horizonte (terra natal da presidente) manifestação "pró Dilma "reuniu cerca de  4 mil pessoas
Fonte: Estado de Minas
O segundo protesto do dia na Região Metropolitana de Belo Horizonte (3 milhões de habitantes)  em "defesa da Petrobras" e em "apoio à presidente Dilma Rousseff", marcado para às 16h, reuniu cerca de quatro mil participantes, de acordo com a Polícia Militar. Os manifestantes protestaram com palavras de ordem desde a Praça Afonso Arinos até a Praça 7, no Centro da capital, local marcado para encerramento ato. Participaram a Central Única dos Trabalhadores (CUT) e a Central dos Trabalhadores e das Trabalhadoras do Brasil (CTB), além de militantes do PT e do PCO, centrais sindicais e movimentos sociais. Por volta das 19h o ato foi encerrado.
                      

Após suspeita de caso, Crato intensifica combate à leptospirose



A suspeita de um caso de leptospirose acendeu o sinal de alerta para os órgãos de saúde no Crato. Para evitar a doença, a limpeza das ruas e casas é fundamental. Por isso é preciso que a população se conscientize para higiene do lugar onde mora. 

Só assim é possível ficar longe dos riscos da leptospirose. De acordo com a Secretaria de Saúde do Crato, há 15 anos, a cidade não registra casos da doença. Mas há suspeitas de que um garoto de 14 anos teria contraído a doença e isso chamou a atenção das autoridades. Apesar do exame ter dado negativo, o Centro de Zoonoses explica que os agentes de Endemias já fizeram uma varredura no bairro onde o garoto mora. Mas a população deve ficar atenta. Quando ratos surgirem em casas ou nas ruas, é preciso fazer um alerta. Para evitar que os ratos entrem dentro de casa, é muito importante não acumular lixo, nem entulhos nos quintas e nas ruas. 

Sem lixo e sem entulho, a população também deve evitar as áreas alagadas, principalmente, quando chove. O xixi do rato não pode entrar em contato com a pele humana. 

Fonte: TV Diário


VALE A PENA LER DE NOVO - Para ANP, refinaria do Pecém era fantasma



Infelizmente, parece que não será dessa vez que a refinaria virá, segndo a ANP...

A Agência Nacional de Petróleo (ANP) foi ignorada pela Petrobras e em momento algum chegou a ser consultada sobre a construção de duas refinarias no Nordeste. A revelação surgiu durante debate na Câmara Federal que, por meio de uma Comissão Parlamentar Externa, apura os motivos para suspensão da construção da refinarias Premium I, no Maranhão, e II, no Ceará. A Petrobras suspendeu os dois projetos, frustrou aliados do Governo Federal nos dois Estados e despertou a curiosidade da oposição.
Preocupado com a repercussão negativa para o Estado do Ceará, que chegou a investir mais de R$ 700 milhões em obras e serviços de infraestrutura para a refinaria no Pecém, o deputado federal Raimundo Gomes de Matos (PSDB) ficou surpreso com a revelação feita pela diretora-geral da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), Magda Chambriard, que disse, nessa quarta-feira, durante a reunião da Comissão Externa, que  “as refinarias Premium I e II, do Maranhão e do Ceará, respectivamente, não existiram.
Magda participou de audiência pública promovida pela Comissão Externa da Câmara Federal, destinada a analisar os motivos do cancelamento das refinarias da Petrobras no Nordeste. As declarações da diretora da ANP pegaram de surpresa e chocaram os parlamentares presentes à audiência, principalmente os das bancadas maranhenses e cearenses. Autor do requerimento de criação da Comissão Externa e presidente da Comissão, deputado Raimundo Gomes de Matos (PSDB-CE) classificou o fato do projeto das refinarias nordestinas não terem sido submetidas à ANP como “uma coisa inacreditável, de uma irresponsabilidade a toda prova”.

“Nem a Premium I (MA) nem a Premium II (CE) foram submetidas à ANP. Do nosso ponto de vista, elas não existiam”, reafirmou Chambriard, ao tentar justificar a omissão da ANP sobre as refinarias nordestinas. Ao ser indagada pelos deputados do por que a ANP não buscou junto à Petrobras os projetos das refinarias, a diretora se defendeu afirmando que não houve omissão. “Não cabe à ANP fiscalizar projetos que não foram efetivados”, explicou a diretora, que, em suas palavras, deixou a entender que a Refinaria Premium II, no Maranhão, e a Premium II, no Ceará, eram fantasmas.

A promessa de construção das refinarias alimentou discurso da campanha eleitoral de 2006 e 2010 e aumentou a votação dos aliados do Governo Federal nos Estados do Maranhão e Ceará. O então presidente Luiz Inácio Lula da Silva chegou a lançar, no Pecém, a pedra fundamental da refinaria e a presidente Dilma Rousseff, em visitas ao Estado, reafirmou o discurso de que a refinaria estava nos planos da Petrobras. As denúncias de corrupção na Petrobras mudaram os rumos dessa história e as refinarias saíram dos planos da estatal. Confira na íntegra a entrevista de Magda Chambriard.

Fonte: Ceará Agora
Via www.blogdocrato.com



BRASIL À DERIVA... Dólar sobe mais de 1% e ultrapassa R$3,21



São Paulo - O dólar subia mais de 1 por cento e chegou a superar 3,21 reais logo no início dos negócios desta sexta-feira, em meio a preocupações persistentes com a situação política e econômica do Brasil. Às 9h08, a moeda norte-americana avançava 1,22 por cento, a 3,2000 reais na venda, após subir 1,08 por cento na véspera. Na máxima desta manhã, chegou a 3,2190 reais para venda. O BC dará continuidade às intervenções diárias nesta manhã, ofertando até 2 mil swaps cambiais, que equivalem à venda futura de dólar, com vencimentos em 1º de dezembro de 2015 e 1º de março de 2016.
A operação ocorrerá entre 9h30 e 9h40 e o resultado será divulgado a partir das 9h50. O BC fará ainda mais um leilão de rolagem dos swaps que vencem em 1º de abril, que equivalem a 9,964 bilhões de dólares, com oferta de até 7,4 mil contratos. Até agora, a autoridade monetária rolou cerca de 32 por cento do lote total.


Manifestantes dizem que foram pagos para participar do protesto em prol da Petrobras e da presidente Dilma



Milhares de pessoas foram às ruas nesta sexta-feira (13) em pelo menos 23 cidades e no Distrito Federal em defesa da Petrobras e da presidente Dilma Rousseff. Algumas delas, porém, relataram que receberam dinheiro para comparecer ao protesto.

De acordo com o Valor, militantes que estavam próximos ao prédio da Fundação Cásper Liberto, com um balão gigante da CUT nas mãos, disseram que receberam R$ 35 para participarem do ato. O jornal mostra o caso de Edmilson Barbosa. Desempregado, ele viu na manifestação uma maneira de ganhar um extra. A reportagem também relata casos de pessoas contratadas que são imigrantes e não falam portugês.
A Folha de S.Paulo também noticiou que há relatos de manifestantes que disseram que receberam dinheiro para segurar os balões da central sindical. Um dos personagens da reportagem diz que rebeceu, mas que não pode falar sobre isso. A Folha também noticou a presença de manifestantes não falam português, "supõem-se que sejam africanos ou haitianos". À Folha, Mateus Silva, 18 anos, disse que recebeu R$ 50. Também desempregado, como Edmilson, o rapaz contou que saiu de Campos dos Goytacazes, norte fluminense, para participar do protesto no centro do Rio de Janeiro.

Sucesso

O presidente da CUT, Vagner Freitas, ficou satisfeito com o resultado dos protestos. De acordo com o G1, embora tenha defendido a presidente Dilma Rousseff, ele também cobrou redirecionamento da política econômica. "Foi um sucesso extraordinário. Manifestação em todas as capitais pelo direito dos trabalhadores, pela democracia, contra qualquer tipo de retrocesso, em defesa da Petrobras como empresa pública e solicitando para o Brasil que nós tenhamos condição de crescer com uma política econômica voltada para o crescimento."

Fonte: Brasil Post


EUA podem endossar oficialmente tese de fraude eletrônica nas nossas eleições 2014


Em 29 de outubro de 2006 o poderoso matutino The New York Times denunciou que os EUA investigavam a presença das mãos do governo de Chávez num suposto golpe eletrônico em urnas, em vários países. O centro de tudo era a empresa venezuelana Smartmatic. Empresa essa que, aliás, também trabalhou no Brasil prestando seus serviços nas eleições presidenciais de 2014. Nas eleições presidenciais de 2014 a empresa recebeu um contrato junto ao TSE no valor  de R$ 136.180.633,71 (cento e trinta e seis milhões, cento e oitenta mil, seiscentos e trinta e três reais e setenta e um centavos) Esse contrato foi revogado meses depois com sua publicação no Diário Oficial da União. Sabem qual o problema de tudo isso, que muitos lerão como “mais uma teoria conspiratorial”?  É que no próximo dia 21 de março a presença da Smartmartic no Brasil vai ser discutida nos EUA, no prestigioso The National Press Club. Falarão sobre o tema o ex-presidente colombiano Alvaro Uribe, Olavo de Carvalho, o irmão do ex-presidente Bush, Jeb Bush, e o sempre sério e respeitado senador Marco Rubio. Confira: Ou seja: os EUA passam a endossar, justamente nestes tempos bicudos, a tese de que o Brasil pode ter sofrido um golpe eletrônico chavista. Tecnicamente isto é possível, como este blog já trouxe em primeira mão em Novembro passado.

Agora, os dois pontos polêmicos contra a Smartmatic:

1) O general venezuelano Carlos Julio Peñaloza que foi Comandante Geral do Exército da Venezuela e há alguns anos vive exilado em Miami, descreveu o controle dos resultados das eleições venezuelanas. Confira abaixo a tradução: Cuba desenvolveu um Plano de Controle Eleitoral Revolucionário (PROCER) na Venezuela, que inclui a manipulação das máquinas de votar e cujo objetivo é estabelecer neste país um regime comunista sob uma fachada eleitoral democrática.
Em artigo anterior sobre a SMARTMATIC, afirmei que essa empresa, fundada por quatro inteligentes engenheiros venezuelanos recém-graduados, foi o cavalo de Tróia desenhado pelo G2 cubano para controlar as eleições venezuelanas. No presente escrito descreverei a forma como se formulou e desenvolve esse plano, cujo objetivo é perpetuar um governo comunista por trás de uma máscara democrática na Venezuela.

O que lerão na continuação não é ficção científica nem especulações, senão o produto de uma detalhada investigação sobre tão delicado tema. É parte de uma seqüência de artigos escritos na convicção de que quanto mais conheçamos a fraude eletrônica que se nos aplica, melhor poderemos combatê-la. O que não devemos fazer é ignorá-la ou, pior, negá-la.  O “Plano de Controle Eleitoral Revolucionário” (PROCER), é a primeira aplicação cibernética do “Projeto Futuro” de Fidel Castro. Este mega-plano foi formulado como parte da estratégia a utilizar no cenário internacional que Castro chamou de “a batalha das idéias”. O objetivo é construir o que eles chamam a “Pátria Grande Socialista”, dirigida vitaliciamente por Fidel e seus sucessores mediante o controle das mentes nos países dominados. Isto aparece escrito em detalhes no meu livro “O império de Fidel”, que circulará nos próximos dias. O plano PROCER é só uma faceta de um plano mestre que vai além do meramente eleitoral. O “Plano PROCER” foi desenvolvido no máximo segredo por um seleto grupo dos mais brilhantes professores e alunos da Universidade de Ciências Informáticas (UCI) de Cuba, em conjunção com o G2. Seu objetivo foi controlar o sistema eleitoral venezuelano desde Havana para potencializar o carisma e popularidade de Chávez. Na Venezuela seria fácil desenvolver o plano, dada sua arraigada cultura do voto. Este país conta, além disso, com recursos financeiros para custear o investimento e tem predisposição ao uso de tecnologias avançadas.

A “Universidade de Ciências Informáticas” (UCI) de Cuba, foi fundada em 2002 como um projeto favorito de Fidel desde que o chefe do G2, Ramiro Valdés, lhe vendeu a idéia. Este centro de estudos tem seu pedigree na inteligência militar cubana porque foi criado nas antigas instalações da “Base Lourdes”. Esta instalação secreta era a sofisticada estação de rádio-escuta e guerra eletrônica soviética criada para espionar e atacar ciberneticamente os Estados Unidos durante a Guerra Fria. A instalação foi inicialmente operada exclusivamente por brilhantes técnicos em comunicações e computação da URSS, mas depois do colapso soviético passou para mãos cubanas. Antes de se retirar, os soviéticos deram treinamento técnico aos novos operadores do G2 cubano. Na UCI forma-se o creme e a nata dos experts em telemática e espiões eletrônicos cubanos. A telemática é disciplina que se ocupa da integração dos sistemas informáticos de controle e comunicações em projetos cibernéticos aplicados a sistemas sócio-políticos como o “PROCER”.
A UCI serve de fonte de pessoal técnico e cobertura para a “Operação Futuro”, a mais apreciada jóia da coroa cubana. “Futuro” é o nome-chave do desígnio hegemônico de Fidel na Hispano-América. Para conseguir esse objetivo, a UCI dirigida pelo G2 cubano desenha e executa uma série de projetos telemáticos super secretos, que vão desde o controle de identidade até aplicações eleitorais e controle cibernético do governo e do Estado. Estes projetos estão enquadrados em um cenário estratégico que Fidel chama “a batalha das idéias”. O plano “PROCER” para a Venezuela complementa a política de infiltração de agentes e guerrilheiros que Fidel manteve desde que chegou ao poder em 1959. Constitui o passo decisivo que permitirá aos irmãos Castro dominar a Venezuela.  A arma cibernética tem como objetivo a penetração dos sistemas informáticos de alguns países vizinhos através de seus sistemas de comunicações. Esta estratégia permitiria obter informação classificada e eventualmente controlar os países escolhidos, em conjunção com os agentes cubanos infiltrados em seu seio e seus colaboradores. Depois do colapso soviético esta idéia permaneceu congelada por longo tempo por falta de recursos. A chegada de Chávez ao poder em 1999, permitiu a Fidel contar com financiamento adequado para desenvolvê-la. Naquela ocasião, o “PROCER” estava pronto.

2) A operação eleitoral levada a efeito pela Smartmatic na Venezuela, segundo o general, dispunha de uma “rede top secret”, uma espécie de intranet paralela que permitiria o controle da votação e encaminharia os dados da votação em tempo real para um data center provavelmente instalado em Cuba.

Este post alerta o leitor a algo bem simples: os EUA entraram de cabeça, agora, na tese de que nossas eleições foram fraudadas.

Por Claudio Tognolli | Yahoo
Via www.blogdocrato.com
Desde 2005 registrando todo dia a história do Crato para a posteridade


Os 10 setores com saldo positivo no Ceará


Top-10-com-saldo-positivo

Início de ano, tradicionalmente, há saldo negativo na geração de empregos no Ceará. Este ano, a queda está mais intensa. O POVO garimpou os 10 setores que tiveram saldo positivo
Há 10 segmentos que contrataram mais do que demitiram no Ceará em janeiro de 2015. Num cenário desanimador de empregos em todo o País, comemora-se. Juntos, esses resistentes segmentos lograram um saldo positivo de 1.032 empregos, com 12.237 admissões e 11.205 demissões.
Os bons resultados contrastam com uma baixa no mercado de trabalho comparável apenas aos maus resultados de janeiro de 2009, a lembrar-se, crise financeira internacional. No primeiro mês do ano, o saldo foi negativo em 6.580 vagas formais no Estado.
O destaque mais positivo foi o setor de Serviços de Utilidade Pública, como telefonia gás, água e energia elétrica. Somou uma variação positiva de 4,12%, o que representa saldo de 354 empregos.
Logo em seguida, vem a Indústria de Produtos Alimentícios e Bebidas, com 224 empregos formais sobrando e variação de 0,44%. Atrás, vêm Serviço de Alojamento, Alimentação, Reparação e Manutenção. Depois, o setor de Administração Pública. Os dados são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE).
A indústria química de produtos farmacêuticos, veterinários e perfumaria também fechou o mês com saldo positivo (0,31%). “Somos forte em segmentos hospitalares e os maiores produtores do Brasil de pequenos volumes, medicamentos até 30 ml. Não é sazonal. É consumo constante e contínuo”, explica Marcos Soares, presidente do Sindicatos das Indústrias Químicas, Farmacêuticas e da Destilação e Refinação de Petróleo do Estado do Ceará (Sindquímica-CE).
Ele ressalta que o Brasil é o quarto no mundo em consumo de cosméticos. Informa que há 15 anos que a média de crescimento do mercado cosmético no Brasil está na casa dos dois dígitos, chegando a 15% no ano. “Abrigamos no Ceará o parque fabril e de distribuição da Nufarm, uma das maiores do mundo em produtos fitossanitários do mundo”. A fábrica fica em Maracanaú.
Peso do comércio
Eles foram definitivos para o saldo negativo no Ceará. Serviço, Comércio e Construção Civil se apresentam como os segmentos com números mais fortes no Estado, respectivamente, 16.186, 9.222 e 6.495 admissões. O problema é que houve um número maior de demissões, puxando para baixo o resultado final de -6.218 empregos, 94% do total do saldo negativo do Estado.
Para o coordenador de Estudos e Análise de Mercado do Instituto de Desenvolvimento do Trabalho (ITD), Erle Mesquisa, embora as baixas sejam um comportamento típico do período, este ano, a intensidade está maior.
“Comércio e serviço estavam garantindo a demanda por meio da das classes C, D e E. Na medida em que começa a ter redução da oferta de trabalho, consumo menor, famílias endividadas, inflação maior, começa tarde também mais demissões”, analisa Erle.

NÚMEROS
-2,35%
foi o resultado mais negativo em janeiro: agropecuária
17.434
foi o número do setor com mais demissões no Ceará em janeiro: Serviço
4,14%
foi o maior percentual de um setor na geração de empregos em janeiro: serviços de utilidade pública
SERVIÇO
Confira os dados mensais de emprego e desemprego no Brasil

Saiba mais
Brasil
Em janeiro de 2015, de acordo com o Caged, foram eliminados 81.774 empregos formais celetistas, equivalentes a um crescimento de 0,20% em relação ao estoque do mês anterior.
Série ajustada
Na série ajustada, que incorpora as informações declaradas fora do prazo, no acumulado dos últimos doze meses, o montante de empregos gerados atingiu +245.996 postos de trabalho, correspondendo a um aumento de 0,60%.

Fonte: Jornal O povo



Edições Anteriores:

Novembro ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30