xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> 10/03/2015 | Blog do Crato
.

VÍDEO - CONVERSA FRANCA - O DESCASO NO CRATO - Dihelson Mendonça ( 30-11-2017 ).
Estamos de volta com as transmissões da TV Chapada do Araripe ( E agora, com alguns programas ao vivo ). Serão vários programas abordando temas diversos, como a realidade da nossa região, do Ceará e do mundo; Programas científicos, atualidade, entrevistas, e transmissão de eventos ao vivo. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 25.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

10 março 2015

Sistema Cantareira registra aumento pelo quarto dia seguido

cantereira

O Sistema Cantareira, que abastece mais de 6 milhões de pessoas na Grande São Paulo, registrou, nesta terça-feira, 10, o quarto aumento consecutivo em sua reserva de água. A Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) informa que o volume do reservatório atingiu 13,3% de sua capacidade, ante 12,9% na segunda-feira, 9.
Entre um dia e outro houve o acúmulo de 3,9 milímetros de água da chuva na região, menos do que nas 24 horas anteriores, quando o patamar chegou a 31 mm.>>Os outros cinco sistemas também apresentaram viés de alta, segundo revelam os dados da Sabesp. O que mais cresceu foi o Sistema Rio Claro, que subiu 2,6 pontos percentuais nesta terça-feira, alcançando a marca de 92,4% de sua capacidade de reserva.
Em seguida, vêm os Sistemas Guarapiranga e Alto Cotia, que subiram 1,1 ponto porcentual cada um. O primeiro passou de 69,3% para 70,4%. O outro, de 50,3% para 51,4%.
Por sua vez, o Sistema Rio Claro chegou a 39,6%, ou seja, 0,3 ponto porcentual a mais do que na manhã de segunda-feira. Já o volume do Sistema Alto Tietê elevou-se de 19,7% para 19,9% no período.
Apesar do aumento da quantidade de água acumulada nos reservatórios que abastecem a Região Metropolitana, a crise hídrica ainda está longe do fim. A situação pode se agravar após o fim de março, quando a quantidade de chuvas deve diminuir consideravelmente na região.

Estadão Conteúdo

ONU denuncia aumento de ataques contra albinos no leste da África

albinosafrica

O alto comissário da ONU para os Direitos Humanos, Zeid Raad al Hussein, denunciou nesta terça-feira o aumento do número de ataques contra albinos no Leste da África e exigiu que estes crimes não fiquem impunes.

"Estes ataques são extraordinariamente selvagens, e as crianças, em especial, têm sido afetadas", disse Zeid em comunicado.

Nos últimos seis meses, pelo menos 15 albinos morreram ou foram agredidos na Tanzânia, Malaui e Burundi. Três incidentes violentos ocorreram apenas na semana passada, segundo a ONU.

Ainda de acordo com as Nações Unidas, a situação tem piorado na Tanzânia e no Malaui.

"Muitas pessoas vivem em meio ao terror. Algumas delas sequer saem de casa, enquanto seus filhos deixaram de ir à escola em razão do aumento recente nos ataques", acrescentou Zeid.

A metade dos ataques se concentra na Tanzânia, onde existe a crença de que os órgãos de pessoas albinas têm propriedades mágicas.

A ONU advertiu que existe a tendência de ocorrerem mais ataques, e de forma acelerada, à medida que se aproximarem as eleições presidenciais, em outubro. A explicação está no fato de que muitos candidatos recorrem a curandeiros com o intuito de aumentar as chances de serem eleitos.

O albinismo é uma doença hereditária e se caracteriza pela total ausência de pigmento na pele, no cabelo e nos olhos, afetando a um bebê em cada 20 mil nascimentos. Na Tanzânia, no entanto, uma pessoa é diagnosticada como albina a cada 1.400 indivíduos nascidos vivos.

AFP

Coisas da República: Dilma é vaiada em viagem a São Paulo, ao visitar estandes da Feira de Construção Civil

Fonte: jornal O Globo
A presidente Dilma Rousseff foi vaiada nesta terça-feira (10) ao visitar os estandes da 21ª Edição do Salão Internacional da Construção, em São Paulo. A vaia ocorreu minutos antes de ela seguir para anfiteatro do centro de eventos onde ocorre a feira, onde houve a cerimônia de abertura. As vaias duraram cerca de cinco minutos e a presidente não reagiu. As vaias partiram de pessoas que trabalham no evento. Após as vaias, Dilma acenou e seguiu para outro ambiente.
 Foto da vaia no interior da Feira Internacional da Construção
                                                           

Movimentos(*) organizam manifestações contra a presidente Dilma Rousseff para o próximo domingo, 15 de março, em diversas cidades do País

Cidades com manifestações previstas:
 Aracaju
 Araraquara
 Belo Horizonte
 Botucatu
 Brasília
Curitiba
Curvelo
Florianópolis
Fortaleza
Goiânia
João Pessoa


Juazeiro do Norte (em frente ao Shopping Cariri)
Juiz de Fora
Jundiaí
Porto Alegre
Pres. Prudente
Recife
Rio de Janeiro
Salvador
São Carlos
São Paulo
Sete Lagoas
Teresina
Uberaba
Uberlândia
Apucarana
Arapiraca
Belém
Blumenau
Brasília
Campinas
Caxias do Sul
Imperatriz
Joinville
Londrina
Maceió
Manaus
Marabá
Natal
Palmas
Porto Alegre
São Lourenço do Sul
São Luís
Sorocaba
Teresina
Tubarão
Vinhedo
Vitória
(*) Organização: Movimento Vem pra Rua e Movimento Brasil Livre







Edições Anteriores:

Dezembro ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 30