xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> 16/02/2015 | Blog do Crato
.

VÍDEO - ÚLTIMAS NOTÍCIAS - Prefeito do Crato é escolhido um dos melhores prefeitos do Ceará pela PPE Eventos, em Fortaleza. ( 09-11-2017 ).
Estamos de volta com as transmissões da TV Chapada do Araripe ( E agora, com alguns programas ao vivo ). Serão vários programas abordando temas diversos, como a realidade da nossa região, do Ceará e do mundo; Programas científicos, atualidade, entrevistas, e transmissão de eventos ao vivo. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 25.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

16 fevereiro 2015

Crianças começam a voltar às aulas na Libéria depois do surto de ebola

Ebola-story

As crianças liberianas voltaram às aulas hoje (16) depois de meses sem atividades nas escolas devido à epidemia de ebola no país. Segundo um porta-voz do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), no retorno às aulas, as crianças têm sido orientadas sobre regras para evitar a doença.

“Os jovens lavavam as mãos antes de entrar na escola e tinham a temperatura aferida. Os professores também falavam com os alunos sobre como se manterem seguros e sobre as medidas preventivas do ebola”, disse o representante do Unicef.

A organização tem estado na “linha de frente” da introdução de medidas de segurança para combater a propagação do vírus do ebola, que matou mais de 9.200 pessoas em 14 meses na Libéria, em Serra Leoa e na Guiné.

Os líderes desses países, localizados na África Ocidental - os mais atingidos pela epidemia -, comprometeram-se ontem (15), em encontro na Guiné, a erradicar o vírus até meados de abril. Os três países registraram queda muito significativa nas infeções, comparado ao pico da epidemia, em setembro e outubro de 2014.

No entanto, a Organização Mundial da Saúde (OMS) tenta conter o otimismo, indicando que na Serra Leoa e na Guiné o número de novos casos de ebola tem aumentado nas duas últimas semanas. Um dos vírus mais letais conhecidos, o ebola é transmitido pelo contacto direto com os fluidos corporais de uma pessoa infectada e com sintomas da doença.

A Unicef e seus parceiros vão distribuir mais de 7.200 kits de higiene a mais de 4 mil escolas na Libéria e dar formação sobre os protocolos de segurança a cerca de 15 mil professores e administradores escolares.

Agência Brasil

Dinamarqueses prestam homenagens às vítimas dos atentados

 

Milhares de pessoas prestaram hoje (16) homenagens às vítimas dos atentados que aconteceram sábado (14), em Copenhague, deixando flores e velas nos locais dos ataques. As homenagens se estenderam a outras cidades dinamarquesas como Aarhus, Esbjerg, Horsholm, Svendborg e Odense. Ainda abaladas com o que aconteceu, as pessoas expressaram tristeza e revolta, e pediram mais tolerância. Foram horas de terror que a Dinamarca não vai esquecer.

copenhagen_-_dinamarca_lisa_kastrup_-_epa

Milhares de pessoas prrestam homenagens às vítimas dos ataques em CopenhagueLisa Kastrup/EPA

No sábado, um homem armado invadiu um café no distrito de Osterbro, a noroeste da capital, e atirou contra os participantes de um evento sobre liberdade de expressão. Entre eles estava o cartunista sueco Lars Vilks, que já recebeu ameaças de morte pela autoria de uma caricatura que retratava o profeta Maomé como um cachorro. Vilks saiu ileso, mas o cineasta Finn Noorgard, de 55 anos, morreu no local, e três policiais ficaram feridos.

Cerca de oito horas depois, na madrugada de domingo (15), tiros foram disparados em frente à principal sinagoga de Copenhague, em Kristalgade. O segurança da sinagoga, Dan Uzan, de 37 anos, morreu com um tiro na cabeça e dois policiais ficaram feridos.

O líder da comunidade judaica da Dinamarca, Dan Rosenberg, declarou, em entrevista à imprensa nesta segunda-feira, que a ameaça terrorista não vai afastar os judeus do país. “Não deixaremos o terror ditar nossas vidas”, disse.

A primeira-ministra da Dinamarca, Helle Thorning-Schmidt, disse que a nação não aceitará qualquer tentativa de ameaça às suas liberdades e direitos. “A liberdade de expressão é um valor fundamental da sociedade dinamarquesa”.

A polícia anunciou nesta segunda-feira a prisão de dois suspeitos de aconselhar e apoiar o autor dos ataques. A capital continua sob estado de alerta e a segurança foi reforçada em vários pontos da cidade. As investigações continuam para identificar qualquer atividade terrorista organizada no país.

O supeito dos ataques tinha 22 anos, era nascido na capital e conhecido pelos serviços de segurança por seu histórico de assaltos e envolvimento com gangues. Autoridades dinamarquesas acreditam que ele tenha se inspirado nos atentados ocorridos em Paris, em janeiro. O jovem dinamarquês foi morto no domingo, após troca de tiros, ao ser perseguido pela polícia.

Hoje, em Brasília, o Ministério das Relações Exteriores divulgou nota na qual o governo brasileiro manifesta a sua consternação e diz que os atentados em Copenhague "representam inaceitáveis ataques à liberdade de expressão e à tolerância religiosa". "O governo brasileiro estende ao governo e ao povo da Dinamarca e aos familiares das vítimas sua solidariedade", diz o Itamaraty, na nota.

Editor Aécio Amado

Giselle Garcia - Correspondente da Agência Brasil/EBC|Agência Brasil

Reino Unido investiga HSBC por fraude financeira; França pode abrir julgamento

Reino-Unido

O banco HSBC está sob análise da entidade britânica reguladora do sistema financeiro e pode setr julgado na França, depois de denúncias de sonegação fiscal feitas pelo SwissLeaks – Consórcio Internacional de Jornalismo Investigativo.

Segundo o SwissLeaks, o banco ajudou clientes de mais de 200 países a fugir dos impostos em contas no montante de 104 bilhões de euros, entre novembro de 2006 e março de 2007.

A autoridade de supervisão do comportamento financeiro (FCA, na sigla em inglês) anunciou hoje (16) que está analisando as práticas do Hongkong and Shanghai Banking Corporation (HSBC), depois das revelações do escândalo financeiro.

Na sexta-feira, o Banco da Inglaterra, que também trata da supervisão do sistema bancário, por meio da Autoridade de Regulação Prudencial, prontificou-se a analisar as práticas do HSBC.

Na França, os juízes encarregados do inquérito relativo à fraude fiscal praticada em grande escala no HSBC Private Bank, baseado em Genebra, na Suíça, terminaram as suas investigações, o que abre agora a possibilidade de abertura de um processo.

Os juízes Guillaume Daieff e Charlotte Bilger terminaram as investigações na última quinta-feira (12), mas o inquérito prossegue analisando outros aspetos, especialmente aqueles ligados ao papel desempenhado pela sede do banco, que fica em Londres. Daieff e Bilger estão convencidos de que o banco “se beneficiou do produto da fraude fiscal”, organizou a ocultação “dos fluxos financeiros” e “lavou fundos de origem ilícita”, conforme especificou uma fonte envolvida no caso.

Em particular, o banco teria utilizado numerosos fundos e empresas fantasmas para ajudar os seus clientes donos de grandes fortunas a esconder os seus ativos. Após o fim das investigações, a próxima etapa relevante vai ser a das acusações da procuradoria. Ou seja, os juízes de instrução vão ter de decidir se o HSBC Private Banking é ou não julgado.

O banco tem ainda a possibilidade de admitir a culpa. Este cenário passaria por uma dura negociação entre a Justiça e o banco. As acusações que incidem sobre o HSBC implicam multa, que pode chegar à metade do valor dos fundos lavados e ser suficientemente pesada para dispensar a realização de um julgamento.

Na semana passada, veículos de imprensa do mundo inteiro divulgaram levantamento do Consórcio Internacional dos Jornalistas de Investigação, batizado SwissLeaks, realizado com base em documentos do banco na Suíça roubados em 2007 por um antigo empregado, o técnico em informática franco-italiano Hervé Falciani.

Agência Brasil

Papa condena decapitações comandadas pelo Estado Islâmico

papa-francisco-300x251

O papa Francisco expressou nesta segunda-feira (16) “profunda tristeza” pela decapitação de 21 cristãos coptas egípcios na Líbia pelos jihadistas do Estado Islâmico. “Eles foram assassinados apenas pelo fato de serem cristãos. O sangue dos nossos irmãos é um testemunho de fé e pouco importa que sejam católicos, ortodoxos, luteranos, coptas. Isso não interessa aos seus perseguidores, que veem apenas que eles são cristãos, porque o seu sangue é o mesmo, o seu sangue confessa o Cristo”, disse o pontífice.

No fim de um discurso por ocasião da visita de John Chalmers, representante da Igreja da Escócia, o papa homenageou as vítimas do Estado Islâmico falando em espanhol.

“Vamos avançar no ecumenismo, que é testemunhado no ecumenismo do sangue. Os mártires pertencem a todos os cristãos”, adiantou Francisco, que evoca regularmente cristãos perseguidos em todo o mundo.

Nesse domingo (15), o ramo líbio da organização divulgou um vídeo mostrando 21 homens, fantasiados de macaco, como os reféns assassinados na Síria e no Iraque. Todos estavam alinhados em uma praia com as mãos nas costas, antes de serem decapitados. Os coptas egípcios foram sequestrados na cidade de Sirte, no Norte da Líbia.

Agência Brasil

EUA e UE pedem fim dos combates na Ucrânia, onde trégua está ameaçada

usa 

 

A União Europeia e os Estados Unidos pediram, nesta segunda-feira, a suspensão total dos combates no leste da Ucrânia, onde as hostilidades entre o exército ucraniano e os rebeldes pró-russos continuam apesar da manutenção de uma trégua cada vez mais frágil.

"Parece que o cessar-fogo se mantém de forma geral, apesar de um certo número de incidentes", declarou a porta-voz do serviço diplomático da União Europeia, Maja Kocijancic.

"É um imperativo que o cessar-fogo seja implantado plenamente", acrescentou.

Em Washington, o Departamento de Estado americano pediu à Rússia e aos separatistas que Moscou apoia que suspendam "imediatamente" os ataques no leste da Ucrânia, expressando sua grave preocupação com as violações ao cessar-fogo.

"Os Estados Unidos estão gravemente preocupados com a situação que se deteriora nos arredores de Debaltseve, no leste da Ucrânia", disse a porta-voz do Departamento de Estado, Jen Psaki, em um comunicado. "Nós pedimos à Rússia e aos separatistas que ela apoia que suspendam todos os ataques imediatamente".

O exército ucraniano e os rebeldes se acusavam mutuamente, nesta segunda-feira, de violar a trégua que entrou em vigor na madrugada de sábado para domingo. Os dois grupos afirmaram que, em tais condições, não retirarão as armas pesadas da frente, ao contrário do previsto nos acordos de Minsk.

"A situação é frágil. Não se podia esperar outra coisa", reconheceu nesta segunda-feira a chanceler alemã, Angela Merkel que, junto com o presidente francês, François Hollande, conseguiram fechar um acordo após uma sessão de negociações maratônica na semana passada com os presidentes russo e ucraniano.

Mas por mais frágil que seja, a nova trégua "é a única opção para a esperança de uma resolução de conflito", afirmou a chefe de diplomacia europeia, Federica Mogherini, em coletiva de imprensa em Madri.

"Nosso papel nestes dias é crítico, crucial e consiste não só em esperar para ver se o acordo se mantém, mas em fazer tudo o possível para que seja aplicado", acrescentou.

No terreno, embora os observadores internacionais assegurassem que a trégua tinha sido amplamente respeitada, prosseguiam os bombardeios em Debaltseve, uma cidade estratégica que liga por estrada de ferro os redutos separatistas de Donetsk e Lugansk, assim como em Chirokin, a quinze quilômetros de Mariupol, na parte sul da linha de frente.

Nesta última, cinco soldados ucranianos morreram desde o início do cessar-fogo.

Neste contexto, a retirada do armamento pesado não é contemplada por nenhum dos dois lados.

"Mas por enquanto não se trata de retirar as armas pesadas. Como podem retirar as armas se os rebeldes tentam nos atacar com tanques e atiram contra nós constantemente?", questionou o porta-voz Vladislav Selezniov.

Uma autoridade militar separatista afirmou que os rebeldes tampouco vão retirar as armas pesadas. Isto "só pode se realizar sob certas condições e, em particular, o cessar de todos os disparos", disse Eduard Basurin, que acusou o exército ucraniano de atirar contra o aeroporto de Donetsk.

Os acordos assinados esta quinta-feira em Minsk previam um cessar-fogo, que entrou em vigor no sábado às 22H00 GMT (20H00 de Brasília) e a retirada das armas pesadas da linha de frente, nesta segunda-feira na mesma hora.

Em Devaltseve, bombardeada com lança-foguetes múltiplos, havia 5.000 civis bloqueados, enquanto a entrega de pão foi suspensa por causa dos combates, segundo a prefeitura.

Os acordos de Minsk, fechados após árduas negociações, das quais participaram Ucrânia, Rússia, Alemanha e França, tentam por um fim a um conflito que deixou quase 5.500 mortos em 10 meses.

Enquanto cresce a tensão no leste da Ucrânia, a União Europeia publicou nesta segunda uma nova lista negra de pessoas e entidades punidas por seu papel no conflito, na qual aparecem dois vice-ministros russos da Defesa, Arkadi Bajin e Anatoli Antonov.

Na lista estão outros três russos, entre eles dois deputados, e 14 altos cargos políticos e militares das autoproclamadas repúblicas de Donetsk e de Lugansk. A UE bloqueará suas contas e não poderão entrar em território comunitário.

Os ministros europeus de Relações Exteriores decidiram estas novas sanções no mês passado, mas foi adiada a sua aplicação para não prejudicar as negociações de paz da quinta-feira passada em Minsk.

"Destacamos a incoerência e o caráter ilógico [das sanções]. Cada vez que há uma esperança de solucionar a crise ucraniana interna, Bruxelas se apressa a introduzir novas restrições antirrussas", reagiu o ministério russo das Relações Exteriores, em um comunicado.

A Rússia negou várias vezes ter enviado tropas e armas pesadas aos separatistas pró-russos, apesar das acusações dos países ocidentais. A UE e os Estados Unidos impuseram sanções a Moscou, o que, juntamente com a queda no preço do petróleo, contribuiu para afundar a economia russa, que entrou em recessão.

AFP

Novo CPC: mudanças que buscam agilizar processo entram na reta final para sanção

justica_2

O país pode estar perto de vencer parte das barreiras que dificultam a vida do cidadão e das empresas na busca por uma justiça mais ágil, eficaz e transparente. O novo Código de Processo Civil (CPC), que em breve será sancionado pela presidente Dilma Rousseff, foi concebido para reduzir as angústias de quem muitas vezes espera décadas pelo desfecho de uma ação judicial volumosa, em linguagem complicada e guiada por regras que legitimam e até estimulam o conflito.

A votação do novo CPC foi concluída em 17 de dezembro no Plenário do Senado. Desde então, o texto se encontrava em revisão para ajuste de técnica legislativa e de redação. Agora, com o encaminhamento à Presidência, o prazo máximo para a sanção é de 15 dias úteis.

O texto que está sendo enviado ao Planalto pelo presidente do Senado, Renan Calheiros, incorpora soluções que devem ajudar a destravar a máquina do Judiciário. Uma das mais importantes é a criação de centros de solução consensual de conflitos em todos os tribunais, o que deve resultar na troca da atual visão litigiosa pela busca da resolução pacífica das demandas. Nas audiências prévias de conciliação, as partes serão ouvidas e estimuladas ao acordo. As ações só vão prosseguir quando não houver entendimento.

Entre as inovações do novo CPC que valorizam transparência está a imposição de julgamento dos processos judiciais em ordem cronológica fixadas a partir do momento em que ficam prontos para exame e decisão. Continuam tendo preferência, contudo, os processos e atos com preferências legais, caso das ações de interesse de idosos e pessoas com deficiência.

Agência Senado

Financial Times diz que Rolls-Royce pagou propina a funcionários da Petrobras

br3

O jornal britânico Financial Times publicou reportagem nesta segunda-feira (16) em que diz que a Rolls-Royce pagou suborno a funcionários da Petrobras para conseguir um contrato de U$ 100 milhões com a estatal brasileira. A empresa, famosa pelos carros de luxo, também fabrica turbinas de gás para plataformas de petróleo.

Na reportagem, publicada com destaque, na capa, o Financial Times cita depoimento do ex-gerente da Petrobras Pedro Barusco, que teria dito à polícia que recebeu pelo menos U$ 200 mil da Rolls-Royce. O depoimento faz parte da investigação divulgada pela Justiça Federal brasileira.

Na resposta ao jornal, de acordo com a reportagem, a Rolls-Royce disse que “não tolera conduta empresarial indevida de qualquer tipo”, e tomará “as medidas necessárias para garantir o cumprimento das leis”.

(Agência Brasil)

Mudanças climáticas ameaçam segurança alimentar, alertam cientistas

seca23

A aceleração das mudanças climáticas e seu impacto sobre a produção agrícola mundial exige que profundas mudanças sociais sejam implementadas nas próximas décadas para alimentar uma população mundial crescente, alertaram cientistas em uma conferência científica anual.

Segundo os cientistas, a produção alimentar terá que dobrar nos próximos 35 anos para alimentar uma população global de 9 bilhões de habitantes em 2050 contra os 7 bilhões atuais.

Alimentar o mundo "implicará algumas mudanças em termos de minimizar o fator climático", disse Jerry Hatfield, diretor do Laboratório Nacional para a Agricultura e o Meio Ambiente.

A volatilidade das chuvas, as secas frequentes e o aumento das temperaturas afetam as lavouras de grãos, razão pela qual será preciso adotar medidas, afirmou Hatfield neste domingo, durante a reunião anual da Associação Americana para o Avanço da Ciência.

"Se avaliarmos a produção de 2000 a 2050, basicamente teríamos que produzir a mesma quantidade de alimentos que produzimos nos últimos 500 anos", previu.

Mas, globalmente, os níveis de uso da terra e a produtividade continuarão degradando o solo, advertiu.

"No que diz respeito à projeção para o Meio Oeste (dos EUA), estamos convencidos de que as temperaturas aumentarão bastante", afirmou Kenneth Kunkel, climatologista da Administração Nacional Oceânica e Atmosférica americana, referindo-se à região de maior produção de grãos, situada no centro do país.

Kunkel estudou o impacto do aquecimento global no Meio Oeste americano, onde a maior ameaça para a segurança alimentar é a seca.

A possibilidade é alta que esta região sofra com a pior seca no século XXI entre as registradas no último milênio, representando uma ameaça direta para os moradores da região, alertaram cientistas nesta quinta-feira, na abertura da conferência, celebrada em San José, na Califórnia (oeste).

As mudanças climáticas estão ocorrendo tão rapidamente que os seres humanos enfrentarão em breve uma situação sem precedentes, afirmou Kunkel.

Mas James Gerber, especialista em agricultura da Universidade de Minnesota, disse que reduzir o desperdício de alimentos e o consumo de carne vermelha ajudaria.

A redução do número de cabeças de gado diminui o impacto ambiental, inclusive as emissões de metano, um poderoso gás de efeito estufa.

Gerber disse que os cientistas identificaram "tendências bastante preocupantes", como a diminuição global das reservas de grãos, que dão à sociedade uma importante rede de segurança.

O cientista também expressou sua preocupação sobre o fato de que a maioria da produção de grãos está concentrada em áreas vulneráveis ao aquecimento global. Gerber não descartou um uso maior de organismos geneticamente modificados como forma de aumentar a disponibilidade de alimentos.

Paul Ehrlich, presidente do Centro para a Conservação Biológica, da Universidade de Stanford, disse que o problema requer "uma real mudança social e cultural em todo o planeta".

"Se tivéssemos mil anos mais para resolvê-lo, estaria muito tranquilo, mas podemos ter 10 ou 20 anos" apenas, advertiu.

 

AFP

Identificados corpos da família morta em acidente. Velório e sepultamentos serão em Juazeiro do Norte

onibus

A Polícia já identificou os corpos das cinco vítimas do acidente envolvendo um automóvel Ônix de placas ORT-2866 e o ônibus da empresa Guanabara, de placas OSR-6278, ocorrido na tarde de domingo de carnaval (15), na CE-060, entre Várzea Algre e Iguatu, na Região Centro-Sul do Estado.
Os corpos só devem chegar neste final da tarde, em Juazeiro do Norte, onde serão velados e, em seguida, sepultados.
O veículo era dirigido pelo economiário e gerente da Caixa Econômica Federal de Iguatu, Adaílton Pires Salviano, de 35 anos; que perdeu o controle do veículo numa curva e capotou indo de encontro ao ônibus que vinha no sentido Fortaleza-Várzea Alegre.
No impacto, além do gerente da Caixa, morreram a esposa dele, Cícera Lopes Vieira Pires, 41; e sos filhos Rafael Vieira Pires, 2; e Artur Vieira Pires, de 9 anos. A quinta vítima foi identificada como sendo Ticiane Maria Vieira Rodrigues, de 9 anos, que era parente das vítimas e estava no mesmo veículo. Todos residiam em Juazeiro do Norte. A família no bairro João Cabral, enquanto Ticiane morava com os pais no bairro do Socorro.
Os corpos ainda continuam no IML de Iguatu e só devem ser liberados após o meio-dia desta seugnda-feira (16). De Iguatu seguem para Juazeiro do Norte, onde devem ser velados, provavelmente no Anjo da Guarda. Os sepultamentos só devem ocorrer nesta teraç-feira (17)., em Juazeiro do Norte.
O ACIDENTE
Conforme a Polícia Rodoviária Estadual (PRE), o acidente ocorreu pouco depois das 16 horas de domingo (15). No momento chovia muito e a pista estava escorregadia por conta da areia de uma obra às margens da rodovia ter invadido a pista. O motorista do Ônix teria perdido o controle do carro numa curva e capotou indo de encontro à frente do ônibus que vinha em sentido contrário. "O impacto foi tão forte, que o motor do carro foi jogado à distância. Não havia como alguém sobreviver", disse o delegado Flávio Santos.
No ônibus da empresa Guanabara viajavam 31 passageiros. A empresa afirmou através de nota, que apenas quatro sofreram cortes superficiais e foram levados para o hospital de Várzea Alegre. Em seguida, todos seguiram viagem em outro ônibus.

Flavio Pinto News

PF apreende caminhões e trator doados pelo PAC à Prefeitura de Juazeiro do Norte, que estavam à serviço de particular

tratorpac

Os veículos foram levados para a sede da PF em Juazeiro do Norte.

A Polícia Federal apreendeu em Juazeiro do Norte, três caminhões caçambas e um trator doados pelo Governo Federal, através do  PAC (Programa de Aceleração do Crescimento), para o município, que estavam sendo utilizados de forma irregular.
Segundo o vereador Cláudio Luz (PT), que também é policial Federal e está de plantão na PF, a denúncia chegou nesta manhã de segunda-feira (16), através de um telefonema para delegacia da PF. A delegada de plantão mandou os agentes investigar e ao chegarem no local, os agentes federais encontraram as máquinas trabalhando na limpeza de um terreno, nas proximidades do rio Salgadinho, que de acordo com as primeiras informações, pertenceria à empresa particular AC Imóveis, de Fortaleza. No local, segundo a PF, parte do terreno será construído um loteamento para construção de casas e a outra parte para construção de casas populares.
Três servidores da Prefeitura de Juazeiro do Norte e um prestador de serviço temporário, que operavam as máquinas, foram conduzidos para a PF de Juazeiro do Norte, onde prestaram depoimentos e depois liberados.
O dono na empresa e nem o secretário de obras da Prefeitura de Juazeiro do Norte foram localizados nesta segunda-feira para falar sobre o assunto. O maquinário foi conduzido para a Delegacia da PF em Juazeiro do Norte.

Flavio Pinto News

Morre a mãe dos ex-governadores do Ceará, Ciro e Cid Gomes

 

familiagomes

Dona Maria José era matriarca da família Ferreira Gomes.

Nesta segunda-feira (16), morreu em Fortaleza, vítimas de complicações de AVC, dona Maria José Ferreira Gomes, mãe dos ex-governadores do Ceará, Ciro e Cid Gomes. Dona Maria José estava internada desde o final do ano passado num hospital da capital e morreu aos 88 anos. Era esposa do ex-prefeito de Sobral José Euclides Ferreira Gomes com quem teve ainda os filhos Lia, Lúcio e Ivo Gomes, este último deputado estadual eleito e atual secretário das Cidades no Governo Camilo Santana. O enterro de dona Maria José será no mausoléo da família cemitério São José, em Sobral, nesta quarta-feira.

Flavio Pinto News

Governador Camilo Santana interrompe o carnaval para acompanhar velório e enterro da matriarca da família Ferreira Gomes

CamiloSantanace

 

Camilo vai acompanhar o velório e o enterro de dona Maria José.

O governador Camilo Santana interrompeu seu descanso de carnaval para acompanhar o velório e o sepultamento de dona Maria José Ferreira Gomes,88, mãe dos ex-governadores Ciro e Cid Gomes e do deputado Ivo Gomes, que morreu na tarde desta segunda-feira (15), vítima de complicações de AVC. Camilo estava recluso com a família numa praia do litoral cearense, quando foi informado por assessores da morte da matriarca da família Ferreira Gomes.
Ainda nesta noite, o governador retorna para Fortaleza, onde acompanhará o velório e nesta terça-feira (17), acompanhado dos irmãos Ferreira Gomes, participará do enterro de dona Maria José, no cemitério São José, em Sobral. O horário do sepultamento ainda não foi definido pela família.

Flavio Pinto News

Tucanos vão mais longe e sugerem que se investigue a corrupção desde o tempo da “coroa portuguesa”

Brasília – Durante a sessão da última sexta-feira no Senado Federal, o líder do PSDB, Cássio Cunha Lima (PB) disse que não vê problema em se investigar os desmandos no país “desde a Coroa Portuguesa”. Mas deixou claro que isso não pode ser usado “para impedir as que as investigações que estão em curso sejam desviadas do seu foco”.
Ele citou mais uma vez a tática do PT, de atribuir a todos a culpa pelos escândalos na Petrobras, ao comentar editorial do jornal “Estado de S.Paulo”, que critica essa tática petista diversionista: “se não dá pra sair do buraco, traga os inimigos para dentro dele”.
Durante a sessão, o líder também disse que, novamente, a estratégia do partido do governo é do sectarismo, o “nós contra eles”, e afirmou que o país vive um momento de doenças crônicas: “um governo que não consegue distinguir claramente o que é publico do privado”.
O líder afirmou ainda que no Senado não há golpistas, e que queda de popularidade não é sinônimo de impeachment da presidente da República. Cássio citou ainda a cantora Maria Bethânia, que diz sentir pena do Brasil, e lamentou o momento do país – reforçando a postura da oposição de garantir que as apurações ocorram. “Depois de algumas conquistas que alcançamos, há um ambiente de retrocesso com tudo isso que está sendo revelado. Mas o Brasil ganhará e crescerá com a revelação de todos esses acontecimentos. Estamos aqui para defender as investigações e a punição rigorosa dos eventuais culpados”, finalizou.

Um grande livro: "O preço a pagar", de Joseph Fadelle (por Joaquim)

Há uns dias atrás indicaram-me um livro e insistiram que o devia comprar e ler.
Confesso que não era minha vontade, até porque tenho um pouco a mania de comprar livros, que por vezes acabo por não ler.
Mas acedi e comprei “O preço a pagar por me tornar cristão”, de Joseph Fadelle, editado por Paulinas Editora.
Enquanto esperava no carro que o meu filho mais novo acabasse as aulas, folheei o livro e dei comigo muito interessado em saber mais da história que o mesmo conta.
Assim que cheguei a casa não descansei enquanto não comecei a ler o livro, primeiro por curiosidade, depois empolgado, (é o termo), porque não conseguia deixar de querer levar aquela história toda até ao fim.
Não o li todo nessa noite, mas não passou o outro dia sem que o tivesse acabado de ler.
Em primeiro lugar fiquei com uma admiração profunda por aquele homem, que arrostando contra todos e contra tudo, decidiu dizer sim na sua vida e tornar-se cristão no meio mais hostil para tal decisão.
Não vou obviamente descrever a história contada, porque apagaria a surpresa, e sobretudo porque nunca conseguiria colocar nas palavras escritas por mim a descoberta daquela narrativa, a força daquela vontade, o destemor de um homem que “persegue” Cristo para O comungar, (leiam o livro e perceberão porquê), a perseverança que Deus dá aqueles que O procuram em «espírito e verdade».
Em segundo lugar percebi um pouco a dificuldade imensa porque passam os cristãos naquele ambiente e como por vezes até pode parecer que rejeitam os que os procuram, mas como tudo isso tem por detrás um enorme “preço” a pagar.
E depois …
Depois senti-me nada, senti-me pecador até ao mais profundo do meu ser!
Não pecador de pecados diários “normais” no nosso conceito de pecado, mas pecador verdadeiro, um pecador que não sabe aproveitar e fazer render os “talentos”, as facilidades que Deus permanentemente lhe dá.
Envergonhado, (e não é a primeira vez que me sinto envergonhado por testemunhos vindos daquela parte da terra), por ter tanto e dar tão pouco.
Num meio profundamente hostil, (tão hostil que o resultado para quem procede como o narrador, é a morte), aquele homem procura incessantemente Jesus Cristo, arrostando com todos os perigos, desistindo de uma vida confortável e estável, colocando de lado até o poder social, sem desistências, nem concessões a si próprio ou à sua própria família.
E eu vejo-me a encontrar desculpas para não participar da Eucaristia, (presença viva de Cristo), numa qualquer igreja a 100 metros de minha casa, ou até a alguns quilómetros, sem ter que me esconder de ninguém, nem de nada.
Dou por mim a pensar quantas vezes me reduzi ao silêncio quando diziam mal do meu Deus, da minha Igreja, para não dar nas vistas, ou por medo de alguma represália.
Quantas vezes deixei que fosse apenas o meu voto, (no segredo da urna), a combater fracamente as leis iníquas que o meu país vai aprovando contra Deus, contra a Igreja, contra a família.
Recordo os meus comodismos, os meus confortos, e que, por causa deles, tantas vezes fiquei calado não dando testemunho da fé que afirmo viver, não fosse por qualquer razão “cair em desgraça” aos olhos de outrem.
«Falta-te apenas uma coisa: vai, vende tudo o que tens, dá o dinheiro aos pobres e terás um tesouro no Céu; depois, vem e segue-me.» Mc 10, 21
Este homem nem vendeu o que tinha! Desistiu do que tinha para seguir Jesus!
Mas eu não, eu dou apenas do que me sobra e mesmo assim dou muito menos do que poderia dar, com medo de que algo me falte.
Uns percorrem quilómetros, escondidos entre muros e árvores, para poderem chegar a uma celebração da Eucaristia.
Nós que temos estradas e bons caminhos, e podemos caminhar “às claras” pelas ruas, arranjamos razões para deixar de celebrar a Eucaristia.
Às vezes até escolhemos este ou aquele padre, porque celebra mais rápido, porque fala mais ao nosso gosto!
E protestamos porque o padre falou muito, porque os avisos são demorados, porque isto, porque aquilo … perdendo totalmente o encontro pessoal e comunitário com Cristo que se faz presente em cada Eucaristia.
A lista seria tão longa que fico por aqui.
Mas tenho que deixar vivas em mim as palavras de Jesus na “parábola dos talentos”:
«Servo mau e preguiçoso! Sabias que eu ceifo onde não semeei e recolho onde não espalhei. Pois bem, devias ter levado o meu dinheiro aos banqueiros e, no meu regresso, teria levantado o meu dinheiro com juros. Tirai-lhe, pois, o talento, e dai-o ao que tem dez talentos. Porque ao que tem será dado e terá em abundância; mas, ao que não tem, até o que tem lhe será tirado. A esse servo inútil, lançai-o nas trevas exteriores; ali haverá choro e ranger de dentes.» Mt 25, 26-30
Leiam este livro e sintam-se incomodados como eu, nem que seja apenas por uns dias! Pela graça de Deus alguma coisa há-de mudar em nós.
Glória ao Senhor, que tais filhos chama para d’Ele darem testemunho!
----------------
Você pode comprar este livro em Crato na Livraria Belém, localizada no Shopping Residence – Rua Santos Dumont 123 – Centro – Crato. Ou em qualquer uma das Livrarias Paulinas espalhadas pelo Brasil, ou outras livarias que vendam publicações das Paulinas.

Edições Anteriores:

Novembro ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30