xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> Natureza mais íntima - Por: Emerson Monteiro | Blog do Crato
.

VÍDEO - VÍDEO DE LANÇAMENTO - Em breve, as novas transmissões TV Chapada do Araripe. Espero que curtam o vídeo de lançamento abaixo, em que há uma pequena retrospectiva de alguns trabalhos, reportagens já feitas ao longo dos muitos anos que fazemos reportagens. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 24.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

02 novembro 2015

Natureza mais íntima - Por: Emerson Monteiro

Conta uma parábola do sábio hindu Sri Ramakrishna que, certa vez, uma tigresa prenhe realizava caçada em busca de alimento e corria atrás de rebanho de ovelhas, quando, em pleno esforço de sobreviver, o animal acabou por dar cria. Nisso, ao parir, misturado com a perseguição desarvorada, não resistiu e, ao saltar, ali mesmo morreu...

Deixou vivo, entretanto, o filhote que transportava no bucho, de imediato cercado pelos ovinos. Na condição dos elementos necessários, a cria escapou, chegando a se integrar ao rebanho, aonde persistiu como dele originária.

Logo o felino viria a copiar os hábitos daqueles com quem viveria, fruto da observação e das carências do sustento. Nutria-se de vegetais, balia feito borrego novo face ao perigo e dormia no estábulo, em harmonia com os parceiros amistosos, sem desconfiar de nada diferente que fosse.

Largo tempo passado, numa outra perseguição empreendida por tigre adulto que localizou os ovinos, descobriu a fera nomeio do rebanho aquele tigre-carneiro, que se viu notado pelo predador feroz. Admirado com o que via, o tigre resolveu reverter o processo da acomodação do seu parente no ambiente em que envolvera.

Perseguiu o filhote, prendeu-o pela nuca, cercando-o de cuidados extremos, e buscou mostrar-lhe a condição de carnívoro, levando-o em seguida às margens de um lago tranquilo, mostrando no espelho das águas os traços da parecença entre eles dois.

- Veja, sua forma é em tudo semelhante à minha! Somos selvagens. Por isso é um tigre igual a mim. Coma carne invés de palha!

Desconfiado, todavia ciente dos argumentos indicados, o tigre novo, criado pelos carneiros, resolveu abandonar o rebanho acolhedor e se embrenhar nas matas, seguindo o tigre veterano que o ensinava.

A princípio, encontrou imensa dificuldade para gostar da carne que o outro lhe apresentava, das primeiras vezes fazendo-o comer quase à força. Superados os bloqueios iniciais, daí sentiu forte prazer nas refeições de sangue, só naquela hora descobrindo com certeza a categoria original.

Mais algum tempo adiante, e adaptou-se de pleno gozo aos valores da sua raça, cumprindo formalidades adormecidas no instinto, qual se nunca antes houvesse agindo de modos variados.

Então, refeito do susto, o tigre velho considerou:

- Agora você compreende que é idêntico a mim? Venha, siga-me nos caminhos da floresta.

...

Ao contar essa história, quis o místico indiano demonstrar o valor da orientação correta para quem quer descobrir o Eu verdadeiro, em nada parecido com o que imaginam os que vivem sob o domínio do ego, a estação transitória rumo às coisas espirituais definitivas.

0 comentários:

Postar um comentário

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.


Edições Anteriores:

Maio ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31