xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> Boa Tarde para Você, Antonio Vicelmo do Nascimento ( por Renato Casimiro) | Blog do Crato
.

VÍDEO - CONVERSA FRANCA - O DESCASO NO CRATO - Dihelson Mendonça ( 30-11-2017 ).
Estamos de volta com as transmissões da TV Chapada do Araripe ( E agora, com alguns programas ao vivo ). Serão vários programas abordando temas diversos, como a realidade da nossa região, do Ceará e do mundo; Programas científicos, atualidade, entrevistas, e transmissão de eventos ao vivo. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 25.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

17 novembro 2015

Boa Tarde para Você, Antonio Vicelmo do Nascimento ( por Renato Casimiro)


    Por muitos anos, na audiência diária de um jornal radiofônico, ouvir ao seu final em meio a uma vinheta a expressão “E era só...” sempre nos deixou a sensação de que o melhor, a notícia mais atualizada, o imprescindível fora dito, e se aí desligássemos o aparelho, carregaríamos para a vida a sensação de que nenhuma outra informação seria necessária para maior atualidade do que se ouvira. Quero crer que esta foi a tônica forte do rádio noticioso que cativou gerações desse Cariri por estes exatos cinquenta anos na voz do homem da notícia, Antonio Vicelmo do Nascimento, que chega a estas marcas etárias, de rádio e de existência, para nos contar em livro o que viveu intensamente, a partir de cada manhã, fazendo e lendo notícias.
    
    Estamos aguardando, Vicelmo, pois estamos ansiosos para assistir regalados esse momento impar e festivo que nos habilita para a leitura de uma revisão, mesmo abreviada, do seu exercício profissional, aquele que em parte ouvimos e assistimos em sua audiência diária, cativos ao pé do rádio. Sem dúvida alguma, nesta radiofonia noticiosa do Cariri, seu trabalho se impôs e a muitos viciou porque você o caracterizou por um estilo aparentemente estranho, de quem se libertava da tradição formal de uma leitura correta, sem chance de improvisos, certo de que cada ouvinte era o seu próprio censor. Mas, como já se disse, historicamente, e longe de nós para contrariar alguém que com tanta razão e propriedade já nos advertira de que o estilo é o homem, o modo de ser de Antonio Vicelmo se fez como mito e realidade deste rádio do Cariri e isso atravessou belas manhãs em anos quase incontáveis.
    Verdadeiramente, ao lembrar o papel que cabe a esta imprensa, até podemos falar dessa nossa região que tem exemplos de imensos valores, homens de rádio que aqui se fizeram nos microfones de simples amplificadoras e das primeiras e pioneiras emissoras de radio de nossas cidades. Podemos lembrar gente, entre serras e tabuleiros, homens de grandes recursos de voz e escrita, talentos de grande criatividade que saídos daqui foram bem mais longe, entre Ceará Rádio Clube, Jornal do Commércio, Rádio Piratininga, Rádio Nacional, BBC de Londres e inúmeras outras frequências. Você, Vicelmo, foi uma destas reservas valiosas que ficaram conosco nestes seus cinquenta anos de microfone, na autenticidade de seu estilo, ou como já se referiram, na contramão de padrões e estereótipos bem comportados que os estúdios sempre parecem reservar ao noticiarista.
    Como impressão pessoal de ouvinte de rádio, digo-lhe que ao meu sentimento em todos esses anos o seu trabalho foi muito além do tempo em que se cobrava do locutor, do noticiarista, estes critérios mais “plásticos” da performance, por voz entre volume, firmeza, pronúncia, timbre e impostação. A evolução da mídia e de outras mídias mais avassaladoras, rompendo padrões e levando a interação às raias do inimaginável, tornaram o rádio, e particularmente transferiram para os seus homens da notícia a maior parte daquilo que se espera e sejam os frutos verdadeiros do papel da notícia por prontidão, fidelidade e credibilidade.
    Ouvi noutro dia, e isso me trouxe uma grande alegria, a sua revelação de que esse seu livro que já está pronto apenas inicia esse “desembucha” do que se tem a contar, e como cada um de nós é um pequeno historiador do seu entorno, faço votos para que você ainda nos seja pródigo em suas memórias, sem limites, porque não “era só...”. No complemento desta revelação está a indicação de que em suas andanças e pesquisas você detém um inestimável acervo de milhares de cartas escritas e trocadas com o Padre Cícero, entre os textos do patriarca e as respectivas respostas de seus interlocutores, o que se reserva para o seu próximo livro, na nossa ansiedade.
     Antonio Vicelmo do Nascimento, de bem com a vida e diante do que esta mesma lida lhe reservou, na felicidade e no infortúnio, se diz feliz, amando intensamente e sendo amado por todos aqueles que têm o privilégio de ouvir-lhe em serviço ou de privar na convivência diária de sua amizade. A todos estes eu me junto afetuosamente para testemunhar-lhe uma admiração que não nasceu ao acaso, ou segundo uma idiossincrasia qualquer, destas que nem sabemos como explicar e que ganha corpo e alma pela empatia que merece respeito e crença ao sabor do bom serviço prestado.
       Ao transmitir-lhe esta mensagem que prazerosamente se associa a este momento com o qual celebramos o privilégio de tê-lo neste rádio caririense como uma legenda a ser imitada em caráter e competência, alego apenas o cumprimento simples que respeitosamente lhe é devido. Cumprimento-o, Antonio Vicelmo, por essa sua biografia viva, autêntica e respeitável, tão merecedora de uma consagração que se impõe por fazer justiça à enorme dedicação como você se deu ao Cariri que lhe viu nascer e que o guardou para a cidadania honrada que sempre exerceu.
(Crônica lida durante o Jornal da Tarde, da FM Padre Cícero, Juazeiro do Norte, em 11.11.2015)

0 comentários:

Postar um comentário

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.


Edições Anteriores:

Novembro ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30