xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> Refugiados são abrigados em antigo campo de concentração nazista na Alemanha | Blog do Crato
.

VÍDEO - Estamos de volta com as transmissões da TV Chapada do Araripe ( E agora, com alguns programas ao vivo ). Serão vários programas abordando temas diversos, como a realidade da nossa região, do Ceará e do mundo; Programas científicos, atualidade, entrevistas, e transmissão de eventos ao vivo. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 25.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

24 setembro 2015

Refugiados são abrigados em antigo campo de concentração nazista na Alemanha

 

Dachau

O Campo de Concentração de Dachau ficou marcado na história negativamente como um os locais mais famosos durante a Alemanha Nazista. Construído sobre uma antiga fábrica de pólvora próxima da cidade de Munique, ele foi o primeiro a ser erguido na administração de Adolf Hitler.

Campo de Concentração de Dachau foi o 1º construído na gestão Hitler. (Getty)Campo de Concentração de Dachau foi o 1º construído na gestão Hitler. (Getty)

Hoje, o local abriga uma memorial e, talvez por ironia do destino (e provavelmente por pressão social), logo ali perto da antiga fortaleza das paredes cinzas há uma casa com 50 refugiados e moradores de rua.

“Eu só queria ter um teto sobre a minha cabeça”, contou Ashkan, do Afeganistão, em entrevista ao jornal The Guardian, com indiferença de quem, acostumado a outra realidade, naturalmente tem outras prioridades quando consegue acordar todo dia em paz. “Saio para trabalhar, volto para casa, saio de novo para trabalhar.”

Ele vivia em um abrigo superlotado anteriormente e se mudou para Dachau após oferta da prefeitura. Para morar lá, paga 60 euros por mês: “Mas alugar um apartamento foi difícil. Sempre que digo que sou do Afeganistão... ouço um não.”

'O trabalho liberta', diz a entrada do campo de concentração. (Getty)'O trabalho liberta', diz a entrada do campo de concentração. (Getty)

Querendo ou não, a população sente que os refugiados estão hospedados perto de um local que até hoje (e provavelmente para sempre) abriga uma atmosfera pesada, um luto eterno de uma mancha na história. “Para mim, não é muito acolhedor abrigar refugiados em um lugar que simboliza tortura e morte”, diz Gabrielle Hammerman, diretora do memorial do Campo de Concentração de Dachau.

Outras questões estão envolvidas na tendência recente da Alemanha de abrigar refugiados, como acomodações a longo prazo para pessoas que estão sendo processadas, bem como alojamentos em condições terríveis – próximos a cemitérios e construções do pior período da história germânica.

Somente no primeiro semestre de 2015, o Ministério do Interior da Alemanha registrou 202 ataques contra abrigos. Independentemente dos motivos que levaram o país de Angela Merkel a mudar sua postura com imigrantes recentemente, uma coisa é fato: com ou sem esse clima mórbido, mesmo assim está fazendo a diferença para pessoas que não tinham nem esperanças de como seria o dia de amanhã.

Yahoo Notícias

0 comentários:

Postar um comentário

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.


Edições Anteriores:

Setembro ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30