xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> Tá feia a coisa: Brasil caminha para dois anos de recessão, preveem especialistas | Blog do Crato
.

VÍDEO - CONVERSA FRANCA - O DESCASO NO CRATO - Dihelson Mendonça ( 30-11-2017 ).
Estamos de volta com as transmissões da TV Chapada do Araripe ( E agora, com alguns programas ao vivo ). Serão vários programas abordando temas diversos, como a realidade da nossa região, do Ceará e do mundo; Programas científicos, atualidade, entrevistas, e transmissão de eventos ao vivo. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 25.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

29 agosto 2015

Tá feia a coisa: Brasil caminha para dois anos de recessão, preveem especialistas

Fonte: Estado de Minas, 29/08/2015
Luz no fim do túnel distancia-se com as incertezas do rumo da economia chinesa
 De abril a junho, setor industrial teve a maior retração com perda de 4,3% em relação ao período de janeiro a março (foto: Marcelo Ribeiro/Tribuna de Minas)
O resultado do Produto Interno Bruto (PIB) no segundo trimestre impõe ao Brasil novo quadro de recessão técnica. Depois de encolher 0,7% entre janeiro e março, a economia do país reduziu 1,9% nos três meses seguintes, segundo informou ontem o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Esse é o pior resultado da economia brasileira desde o primeiro trimestre de 2009. E mais: com investimentos e consumo em forte queda, a saída da crise poderia estar no aumento de exportações, dada a desvalorização do real ante o dólar, mas a luz no fim do túnel distancia-se com as incertezas do rumo da economia chinesa. Em anos anteriores, o consumo das famílias sustentou o crescimento da economia mesmo em meio à crise internacional. A inflação elevada, no entanto, reduziu o poder de consumo. O desemprego agravou a situação, forçando os mais jovens a ingressarem no mercado de trabalho para contribuir nas contas familiares.

Quadro ruim –  “Era esperado um resultado ruim, mas veio muito pior”, pontua o professor de economia do Ibmec, Reginaldo Nogueira. Ele acredita que, com isso, a queda em 2015 do PIB deve ser próxima de 2,5% e não mais de 2%.  A melhoria na economia, segundo o gerente de Estudos Econômicos da Federação da Indústria do Estado de Minas Gerais (Fiemg), Guilherme Leão, só virá com o aumento da confiança do empresariado, que, atualmente, em 33,7 pontos, no caso da indústria, está muito abaixo do patamar de equilíbrio de 50 pontos.


0 comentários:

Postar um comentário

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.


Edições Anteriores:

Novembro ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30