xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> Para você refletir ! -Por Maria Otilia | Blog do Crato
.

VÍDEO - Estamos de volta com as transmissões da TV Chapada do Araripe ( E agora, com alguns programas ao vivo ). Serão vários programas abordando temas diversos, como a realidade da nossa região, do Ceará e do mundo; Programas científicos, atualidade, entrevistas, e transmissão de eventos ao vivo. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 25.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

24 agosto 2015

Para você refletir ! -Por Maria Otilia

Os últimos acontecimentos ocorridos na cidade do Crato,  vem requerer de todos nós cratenses, um repensar sobre  alguns assuntos inerentes a política. Não somente uma política partidária, mas  a ausência de políticas públicas  voltadas para  o crescimento  e melhoria nas  diversas  áreas.
Por outro lado é preocupante a posição de alguns  dos que se dizem nos representar, mais especificamente  alguns dos nobres vereadores,  pelo que vem sendo veiculado nas redes sociais, desconhecem o verdadeiro papel de um  político fiel ao seu partido.E que  deveria ter como objetivo  trabalhar pelo  bem da coletividade.
Veja o que diz Karolini Tokaseki sobre fidelidade partidária: “A fidelidade partidária prevê um mecanismo eficaz para sanção de parlamentar que troca de legenda. Destaque-se, ainda, que a questão da fidelidade partidária está intrinsecamente ligada à moralidade dos partidos políticos. Assim, quanto menos infidelidade partidária houver, mais os partidos políticos ficarão fortalecidos, uma vez que sua estrutura permanecerá consolidada e estabilizada, tornando-se a uma democracia mais sólida e amadurecida.
Infelizmente, aqui em nosso município, grande parte dos que foram eleitos desconhecem a verdadeira  filosofia do que é ser  fiel ao seu partido. Pelo contrário, mudam de lado como se estivesse trocando de roupa. Em determinados momentos se dizem pertencer a base aliada. Em outros simplesmente  se posicionam  como oposição. Tornando público que o objetivo realmente não é efetivar as  promessas  de campanha, mas  cada vez fortalecer a aquisição do “poder”. Seja esse poder através de vantagens financeiras, ou de  favorecimentos nas mais diversas dimensões.
Lembramos aqui, o que seja infidelidade partidária: A infidelidade partidária constitui-se no mais serio ato indisciplinar, a perda do mandato pelo parlamentar decorre de ato de infidelidade, José Afonso da Silva (2004, p.405) cita que o ato de indisciplina, ou seja, da infidelidade partidária, se manifesta de dois modos: oposição, por atitude ou pelo voto, a diretrizes legitimamente estabelecidas pelo partido; apoio ostensivo ou disfarçado a candidato de outra agremiação.
É bom ficar de olho bem aberto,todas as pessoas  que tem  a pretensão de concorrer a cargos eletivos.Principalmente ao cargo de gestor municipal. Não confiem nestes  políticos tipo “camaleão” que mudam de lado  de acordo com as suas conveniências.Com certeza não serão bons aliados.Como forma de ilustrar esta temática, posto a fábula sobre Paradópolis. Boa Leitura!



                          FÁBULA
Era uma vez em Paradópolis... Um povo cansado de esperar o cumprimento das promessas feitas pelo seu rei que prometeu melhorar as Vilas do reino, realizando obras que atendessem as necessidades da população. Vendo o ‘tempo’ do monarca se encurtar, o povo ainda mantém a esperança, que seu rei vai abrir a ‘guaiaca’ e gastar a ‘bofunfa’ com seu povo, afinal ele pretende continuar rei, e para isto tem de fazer algo. Foi aí que ele teve uma idéia. Vamos colocar algumas velas nas vilas mais movimentadas, e ladrilhar as vias principais do reino.
Neste momento entra os conselheiros. Mas meu rei, é muito dinheiro, quase não sobra nada.
Diz o rei: Aí que vocês se enganam, pois sobra sim, e ainda garantimos mais um tempo no poder, pois o povo tem memória curta, e vale o que é feito no final e mais algumas moedas no dia define a vitória.
Para a população a idéia foi valida, pois pelo menos serão beneficiados por algumas obras que embelezarão o reino, sem contar que o rei nomeou um obreiro comprometido em trabalhar.
Conselheiros: Mas rei, o senhor sabe que tem alguns mercenários que cobram caro para ajudar o senhor por baixo dos panos e depois ainda agem como se tivessem feito um favor.
Rei: Liga não, do uns ‘carguinhos’ na administração do reino e ficam quietos, senão eu puxo o tapete e cai tudo.
Após a reunião de conselho o rei decide colocar as idéias em prática, tendo o cuidado de realizar as obras bem no final para que ninguém se esqueça.
Já na corte, a maioria dos grão vizirs que fiscalizavam o rei buscavam de toda a forma uma maneira de apoiá-lo, mas alguns queriam mais do que o oferecido devido a ganância, e começaram a ameaçar o rei. Cansado o monarca decide corta a cabeça destes vizirs que sem ter o que fazer começam a exercer o direito supremo de espernear e falar bobeiras, a exemplo do Bobo da corte, que esta sempre na frente sem, porém saber o que fazer.
E assim prossegue a vida em Paradópolis, entra ano, sai ano, e tudo fica na mesma.
Autor desconhecido.

0 comentários:

Postar um comentário

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.


Edições Anteriores:

Outubro ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31