xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> O que está por trás dos ataques ao Bispo de Crato? -- por José Oliveira Cavalcante (Diácono Cory) | Blog do Crato
.

VÍDEO - Estamos de volta com as transmissões da TV Chapada do Araripe ( E agora, com alguns programas ao vivo ). Serão vários programas abordando temas diversos, como a realidade da nossa região, do Ceará e do mundo; Programas científicos, atualidade, entrevistas, e transmissão de eventos ao vivo. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 25.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

15 agosto 2015

O que está por trás dos ataques ao Bispo de Crato? -- por José Oliveira Cavalcante (Diácono Cory)

Nos últimos tempos alguns jornais do Cariri tem dado um espaço muito grande, em suas páginas, para fazer acusações maldosas, injustas e mentirosas contra Dom Fernando Panico. Ressalto que esses jornais são distribuídos gratuitamente em locais estratégicos de Crato, Barbalha e Juazeiro do Norte, aí incluídos os consultórios médicos.

Todos nós católicos (de verdade) sabemos como tudo começou. A motivação principal ficou visível quando Dom Fernando chegou à Diocese de Crato e tomou a decisão de apoiar os romeiros e, iniciou um trabalho no processo de reconciliação da Igreja com o Padre Cicero, deslocando-se, inclusive, a Roma para falar com o Papa Bento XVI nesse sentido. Isso foi o estopim, afirmo com toda veemência.

A evidência maior foi que, logo depois que Dom Fernando disse que iria trabalhar no processo de reconciliação do Pe. Cicero, alguns membros do clero diocesano contrário à medida proposta pelo Bispo afastaram-se do convívio na Cúria, dedicando-se totalmente as suas paróquias.

Mas, vendo a empreendida ser levada adiante e não aceitando esta atitude do bispo diocesano, pois a mesma era contrária aos seus interesses, e discordando dos documentos pertinentes à abertura do processo de reabilitação do Padre Cicero, tentaram em várias instancias inviabilizar o pedido feito por Dom Fernando ao Vaticano.

Após esses episódios iniciais, passou-se à perseguição a Dom Fernando, de maneira explicita, junto ao clero e aos fiéis da diocese, num trabalho de “corpo a corpo”. Faziam, e continua fazendo, acusações maldosas e injustas, inclusive utilizando o altar em suas homilias, dizendo que era uma questão de honra ver Dom Fernando fora da Diocese de Crato.
Como diácono numa conversa com Dom Fernando, perguntei:
– Por que o Senhor não toma uma decisão canônica contra as pessoas que o acusam desta maneira?
 Então o bispo me disse: – Vamos nos ajoelhar e rezar meu filho. A mentira por si só se destrói. Os perseguidores da Igreja sempre receberam a sua resposta.

Desde que Dom Fernando chegou ao Crato, em junho de 2001, pude constatar seu zelo à frente da nossa Diocese. Zelo pela Pastoral, pelo Seminário São José, pelos diáconos Permanentes, pelos presbíteros, pelas Santas Missões, pela Escola Fé e Vida, pela criação de novas paróquias, pelo envio de padres novos para estudar em Roma, na Espanha e em Belo Horizonte (MG) e, principalmente, zelo pelo povo da diocese. Isso ficou claro quando os fiéis passaram a dizer que “Dom Fernando tem cheiro de povo”.

Dia 11 de agosto último, os opositores do bispo com ajuda de um conhecido desafeto deste, jornalista da cidade de Crato, empreenderam um ataque violentíssimo! E desta vez contra a moral e a dignidade do nosso bispo. Produziram um vídeo com um depoimento forjado, prestado por um doente mental. Este vídeo circulou nas redes sociais da Internet.

Tive a oportunidade de conversar com esse senhor que acusa o Bispo, o qual me disse ser um “ex-seminarista” e que vinha passando por problemas de saúde e também financeiro. Por isso, e unicamente por caridade, Dom Fernando o ajudava.

Nos últimos dias esse cidadão vem perseguindo o Bispo, inclusive indo à residência deste. E quando Dom Fernando não está em casa, esse cidadão (que não é um jovem como querem enganar os detratores do bispo) fica deitado na sua porta, implorando que a empregada abra a porta para ele esperar Dom Fernando dentro de casa. Numa das vezes a empregada me pediu ajuda, e eu tentei convencê-lo a ir embora, mas, ele só saiu quando ameacei chamar a policia para tirá-lo de lá. Pois é, esse é o autor do vídeo, uma pessoa que foi manipulada para dar um mentiroso depoimento contra Dom Fernando...
(*) José Oliveira Cavalcante (Cory) é médico e Diácono Permanente residente em Crato.

0 comentários:

Postar um comentário

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.


Edições Anteriores:

Setembro ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30