xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> O município de Farias Brito e o Padre Cícero – por Renato Casimiro | Blog do Crato
.

VÍDEO - VÍDEO DE LANÇAMENTO - Em breve, as novas transmissões TV Chapada do Araripe. Espero que curtam o vídeo de lançamento abaixo, em que há uma pequena retrospectiva de alguns trabalhos, reportagens já feitas ao longo dos muitos anos que fazemos reportagens. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 24.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

01 agosto 2015

O município de Farias Brito e o Padre Cícero – por Renato Casimiro


Diz-se, há muito tempo, e em tom profético se tem espalhado, atribuindo-se a expressão ao Padre Cícero, que “No dia que a pedra da Batateira rolar, e o Cariri virar mar, tal a invasão das águas, o Pontal de Farias Brito será um porto de navio, junto com a Serra do Horto de Juazeiro”. Este fato se liga a uma lenda que encerra uma maldição que teria sido deixada pelos índios Cariris, e que no início do século XX vem com outra conotação, pela visita do Padre Cícero ao povoado de Araticum, na Serra do Quincuncá, para escolher e benzer o terreno do futuro cemitério local.
Leio pela imprensa que o Pontal é o mais novo complexo turístico religioso da região do Cariri, construído nestes três últimos anos, com praça, acessibilidade, monumento ao Padre Cícero, lanchonete, lojinhas, banheiros, recinto para orações e um mirante com uma vista fantástica. Quem esteve à frente deste investimento de R$4 milhões e hoje coordena a sua funcionalidade é o Pe. Adalmiran Silva de Vasconcelos, pároco da Matriz da Imaculada Conceição de Farias Brito, e que acaba de realizar no último dia 20 a primeira Romaria da cidade ao Pontal do Padre Cícero.
Antes de ir lá conhecer pessoalmente este grande empreendimento, me apresso em cumprimentá-lo Pe. Adalmiran, pois vejo com que empenho o senhor tem se dedicado inteiramente por esta inserção de Farias Brito, e muito bem justificada, no concerto de tantos destinos de romarias em nosso pais. Chamou-me a atenção o fato de que isto está mobilizando expressivo número de lideranças locais, e isto tudo articulado com os poderes sob a orientação de técnico especializado em Marketing Católico, que faz prospecção em potenciais e diagnósticos sobre esta nova vocação da localidade.
 E soube que não obstante o que foi possível realizar inicialmente, as preocupações se voltam para a complementação do equipamento, procurando dotá-lo com um Centro de Acolhimento ao Romeiro, bem como a construção de um Luzeiro para maior embelezamento da área. É bastante sintomático e muito promissor que o Pontal de Farias Brito já venha recebendo cerca de dois mil visitantes por mês, especialmente a partir da tradição que se procura construir com as missas do dia 20 de cada mês, além de outras promoções semanais da paróquia.Não há dúvidas, Pe. Adalmiran, que este é um bom sinal da presença viva do Padre Cícero em diversas comunidades do Cariri, a partir do que aconteceu entre nós, aqui no Juazeiro do Norte, pelo grito pioneiro do Pe. Murilo de Sá Barreto e que ressoou fundo no coração dos romeiros.
 Em verdade, ainda vemos com timidez esta realidade vivida por muitas localidades, por diversas paróquias desta nossa Diocese e outras, por este Nordeste a dentro, como se ainda sinalizassem com o clima detestável de intolerância religiosa, que há muito deveria ter ficado para trás. A longa e demoradíssima atitude que esperamos da hierarquia católica no reconhecimento destes valores nos deixam ainda mais ansiosos sobre esta pauta que trata da reabilitação histórico-eclesial necessária para o reconhecimento do valor do Padre Cícero para nossa Igreja.  Dizem-nos os documentos da garimpagem histórica que um verdadeiro clima de terror foi implantado e prosseguiu com a perseguição a tantos padres que se antecipavam neste reconhecimento, falando das maravilhas que aqueles acontecimentos  demonstravam.Felizmente, Pe. Adalmiran, hoje podemos vislumbrar um novo tempo, onde se pode reconhecer virtudes, milagres, graças, liderança, intercessão, dar vivas e fazer exaltação, coisas tão profundamente vividas por estes sertões que nem nos aventuramos ignorar. De outra sorte, só vejo com entusiasmo iniciativas como esta de Farias Brito, o velho Quixará dos idos do Padre Cícero, como uma marca autêntica de suas preocupações com o desenvolvimento que não guarda ansiedades rançosas e que o procura, principalmente, com o auxílio do povo de Deus.
Desejo sucesso, Pe. Adalmiran, a sua paróquia, ao seu povo reunido em torno desta empreitada, para que o Pontal do Padre Cícero na Serra do Quincuncá, seja ainda mais, na esperança do povo, isso como o senhor reconhece, “o local de uma das mais belas vistas do Cariri do nascer do sol”. Afinal, como o senhor bem lembra, a profecia sobre o Pontal não guarda nada de apocalíptico, nada que nos mostre a antevéspera da catástrofe, do dilúvio e do final dos tempos, mas a visão atualizada do que cada um de nós busca quando se vive à deriva da vida, mas na esperança do Ressuscitado.

0 comentários:

Postar um comentário

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.


Edições Anteriores:

Maio ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31