xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> Começa bombeamento das águas do Rio São Francisco | Blog do Crato
.

VÍDEO - CONVERSA FRANCA - O DESCASO NO CRATO - Dihelson Mendonça ( 30-11-2017 ).
Estamos de volta com as transmissões da TV Chapada do Araripe ( E agora, com alguns programas ao vivo ). Serão vários programas abordando temas diversos, como a realidade da nossa região, do Ceará e do mundo; Programas científicos, atualidade, entrevistas, e transmissão de eventos ao vivo. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 25.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

11 agosto 2015

Começa bombeamento das águas do Rio São Francisco

[NREGIONAL - 1]  DIARIO/NREGIONAL/1_MATERIAL<NREG01> ... 11/08/15

Fortaleza. Já foi iniciado, em caráter de teste, o bombeamento do Rio São Francisco, na estação de Cabrobó, no interior de Pernambuco. Com isso, a expectativa é que as águas do Projeto de Transposição cheguem ao Ceará até julho do próximo ano, caso não haja nenhum contratempo no cronograma da obra.

O anúncio foi feito nesta manhã pelo secretário estadual de Recursos Hídricos (SRH), Francisco Teixeira, em visita ao Sistema Verdes Mares. Ele também informou que as próximas estações a serem concluídas são as de Salgueiro, em julho próximo e em janeiro de 2016.

Para se chegar ao Ceará, a partir da estação de Cabrobó, as águas vão percorrer dois eixos com 260 e 220 quilômetros, respectivamente. As obras de engenharia incluem, além das estações elevatórias, canais e reservatórios, o que explica a complexidade para as águas saírem de Pernambuco até chegar nos municípios cearenses.

Segundo Francisco Teixeira, o teste de bombeamento consistiu no uso de bombas com capacidade para gerar 12 metros cúbicos de por segundo, que é o dobro do fornecimento hídrico para Fortaleza.

Garantia

Teixeira explicou que as etapas previstas para a obra garantem que, finalmente, as águas do São Francisco chegarão no próximo ano, inclusive num período ainda mais crítico de demanda hídrica, caso confirmada a seca por mais um ano consecutivo, em decorrência do fenômeno El Niño. Enquanto isso, o titular da SRH disse que o governo do Estado vai investir fortemente na Operação Carro Pipa e na instalação de adutoras de engate rápido. Para tanto, o Ceará já conta com R$ 50 milhões e deverá dispor de mais R$ 70 milhões, totalizando R$ 120 milhões destinados pelo governo Federal, voltados, exclusivamente, para essas ações.

"A diferença da seca deste ano para os anos anteriores, é que a seca se instalou intensamente nas áreas urbanas dos municípios", afirmou.

Gravidade

Francisco Teixeira lembrou que a seca e a demanda aceleram o processo de esvaziamento dos açudes cearenses. Atualmente, os reservatórios somam cerca de 18% da sua capacidade, devendo reduzir para 10% ou até 8% em julho, quando se aguarda o aporte do Rio São Francisco. "É uma situação grave e que passou a afetar gravemente as sedes das cidades", disse.

Desde o início dos trabalhos em 2008, as obras da Transposição não apenas sofreram atraso no cumprimento do cronograma, quanto também houve elevação de seus custos.

Um dos atrasos mais demorados foi entre os anos de 2011 e 2012, fazendo que os serviços fossem tocados lentamente por mais de um ano. No ano passado, a Construtora Mendes, que foi citada na Operação Lava Jato, também atrasou seus serviços por mais de quatro meses.

No momento, os custos estão orçados em torno de R$ 8,2 bilhões. Para ele, o problema maior foi se vender um prazo para o encerramento dos serviços, que não era real. Contudo, não nenhum prejuízo financeiro para o Pais, em vista das disparidades dos calendários oficiais anunciados.

"Os custos vão aumentando por que, a cada contrato, uma vez que alguns remontam a 2002, os valores são atualizados. Mesmo assim, não têm faltado recursos para a consecução dos serviços e não há nenhum envolvimento com a Operação Lava Jato", disse o secretário.

Obstáculos

Apesar dos percalços, o secretário diz que o prazo de oito anos para a conclusão da obra dessa magnitude destaca a iniciativa na comparação com outras de igual importância social.

Ele chamou a atenção que o Eixão das Águas, que consiste na construção de 250 quilômetros de canais, levou 10 anos, e também tem demandado muito tempo a construção da hidrelétrica de Belo Monte, que é uma iniciativa do capital privado", ressaltou. Com a expectativa de se chegar com um reserva de água em torno de no máximo 10% da capacidade, Teixeira diz que o racionamento no Interior deverá prosseguir, enquanto que, na Capital, dependerá da forma como os consumidores irão economizar o produto. Ele informou que de, certo modo, já existe uma restrição no fornecimento de água bruta nos quatro reservatórios que abastecem Fortaleza e a Região Metropolitana.

As águas do Açude Castanhão chegam até o complexo de reservatórios (Pacajus, Riachão, Pacoti e Gavião, tanto pelo Eixão das Águas quanto pelo Canal do Trabalhador.

Contudo, a liberação do produto para tratamento pela Companhia de Águas e Esgotos do Ceará (Cagece) é ajustado mecanicamente, reduzindo assim a oferta de água.

Adutoras

Ainda ontem, a SRH informou que a determinação do governo Estado é investir mais na perfuração de poços. Até julho deste ano, já foram instalados 410 unidades em áreas rurais, o que corresponde a quase totalidade das perfurações ocorridas no ano passado.

"Estamos trabalhando com um cenário de que haverá seca no próximo ano. Mesmo assim, poderá haver alguma recarga nos açudes, o que pode aliviar o fornecimento para as cidades", disse Teixeira.

Aliada à perfuração de poços em áreas urbanas, intervenções na mudança do ponto de captação da água nos reservatórios têm possibilitado não apenas o melhor aproveitamento do recurso disponível, como a captação de uma água de melhor qualidade, conforme informou a SRH Já com relação à Operação Carro Pipa, disse que a zona rural continuará sendo assistida pelo Exército, enquanto que as áreas urbanas contarão com as ações dos governos estadual e municipal.

A SRH afirma que o prolongamento da estiagem, que em algumas regiões já entrou no sexto ano seguido de chuvas abaixo da média - levou o governo do Ceará, por meio da SRH, a incrementar a política de perfuração de poços profundos também nas sedes municipais.

"O fato de contarmos com a garantia de água das transposição em julho é algo que nos satisfaz, porque entendemos que será nesse período o momento em que os reservatórios estarão com os seus níveis mais críticos, principalmente se não houver uma boa estação chuvosa para o próximo ano", afirmou.

Marcus Peixoto
Repórter

Diario do Nordeste - Regional

0 comentários:

Postar um comentário

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.


Edições Anteriores:

Dezembro ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 30