xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> Grécia apresentou proposta de acordo, diz premiê | Blog do Crato
.

VÍDEO - VÍDEO DE LANÇAMENTO - Em breve, as novas transmissões TV Chapada do Araripe. Espero que curtam o vídeo de lançamento abaixo, em que há uma pequena retrospectiva de alguns trabalhos, reportagens já feitas ao longo dos muitos anos que fazemos reportagens. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 24.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

07 julho 2015

Grécia apresentou proposta de acordo, diz premiê

 

Medidas foram entregues a líderes políticos e financeiros europeus, que lamentavam a falta de um posicionamento claro

23267755Francois Walschaerts/AP - 7.6.15

O premiê grego, Alexander Tsipras, chega a Bruxelas para a reunião do Conselho Europeu

O premiê da Grécia, Alexander Tsipras, disse nesta terça-feira (7) ter apresentado aos líderes europeus uma proposta de acordo com os credores internacionais. As medidas foram apresentadas ao Conselho Europeu, órgão máximo da União Europeia (UE), e ao Eurogrupo, reunião informal dos ministros das Finanças da zona do euro.

O anúncio surge no fim de um dia de frustração em Bruxelas, onde as lideranças europeias se reuniram emergencialmente nesta terça-feira (7), pois os respresentantes do governo grego apareceram sem um conjunto de propostas claras.

Durante o encontro do Eurogrupo, o ministro das Finanças da Grécia, Euclid Tsakalotos fez apenas uma apresentação oral e discutiu questões-chave do possível acordo para que a Grécia continue a ter acesso às verbas de regaste.

"Todo mundo se irritou", disse uma fonte de um governo da zona do euro, que pediu para não ser identificado porque a reunião foi fechada, à agência Associated Press.

Um dos pontos-chave das negociações é que a Grécia pede para que os termos dos empréstimos de resgate sejam aliviados. Os líderes europeus estão divididos e a Alemanha, o principal credor da Grécia, reluta a aceitar.

O Fundo Monetário Internacional (FMI)  - que na semana passada tomou um calote de 1,6 bilhão de euros de Atenas - pediu aos governos europeus para aceitarem períodos de pagamento mais longos e taxas de juro menores nos empreśtimos à Grécia. Muitos economistas dizem que a dívida do país, de cerca de 180% do Produto Interno Bruto (PIB), é insustentável.

No domingo (5), a população grega rejeitou em referendo a última proposta apresentada pelos credores para continuar a emprestar para o país. A medida fortaleceu Tsipras, membro do Syriza, partido de extrema esquerda eleito com uma plataforma antiausteridade.

Domingo

Antes de Tsipras anunciar a apresentação de suas propostas nesta terça-feira (7), os líderes europeus haviam acordado - não sem críticas - a aguardar até domingo por um posicionamento de Atenas.

"Nós vamos ver se no domingo essa questão será resolvida de uma vez por todas", disse o premiê italiano, Matteo Renzi. "Havia uma promessa para hoje. Aí, eles prometem para amanhã", disse o presidente da Lituânia, Dalia Grybauskaite. "Para o governo grego é sempre 'amanhã'.

economia.ig.com.br

0 comentários:

Postar um comentário

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.


Edições Anteriores:

Maio ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31