xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> A fé e o merecimento - Por: Emerson Monteiro | Blog do Crato
.

VÍDEO - VÍDEO DE LANÇAMENTO - Em breve, as novas transmissões TV Chapada do Araripe. Espero que curtam o vídeo de lançamento abaixo, em que há uma pequena retrospectiva de alguns trabalhos, reportagens já feitas ao longo dos muitos anos que fazemos reportagens. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 24.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

04 julho 2015

A fé e o merecimento - Por: Emerson Monteiro

Admitir que a fé por si é o suficiente nas respostas da religiosidade aos desafios quero crer precisa de algumas avaliações, inclusive sob o crivo das palavras de Tiago 2-26: Porque, assim como o corpo sem o espírito está morto, assim também a fé sem obras é morta. De comum, pessoas chegam a exercitar o conceito de que pela entrega do querer espiritual convencem poder o que deseja só através da fé qual motivo principal da existência. E operam todos os efeitos dos milagres e das transformações adotando a fé como o guia nas condições da existência do mundo físico e moral. Razão de tudo e um tudo.

Ao lado disso, dessa confiança irrestrita no valor da fé acima das demais obediências, há, no entanto, que antes plantar o direito que postula por meio do agir movido pela prática do bem e do dever. Desde então adquirirá, isto sim, o mérito que a fé alimentará de receber o melhor. Noutras palavras, fornecerá ao Poder os lenitivos de promover o justo ao justo na forma dos desígnios.

Ainda que o desejo impere realizações, estas respondem submetidas a leis universais – ora na fase de descoberta e identificação pela ciência dos homens. A intensa vibração dos corações contritos exigirá, pois, bases sólidas às metas da necessidade, onde prevalece o merecimento, superior ao puro acaso da vontade individual.

Noutra citação bíblica relativa ao tema, Jesus diz: Não penseis que eu tenha vindo destruir a lei ou os profetas: não os vim destruir, mas cumpri-los - porquanto, em verdade vos digo que o céu e a Terra não passarão sem que tudo o que se acha na lei esteja perfeitamente cumprido, enquanto reste um único iota e um único ponto (Mateus 5, 17-18).

Nisso, a coerência dos princípios legais no fazer e no merecer, espécie de consequência natural das providências pessoais em movimento. A fé amenizará os instintos materialistas, contudo exigirá saldo positivo em termos de praticados, com o fim de a todos propiciar doces e saborosos frutos.  

0 comentários:

Postar um comentário

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.


Edições Anteriores:

Maio ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31