xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> Curta-metragem sobre Pau da Bandeira recebe quatro troféus e é um dos mais premiados do V Festival Jericoacoara de Cinema Digital | Blog do Crato
.

VÍDEO - Estamos de volta com as transmissões da TV Chapada do Araripe ( E agora, com alguns programas ao vivo ). Serão vários programas abordando temas diversos, como a realidade da nossa região, do Ceará e do mundo; Programas científicos, atualidade, entrevistas, e transmissão de eventos ao vivo. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 25.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

22 junho 2015

Curta-metragem sobre Pau da Bandeira recebe quatro troféus e é um dos mais premiados do V Festival Jericoacoara de Cinema Digital

YaraEspinheira

 

Yara Espinheira recebeu homenagem do diretor do festival, Francis Vale.

Por Flávio Pinto
Convidado do Festival
Um curta-metragem sobre a Festa do Pau da Bandeira de Barbalha foi um dos filmes mais agraciado com o Troféu Pedra Furada, entregue na noite de domingo (21), durante a festa de encerramento do V Festival Jericoacoara de Cinema Digital. "O Pau da Bandeira", do baiano Felipe Wenceslau recebeu quatro troféus. Ao lado de outro filme "Preto no branco", de Alizon Zago (SP) foram os dois filmes mais premiados.
Ao todo, o festival premiou curtas-metragens de cineastas de sete estados. Os realizadores cearenses estiveram entre os premiados, com Josafá Ferreira Duarte recebendo o prêmio de melhor filme pelo júri popular, Pedro Rocha conquistando o troféu de melhor filme do Ceará, Piauí e Maranhão e George Alex Barbosa conquistando menção honrosa. Diretor do festival, o cineasta Francis Vale agradeceu a todos que contribuíram para que o evento pudesse alcançar com sucesso a importante marca da quinta edição
Ao longo de uma semana, moradores e visitantes de Jericoacoara conferiram um amplo painel da história do cinema nacional e da produção audiovisual brasileira contemporânea, com o V Festival de Jericoacoara - Cinema Digital. Tudo com entrada franca, em exibições que uniram nativos, cearenses de outros municípios e visitantes de diversos estados brasileiros e diferentes países, na Sala Multimídia do Polo de Atendimento à Infância e Adolescência de Jericoacoara.
Além da mostra competitiva de curtas-metragens, que incluiu 30 filmes de até 20 minutos, de realizadores de 11 estados, o festival, iniciado na última segunda-feira, 15/6, contou com uma mostra informativa, com exibições à tarde contemplando filmes como “O Desafio”, de Paulo César Saraceni, e “Os Subterrâneos do Futebol”, de Maurice Capovilla, que contou com debate, após a exibição, com a presença do ex-jogador de futebol Afonsinho, colunista da revista Carta Capital. Também foram realizadas sessões de cinema com filmes para o público infantil e ainda uma oficina de cinema digital, para os moradores de Jericoacoara. Tudo com entrada franca e participação aberta a todos os interessados.
Filmes premiados
Melhor ficção: “Preto no branco”, de Alison Zago (SP)
Melhor documentário: “O Pau da Bandeira”, de Felipe Wenceslau (BA)
Melhor filme de animação: “Guida”, de Rosana Urbes (SP)
Melhor filme experimental: “Cântico dos Ventos”, de Laurita Caldas (PB)
Melhor direção de arte: “Preto no branco”, de Alison Zago (SP)
Melhor montagem: “Preto no branco”, de Alison Zago (SP)
Melhor ator: Sérgio Mastropasqua, do filme “Preto no branco”, de Alison Zago (SP)
Melhor diretor: “O Pau da Bandeira”, de Felipe Wenceslau (BA)
Melhor fotografia: “O Pau da Bandeira”, de Felipe Wenceslau (BA)
Melhor desenho de som: “O Pau da Bandeira”, de Felipe Wenceslau (BA)
Melhor roteiro: “O Passageiro”, ficção, de Eduardo Cantarino (RJ)
Melhor atriz: Zezita Matos, do filme “Olhos de Botão”, ficção, de Marlom Meirelles (PE)
Melhor filme, pelo júri popular: “Cadê meu zóculos”, ficção, de Josafá Ferreira Duarte (CE)
Melhor filme dos estados do Ceará, Piauí e Maranhão (Prêmio Cepima): “Curitiba, mon amour”, documentário, de Pedro Rocha (CE)
Menções honrosas: “As Aventuras de Chaga das Onças”, animação, de George Alex Barbosa (CE), e “Gutierres”, documentário, de Fernando Bassani (RS)

flavio pinto

0 comentários:

Postar um comentário

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.


Edições Anteriores:

Outubro ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31