xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> 06/01/2015 - 07/01/2015 | Blog do Crato
.

VÍDEO - VÍDEO DE LANÇAMENTO - Em breve, as novas transmissões TV Chapada do Araripe. Espero que curtam o vídeo de lançamento abaixo, em que há uma pequena retrospectiva de alguns trabalhos, reportagens já feitas ao longo dos muitos anos que fazemos reportagens. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 24.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

30 junho 2015

Identificado uso ilegal de agrotóxico em 12 municípios do Cariri

agrotoxico

O Fórum Cearense de Combate aos Impactos do Uso de Agrotóxicos – FCCA- realizou, na manhã desta terça-feira,30/06, uma entrevista coletiva no auditório do Centro de Apoio Operacional da Proteção a Ecologia, Meio Ambiente, Paisagismo Histórico e Cultural – Caomace, para apresentar os resultados da primeira e segunda Ação integrada de fiscalização da comercialização e do uso de agrotóxicos no Ceará, em 2015, ocorrida no período de 13 a 17 de abril e de 15 a 19 de junho.

Em abril, de 18 comércios de agrotóxicos fiscalizados foram autuados 11( 61%) e de 20 propriedades rurais, autuou-se 16 (80%) em sete municípios do Cariri: Barbalha, Missão Velha, Mauriti, Penaforte, Jati, Brejo Santo e Juazeiro do Norte, os quais foram selecionados de acordo com sua criticidade em relação aos agrotóxicos, conforme o Plano estadual de ação conjunta em agrotóxicos do estado do Ceará, publicado pelo Conpam (atual Secretaria do Meio Ambiente) em 2010.

Em junho, foram vistoriados os municípios de Acopiara, Quixelô, Iguatu, Cariús, Icó. Das 38 fazendas e comércios fiscalizados, todos foram autuados, 100%. O promotor de Justiça Amisterdan de Lima Ximenes fez um relato da ação que foi coordenada pela Sema, através da Coordenadoria de Desenvolvimento Sustentável, por Viviane Monte e Flávio Rego.

RESULTADOS DAS AÇÕES REALIZADAS EM 2015:

1. Etapa I. Período de 13 a 17/04/15:
Região: Cariri – Centro Sul
Municípios: Barbalha, Brejo Santo, Missão Velha, Mauriti, Penaforte, Jati e Juazeiro do Norte

COMÉRCIOS E PROPRIEDADES FISCALIZADOS:
18 comércios fiscalizados, sendo 11 (61%) autuados;
20 prop. rurais fiscalizadas, sendo 16 (80%) autuadas.

2. Etapa II. Período de 15 a 19/06/15
Região: Cariri – Centro Sul
Municípios: Acopiara, Quixelô, Iguatu, Cariús, Icó,

COMÉRCIOS E PROPRIEDADES FISCALIZADOS:
15 comércios fiscalizados, sendo 100% autuados;
23 prop. rurais fiscalizadas, sendo 100% autuadas.

INFRAÇÕES CONSTATADAS NO COMÉRCIO
1. Estabelecimentos comerciais sem registro na Semace;
2. Estabelecimentos comerciais com registro vencido na Semace;
3. Venda de agrotóxicos sem retenção de receituário agronômico;
4. Venda de agrotóxicos com validade vencida;
5. Venda de agrotóxicos sem cadastro na Semace;
6. Ausência de RT;
7. Empregado sem registro;
8. Ausência de exames médicos admissionais e periódicos de empregados;
9. Ausência de instalações sanitárias;
10. Depósitos inadequados para armazenamento de agrotóxicos;
11. Reutilização de embalagem secundária de agrotóxicos

5. INFRAÇÕES CONSTATADAS NAS PROPRIEDADES RURAIS
1. Armazenamento inadequado de agrotóxicos em uso;
2. Armazenamento inadequado de agrotóxicos vencidos;
3. Uso de produtos sem indicação para a cultura instalada;
4. Receita agronômica prescrita para cultura inexistente;
5. Falta de documentação comprobatória da compra com nota fiscal (DANFE);
6. Falta de receituário agronômico;
7. Profissional sem Anotação Responsabilidade Técnica - ART para a cultura;
8. Ausência de registro do empregado;
9. Ausência de treinamento para aplicadores de agrotóxicos;
10. Reutilização de embalagens vazias de agrotóxicos;
11. Descarte inadequado de embalagens vazias de agrotóxicos;
12. Não realização da tríplice lavagem das embal. vazias de agrotóxicos;
13. Queima e enterrio de embalagens vazias de agrotóxicos;
14. Ausência de Equipamento de Proteção Individual - EPI;
15. Uso de Equipamento de Proteção Individual - EPI danificado;
16. Armazenamento inadequado de Equipamento de Proteção Individual - EPI’s;
17. Ausência de armários para guardar o Equipamento de Proteção Individual - EPI;
18. Ausência de lavanderia para lavagem de Equipamento de Proteção Individual - EPI;
19. Localização inadequada de depósito de agrotóxicos (menos de 30m de residência)

 

Elizabeth Rebouças
Assessora de imprensa da Secretaria do Meio Ambiente

Menor recarga de açudes em 13 anos preocupa o governo do CE

[NREGIONAL - 1]  DIARIO/NREGIONAL/1_MATERIAL<NREG01> ... 30/06/15

Foto: Elizângela Santos

Fortaleza."Estamos enfrentando o quarto ano seguido de seca e constatamos a menor recarga de açudes dos últimos treze anos", revelou ontem de manhã, durante visita ao Sistema Verdes Mares, o governador Camilo Santana. Baseado em promessa da presidente Dilma Rousseff, Camilo garantiu que as águas trazidas pela transposição do São Francisco chegarão no Ceará em 2016.

O governador destacou as providências que sua gestão está tomando. Em relação à escassez hídrica, Camilo disse que a recarga dos açudes monitorados pela Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh) - cujo índice de água acumulada é de apenas 18,8% -, após a quadra chuvosa - fevereiro, março, abril e maio - é a menor dos últimos treze anos e, por isso mesmo, motivo de preocupação.

"Isso garante água para Fortaleza para o ano de 2016. Entretanto, se tivermos uma nova quadra invernosa abaixo da média no próximo ano, precisaremos contar com as águas da transposição do Rio São Francisco. E isso me foi garantido pela presidente Dilma em reunião acontecida em Brasília", destacou.

 

Salvaguarda

Segundo Camilo, Fortaleza está salvaguardada de uma crise pior neste instante "graças ao Canal do Trabalhador e ao Castanhão, que ficará comprometido se não chover suficientemente em 2016. "Mesmo assim, não podemos relaxar de forma alguma. É preciso que todos deem sua contribuição, fazendo o uso racional da água para que ela não seja desperdiçada nesses tempos de crise", afirmou.

O governador garantiu que "as máquinas do Estado estão trabalhando para levar água principalmente às áreas urbanas dos municípios do Interior. Exemplo disso é que, em cidades como Poranga e Catunda, vários poços foram perfurados".

As cisternas estão garantindo uma situação confortável às regiões rurais do Estado, segundo o governador. "Estamos atentos a todas as regiões do Ceará. Nada menos do que 700 poços que existiam e se encontravam desativados estão sendo aparelhados com bombas d'água, caixas d'águas e chafarizes. Onde não der para cavarmos poços e não tiver adutora, recorreremos aos carros-pipas". As despesas com os pipas é de R$ 21 milhões.

A sede de Crateús está sendo abastecida pela adutora, que puxa água do açude Araras, em Varjota, a 150 quilômetros de distância. O investimento em torno desses equipamentos gira em torno de R$ 70 milhões. "Sobre os municípios que ficarão sem água em julho, Camilo Santana assegurou que "um comitê monitora diariamente o nível de criticidade dos açudes que abastecem essas cidades, a fim de que possamos nos adiantar com medidas emergenciais para evitar o colapso".

Peixes

No que diz respeito à mortandade de peixes em tanques-redes no Açude Castanhão, na cidade de Alto Santo, revelada pelo Diário do Nordeste, no último dia 23, o governador garantiu que determinou a realização de um relatório técnico para apurar o motivo que levou à morte de 635 toneladas de pescado no curto período de apenas seis dias.

"Queremos criar mecanismos para que isso não se repita. Dependendo do que for constatado pelo relatório, iremos até Brasília, ao Ministério da Pesca, buscar indenização para os produtores que estão no prejuízo", disse.

Reúso

O governador Camilo Santana informou, ainda, que serão investidos aproximadamente R$ 600 milhões para transportar todo o esgoto de Fortaleza para o Pecém. Após tratada, a água será reutilizada pela indústria, numa parceria público-privada. O governo do Estado, segundo Camilo Santana, enviará técnicos para a Califórnia, nos EUA, para observar os processos de dessalinização que estão sendo utilizados com sucesso.

Além da redução dos níveis de água dos reservatórios, prefeitos cearenses também passaram a se preocupar com a redução de recursos para enfrentar o quarto ano de seca. A restrição dos repasses e a burocracia comprometem até a aplicação do Plano de Convivência com a Seca, lançado neste ano pelo governador Camilo Santana.

Essa preocupação foi expressada na manhã de ontem, durante a reunião do Comitê Integrado da Seca do Estado do Ceará, no quartel do Comando Geral do Corpo de Bombeiros, em Fortaleza. Na ocasião, o titular da Secretaria de Desenvolvimento Agrário (SDA), Dedé Teixeira, admitiu que muitas estão sendo procrastinadas em vista da burocracia. Ele citou, como exemplo, o acionamento dos poços profundos, que precisam de ligação da energia elétrica, mas há um atraso da execução por parte da empresa responsável.

Prefeituras

Na reunião, o prefeito de Pereiro, João Franscismar Dias, chegou a fazer um apelo para que o Estado venha a tomar medidas emergenciais para suprir as demandas de água, especialmente, na sede do município. Ele informou que, neste ano, as despesas vinham sendo arcadas pela administração municipal, mas, com a redução de receitas, será obrigado a dispensar os serviços que estavam sendo realizados pelos carros-pipas.

A cidade vem sendo atendida pelo Açude Adauto Bezerra, que atualmente conta com apenas 2% da sua capacidade hídrica. Ele disse que o abastecimento na zona rural, que já estava comprometido, deverá se agravar mais. Mas o principal problema é com relação à necessidade de se contar a perfuração de mais poços profundos.

Já o secretário de Agricultura de Pentecoste, Gleison Guimarães, informou que a principal dificuldade vivida no município é com relação à queda na produção agrícola, principalmente nos perímetros irrigados.

Pentecoste vem sendo abastecida pelo Açude Pereira de Miranda, que até o momento atende à sede. No entanto, ele explicou que existe uma preocupação crescente com a zona rural, sobretudo porque os poços profundos estão sendo perfurados, mas faltam energia elétrica para atender à população do campo.

Ritmos diferentes

Segundo o secretário Dedé Teixeira, os desafios no enfrentamento de combate à seca ocorrem porque as necessidades seguem num ritmo e o poder de resposta em outro. Ele informou que muitas medidas não são adotadas por conta da burocracia para dotação de recursos federais. "Estamos no quarto ano de uma seca e isso envolve muitas demandas", destacou.

Outro ponto debatido, durante a reunião, foi a mortandade de peixe no Açude Castanhão. O secretário Dedé Teixeira informou que há não uma explicação conclusiva sobre o que resultou na perda total da produção pesqueira naquele reservatório.

Ele foi informado, pelo Departamento Nacional de obras Contra as Secas (Dnocs), que ainda nesta semana virá uma equipe de consultores especializados, formada por dois engenheiros mecânicos e um engenheiro de pesca, para fazer um levantamento aprofundado das causas desta ocorrência.

Diario do Nordeste - Regional

Missão irá à Zona Franca do Cólon, no Panamá

cdljnpanama

Juazeiro do Norte. O período em que existe desaceleração do crescimento da economia, e não crise, como muitos preferem chamar, é um momento delicado em todos os segmentos, uns mais, outros menos, mas todos sentem de alguma maneira esse impacto. O que diferencia os empresários é a maneira com que cada um lida com esse momento. Juazeiro do Norte está entre uma das cidades em que os comerciantes são criativos e espantam os problemas inovando nos negócios.

Pensando dessa forma, a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Juazeiro do Norte enviará, pela primeira vez, uma comitiva de empresários para conhecer e negociar em um dos paraísos do varejo mundial: a Zona Franca de Cólon, no Panamá. Segunda maior cidade do país, fica há aproximadamente 78 Km da Cidade do Panamá, no litoral do Oceano Atlântico. Os turistas que desejam comprar mercadorias em grandes e pequenas quantidades vão até o local. Isso porque o município é uma zona de livre comércio.

Este é realmente o grande atrativo da missão. Na ZFC, existe um mix com mais de três mil fornecedores, em segmentos diversificados, desde marcas chinesas, até as famosas europeias e americanas. E todos os segmentos estão muito bem representados em mais de 400 hectares.

A missão será realizada de 13 a 19 de setembro, e, durante esses dias, a programação será bastante diversificada. Além de visitar a Zona Franca, os participantes ainda poderão visitar os maiores shoppings centers da Cidade do Panamá, conhecendo melhor a cultura do local e também a forma de negociar daqueles comerciantes.

Outro atrativo da viagem, e que vai proporcionar uma experiência ainda mais inesquecível, será o local da hospedagem. O Hotel oficial da missão está entre um dos maiores grupos panamenhos - o Decapolis, detentor da exclusividade das bandeiras Radisson e Hard Rock no país. O Hard Rock Panamá é considerado o maior complexo hoteleiro da Cidade do Panamá e está localizado na área mais nobre da cidade.

A vantagem para o empresário brasileiro, e, principalmente, aquele que vai importar pela primeira vez, é a possibilidade de fazer compras em pequenas quantidades, algo impossível na China, por exemplo. Além disso, a consolidação das cargas e embarque dos produtos acontece em até 24 horas, e o prazo de entrega no Brasil é de 10 a 15 dias, ou seja, a experiência tem tudo para correr da melhor maneira possível, possibilitando que os empresários voltem cheios de novidade e com ainda mais vontade de inovar.

Grandes negócios

Entre os empresários que já se inscreveram está Zenilda de Sena. Empresária do segmento de motopeças e afins, ela está bem empolgada para viajar até outro país e negociar por lá. "Estou empolgada e com a certeza de fazer grandes negócios. Espero encontrar produtos do meu segmento com boa qualidade e com preços acessíveis para que a minha empresa possa se destacar no mercado, ofertando preços competitivos sem perder a qualidade e, obter uma rentabilidade melhor, bem como descobrir novas oportunidades de negócios", destacou.

Zenilda ressaltou, ainda, a importância que uma missão internacional tem para acrescentar diferenciais ao negócios. Segundo ela, "Só em viajar e conhecer outro país já vale a pena. Participar de uma missão internacional desse porte é de grande relevância para o empresário, porque sempre encontramos algo novo que, somado a outros conhecimentos e experiências, certamente agregará valor ao nosso negócio".

A empresária ainda disse que, "devido à competitividade no mundo atual, uma Missão deste porte é uma grande oportunidade para o empresário conhecer novos modelos de negócios".

Para Michel Araújo, presidente da CDL Juazeiro do Norte, este é o momento onde o comerciante "precisa nadar contra a corrente. Enquanto está todo mundo falando que o mercado está caindo, essa é sua chance de fazer diferente e se destacar. Mostrar que somos maiores que isso", declarou. A viagem para o Panamá é uma dessas oportunidades onde os empresários poderão retornar renovados e com ideias inovadoras para aplicar no Cariri, se destacando e, literalmente, espantando a crise.

Michel ainda ressaltou que a Missão Panamá será muito diferente da Missão China, da qual participou no ano passado. "Lá (na China), só é possível comprar em grandes quantidades e eu fui com uma comitiva da Federação. Agora, no Panamá, pode-se comprar qualquer quantidade, e é uma equipe principalmente caririense. Então, de certa forma, nos sentiremos em casa. É uma oportunidade única. Ninguém deveria deixar de participar", afirmou.

Para maiores informações sobre a Missão Panamá 2015, basta entrar em contato com a CDL Juazeiro do Norte por meio do telefone (88) 3512-2260.

Mais informações:

CDL de Juazeiro do Norte
Endereço: Rua Padre Cícero, 576 - Centro - Telefone: (88) 3512-2260
E-mail: cdl@cdljuazeirodonorte.org.br

Diario do Nordeste - Regional

Mobilização pede bombeiros

bombeirosquixadaFoto: Alex Pimental

Quixadá. A Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Quixadá está mobilizando a classe e a sociedade com o objetivo de sensibilizar o governo do Estado pela urgente implantação de uma unidade do Corpo de Bombeiros Militar (CBM-CE) nesta cidade do Sertão Central. A iniciativa está partindo da diretoria da CDL de Quixadá, tendo como presidente Carlos Henrique Correia. Além de um abaixoassinado, ele está reivindicando o apoio da Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas (FCDL) do Ceará e também da Prefeitura e da Câmara de Vereadores deste Município.

Conforme o líder classista, já havia preocupação quanto aos riscos de incêndios na cidade. Outros oito já tinham ocorrido nos últimos 12 meses, a maioria de menores proporções, todavia, o registrado há uma semana, no domingo (21), reforçou a realidade do perigo como também destruiu uma loja de ferragens e outra de conserto de eletrodomésticos no Centro, pertencentes ao mesmo comerciante, Gepson Freitas. As perdas foram totais. Os prejuízos, inicialmente apontados em torno de R$ 1 milhão, foram reavaliados. Passam de R$ 3 milhões.

Outros estabelecimentos também foram afetados. O incêndio só não destruiu o quarteirão porque mais de uma dezena de carros-pipa e muitos voluntários trabalharam no combate ao fogo, explicou o proprietário das lojas incendiadas. Apesar dos Corpos de Bombeiros de Quixeramobim, de Limoeiro do Norte, de Horizonte e de Maracanaú terem atendido à ocorrência, sem a ajuda, todo o quarteirão poderia ter sido consumido.

Na avaliação dos lojistas, a presença, na cidade, de uma equipe especializada no combate ao fogo, teria evitado que se alastrasse. Entretanto, como a unidade mais próxima fica situada em Quixeramobim, a mais de 40Km por rodovia, o tempo de chegada dos Bombeiros geralmente é de 60 a 90 minutos, o suficiente para a situação ficar sem controle, mesmo com o auxílio da população. Por esses motivos não entendem porque a cidade onde está concentrado o maior Centro comercial da região não conta com o socorro especial.

Independentemente da implantação de uma Seção do Corpo de Bombeiros em Quixadá, a formação de um grupo de brigadistas, voluntários devidamente orientados para atuarem em situações de catástrofes e acidentes, poderia ajudar substancialmente até a chegada dos especialistas, mas infelizmente a cidade não conta com nenhuma equipe dessa natureza, explica a consultora em segurança do trabalho, Ivoneide Holanda. "Existe uma norma do Ministério do Trabalho, a NR 23, mas as empresas não cumprem e o Corpo de Bombeiros não fiscaliza", acrescenta.

O comandante da 4ª Seção do Corpo de Bombeiros, sediada em Quixeramobim, major Naum Maurício, informou que há dificuldade de fiscalização e orientações preventivas aos comerciantes e a população de Quixadá em razão do baixo efetivo da sua equipe. Todavia, a partir desta quarta-feira, 1º de julho, mais 10 Bombeiros Militares serão engajados ao seu comando, totalizado 29. Mesmo assim, ele avalia como necessária a implantação de um grupamento especializado em Quixadá. Além de possuir quase 100 mil habitantes a área comercial é extensa.

Além de Fortaleza, as outras Seções dos Bombeiros Militares estão instalada em Horizonte, São Gonçalo do Amarante, Caucaia, Guaramiranga, Aracati, Limoeiro do Norte, Iguatu, Juazeiro do Norte, Crato, Sobral, Crateús, Tauá e Quixeramobim. As próximas deverão ser instaladas em Canindé e Itapipoca. Quixadá não está na lista, explicou o secretário de Segurança do Estado, Delci Teixeira, em visita feita recentemente a esta cidade.

No mês passado, dois incêndios ocorreram no mesmo dia em Quixadá. Em um deles foi numa funerária. Os funcionários e populares utilizaram extintores para evitarem que as chamas se alastrassem. Horas depois, no início da noite, o dono de uma casa situada numa vila, não teve a mesma sorte. A mobília foi tragada pelas chamas. O fogo só não atingiu os vizinhos porque o próprio dono da casa subiu no telhado com baldes e resfriou. O Corpo de Bombeiros se encarregou do rescaldo.

Mais informações:

CDL de Quixadá
Rua José Jucá, 551 - Centro
Telefone: (88) 3412-0851
SSPDS
Av. Bezerra de Menezes, 581 - Fortaleza
Telefone: (85) 3101-6519

Alex Pimentel
Colaborador

Diario do Nordeste - Regional

Mais uma - Ministério Público Federal ajuíza ação de improbidade administrativa contra Raimundão

 

raimundaoposse

Ministério Público Federal (MPF) ajuizou, nesta sexta-feira, 30 de junho, ação de improbidade administrativa contra o prefeito municipal de Juazeiro do Norte, Raimundo Antônio de Macedo, acusado de desvio de recursos federais por meio de intermediação fraudulenta de mão de obra da área da Saúde. Somando-se todos os valores envolvidos no caso, foi identificado prejuízo aproximado de R$ 1,5 milhão aos cofres públicos. Essa é a segunda ação de improbidade administrativa contra Raimundão em menos de 10 dias. No último dia 22, a Justiça Estadual afastou Raimundão a pedido do Ministério Público Estadual.
Além do prefeito - atualmente afastado do cargo -, também são réus na ação o ex-secretário de Saúde de Juazeiro do Norte Francisco Plácido de Sousa Basílio, a empresa Dinâmica Cooperativa de Profissionais de Saúde e a representante legal da empresa, Eliane Ielpo de Assis. 
De acordo com o procurador da República Celso Leal, autor da ação, vistoria do MPF realizada em abril de 2014 no hospital municipal São Lucas constatou que, embora desde janeiro de 2014 a prefeitura pagasse à empresa Dinâmica Cooperativa de Profissionais de Saúde valores referentes à prestação de serviços de profissionais de saúde, os mesmos médicos que prestavam serviços anteriormente continuavam prestando o mesmo serviço, sem qualquer vínculo com a cooperativa. 
Ouvidos na Procuradoria da República, funcionários do hospital São Lucas confirmaram que a contratação da cooperativa foi feita apenas para justificar os repasses, já que a cooperativa não prestou efetivamente nenhum serviço. Os funcionários ouvidos pelo MPF também confirmaram que o serviço continuou a ser executado da mesma forma que era antes do contrato, sendo ainda responsabilidade dos diretores do hospital a gestão dos profissionais de saúde. 
Para o MPF, a contratação da cooperativa, que envolveu cerca de R$ 8,5 milhões, consistiu apenas num meio de burlar os direitos trabalhistas dos profissionais para apropriação de verbas públicas federais, repassadas pelo Ministério da Saúde, já que a cooperativa jamais prestou qualquer serviço efetivo ao município de Juazeiro do Norte.

flavio pinto

Governador empossa nesta quarta-feira novo reitor e vice-reitor da Urca

FernandoUrca

 

Fernando Santana estará na posse de Patrício e Lima Jr. na Urca nesta quarta-feira

A Universidade Regional do Cariri (URCA) realiza nesta quarta-feira (1), a solenidade de posse e transmissão de cargo de Reitor e Vice-Reitor, às 19 horas, no Ginásio Poliesportivo da Instituição, no campus do Pimenta, em Crato. Estarão assumindo a administração da Instituição, o Professor José Patrício Pereira Melo, e o Vice-Reitor, Professor Francisco do Ó de Lima Júnior. A solenidade contará com a presença do Governo do Estado, Camilo Santana e do secretário-adjunto do Gabinete do Governador, Fernando Santana. Às 16 horas, estarão sendo inaugurados pela Reitora da URCA, Professora Antônia Otonite de Oliveira Cortez, e o Governador, além do Secretário da Ciência, Tecnologia e Educação Superior do Estado (Secitece), Inácio Arruda, novos equipamentos da Universidade. Esta é a segunda vez na história da URCA que um Governo do Estado empossa o Reitor da Universidade. A primeira posse do cargo, com a presença do chefe de Estado, aconteceu durante o reitorado de Violeta Arraes Gervaiseau.
Estarão sendo entregues para a comunidade acadêmica oficialmente a Residência Universitária, o Prédio do Programa de Pós-Graduação em Bioprospecção Molecular, o Biotério e o Ginásio Poliesportivo da URCA. São reivindicações antigas da comunidade acadêmica. A Reitora da URCA destaca o fortalecimento da instituição nos últimos anos, com importantes conquistas para que continue o processo de crescimento. A solenidade contará com a presença de autoridades estaduais e municipais, além do presidente da Fundação Cearense de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico (Funcap), Francisco César de Sá Barreto.


(Mais informações no site da Urca)

Casa Cariri Mostra - Profissionais debatem inserção da arte regional

 

casa-cariri-ervas-suplementos-5522989173584405

Arquitetos, designers e artesãos estiveram reunidos em Juazeiro do Norte, recentemente, para tratar do processo de integração entre esses profissionais, na elaboração de projetos para a Casa Cariri Mostra 2015, que será realizada de forma pioneira em Juazeiro do Norte, de 21 de julho a 16 de agosto.
A ideia é promover um amplo processo de inserção do regionalismo, por meio de uma proposta que promova a inovação, sustentabilidade e a cultura. O trabalho vem sendo desenvolvido por meio de uma parceria com o Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae).
De acordo com a organização do evento, o projeto irá possibilitar aos profissionais a inserção da cultura local, nos seus respectivos ambientes. Com isso, foi promovido inicialmente um processo de interação, onde trabalhos foram apresentados. Uma oportunidade de se expor as ferramentas necessárias para desenvolver o processo criativo junto aos profissionais, que são lançados ao desafio de elaborarem seus espaços, com inspiração no conceito regional. Com isso, trazendo alternativas pioneiras de uso do produto tipicamente originários do regionalismo caririense.
Segundo o diretor de marketing do evento, Renato Fernandes, a arte regional entra como protagonista de um processo que inova, em termos de destaque, percepção, presença, qualidade e essência. Foram cerca de 50 artesãos e profissionais presentes nesse evento.
A Casa Cariri Mostra 2015 se insere nesse ambiente-Cariri, proporcionando uma grande mobilização dos profissionais para realizar um evento pioneiro. As parcerias estão consolidadas, com peças que estarão presentes mostra dos artesãos da palha, mestre Espedito Seleiro, Centro de Cultura Popular Mestre Noza, incluindo os mais diversos municípios da região.
(Assessoria do evento)

Autorizado concurso público para o INSS

inss

O Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão autorizou a realização de concurso público e nomeações para preenchimento de 1,1 mil vagas no Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). Segundo o órgão, a ampliação do quadro de pessoal é para melhorar a atuação do setor, que passa por uma expansão da rede de atendimento, e executar novas atividades, como pagamento do seguro-defeso, antes feito pelo Ministério do Trabalho e Emprego, e da aposentadoria especial para deficientes físicos.
O ministério autorizou, a partir de julho, a nomeação de 150 candidatos já aprovados em concurso para o cargo de analista do seguro social. Também foi autorizada a abertura de 950 novas vagas, sendo 800 de técnico do seguro social, de nível médio, e 150 de analista do seguro social, para graduados em serviço social.
O prazo para publicação do edital do concurso público será de até seis meses. A remuneração inicial para o cargo de técnico é R$ 4.886,87. Para o de nível superior, R$ 7.496,10. Segundo o ministério, em 2015 serão abertas 150 novas agências do INSS. Atualmente, são 1,4 mil agências no país.
(Agência Brasil).

TJCE vai realizar Audiência Pública em Juazeiro do Norte

ForumJuazeirodoNorte

 

Foto: Site do TJCE

O Tribunal de Justiça do Estado do Ceará (TJCE), vai promover no dia  10 de julho, às 9 horas, no Memorial Padre Cícero, em Juazeiro do Norte, a 1ª Audiência Pública do Poder Judiciário, cujo trema é: "assegurando a participação da Sociedade na administração da Justiça". O objetivo do evento visa aproximar mais o povo com o judiciário e a audiência deve contar com cerca de 35 municípios do Cariri. Segundo o desembargador Raimundo Nonato Silva Santos, ouvidor geral do TJCE, a participação da população na construção de um Judiciário mais eficiente, republicano e próximo da sociedade é fundamental.
Raimundo Nonato ressalta ainda que  "a audiência pública administrativa é um instrumento colocado à disposição dos órgãos públicos para, dentro de sua área de atuação, promover um diálogo com os atores sociais, com o escopo de buscar alternativas para a solução de problemas que contenham interesse público relevante". O desembargador assegura ainda que, "nesse evento, também podem ser apresentadas propostas e críticas. Nas audiências públicas, os órgãos públicos não se submetem à vontade da sociedade, mas estão abertos para ouvir a todos e também colaborarem na busca de uma solução mais razoável".
A audiência pública em Juazeiro do Norte contará com a presença da Presidente do Tribunal de Justiça do Ceará, desembargadora Maria Iracema Martins do Vale, além dos desembargadores Francisco de Assis Filgueira Mendes Vice-Presidente do Tribunal de Justiça do Estado do Ceará, Francisco Lincoln Araújo e Silva Corregedor Geral da Justiça e Raimundo Nonato Silva Santos, Ouvidor Geral da Justiça no Estado do Ceará.
As inscrições para os que desejarem participar dos debates serão realizadas através dos seguintes canais: e-mail: ouvidoriageral@tjce.jus.br Telefones: (85) 3207-7428 / 0800-2802288.
(TJCE)

Votação da redução da maioridade penal provoca tumultos na Câmara

maioridade_penaljpg

Deputado Heráclito Fortes foi empurrado por manifestantes e caiu.

 

O deputado Heráclito Fortes (PSB-PI) foi cercado e derrubado nesta terça-feira (30) em um dos acessos ao Salão Verde da Câmara durante uma manifestação contra a proposta de redução da maioridade penal. Dezenas de estudantes criticavam as limitações de acesso às galerias do plenário da Casa quando ocorreu o tumulto.

Policiais legislativos tentaram isolar o parlamentar, mas ele foi cercado e empurrado por um manifestante. O deputado caiu no chão e ficou estirado por alguns segundos, mas, com o auxílio de seguranças, se levantou e cruzou rapidamente a porta que dá acesso ao corredor.

Policiais legislativos chegaram a utilizar spray de pimenta para conter um grupo de manifestantes ligado à União Nacional dos Estudantes (UNE) e à União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (Ubes) que tentou forçar a entrada na Câmara pela portaria do Anexo 2.

manifestantes-derrubaram-o-deputado-heraclito-fortesManifestantes derrubaram o deputado Heráclito Fortes

Os manifestantes protestavam contra a ordem do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), de distribuir senhas para controlar a entrada do público às galerias do plenário.

A PEC da Maioridade Penal foi aprovada, no último dia 17, por 21 votos a 6 na comissão especial destinada a analisar o tema. Ela reduz a maioridade para os crimes considerados hediondos, como estupro, latrocínio e homicídio qualificado (quando há agravantes).

O texto diz anda que a redução também poderá ocorrer pela prática de crimes de lesão corporal grave ou lesão corporal seguida de morte e roubo agravado (quando há sequestro ou participação de dois ou mais criminosos, entre outras circunstâncias).

Para ser aprovado o texto da PEC precisa de, no mínimo, o voto de 308 deputados em duas votações no plenário da Câmara. Caso seja aprovada, a proposta segue para o Senado.

Jornal do Brasil

Brasil está 'aberto' aos investidores estrangeiros, diz Dilma nos EUA

dilma_com_empresarios_nos_eua_cma
Presidente participou, em Washington, de encontro de empresários.
Ela disse ainda que Brasil tem 'estabilidade' para atrair investimentos.


A presidente Dilma Rousseff, durante encontro com empresários em Washington (EUA) (Foto: Roberto Stuckert Filho/PR)

A presidente Dilma Rousseff afirmou nesta terça-feira (30), durante a cerimônia de encerramento da Cúpula Empresarial Brasil-Estados Unidos, em Washington (EUA), que o Brasil está "aberto" aos investidores estrangeiros. Ao longo de seu discurso, que durou 25 minutos, ela apresentou aos empresários norte-americanos o Plano de Investimento em Logística, que prevê concessões em aeroportos, portos, rodovias e ferrovias.

 

Dilma chegou ao país no último sábado (27) e, ao longo dos últimos dias, teve série de encontros com investidores brasileiros e estrangeiros. Nesta terça pela manhã, ela se reuniu na Casa Branca com o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama. Conforme a agenda oficial, ela ainda terá compromissos nesta quarta (1º) em São Francisco, na Califórnia.
"O Brasil quer o setor privado atuando de forma clara em todas as áreas [do plano de concessões]. Oportunidades existem e nós estamos atraindo investidores. Investidores de vários países e, espero, também daqui dos Estados Unidos. [...] O Brasil está aberto. O Brasil é um país aberto à diversidade dos investidores estrangeiros que, assim como a diversidade das nossas relações com o mundo, expressa os costumes que temos no Brasil", disse a presidente.
Conforme o Ministério das Relações Exteriores, estão entre os objetivos da viagem de Dilma aos EUA, além da retomada do diálogo com o governo do país, a atração de investimentos norte-americanos ao pacote de concessões, que prevê a injeção de R$ 198,4 bilhões ao longo dos próximos anos em infraestrutura.
Durante o encerramento da cúpula empresarial, a presidente afirmou que todas as ações do Plano de Investimento em Logística refletem o "compromisso" do governo com o desenvolvimento do Brasil e com as oportunidades que devem ser oferecidas ao setor privado.
"Quero aproveitar para convidar os investidores deste grande país a somarem-se ao grande esforço de modernização e ampliação da economia brasileira e, notadamente, da nossa infraestrutura. Podem ter certeza que existem oportunidades de investimentos no Brasil. Podem ter certeza que existem condições e estabilidade para esses investimentos", disse.

 

"Nós queremos conquistar novas fronteiras com base em experiências bem sucedidas. Os projetos no Programa de Investimento em Logística tê como objetivo ampliar a competitividade do país, ampliar a competitividade da economia, reduzindo custos e facilitando o fluxo de mercadorias", concluiu.
Interesse dos EUA
Nesta terça, após se encontrar com Dilma na Casa Branca, o presidente dos Estados Unidos Barack Obama demonstrou interesse do país de disputar as concessões previstas no plano do governo federal.
"A presidente e eu achamos que há muito mais que podemos fazer juntos. Dilma, agradeço seu compromisso pessoal de dar o próximo passo em nossa parceria. Por isso, trabalhamos nesse sentido. Estamos anunciando série de novas etapas para melhorar o comérico, investimentos e empregos em nossos países", disse o presidente.
"Com o anúncio recente sobre infraestrurua no Brasil, empresas norte-americanas terão mais oportunidade para concorrer em projetos que desenvolvam as rodovias, aeroportos, portos e ferrovias do Brasil", completou Obama.
Plano de Exportações
No encontro com empresários, a presidente apresentou o Plano Nacional de Exportações, lançado na semana passada, e afirmou que a medida do governo tem como objetivo "estimular" o comércio exterior brasileiro, transformando o setor em "vetor ainda mais importante de crescimento da economia" brasileira.

Do G1, em Brasília

Ministro confirma que Grécia não pagará FMI nesta terça-feira

yanis

O ministro grego das Finanças, Yanis Varoufakis, confirmou que a Grécia não fará nesta terça-feira o pagamento ao Fundo Monetário Internacional (FMI) de 1,5 bilhão de euros.

Ao ser questionado pela imprensa sobre o pagamento, Varoufakis respondeu de maneira seca: "Não".

O não pagamento da parcela ao FMI, que Atenas deve fazer até às 22h00 GMT (19H00 de Brasília) desta terça-feira, é um evento excepcional, mas era esperado há vários dias pelos credores e os mercados, dadas as atuais tensas relações entre o governo grego e a UE e o FMI.

Assim, as reações devem ser comedidas.

Na segunda-feira, o primeiro-ministro Alexis Tsipras já havia dado a entender que o pagamento não seria efetuado em razão da "asfixia" financeira na qual Atenas se encontra após a recusa dos credores de prolongar o programa de ajuda da UE e do FMI até julho, após a realização do referendo. Este programa também chega ao fim em 30 de junho.

Os credores reagiram fortemente ao anúncio por Alexis Tsipras da realização em 5 de julho de um referendo no país em que os gregos são convocados a dizer "sim" ou "não" às novas medidas de austeridade propostas pelo credores.

Segundo alguns líderes europeus, o referendo é crucial porque se concentra sobretudo em manter o país na zona do euro. Esta posição é rejeitada por Alexis Tsipras, que ainda espera ver um acordo no âmbito europeu, insistindo na flexibilização da austeridade e no compromisso dos credores para encontrar uma solução sobre a dívida pública, um fardo para as finanças do país.

AFP –

Estado Islâmico toma territórios do Talibã

is2

 

SURKH DEWAL, Afeganistão - Combatentes leais ao Estado Islâmico (EI) registraram pela primeira vez importantes ganhos territoriais no Afeganistão, tomando áreas de rivais do Talibã, em uma nova ameaça para a estabilidade da região, segundo moradores e autoridades locais. Militantes do grupo teriam capturado até oito dos 21 distritos da província de Nangarhar, no Leste do país.

Testemunhas que fugiram de combates em Nangarhar relataram que centenas de insurgentes leais ao Estado Islâmico expulsaram talibãs da área, queimando campos de papoula que ajudam a financiar a campanha do Talibã para derrubar o governo afegão. Jihadistas distribuíram panfletos supostamente enviados pelo líder do EI e autodeclarado califa, Abu Bakr al-Baghdadi, dizendo "o que as pessoas devem e não devem fazer e advertindo-as sobre muitos crimes".

Simpatizantes do grupo têm-se mostrado implacáveis, supostamente decapitando vários comandantes talibãs. O êxito em assumir o controle de vastas faixas territoriais no Iraque e na Síria deixa claro os riscos para o Afeganistão. Em Nangarhar, os extremistas são descritos como organizados e bem financiados, apesar de o Talibã negar a presença de ramificações do EI na região. Várias pessoas disseram que o grupo de Baghdadi tem muito dinheiro, e alguns viram militantes vendendo ouro, algo incomum para a área.

- Eles chegaram em muitas picapes brancas montados com grandes metralhadoras e lutaram contra o Talibã. O Talibã não pôde resistir e fugiu - contou Haji Abdul Jan, um ancião tribal do distrito de Achin.

Jan, que viu os confrontos no início de junho antes de fugir para a capital da província, Jalalabad, disse que alguns moradores deram boas-vindas aos recém-chegados. Segundo ele, o EI proibiu venda de cigarros nas lojas.

- Ao contrário do Talibã, eles (EI) não forçam os moradores a alimentá-los e a abrigá-los. Em vez disso, têm muito dinheiro em seus bolsos e gastam com comida, atraindo jovens moradores para se juntarem a eles.

De acordo com a chefe do conselho provincial, Ahmad Ali Hazrat, e do membro do Parlamento de Nangarhar Haji Hazrat Ali, os distritos apreendidos são seis: Kot, Achin, Deh Bala, Naziyan, Rodat e Chaparhar. Já o porta-voz do Exército local, Noman Atefi, disse que o EI tinha estabelecido presença em sete ou oito distritos. E que batalhas entre militantes rivais estão em curso nos distritos de Khogyanie Pachir Agam.

ESTRANGEIROS NA LUTA

Segundo testemunhas, militantes do EI, em sua maioria dissidentes do Talibã desiludidos com a tentativa mal sucedida de retornar ao poder em Cabul, estão acompanhados por dezenas de militantes estrangeiros.

Há relatos ainda de que a bandeira negra do EI foi içada em algumas áreas, e os combatentes estrangeiros pregam nas mesquitas usando tradutores. A identidade dos insurgentes não afegãos não é conhecida. Centenas de militantes de todo o mundo se escondem ao longo da fronteira entre Afeganistão e Paquistão.

Enquanto o governo central controla a vasta maioria do Afeganistão, forças de segurança lutam para conter a insurgência do Talibã em Nangarhar, após a maioria das forças da Otan se retirar há seis meses.

O Talibã, que emitiu sua própria advertência para o EI não interferir no Afeganistão, reconheceu perda de terreno em Nangarhar, mas não confirmou que seus rivais sejam do Estado Islâmico.

- Eles são ladrões e bandidos. Em breve vamos limpar essas áreas e livrar os moradores - disse o porta-voz do Talibã Zabihullah Mujahid.

Agência O Globo

Brasil vai anunciar nos EUA que desmatamento ilegal acabará nos próximos dez anos

 

EEUU-BRASIL

(Foto: AP)
O Brasil vai anunciar, nesta terça-feira, 30, o fim do desmatamento ilegal nos próximos dez anos. A antecipação da meta pública do governo brasileiro será feita durante o encontro dos presidentes Dilma Rousseff e Barack Obama, no comunicado conjunto a ser feito na Casa Branca.
Neste encontro, o Brasil pretende antecipar também alguns pontos do plano de contribuição voluntária para conter o aquecimento global. A expectativa era de que essas contribuições fossem informadas apenas em outubro, quando os países vão apresentar suas reduções voluntárias.
Marcada para dezembro em Paris, a Conferência do Clima, chamada de COP 21, está sendo considerada a última chance de um acordo global com chances reais de evitar o caos climático. Para isso, todos os governos do planeta devem declarar seu compromisso voluntário de redução de CO2 a partir de 2020. A meta é que não se ultrapasse nos próximos anos uma elevação da temperatura em dois graus.
De acordo com uma fonte, na reunião desta terça-feira, os Estados Unidos também pretendem fazer um importante anúncio com compromissos do seu país em relação ao controle de emissão de carbono.
Segundo o jornal O Estado de S. Paulo apurou, os dois presidentes vão se juntar para tratar do acordo de Paris, que é um objetivo de ambos, por considerarem que há um interesse estratégico em estarem juntos nas soluções. Haverá também um reconhecimento na declaração a ser feita entre os dois países que o Brasil reduziu suas emissões de carbono.

Estadão Conteúdo

O elefante no escuro - Por: Emerson Monteiro

Na Índia, uma parábola fala da experiência de quantos se propõem a conhecer a verdade. Trata-se de história divulgada no Ocidente pelos autores de livros populares sobre o modo de transmitir ensinos superiores. Esta prática exige um tanto de habilidade, porquanto cada um vive suas próprias ocasiões de aprender. Quando muito, adquirem versões subjetivas, convicções pessoais que tiram do grande todo, detalhes mínimos do que os sábios ensinam a seus discípulos.

Conta dita parábola que certa feita um rei apreciador das coisas do espírito reuniu três cegos e os solicitou que abordassem um elefante e, em seguida, explicassem do que se tratava. 

Um por um, os cegos se achegaram do animal e tocaram seu corpo em lugares diferentes.

Depois, trazidos ao soberano, descreveram o que haviam conhecido através do sentido do tato, esforço este acompanhado de perto por outros súditos ali presentes.

O primeiro cego descreveu que sentira pelas mãos ser enorme dotado de imensas orelhas, semelhante a tipo que poderia se deslocava no ar graças aqueles possantes instrumentos de locomoção.

O segundo, por sua vez, justificou que apalpara bicho de barriga avantajada, o que, devido ao peso do que acumulava, lhe impedia o deslocamento. Daí necessitar possuir patas comparáveis a troncos de árvores frondosas, com as quais permanecia preso ao solo, a se mover com dificuldade e risco para a segurança dos que viviam a sua volta.

Por fim, o terceiro cego considerou haver conhecido espécie rara capaz de reter o ar sugando-o através de orifícios situados na extremidade da tromba poderosa. Qual enguia gigante, o pavoroso monstro vivia de tudo examinar com o tal dispositivo, causando horror aos que encontrasse no caminho.

Como visto, o monarca ouviu nada além de ponderações de ordem singular. Porquanto, devido à limitação de suas vivências, os cegos apenas puderam abordar o objeto que apalparam sob os limites do que possuíam em suas noções anteriores.

O julgamento dos humanos ocorre nas mesmas e restritas limitações pessoais. Ninguém que se preze negará esta sentença, fruto do estado precário em que ainda nos achamos. São avaliações significativas, destacando a importância de se ser humilde no que tange a pontos de vista que precisam de maior indagação. Isto significa dizer, também, que a soma dos valores coletivos somados ampliam as chances de todos nós juntos um belo dia vir conhecer a Verdade absoluta na sua plenitude, por meio da fraternidade e união das individualidades pensantes.  

A energia em movimento - Por: Emerson Monteiro

O trabalho, em tudo por tudo a força viva que movimenta a mãe Natureza. Aonde se vira e ali o braço ativo da produção anima os quadros da beleza universal, tela em que os animais elaboram o ritmo dos dias. As crises, os impasses, borrascas, vastidões, peças do grande todo que ferve na alma da existência. E tem mais, enobrece, porquanto se honesta alimenta o conceito justo dos elementos em crescimento. Desde os átomos, passando pelas células, a corrente sanguínea, o vento em aventura infinita, as ondas do mar insistentes nas praias ensolaradas, os raios, milhões, bilhões, dizimas, prestações, velocidade, o ar em movimento nos pulmões, os circuitos cerebrais... Impossível duvidar que há consciência no que existir, até no toar dos canhões, no latir dos cães, no uivar dos lobos, na lama, no verde, no Sol.

Quem sabe o gosto desse costume positivo é porque trabalha. Desocupado, aguente dificuldade em preencher a pauta constante do tempo. Tal prazer de executar as funções do trabalho alimenta de prazer o final do dia, além da consciência de paz, chega leve o sono e inunda de repouso os que desenvolvem atividades produtivas, honestas e justas, no decorrer das horas, na função sadia de estudar e trabalhar.

Uma oração, o trabalho resulta em bons frutos. Tão bons que proporcionam saudáveis ocasiões quando diminuem as energias físicas na existência das pessoas. 

Outros hábitos prejudicam; a lamúria, vícios, preguiça; o trabalho não deixa a idade escorrer pelos dedos e nada de seu construir dói, numa situação de saber que as oportunidades sumirão nas curvas do que ficaram lá atrás.

Descobrir a importância facilitadora de trabalhar cresce a personalidade e os diversos instantes da jornada terrena, tesouro precioso das pessoas, fonte de realizadora paz. 

Bem fácil revelar o primor desses pequenos gestos internos, experiência que, por vezes, só aprendemos no declinar que tanta qualidade boa ocasionaria vinda ao seio da rica juventude. 

29 junho 2015

Nordeste apresentou maiores índices de violência contra jovens no Brasil

 

O Mapa da Violência mostra que 93% das vítimas são homens


genocidiodenegros
Dados do Mapa da Violência, divulgados nesta segunda-feira (29), mostram que os homicídios representam quase metade das causas de morte entre jovens de 16 e 17 anos. O estudo do sociólogo Julio Jacobo Waiselfisz revela que 46% dos jovens mortos  nessa faixa de idade foram assassinados. Em 2013, foram 3.749, de um total de 8.153. A projeção é que 3.816 jovens sejam mortos neste ano.

O Mapa da Violência mostra que 93% das vítimas são homens. Outros perfis que se destacam são de escolaridade e cor. Homens negros morrem três vezes mais que homens brancos, e as vítimas com baixa escolaridade também são maioria. Além disso, a arma de fogo foi usada em 81,9% dos homicídios de adolescentes de 16 anos e em 84,1% dos homicídios na faixa de 17 anos.

De acordo com o estudo, a Região Nordeste apresentou os maiores índices de violência. São 73,3 jovens mortos a cada 100 mil. A média do Centro-Oeste também é alta, de 65,3, comparada à média nacional, de 54,1, em 2013. Há ligeira mudança de perfil quando se fala nos estados mais violentos para jovens de 16 e 17 anos.

“Alagoas, Espírito Santo e Ceará lideram o ranking de mortalidade de pessoas de 16 e 17 anos. Em contrapartida, as menores taxas são encontradas no Tocantins, em Santa Catarina e São Paulo. Ainda assim, são consideradas elevadas, pois ultrapassam o patamar epidêmico de 10 homicídios por 100 mil”, descreve o Mapa da Violência.

O estudo de Waiselfisz mostra ainda que em um universo de 85 países, o Brasil ocupa a terceira posição em relação à taxa de homicídios de jovens entre 15 e 19 anos. São 54,9 mortes a cada 100 mil. O segundo colocado, El Salvador, apresenta taxa ligeiramente maior, com 55,8. Já o México, primeiro colocado, tem taxa de 95,6 mortes por 100 mil.

“A taxa brasileira é 275 vezes maior do que a de países como Áustria, Japão, Reino Unido ou Bélgica, que apresentam índices de 0,2 homicídios por 100 mil. Ou 183 vezes maior que as taxas da Coreia do Sul, da Alemanha ou do Egito”, aponta a pesquisa, que pode ser acessada no endereço http://www.mapadaviolencia.org.br/pdf2015/mapaViolencia2015_adolescentes....

Agência Brasil

Bendine anuncia Plano de Negócios e Gestão da Petrobras até 2019

PETROBRAS/ESPIONAGEM

O presidente da Petrobras, Aldemir Bendine, disse hoje (29) que o cadastro de fornecedores da empresa está sendo revisto desde que foi criada, em novembro do ano passado, a Diretoria de Governança, Risco e Conformidade, após as denúncias de desvio de recursos da companhia. Ele preferiu não fazer referências específicas a qualquer empresa, denunciada ou não, na Operação Lava Jato.

“Não vou me ater a empresa x, y ou z; se ela está denunciada ou não na Operação Lava Jato. A gente quer dar um tratamento diante deste novo modelo de decisão de projetos daqui por diante, que está lastreado numa política de governança e compliance [conformidade] totalmente diferente. O que a gente vai buscar é uma revisão de todo esse cadastro, em primeiro lugar; em segundo lugar, vamos buscar medidas protetivas de maior robustez na relação com os novos fornecedores; e em terceiro, aplicar as regras de compliance e risco em cima de todos os fornecedores, para que a gente tenha maior segurança na execução de nossos projetos”, revelou em entrevista, na sede da empresa, no Rio de Janeiro.

A Petrobras anunciou hoje o Plano de Negócios e Gestão (PNG) para o período 2015-2019, que determina redução de 37% (US$ 90,3 bilhões) nos investimentos, em relação à previsão anterior para o período de 2014 a 2018. O investimento total do novo PNG será de US$ 130,3 bilhões. Na avaliação do presidente, o novo plano é robusto e está de acordo com a realidade atual do mercado internacional.

“O que a gente está fazendo é adequar a Petrobras à nova realidade que se impõe neste momento, no mercado de óleo e gás. Isso, atrelado também a uma mudança de filosofia. Principalmente, na questão de geração de rentabilidade da empresa”, explicou.

Segundo Bendine, o plano anterior foi preparado em um cenário de bom equilíbrio da taxa de câmbio e com alto valor do barril do petróleo, que era equivalente a US$ 120, situação diferente da atual. “A realidade que se impõe hoje para a empresa, 18 meses depois do plano anterior, é que não temos um mercado em que a gente possa fazer uma expansão [de produção] a qualquer custo, endividando ainda mais a empresa. Temos que trazer a empresa para dentro de uma realidade a que o mercado internacional hoje se impõe, e acreditando nos indicadores que colocamos no Plano de Negócios [e Gestão]. Esse valor de US$ 60 a US$ 70 o barril é muito bom em termos de rentabilidade para a empresa, mas não são US$ 120”, esclareceu.

O PNG 2015-2019 definiu ainda a redução na expectativa de produção de óleo e gás no Brasil – de 4,2 milhões de barris/dia, no plano anterior, para 2,8 milhões de barris. Na avaliação do presidente, isso não significa que a Petrobras está abrindo mão de competir no mercado internacional. “Essa é a realidade que a gente acredita. Ela é desafiadora ainda, mas foi feita muito com o pé no chão, e a gente acredita que vamos ter plena condição de cumpri-la, sempre buscando não só cumprir, mas buscar condição de gerar valor e rentabilidade para o acionista”, assegurou.

Bendine disse as projeções feitas pela Petrobras, no cenário favorável de planos anteriores, acabaram gerando uma dívida em dólares extremamente elevada, e a companhia se colocou em situação de desconforto. Ele acrescentou que as correções postas no momento, diante da nova realidade, vão permitir que a empresa supere as dificuldades. “A gente entende que pode colocar a companhia em uma nova situação, e isso tem acontecido. A prova é a credibilidade que investidores estrangeiros e nacionais têm dado à companhia. A gente vai buscar, com muito empenho, cumprir este Plano de Negócios [e Gestão] para que a companhia volte a gerar bastante valor e rentabilidade aos investidores”, apontou.

Agência Brasil

Dilma é homenageada por Obama com jantar na Casa Branca

dilma-e-obama

A presidenta Dilma Rousseff jantou hoje (29), na Casa Branca, com o presidente norte-americano, Barack Obama, como parte da agenda da visita que ela faz aos Estados Unidos. O jantar foi o segundo encontro do dia entre os presidentes e foi fechado para a imprensa.

À tarde, assim que a presidenta chegou à Washington, Dilma e Obama visitaram o Memorial de Martin Luther King Jr. A Casa Branca informou, por meio da assessoria de imprensa, que eles conversaram sobre a trajetória de luta do líder negro norte-americano.

A convite de Obama, Dilma Rousseff vai dormir na Blair House, residência oficial do governo dos Estados Unidos para hóspedes. Ela fica ao lado da Casa Branca.

Amanhã (30), Dilma e Obama têm uma reunião de trabalho. Depois, a presidenta almoça no Departamento de Estado com o vice- presidente norte-americano, Joe Biden.

Editor Aécio Amado

Gislene Nogueira - Correspondente da Agência Brasil/EBC

Mapa da Violência: homicídios são quase metade das mortes de jovens

arma2

Dados do Mapa da Violência, divulgados hoje (29), mostram que os homicídios representam quase metade das causas de morte entre jovens de 16 e 17 anos. O estudo do sociólogo Julio Jacobo Waiselfisz revela que 46% dos jovens mortos  nessa faixa de idade foram assassinados. Em 2013, foram 3.749, de um total de 8.153. A projeção é que 3.816 jovens sejam mortos neste ano.

O Mapa da Violência mostra que 93% das vítimas são homens. Outros perfis que se destacam são de escolaridade e cor. Homens negros morrem três vezes mais que homens brancos, e as vítimas com baixa escolaridade também são maioria. Além disso, a arma de fogo foi usada em 81,9% dos homicídios de adolescentes de 16 anos e em 84,1% dos homicídios na faixa de 17 anos.

De acordo com o estudo, a Região Nordeste apresentou os maiores índices de violência. São 73,3 jovens mortos a cada 100 mil. A média do Centro-Oeste também é alta, de 65,3, comparada à média nacional, de 54,1, em 2013. Há ligeira mudança de perfil quando se fala nos estados mais violentos para jovens de 16 e 17 anos.

“Alagoas, Espírito Santo e Ceará lideram o ranking de mortalidade de pessoas de 16 e 17 anos. Em contrapartida, as menores taxas são encontradas no Tocantins, em Santa Catarina e São Paulo. Ainda assim, são consideradas elevadas, pois ultrapassam o patamar epidêmico de 10 homicídios por 100 mil”, descreve o Mapa da Violência.

O estudo de Waiselfisz mostra ainda que em um universo de 85 países, o Brasil ocupa a terceira posição em relação à taxa de homicídios de jovens entre 15 e 19 anos. São 54,9 mortes a cada 100 mil. O segundo colocado, El Salvador, apresenta taxa ligeiramente maior, com 55,8. Já o México, primeiro colocado, tem taxa de 95,6 mortes por 100 mil.

“A taxa brasileira é 275 vezes maior do que a de países como Áustria, Japão, Reino Unido ou Bélgica, que apresentam índices de 0,2 homicídios por 100 mil. Ou 183 vezes maior que as taxas da Coreia do Sul, da Alemanha ou do Egito”, aponta a pesquisa, que pode ser acessada no endereço http://www.mapadaviolencia.org.br/pdf2015/mapaViolencia2015_adolescentes....

Editor Stênio Ribeiro

Marcelo Brandão - Repórter da Agência Brasil

Fies – Prazo para renovação termina nesta terça-feira

Fies-2015-02

“O prazo para a renovação dos atuais contratos do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) termina amanhã (30). O aditamento semestral é feito pelos estudantes no portal do Fies. O programa é destinado a financiar mensalidades de cursos de graduação na educação superior em instituições privadas.

O Ministério da Educação prorrogou por duas vezes o prazo de renovação para que todos os estudantes conseguissem fazer o procedimento. Os juros para os atuais contratos são de 3,4% ao ano e o estudante começa a quitar o financiamento 18 meses após a conclusão do curso. O financiamento é concedido a matriculados em cursos superiores que tenham nota positiva nas avaliações do ministério.

Na última sexta-feira (26) os ministérios da Educação e do Planejamento anunciaram mudanças para as próximas contratações do Fies. Para os novos contratos os juros passarão dos atuais 3,4% para 6,5% e o limite de renda para contratação passará para 2,5 salários mínimos por pessoa o que equivale, em valores atuais, a R$ 1.970. Atualmente, o limite é uma renda bruta é 20 salários mínimos.

Os ministérios informaram que aumentarão também os juros que o aluno paga trimestralmente durante o curso. Atualmente, essa taxa é até R$ 50. O novo valor vai até R$ 250. O prazo de carência para pagar o financiamento que era de três vezes a duração do curso e mais 12 meses, passará para três vezes a duração do curso, sem os 12 meses.”

(Agência Brasil)

Estudantes do Campus da UFC em Quixadá criam aplicativo que localiza advogados

ifce-600x400

Estudantes  do Curso de Sistemas de Informação do Campus da UFC em Quixadá criaram, em parceria com a Ordem dos Advogados do Brasil, regional do Ceará, um aplicativo para celulares que tem a finalidade de localizar advogados por proximidade, nome ou área de atuação.

O Easy Advogados foi lançado, ainda em fase experimental, na tarde da última terça-feira (23), durante Sessão Ordinária do Conselho Consultivo OAB Jovem. O projeto começou a ser desenvolvido há um ano pelos estudantes Daniel Zanata e Luís Siqueira, do 6º semestre, e Wítalo Benício (concludente do curso), que montaram uma empresa e apresentaram a ideia do aplicativo ao presidente da OAB-CE, Valdetário Monteiro.

O aplicativo para smartphones e tablets possibilita a busca de advogados por nome, área de atuação, localização pela proximidade ou pela cidade. De acordo com Daniel Zanata, a equipe precisou se aprimorar muito para conseguir desenvolver o aplicativo e manter sigilo durante esse tempo. “Tivemos dificuldades que todo estudante tem e pedimos ajuda aos pais para poder pagar o servidor e comprar o notebook”, explica.

Os usurários das plataformas iOS e Android já podem fazer o download no site do aplicativo (www.easyadvogados.com), que também oferecerá a opção de busca de processos no portal e-SAJ e no Tribunal de Justiça do Estado do Ceará (TJCE). Daniel Zanata diz que os advogados inscritos na OAB do Interior e da Capital têm a opção de ativar seu cadastro, ficando a critério de cada um. “O aplicativo vai facilitar o acesso dos clientes com o advogado, e de advogados com advogados. A ideia é que seja nacional, mas por enquanto está só no Ceará. Seria interessante para todas as regiões”, conclui.

(Site da UFC)

Ceará eleva taxa de alfabetização de crianças ao final do 2º ano

spaece

O Estado do Ceará supera os índices de desempenho de alfabetização e das disciplinas de Português e Matemática para alunos do 2º e 5º anos, respectivamente. A divulgação dos resultados do acompanhamento aconteceu no encontro do Sistema Permanente de Avaliação da Educação Básica (SPAECE), na manhã desta segunda-feira (29), no auditório do Tribunal de Contas dos Municípios, em Fortaleza, com as presenças da vice-governadora Izolda Cela e o secretário de Educação Maurício Holanda. “Tivemos avanços importantes e passos muito significativos, porém ainda temos grandes desafios. Foi feita, ao longo dos oito anos, uma grande parceria e adesão dos municípios. Cada um deles mostrou que é possível fazer e avançar em um ritmo vigoroso. Os dados do Ceará mostram que nós temos um ritmo diferenciado com relação aos outros estados do Brasil. Então, agora é ampliar ainda mais o nosso compromisso, tendo metas claras, foco e acompanhando todos os resultados que queremos alcançar”, falou a vice governadora diante dos números.

Com relação ao 2º ano do ensino fundamental, um acompanhamento do desempenho entre os anos de 2007 e 2014 demonstra que 84,6% dos estudantes encontram-se alfabetizados ao término dessa série. Em 2007, esse percentual era de apenas 39,9%. Nesse mesmo período, a redução de percentual de alunos não alfabetizados ao final do 2º ano variou de 32,8% para 0,6%. Em 2014, a aprendizagem dos alunos do 5º ano, nas disciplinas de Língua Portuguesa e Matemática, também melhorou em relação ao ano de 2008. Em Língua Portuguesa, o percentual de alunos no nível adequado subiu para 35,5%, enquanto em 2008 era de 6,8%. Já em Matemática, era de 3,6% e passou para 27,1%.

Ao todo, em 2014, 97.587 alunos do 2º ano e 115.273 do 5º ano do Ensino Fundamental de 4.192 escolas públicas participaram da avaliação. "O resultado mais gratificante é o aumento da igualdade entre os alunos. Porque a média pode melhorar com o aumento das notas dos estudantes que mais se destacaram, deixando os mais frágeis lá pra trás. Mas quando a gente consegue melhorar as notas, trazendo todos para um patamar acima, isso é muito bom", explicou o secretário Maurício Holanda. "O Ceará é certamente um farol que ilumina a educação básica em todo o país. Vocês são um exemplo de políticas públicas que tem mudado a vida de tantos estudantes", elogiou o secretário da Educação Básica do Ministério da Educação, Manuel Palácios.

No próximo mês de agosto, o governador Camilo Santana irá anunciar o novo desenho e as ações do Programa Alfabetização na Idade Certa (PAIC) para o ciclo 2015 – 2018, que terá como referência a trajetória e os resultados conquistados ao longo dos oito anos de realização do programa.

alfabeti

PAIC

O PAIC teve sua origem pela iniciativa de alguns municípios cearenses, apoiados pela Undime, Aprece e Unicef, a partir dos resultados do Comitê Cearense pela Eliminação do Analfabetismo Escolar, instituído na Assembleia Legislativa. Foi transformado em política pública prioritária do Governo do Estado em 2007. A partir da implementação, os municípios passaram a contar com apoio técnico e financeiro para a gestão municipal, avaliação, formação de professores, aquisição de material didático e de apoio pedagógico. O programa está focado em cinco eixos fundamentais: educação infantil, gestão pedagógica da alfabetização, formação do leitor, gestão municipal de educação e avaliação externa.

Em 2011, o Governo do Estado, por meio da Seduc, expandiu as ações até 5º ano, com vistas a melhorar os resultados de aprendizagem da etapa inicial do Ensino Fundamental. Essa iniciativa é denominada Programa Aprendizagem na Idade Certa (PAIC+5) e visa oferecer aos municípios mais formação aos profissionais, apoio à gestão escolar e aos alunos com dificuldades de aprendizagem, entre outros aspectos.

O PAIC juntamente com outras experiências, contribuiu para a estruturação por parte Ministério da Educação do Pacto Nacional Alfabetização na Idade Certa (PNAIC).

SPAECE – Escalas

A escala da alfabetização (2º ano) é constituída por cinco padrões, representados pelas seguintes pontuações: até 75 pontos – não alfabetizado; de 75 a 100 – alfabetização incompleta; de 100 a 125 – intermediário, de 125 a 150 – suficiente e acima de 150 – nível desejável.

Os resultados do 5º ano, por sua vez, são identificados a partir de quatro padrões de desempenho, sendo para Língua Portuguesa: até 125 pontos – muito crítico; de 125 até 175 – crítico; de 175 até 225 – intermediário, e acima de 225 – nível adequado. Para Matemática, os padrões de desempenho dos alunos do 5º ano são expressos através dos seguintes níveis: até 150 pontos – muito crítico; de 150 até 200 – crítico; de 200 até 250 – intermediário, e acima de 250 – nível adequado.

Em 2007, ano de implantação do PAIC, a média de proficiência alcançada no 2º ano do Ensino Fundamental foi de 119,1 pontos, o que corresponde ao padrão intermediário. Em 2014, alcançou 174,3 pontos, permanecendo na proficiência desejável, conquistada desde 2013. No início do Programa, apenas 14 municípios estavam no padrão Desejável em alfabetização das crianças ao final do 2º ano do Ensino Fundamental. Em 2014, esse número subiu para 173.

Quanto aos resultados do 5º ano, em 2008, nenhum município cearense apresentava média no nível adequado em Língua Portuguesa e Matemática. Em 2014, o resultado do 5º ano cresceu de forma considerável, mostrando que 34 municípios cearenses já se encontram com média no nível adequado nas duas disciplinas.

Foto: Marcos Studart

 

Jacqueline Cavalcante
Assessora de Imprensa da Secretaria da Educação

Ceará eleva taxa de alfabetização de crianças ao final do 2º ano

spaece

O Estado do Ceará supera os índices de desempenho de alfabetização e das disciplinas de Português e Matemática para alunos do 2º e 5º anos, respectivamente. A divulgação dos resultados do acompanhamento aconteceu no encontro do Sistema Permanente de Avaliação da Educação Básica (SPAECE), na manhã desta segunda-feira (29), no auditório do Tribunal de Contas dos Municípios, em Fortaleza, com as presenças da vice-governadora Izolda Cela e o secretário de Educação Maurício Holanda. “Tivemos avanços importantes e passos muito significativos, porém ainda temos grandes desafios. Foi feita, ao longo dos oito anos, uma grande parceria e adesão dos municípios. Cada um deles mostrou que é possível fazer e avançar em um ritmo vigoroso. Os dados do Ceará mostram que nós temos um ritmo diferenciado com relação aos outros estados do Brasil. Então, agora é ampliar ainda mais o nosso compromisso, tendo metas claras, foco e acompanhando todos os resultados que queremos alcançar”, falou a vice governadora diante dos números.

Com relação ao 2º ano do ensino fundamental, um acompanhamento do desempenho entre os anos de 2007 e 2014 demonstra que 84,6% dos estudantes encontram-se alfabetizados ao término dessa série. Em 2007, esse percentual era de apenas 39,9%. Nesse mesmo período, a redução de percentual de alunos não alfabetizados ao final do 2º ano variou de 32,8% para 0,6%. Em 2014, a aprendizagem dos alunos do 5º ano, nas disciplinas de Língua Portuguesa e Matemática, também melhorou em relação ao ano de 2008. Em Língua Portuguesa, o percentual de alunos no nível adequado subiu para 35,5%, enquanto em 2008 era de 6,8%. Já em Matemática, era de 3,6% e passou para 27,1%.

Ao todo, em 2014, 97.587 alunos do 2º ano e 115.273 do 5º ano do Ensino Fundamental de 4.192 escolas públicas participaram da avaliação. "O resultado mais gratificante é o aumento da igualdade entre os alunos. Porque a média pode melhorar com o aumento das notas dos estudantes que mais se destacaram, deixando os mais frágeis lá pra trás. Mas quando a gente consegue melhorar as notas, trazendo todos para um patamar acima, isso é muito bom", explicou o secretário Maurício Holanda. "O Ceará é certamente um farol que ilumina a educação básica em todo o país. Vocês são um exemplo de políticas públicas que tem mudado a vida de tantos estudantes", elogiou o secretário da Educação Básica do Ministério da Educação, Manuel Palácios.

No próximo mês de agosto, o governador Camilo Santana irá anunciar o novo desenho e as ações do Programa Alfabetização na Idade Certa (PAIC) para o ciclo 2015 – 2018, que terá como referência a trajetória e os resultados conquistados ao longo dos oito anos de realização do programa.

alfabeti

PAIC

O PAIC teve sua origem pela iniciativa de alguns municípios cearenses, apoiados pela Undime, Aprece e Unicef, a partir dos resultados do Comitê Cearense pela Eliminação do Analfabetismo Escolar, instituído na Assembleia Legislativa. Foi transformado em política pública prioritária do Governo do Estado em 2007. A partir da implementação, os municípios passaram a contar com apoio técnico e financeiro para a gestão municipal, avaliação, formação de professores, aquisição de material didático e de apoio pedagógico. O programa está focado em cinco eixos fundamentais: educação infantil, gestão pedagógica da alfabetização, formação do leitor, gestão municipal de educação e avaliação externa.

Em 2011, o Governo do Estado, por meio da Seduc, expandiu as ações até 5º ano, com vistas a melhorar os resultados de aprendizagem da etapa inicial do Ensino Fundamental. Essa iniciativa é denominada Programa Aprendizagem na Idade Certa (PAIC+5) e visa oferecer aos municípios mais formação aos profissionais, apoio à gestão escolar e aos alunos com dificuldades de aprendizagem, entre outros aspectos.

O PAIC juntamente com outras experiências, contribuiu para a estruturação por parte Ministério da Educação do Pacto Nacional Alfabetização na Idade Certa (PNAIC).

SPAECE – Escalas

A escala da alfabetização (2º ano) é constituída por cinco padrões, representados pelas seguintes pontuações: até 75 pontos – não alfabetizado; de 75 a 100 – alfabetização incompleta; de 100 a 125 – intermediário, de 125 a 150 – suficiente e acima de 150 – nível desejável.

Os resultados do 5º ano, por sua vez, são identificados a partir de quatro padrões de desempenho, sendo para Língua Portuguesa: até 125 pontos – muito crítico; de 125 até 175 – crítico; de 175 até 225 – intermediário, e acima de 225 – nível adequado. Para Matemática, os padrões de desempenho dos alunos do 5º ano são expressos através dos seguintes níveis: até 150 pontos – muito crítico; de 150 até 200 – crítico; de 200 até 250 – intermediário, e acima de 250 – nível adequado.

Em 2007, ano de implantação do PAIC, a média de proficiência alcançada no 2º ano do Ensino Fundamental foi de 119,1 pontos, o que corresponde ao padrão intermediário. Em 2014, alcançou 174,3 pontos, permanecendo na proficiência desejável, conquistada desde 2013. No início do Programa, apenas 14 municípios estavam no padrão Desejável em alfabetização das crianças ao final do 2º ano do Ensino Fundamental. Em 2014, esse número subiu para 173.

Quanto aos resultados do 5º ano, em 2008, nenhum município cearense apresentava média no nível adequado em Língua Portuguesa e Matemática. Em 2014, o resultado do 5º ano cresceu de forma considerável, mostrando que 34 municípios cearenses já se encontram com média no nível adequado nas duas disciplinas.

Foto: Marcos Studart

 

Jacqueline Cavalcante
Assessora de Imprensa da Secretaria da Educação

Ciopaer 20 anos: conheça a história da força policial aérea do Ceará

 

Ciopaer20

A Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer) completa 20 anos de existência em 2015, como a maior organização de policiamento aéreo do Norte-Nordeste, a quarta maior do país, atrás apenas de São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais, e a maior em termos de equipamento aeromédico. Porém, muito antes de consolidar tal posição, aeronaves já eram utilizadas para garantir a segurança dos cearenses.

RMaj MarcosAs primeiras atividades aéreas de segurança pública no Ceará datam de 1982, ano em que um helicóptero do Governo do Estado, pertencente à Companhia Energética do Ceará (Coelce), foi utilizado para o transporte das vítimas de um acidente aéreo em Pacatuba. "Foi o batismo de fogo dessa aeronave, com o então comandante Hugo da Costa Marroquim", relembra o major Marcos Costa, relações públicas da Ciopaer.

Rdentro3Em 1984, com as grandes enchentes ocorridas no interior do Estado, novamente foi utilizada a aeronave da Coelce para ajuda humanitária aos atingidos. Em 1991, com a criação do Grupo de Ações Táticas Especiais (GATE), da Polícia Militar do Ceará, houve o primeiro treinamento de uma tropa especializada em operações helitransportadas, com o emprego de técnicas de desembarque tático por rapel. Em 1994, durante o sequestro do cardeal Dom Aloísio Lorscheider, à época arcebispo de Fortaleza, houve novo emprego do helicóptero nas buscas ao criminosos, situação em que todos foram recapturados.

Autonomia

Rciop6Em 10 de outubro de 1995, durante o lançamento da Operações Férias, uma aeronave "Esquilo" - HB 350 B (PT-HLM), de fabricação francesa, que pertencia à Coelce - foi incorporada à Polícia Militar do Ceará, sendo então criado o Grupamento de Policiamento Aéreo da Polícia Militar do Estado do Ceará (GPAER). Essa aeronave, inclusive, é utilizada até os dias de hoje.

Rciop7Durante dois anos, o GPAER ainda operava utilizando mão de obra e estrutura da Coelce. Em 1997, de maneira inédita, decolou a primeira aeronave com tripulação totalmente policial, com policiais militares efetuando a manutenção das máquinas. "Esse foi um divisor de águas, a autonomia na operação da aeronave apenas pela Polícia Militar", conta o major Marcos Costa. No mesmo ano, houve a mudança visual, quando foram adotados as cores verde e amarelo e o indicativo de chamada, mudando de "Raio" para "Águia".

Naquele ano, as ações do GPAER contribuíram para zerar o número de assaltos a banco no Ceará, além de o grupamento ter atuado em muitas missões de resgate. "Nós conseguimos atrair para nós o foco de uma equipe eficiente e um serviço que era interessante para o Estado. A partir daí houve um acréscimo no investimento", observa o major Marcos.

Em 4 de julho de 2001, com a adesão do Corpo de Bombeiros e da Polícia Civil, foi criada a Ciopaer. Todo o material de aviação pertencente ao extinto GPAER foi incorporado à nova estrutura da Secretaria da Segurança Pública e Defesa da Cidadania (SSPDS). Além disso, foram adquiridos mais três helicópteros modelo "Esquilo" (AS 350 B2), a fim de incrementar a atividade aérea no Estado, aumentando o poder de ação do então status de Coordenadoria.

Em 2007, houve mais uma mudança significativa. A Ciopaer passou a adotar a identidade visual semelhante a das viaturas do Ronda do Quarteirão e o indicativo de chamada passou a ser "Fênix". "O nome é uma alusão ao pássaro mitológico que renasce das cinzas. A partir do processo de reconstrução iniciado em 2007, a aquisição de novas aeronaves, reestruturação do prédio, foi considerado que ressurgimos", explica o major Marcos Costa.

gráfico Ciopaer

Nomes importantes

Ao longo de todos os anos de crescimento da Ciopaer, alguns nomes foram essenciais para a coordenadoria se consolidar com o poderio atual. Dentre eles, o major Marcos Costa cita dois em especial: coronéis Marcos Damasceno de Souza e Antônio Nirvando Monteiro.

"Foi o coronel Marcos Damasceno de Souza quem comprou a ideia de fazer a aeronave voar em um grupamento da polícia, retirando da Coelce. Alguns duvidavam que ele conseguisse esse feito, mas, com o apoio do Governo do Estado, ele conseguiu que a aeronave voasse já como equipamento da polícia", disse.

Já coronel Monteiro, hoje aposentado, se destacou pela perspicácia e empreendedorismo dentro da coordenadoria. "Ele é um dos pilotos mais capacitados do planeta. Uma capacidade técnica enorme, milhares de horas de voo. Além disso foi um grande empreendedor, pois começou como subcomandante, depois assumiu o comando de um grupamento, depois saiu para outras missões e voltou em 2007. Na época, passávamos por uma situação complicada, poucos meios, aeronaves paradas, e ele conseguiu sensibilizar o governador Cid Gomes, onde conseguimos um aporte de recursos", relatou o major.

Atividades

Rdestaque dentroComo parte integrante da estrutura organizacional da SSPDS, o Esquadrão Fênix tem por finalidade racionalizar e centralizar, em um único órgão o controle, a operação e a manutenção das aeronaves de asas fixas e rotativas, empenhadas em atividade policial, monitoramento por câmeras, serviço aeromédico, de socorro público, de combate a incêndio, de busca, resgate e de defesa civil, tornando a máquina administrativa mais ágil e compatível com as necessidades e interesses da coletividade.

Runidade aeromédica 2Exemplo de integração operacional, a Ciopaer tem em seus quadros integrantes da Polícia Militar, da Polícia Civil e do Corpo de Bombeiros Militar do Ceará, os quais se desdobram para atender às mais diversas ocorrências, em todas as regiões do Estado.

Quadro

Atualmente, a Ciopaer conta com uma frota de sete aeronaves, sendo três AS50 "Esquilo", três EC 145 e um EC 135. Todas elas realizam as variadas missões confiadas à coordenadoria.

Runidade aeromédicaSão 105 servidores, sendo 71 policiais militares, 14 policiais civis e 20 bombeiros militares, entre pilotos, tripulantes e profissionais de apoio em solo. Além deles, 22 servidores do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), sendo 10 médicos e 12 enfermeiros, trabalham de maneira integrada com as missões da Ciopaer.

Fotos: Marcos Studart e Queiroz Neto
Confira a galeria de imagens no Facebook do Governo do Estado

29.06.2015

Thiago Sampaio
Repórter / Célula de Reportagem


Edições Anteriores:

Maio ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31