19 maio 2015

V Festival de Jericoacoara - Cinema Digital divulga 30 curtas selecionados

AcaminhodeCasa

 

A Caminho de Casa foi um dos filmes selecionados. (Foto: Divulgação)

Pela quinta vez, realizadores audiovisuais de diversos estados brasileiros, responsáveis pelo novo cinema nacional, vão se encontrar em uma das praias mais belas de todo o mundo. De 15 a 21 de junho, o Festival de Jericoacoara – Cinema Digital realizará a sua quinta edição, sempre fiel à proposta original, de oferecer um novo olhar sobre o cinema brasileiro, um panorama da nova produção do audiovisual nacional, democratizada tanto em conteúdo quanto em forma, por meio da tecnologia digital.
O V Festival de Jericoacoara – Cinema Digital contará, na Mostra Competitiva de Curtas, com a exibição de 30 filmes, de realizadores de XX estados, selecionados entre mais de 260 inscritos. Participam do festival filmes de até 20 minutos, sobre quaisquer temas, nos gêneros documentário, ficção, animação e experimental.
O festival também prestará homenagem ao cineasta cearense Hermano Penna, radicado no Rio de Janeiro, onde construiu uma trajetória de destaque no cenário do audiovisual brasileiro. Seu filme “Aos ventos que virão” será exibido especialmente no festival.
"A homenagem a filmes de diretores referenciais, como o Hermano Penna, que já veio ao Festival de Jericoacoara e faz parte da história e do presente do evento, é uma forma de chamar atenção para momentos importantes e diferentes, na história do cinema brasileiro", destaca o cineasta Francis Vale, diretor do Festival de Jericoacoara - Cinema Digital.
“Chegando ao marco importante da quinta edição, o festival prossegue consolidando cada vez mais sua dimensão nacional, buscando reunir os novos realizadores do cinema brasileiro, que estão em todas as regiões, fazendo seus trabalhos, mesmo enfrentando, muitas vezes, dificuldades para divulgação, repercussão, visibilidade”, afirma Francis Vale.
“Na contramão dessa realidade, o Festival de Jericoacoara – Cinema Digital existe justamente para contribuir para dar mais destaque a novos nomes do cinema brasileiro, provando que passamos de um eixo geográfico de produção para novos e múltiplos polos, espalhados pelo País”, acrescenta o diretor do festival.
“O festival contribui para mostrar o pluralismo, essa riqueza de origens, temas e formas dos filmes, os realizadores de várias gerações que fazem o novo cinema brasileiro acontecer de um modo muito forte, pulsante”, complementa Francis, que também enfatiza a relação do festival com a comunidade como um diferencial.
Ao longo do festival, os filmes serão apreciados por um júri composto por nomes de destaque no audiovisual. Receberão o Troféu Pedra Furada as obras escolhidas pelo júri como as melhores em cada categoria: ficção, documentário, animação e experimental. Também receberá o troféu a melhor produção dos estados Ceará, Piauí e Maranhão, em homenagem à chamada “Rota das Emoções”, que se inicia em Jericoacoara-CE, passa pelo Delta do Parnaíba-PI e se estende até os Lençóis Maranhenses.
O festival também destinará troféus aos vencedores dos quesitos melhor filme, direção, roteiro, fotografia, trilha original e direção de arte. Além dos troféus para melhor ator e melhor atriz.
Filmes selecionados
Joaquim Bralhador - Ficção - Márcio Câmara - CE
A Caminho de Casa – Ficção - Paula Szutan - SP
Olhos de Botão – Ficção – Marlom Meirelles - PE
Paixão Nacional – Ficção - Caio Baú - PR
Nua Por Dentro do Couro – Ficção - Lucas Sá - MA
O Passageiro – Ficção - Eduardo Cantarino - RJ
Preto ou Branco! – Ficção - Alison Zago Brito - SP
Tereza – Ficção – Mauricio Baggio - PR
Cadê Meu Zóculos – Ficção - Josafá Ferreira Duarte - CE
Amigo Anônimo – Ficção - Fábio Batista - SE
Tubarão – Documentário - Leo Tabosa - PE
Araca - O Samba em Pessoa – Documentário – Fausto Junior - RJ
Às Margens do Itapecuru – Documentário – José Gomes Pereira - MA
Curitiba Mon Amour – Documentário – Pedro Rocha de Oliveira - CE
O Pau da Bandeira – Documentário – Felipe Wenceslau - BA
Gutierres – Documentário – Fernando Bassani - RS
SerTão Resistente – Documentário - Roger Pires - CE
Beatitude – Documentário - Délio Freire - ES
Envolvidos –Documentário – Roger Pires - CE
O Muro é o Meio – Documentário – Eudaldo Monção Jr - BA
Agradecimento – Animação – Diego Akel - CE
Guida – Animação – Rosana Urbes - SP
As Aventuras de Chaga das Onças – Animação - George Alex Barbosa - CE
Bem me Quer – Animação - Brenno Levi de Sousa Magalhães - CE
Até a China – Animação – Marcelo Marão - RJ
Hotel Farrapos – Animação – Lisandro Santos - RS
A Arte Tem que ter Ambição - Experimental – Alex Nunes Barroso - CE
Cântico dos Ventos – Experimental – Laurita Caldas - PB
Miragem – Experimental – Virgínia Pinho - CE
Lampejos da Resistência – Experimental - Roger Pires - CE

|flavio pinto

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.