xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> 01/01/2015 - 02/01/2015 | Blog do Crato
.

VÍDEO - VÍDEO DE LANÇAMENTO - Em breve, as novas transmissões TV Chapada do Araripe. Espero que curtam o vídeo de lançamento abaixo, em que há uma pequena retrospectiva de alguns trabalhos, reportagens já feitas ao longo dos muitos anos que fazemos reportagens. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 24.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

31 janeiro 2015

Congregação das Filhas de Santa Teresa e Diocese de Crato lembraram memória de Madre Ana Couto nos 130 anos do seu nascimento – por Patrícia Silva

Na noite do dia 30 de janeiro, dia em que a Madre Ana Couto completaria 130 anos, a Congregação Filhas de Santa Tereza, familiares da madre e fiéis da diocese de Crato se reuniram na Paróquia Santo Antônio, em Jardim- CE, cidade onde a madre nasceu, para participarem de uma missa em ação de graças pelas grandes contribuições deixadas pela religiosa a região. A celebração foi presidida por Dom Fernando Panico e concelebrada pelo pároco, Pe. Aldízio Nunes.
Dom Fernando recordou a madre Ana Couto como uma das mulheres mais importantes do Cariri, com espírito determinado nas obras que fundou na região, sobretudo nos campos de formação cristã e educacional da juventude e no amparo a velhice abandonada. “A Madre foi um instrumento nas mãos de Deus para que o primeiro bispo da diocese de Crato, Dom Quintino, pudesse realizar o seu sonho de fundar a Congregação Filhas de Santa Tereza. Hoje queremos louvar a Deus pela vida doada ao anuncio do evangelho que ela teve e por ter deixado para nós um grande exemplo de amor, confiança e fidelidade a Cristo”, afirmou.
Fiéis participando da missa em ação de graças em memória do aniversário natalício da Madre Ana Couto. (Foto: Patrícia Silva)
A superiora geral da congregação, em Crato, Ir. Vera Lúcia Alves de Andrade, definiu a madre como uma empreendedora da obra da caridade social. “Madre Ana Couto sempre foi uma mulher caridosa e sensível aos pobres, não é a toa que o seu lema era ‘Caridade e Fortaleza’, tinha um espírito voltado para o pobre e era determinada, mesmo sem nada, sem recurso, sabia fazer as coisas, pedia, afim de que o povo de Deus fosse socorrido. Estes são os maiores ensinamentos que ela deixou para nós, Filhas de Santa Tereza”, disse.
Madre Ana Couto foi a co- fundadora da Congregação Filhas de Santa Tereza e viveu 24 anos como superiora geral da congregação, durante sua vida religiosa fundou o Colégio Senhor do Bonfim, em Icó, Colégio São José, em Iguatu, o Orfanato Jesus, Maria e José, em Juazeiro, e o Abrigo Jesus, Maria e José, em Crato, falecendo em 31 de janeiro de 1947, aos 62 anos, em Crato. Hoje a Congregação Filhas de Santa Tereza está presente em quatro estados do Brasil: Ceará, Piauí, Paraíba e São Paulo.
                                                                    

Festival Cordas Ágio - Programação de encerramento - Hoje, Sábado, 31 de Janeiro de 2015


CENTRO DE CONVENÇÕES PADRE ÁGIO AUGUSTO MOREIRA

15h - Rodrigo Soares (Flauta Transversal), Erick John (Piano)

15h30 às 18h - Mostra das Oficinas

20h - CONCERTO DE ENCERRAMENTO  DO FESTIVAL

Valérie Vervoort (Soprano)
Eliot Lawson (Violino)
Rodolfo Lima (Contrabaixo)
Erick John (Piano)
Izaira Silvino (Canto Coral)  
Orquestra Cordas Ágio
(Regência: Rogério Fernandes - Joselho Rocha)

PALCO PASÁRGADA

22h - Profº.  DIEGO SOUSA ( Prática de Conjunto)

22h30 - Lucas Silva e Banda

Lucas Pereira da Silva, mais conhecido como Lucas Silva, (São Paulo, SP, 16 de novembro de 1996) é um jovem compositor e instrumentista brasileiro, estudante de música pelo Curso Técnico em Regência, na Escola Estadual de Educação Profissional Governador Virgílio Távora, em Crato - Ceará.

Lucas Silva atuou como instrumentista e vocalista por quatro anos em bandas de Pop Rock e Metal Progressivo, possibilitando seus primeiros contatos com um público maior. No ano de 2013, formou a Banda Acústicozeronove, onde mostrou uma nova linha de trabalho, abrangendo mais da MPB (Música Popular Brasileira). Em 2014, passou a desenvolver um trabalho solo, a fim de desvencilhar novos horizontes a sua carreira musical. Baseando-se em artistas consagrados da música brasileira que sempre lhe serviram de inspiração como: Chico Buarque, Gilberto Gil, Caetano Veloso, Cazuza, entre outros nomes mais atuais. Bem como artistas locais que incentivam o jovem artista, como: Geraldo Junior, Dudé Casado, Diego Souza e Cícero Galdino. Histórico de Apresentações:  O artista carrega a experiência de ter participado de grandes eventos como: Festival Jazz e Blues, Festival Cordas Ágio, Abertura do show do Marcos Lessa (Crato-CE), além de apresentações em casas de show, bares e restaurantes na Cidade do Crato.

SHOW DE ENCERRAMENTO



23h3o- Ana Paula Nogueira

Iniciou seu mundo musical aos 13 anos de idade, quando fez sua primeira apresentação ao público na escola em que estudava na cidade de Granito - PE, onde mostrou ser uma grande promessa  para a  música popular brasileira. Cantora, compositora e intérprete, Ana Paula Nogueira revela-se parte da nova face da música brasileira, com influências  da música regional nordestina. Com uma carreira brilhante e premiada, Participou de vários festivais, sendo premiado em todos,  entre eles citamos: I FESTIVAL DE MUSICA AUTORAL conquistando o 3º lugar  e o 2º lugar no FESTIVAL CARIRI DA CANÇÂO ESTUDANTIL nos anos de 2009, 2010 e 2011,todos na cidade do Crato-CE.
Ainda no ano de 2011 ficou como melhor intérprete nos FESTIVAL CARIRI DA CANÇÂO ESTUDANTIL e CANTA CARIRI, respectivamente nas cidades de Crato- CE e Barro- CE. 
Nos anos de 2009 e 2010 e 2011 também  participou do FESTIVAL NAÇÃO CULTURAL, em Exu-PE, produzido pela FUNDARPE (Fundação do patrimônio Histórico e Cultural de Pernambuco).
Em 2011 apresentou o show em homenagem ao mestre Luiz Gonzaga, com  o show intitulado faces e versos do rei do baião, acompanhada pelo tão admirado acordeonista Epitácio Pessoa no Centro Cultural Banco do Nordeste Cariri- CCBNB, na cidade de Juazeiro do Norte- CE. Seguindo a mesma linha de apresentações fez outros shows nas cidades de Crato-CE, Granito-PE e Exú- PE.  Ana Paula Nogueira já marcou o seu nome no meio musical nordestino e seus shows marcam pela forte presença de palco e pela interpretação impar que lembra algumas das grandes vozes da música brasileira.
Atualmente faz parte da associação Luiz Gonzaga dos forrozeiros do Brasil, com sede na cidade de Exu - PE.

Em 2012 foi finalista do programa Ídolos da TV Record, cantando a musica tradicional nordestina, o forró autêntico pé de serra. Prêmio talentos cariri em 2012, eleita por aclamação popular na cidade de Juazeiro do norte – CE. Melhor interprete e 2º lugar no CALDAS FEST 2013. Conquistou o premio de melhor interprete e o 2º lugar no FESTIVAL FORRÓ FEST 2014, no estado da Paraíba, com a final no parque do povo, em João Pessoa, Realizado pela TV Cabo Branco. Gravação e lançamento do 1° DVD ao vivo show Certidão Nordestina em 2014, com as participações de Flavio Leandro, Tagino Gondim, Fabio Carneirinho, Di jesus, Elmo Oliveira, Epitacio Pessoa e Irah Caldeira.


Homenagem a um craque do passado – Pedro Esmeraldo

Há muitos anos, passamos pela calçada do Banco Caixeral e lá encontramos o ex-craque do futebol cratense – Onofre Oliveira de Sousa -, mais conhecido popularmente por Enock.
Foi um craque ardiloso, possuidor de boas maneiras, o qual o consideramos um craque verdadeiro, equilibrado e responsável em sua missão.
Sempre aqui e ali relembramos dos “grandes” em espaços pequeninos, mas de ocasião relevante em que favorecia andar para frente a movimentação futebolisticamente, em que levava vibração à toda a plateia, amante do futebol. Que tempos maravilhosos foram aqueles das décadas de quarenta e cinquenta!
Naquelas épocas, os craques de antanho jogavam com amor à camisa. Não vacilavam em desculpas esfarrapadas, dizendo asnice.
Em certas ocasiões, haviam craques que desejavam ardentemente ver o esmorecimento de alguns outros craques. Mas, esses jovens craques não esmoreciam. Enfrentavam sem esmorecimento no ardor do sentimento que predispõe alguém com vontade de possuir, gozar as delícias da vida, contudo, afirmamos, apesar de todos esses percalços, esses ditos craques procuravam dar relevo ao seu espírito. Venciam as dificuldades com confiança em Deus e sobressaiam-se no caminho da glória com qualidade de caráter perfeito, elevando-se com disposição o espírito esportivo.
Eram craques de qualidades técnicas. Não faziam vergonha que se apresentassem em qualquer time do sul do país, isto é, depois de conseguirem adaptabilidade em seus treinos.
Todos manejavam a bola com habilidade, exaltação e coragem.
Faziam tremular as bandeiras do movimento de alegria com jogadas sucessivas em vibrar, não deixavam desarticular as jogadas de grandes relevos, nas horas de arremessos finais, sobressaiam-se com destemor.
Na linha de frente, eram cinco jogadores resolutos. Praticavam jogadas audaciosas que deixavam a torcida embevecida com veemente vibração, sobressaindo-se com perfeição e impetuosidade na prática de chutes a gol, da bola em direção à trave.
Ainda hoje, relembramos dos cinco atacantes que vicejavam a torcida com jogadas maravilhosas, deixando-nos admirados pelos seus esforços.
Lembramos com vigor e muita força altiva as passadas longas que cruzavam o campo em direção do seu companheiro leal, enchiam de admiração o coração do torcedor ativo, quando aplicava lances em direção à trave.
Era um quinteto possuidor de jogadas magníficas constituído por Jeremias, Edmilson Peixe, Antônio da Pensão, Enock e Marcelo.
Ressaltamos aqui a figura de um grande craque, não desmerecendo os demais, visto que já foi o jogador fiel e destemido. Enock nunca se afastou do Crato, permaneceu dentro da linha esportiva com a qualidade e atitude de cidadão afável.
Lembramos com vigor e muita força ativa as jogadas harmoniosas desse craque ilustre, pois foi o expoente máximo dos grandes jogadores do passado.
Além desses craques há outros jogadores de relevo que figuraram com suas presenças, com jogadas magníficas, servindo à seleção cratense. Agora é especial que queremos citar: foram os jogadores Mundinho, os zagueiros Senhor e Arrais e outros que nós não recordamos os nomes, mas que deixaram toda a torcida embevecida com suas jogadas ciclópicas e que ainda não desmereciam suas permanências em qualquer posição nos times de categoria superior do Rio e de São Paulo.
 De forma especial queremos relatar com mais enleio, essa passagem enigmática, visto que observamos que naquela época havia bons craques, mas não possuíamos estádio de futebol. Hoje não temos jogadores, mas temos um estádio à altura. Só está faltando que o prefeito pratique manutenções e presenteie o povo amante do esporte com um estádio moderno e concluído.

O exame de consciência - Por: Emerson Monteiro

Nas razões de escrever, além de gostar de formar os blocos de palavras com significado, ritmo e melodia, há também vontade interna de produzir algo que resulte na melhoria de alguém nalgum lugar, ainda que distante, e bem depois, no tempo. Por isso, se acha um móvel útil nas funções da escrita, transmitir experiências que venham servir de estudo à caminhada de quem leia.

Neste propósito, quero agora avaliar o quanto, no decorrer das circunstâncias, deparei situações pouco satisfatórias notando as atitudes equivocadas do passado que refletiram naquilo que vivo, dando oportunidade suficiente de compreende onde cada um possui o direito de colher só o que houver antes plantado, sejam os espinhos ou as flores. Em consequência, a força da Justiça fornece os meios de comandar a existência independente dos interesses imediatos da simpatia ou dos jogos de poder.

Busco, assim, exercitar conhecimento valioso, porém nem sempre adotado devido aos esquemas do egoísmo sujeitos a dificultar diálogo mais produtivo junto das forças espirituais que trabalham na fronteira entre a matéria e a espiritualidade, nas condições da reencarnação.

Com o transcorrer dos anos, só mais recentemente venho trabalhando o sentido perceber o trabalho que ocasionei aos meus pais e os desgastes advindos das contrariedades que acarretei, e ainda acarreto, a pessoas próximas, afetos não correspondidos, confianças traídas, palavras jogadas fora, impulsos descontrolados, caprichos, etc.

Nisso chegam fortes no pensamento as palavras bíblicas do Evangelho (de Mateus), quando Jesus considerou que, ao depositar as oferendas no altar e rever compromissos e malquerenças ainda existentes na própria história individual, lembrar que teu irmão tem algo contra ti, deixa a tua oferenda diante do altar e vai primeiro reconciliar-te com teu irmão. Só então, vai apresentar a tua oferenda.

Essa autoanálise clareará os olhos da consciência, ampliando possibilidades de o amor, na oração, tocar o coração da gente, pura ciência espiritual e exercício de sabedoria.

Crônica do fim-de-semana: Volta às aulas – por Luis Giffoni

Mais um ano se passou e continuo sem entender por que o professor de história exigiu que eu decorasse o nome dos doze Césares. Fui cobrado, como se o desconhecimento dos imperadores romanos me incapacitasse para a vida. Por que tive de aprender que albicastrense é o cidadão natural de Castelo Branco, cidade com 50 000 habitantes, na Beira Baixa, em Portugal? Num fim de semana fui ao fundo do poço para fazer uma redação sobre “O fundo da garrafa”. Nunca usei um número com mais de quatro casas decimais, porém o valor de 3,1415926535 caiu numa prova. Pode? Sim, podia.
Hoje, não pode mais. Ainda bem. A escola atual baniu a cultura inútil. No entanto, também relegou a segundo plano assuntos importantes, como a compreensão e o uso da língua. Não sabemos ler nem escrever, mesmo depois de graduados no ensino superior. Pode? Sim, pode: 38% dos formandos nas faculdades são analfabetos funcionais. O quê? Temos doutores analfabetos? Sim, temos. Muitos. No Enem, num universo de 6 milhões de examinados, mais de 500 000 tiraram zero na redação. Pode? Sim, pode. Acaba de acontecer. Na outra ponta, a da competência, apenas outros 500 000 obtiveram aproveitamento acima de 70%. Triste coincidência esse número. Significa que 92% dos candidatos ainda namoram a mediocridade. Posto de outra forma, menos da metade dos alunos das escolas públicas municipais e estaduais acertou 50% das questões. Em dez anos, a média nacional melhorou 10%. Nesse ritmo, levaremos décadas para democratizar o conhecimento. As consequências são previsíveis.
Diante da situação, alguém logo sugerirá, de novo, que nosso ensino se reduza ao mais básico dos básicos. Bê-á-bá. A lógica parece perfeita: melhor saber pouco e bem do que nada de muito. Questiono a solução. Ela ficou para trás, atropelada pela realidade. Num mundo cada vez mais complexo, mais algorítmico, todos precisamos ir além das quatro operações, inclusive quem dita as normas. As aulas devem proporcionar uma ampla visão de mundo, uma noção geral do que nos torna humanos. Não é bicho de sete cabeças. Dezenas de escolas atingem essa meta. Qual o seu segredo?
Vou chover no molhado: aprender exige esforço, estudo exige tempo de todos os envolvidos. Insisto nessa chuva: ler e entender um texto, assim como escrever e se fazer entendido, sempre será mais importante do que repetir o nome dos Césares. Além disso, uma excelente base em matemática ajuda a vida em todos os sentidos, óbvia constatação que ainda ignoramos. Também ignoramos que os professores carecem de incentivo e treinamento constante. Em muitos países, os mestres são valorizados como responsáveis pelo futuro. E no Brasil?
Retorno ao número. Ele sintetiza nosso impasse. Milhares de estudantes do ensino médio não sabem o que significa. Constato esse fato nas escolas onde faço palestras. Com a ajuda de computadores, foi calculado com até oito quatrilhões de casas decimais, sem dúvida uma prova de avanço tecnológico misturado a exagero de diletantismo, mas seu valor aproximado de 3,1416 precisa estar na cabeça de qualquer graduado. Além de útil para a vida, integra a cultura há milênios, desde antes dos egípcios. Permitir que alunos cheguem ao Enem sem conhecimento, como hoje ocorre, torna o aprendizado uma piada. De mau gosto. Nosso ensino precisa voltar às aulas. Passa da hora.

                                                  

Notícias de Crato (Armando Rafael)

Simpósio sobre o Padre Ibiapina
Em agosto próximo deverá acontecer, na conurbação Crajubar, um simpósio comemorativo aos 150 da passagem do Padre Ibiapina pelo vale do Cariri. O evento será promovido pela Diocese de Crato/URCA/Universidade Federal do Cariri–UFCA, em parceria com as secretarias de cultura das Prefeituras de Crato/Barbalha e Missão Velha. Este simpósio deverá ocorrer  em Barbalha, no Balneário do Caldas, local de uma das ações missionárias do Pe. Ibiapina na Região do Cariri, quando ele mandava as pessoas tomarem banho nas águas “cálidas” que derivou no que hoje chamam caldas) daquela fonte localizada ao sopé da Chapada do Araripe. O Cariri muito deve à ação do Padre Ibiapina.
Quem foi Padre Ibiapina
Cearense de Sobral, o Pe. José Antônio Pereira Ibiapina, teve um carreira brilhante como advogado, delegado de Polícia, Deputado Federal. Largou tudo isso com mais de 50 anos para ser ordenado sacerdote e  começar um imenso trabalho missionário, percorrendo mais de 600 km pelos estados do Piauí, Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba e Pernambuco. Sempre de batina, a pé ou a cavalo, pregava, aconselhava e levava o conforto por meio da palavra para o povo sofrido do sertão nordestino. Organizou missões, construiu capelas, igrejas, açudes, cacimbas, poços, cemitérios, hospitais e chegou a fundar mais de vinte Casas de Caridade para moças órfãs carentes, onde elas recebiam educação religiosa e moral, aprendiam a ler, escrever e trabalhos domésticos, além de terem assistência à saúde.
Uma grande figura do clero brasileiro
Sobre o Padre Ibiapina assim se expressou Gilberto Freyre, no prefácio do livro de Celso Mariz, “Ibiapina, um apóstolo do Nordeste”, 1980: [...] Ibiapina foi realmente uma enorme força moral a serviço da Igreja e do Brasil. [...] exemplos como o do padre Ibiapina – que,  sozinho, fundou e organizou vinte casas de caridade nos sertões do Nordeste – se impõem aos brasileiros como grandes valores morais. [...]
Crato continua só com uma única agência dos Correios
Uma cidade com 130 mil habitantes, Crato só dispõe – nos dias atuais – de uma única agência da Empresa Brasileira dos Correios: a que funciona no velho prédio da Rua Tristão Gonçalves, construída em 1932. Os usuários das caixas postais estão passando vários dias sem receber suas correspondências, pois, atualmente, a prioridade é entregar as correspondências a domicilio. Na única agência dos Correios em Crato as filas são grandes e intermináveis. E quando acontece de ser dia de algum serviço extras prestado pelos correios (o que vem acontecendo com certa frequência), torna-se impraticável um cliente ser atendido para expedir cartas ou encomendas via Sedex, pois o pequeno espaço da área de atendimento fica tomado pela multidão.
Crescendo igual a rabo de cavalo
Até cerca de dois anos atrás, a cidade de Crato dispunha de outra agência dos Correios, em funcionamento na Rua João Pessoa. Tratava-se de uma unidade franqueada pelo Sr. Edísio Martins, e atendia melhor à clientela do que atende agora a agência estatal, localizada na Rua Tristão Gonçalves. No entanto aquela agência franqueada fechou, devido à burocracia exagerada dos Correios e os 130 mil cratenses voltaram a utilizar a única unidade que restou, ou seja, a que funciona há 84 anos na Rua Tristão Gonçalves. Acreditamos que de todas as cidades brasileiras com mais de 130 mil habitantes, Crato é a única a permanecer com somente uma agência dos Correios. Daí a reclamação contra a demora nos atendimentos.                     
Diocese de Crato tem mais de 1 milhão de habitantes
Segundo estimativa oficial do IBGE, a diocese de Crato atingiu, em 1º de outubro de 2014, a cifra de 1.025.304 pessoas. Desse contingente cerca de 80% da população sul cearense, ou seja, 820.140 pessoas se declaram católicas. Aproximadamente 197 mil caririenses são de outras religiões cristãs e cerca de 9 mil pessoas, no sul do Ceará, são filiadas a outras religiões ou cultos não cristãos.
Mais detalhes sobre a diocese
A Diocese de Crato continua sendo a segunda maior do Ceará, perdendo – em população e número de paróquias – apenas para a Arquidiocese de Fortaleza. Atualmente a Diocese de Crato possui 55 paróquias, numero que deve subir, em 2016, para 57, já que se encontra em estudo a criação de mais duas novas paróquias na cidade de Juazeiro do Norte.
Os maiores e menores municípios
O maior município da nossa diocese continua sendo Juazeiro do Norte (263.704 pessoas), seguido por Crato (127.667 pessoas), Barbalha (58.347 habitantes) e Brejo Santo, com 47.645 pessoas. Já os menores municípios integrantes da Diocese de Crato são: Granjeiro, com 4.531 habitantes e Baixio, este com 6.182 pessoas.

30 janeiro 2015

Sindiagua em campanha pelo uso racional da água no Ceará. O desperdício é de 37%

agua2

Com o título ‘Água é cuidar da vida”, eis artigo do presidente do Sindicato dos Trabalhadores da Cagece (Sindiagua), Jadson Sarto. Ele aborda a trajetória da entidade e seus compromissos sociais como, por exemplo, lançar campanha pelo uso racional da água. Confira:

O Sindiagua tem uma rica trajetória de lutas. São mais de 30 anos defendendo não apenas os trabalhadores, mas também a justiça social, a universalização do saneamento, o meio ambiente e o nosso bem mais precioso: a água. Preocupado com a seca que assola nosso Estado há mais de três anos, o Sindiagua,desde o início de 2014, realiza uma campanha de uso consciente da água, por meio das redes sociais e de material gráfico educativo distribuído em escolas, terminais de ônibus, feiras livres e condomínios residenciais. A campanha – que foi divulgada em veículos de comunicação e audiências públicas na Câmara Municipal de Fortaleza e na Assembleia Legislativa do Ceará – tem contado com amplo apoio da categoria do saneamento em nosso Estado e, por isso, está tendo continuidade em 2015.

Infelizmente, essa iniciativa não partiu do poder público que somente no quarto ano de estiagem abriu os olhos e decidiu que vai promover sua campanha para economizar água, numa demonstração de que, infelizmente, não estamos apenas enfrentando uma das piores secas da nossa história. Enfrentamos também uma seca política, que impede que nosso Estado aprenda a conviver de forma minimamente harmônica com o fenômeno da estiagem – que não é novo para ninguém, apesar de os governos parecerem ser pegos de surpresa tamanha inoperância.

Realizar campanhas de uso consciente da água sempre foi uma reivindicação do Sindiagua junto aos nossos governantes (mesmo em anos de chuva). Saber preservar a água (e distribuí-la de forma equilibrada para todos) é o caminho necessário para uma convivência sustentável com a seca, especialmente em um Estado que tem seu território quase que totalmente inserido na região semiárida. O poder público tem a obrigação de assumir permanentemente seu papel educativo e ajudar a conscientizar a sociedade, além de agir para que empresas, indústrias e o setor do agronegócio economizem água, rompendo com a cultura do desperdício.

Saliente-se que vivemos em um País e em um Estado que desperdiça cerca 37% da sua água tratada, conforme dados do Ministério das Cidades (no Japão, o índice do desperdício é de apenas 3%). A grave estiagem que assola o Nordeste e a crise hídrica vivenciada em todo o País comprovam a necessidade urgente de mudar a forma como o homem trata a água. É preciso ainda afastar as ameaças de privatização que sempre foram (e continuam sendo) combatidas pelo Sindiagua, valorizar os trabalhadores, promover concursos públicos para as companhias de saneamento e é fundamental mudar a forma de consumo e distribuição. Somente assim a água será um bem de todos e não apenas de alguns.

* Jadson Sarto,

Presidente do Sindiagua.

O Povo

Exame do Cremesp reprovou 55% dos médicos recém-formados em faculdades paulistas

medicina

“O resultado do exame do Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo (Cremesp) reprovou 55% dos estudantes recém-formados pelas faculdades paulistas em medicina, segundo reportagem do G1. O maior índice de reprovação foi para alunos que estudaram em instituições particulares: 65,1%. Nas universidades públicas, a reprovação foi de 33%. Para o Cremesp, a má qualidade do ensino médico explica a baixa proficiência dos recém-formados.

“No Brasil, para ser médico hoje, basta pagar R$ 6 mil por mês”, criticou Braulio Luna Filho, presidente do Cremesp e organizador do exame, em referência ao valor médio das mensalidades das faculdades particulares de medicina.

O Ministério da Educação considera a crítica “inapropriada” e diz que “a melhoria da formação médica é prioridade”, destacando a intensificação dos procedimentos de supervisão, aperfeiçoamento dos instrumentos de avaliação in loco para os cursos de medicina e implantação de um programa permanente de monitoramento.

VAMOS NÓS – E por aqui, o Cremec faz esse tipo de exame? Ou aceita a receita sem questionamento?

O Povo

Secult debate propostas para setor no Crato e em Fortaleza

Guilherme-Sampaio-Vereador-300x223

O secretário da Cultura do Estado (Secult), Guilherme Sampaio, debate com artistas, produtores, técnicos, gestores, educadores, formuladores e articuladores do setor cultural, em um pacto pelo fortalecimento das políticas de cultura no Estado. A proposta “Diálogos Culturais – 1º Ato”, acontece na segunda-feira (2), no Crato (na Escola Profissional Violeta Arraes, no bairro São Miguel), e na quarta-feira (4), em Fortaleza, na Praça Verde do Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura. Ambos os eventos começam às 17h.

Os encontros serão oportunidades de apresentação do novo gestor da Secult e um espaço de diálogo aberto entre a Secretaria e os protagonistas do cenário artístico e cultural no Ceará, além de representantes dos mais diversos setores da sociedade – unidos pelo interesse em fortalecer a arte e a cultura como instrumentos para o desenvolvimento do Ceará.

“É tempo de afirmação da cultura como maior riqueza do nosso povo e base do projeto de desenvolvimento do Estado. Esperamos que todos os envolvidos com a produção cultural, os militantes da área e todos os interessados participem deste importante momento de diálogo e construção”, afirma o secretário Guilherme Sampaio, convidando todos a tomar parte nos “Diálogos Culturais”, que, após as primeiras edições no Crato e em Fortaleza, seguirão como um programa permanente, de promoção de diálogo direto entre a Secult e os cidadãos, tanto de forma presencial quanto através da Internet.

(Secult)

Pacientes aguardam repasse do Ministério

barbalhahospital

Quem já está em tratamento, continua, mas a fila de espera não anda

Fotos: Mirelly Morais

Barbalha. A situação do setor de Oncologia do Hospital São Vicente de Paulo, neste município, continua incerta. O Ministério da Saúde ainda não se manifestou sobre a decisão da Justiça Federal, que determinou o aumento no valor do repasse para a Unidade Hospitalar.

A decisão da Justiça Federal do Ceará foi para que a União aumente, em R$ 250 mil, o repasse mensal de verbas para o Hospital São Vicente, inclusive com tutela antecipada exigindo o cumprimento imediato, buscando assegurar o tratamento dos pacientes que se encontram na lista de espera. O repasse deveria ser efetuado já no mês de janeiro, sob pena de multa no valor de R$ 2,5 mil por dia, em caso de atraso.

O teto de pagamento fixado pelo setor de oncologia gira em torno de R$ 600 mil. A direção do hospital alega já ter solicitado a ampliação do teto financeiro não tendo, até o momento, recebido nenhuma resposta do órgão federal.

Segundo as informações do com o Assessor Jurídico do Hospital, Amilcar Leite, até o momento não houve nenhuma notificação por parte do Ministério da Saúde, nem qualquer manifestação quanto ao repasse para o Hospital, que, pela decisão, já deveria ter sido realizado durante este mês de janeiro.

Ele afirma que, como a Unidade Hospitalar não é parte na Ação movida pela Justiça Federal, não tem informações mais precisas. "Recursos, não recebemos, e, como o trâmite da Ação independe da gente, o Hospital só pode aguardar as providências do Ministério Público Federal, que é o autor da Ação. O Ministério da Saúde tanto pode decidir por acatar e enviar quanto pode recorrer da ação, aí isso é com a Justiça. Não temos conhecimento", explica.

Segundo Amilcar, o Hospital continua atendendo acima do teto recebido, e não vai interromper os tratamentos iniciados, mas novos pacientes diagnosticados com câncer na região não poderão realizar o tratamento no São Vicente, que é o único credenciado a prestar serviços na macro região do Cariri, recebendo demanda de mais de 40 municípios.

O assessor diz que, apesar de as contas já virem há algum tempo fechando no vermelho, os pacientes já em tratamento, não serão prejudicados. Mas a demanda reprimida, que hoje já é de mais de 150 pacientes, continuará na fila de espera, sem previsão de iniciar tratamento. Um dos problemas, segundo ele, é que nem todo paciente que inicia tratamento é de forma temporária. Alguns permanecem em tratamento contínuo, que dura anos, impossibilitando que outra pessoa seja beneficiada com a abertura da vaga.

O aposentado Francisco Alves já é acompanhado pelo Hospital e não corre risco de ter o seu tratamento interrompido, mas diz estar preocupado com a situação dos novos pacientes.

"Ser diagnosticado com câncer é um momento de vida muito difícil. Você sendo tratado já não tem garantias de sobreviver, imagina quem não tiver a chance de um tratamento como eu estou tendo aqui. É só entregar a Deus e esperar a hora".

A também aposentada, Lucia Maria, hoje curada de um câncer de útero após tratamento na Unidade Hospitalar de Barbalha, lamenta a situação e diz que o Hospital é única esperança para muitos na região. "Fui muito bem tratada no Hospital São Vicente e graças ao tratamento que fiz estou completamente curada. Depois de seis anos vejo essas dificuldades enfrentadas pela Oncologia com muita tristeza, pois o tratamento imediato representa a única chance de vida para muitos e a região é dependente deste serviço".

Quimio e radio suspensas

O Assessor jurídico explica que as cirurgias continuam sendo realizadas, mas os tratamentos de radioterapia e quimioterapia não estão mais à disposição de novos pacientes. "O setor não suporta mais, não há salas disponíveis para aumentar o recebimento de mais demanda, a capacidade está estrangulada, a quimioterapia é o grande calo, pois não há espaço para novas salas de tratamento. As salas estão cheias e o atendimento se prolonga até às 22 horas para atender a demanda. O que queremos é humanizar mais ainda o tratamento, aumentando a capacidade para melhorar essas condições para os pacientes," afirma.

Ainda insuficiente

A quantia de R$ 250 mil estipulada pela Justiça Federal, conforme Amilcar ainda é insuficiente para aumentar a prestação de serviços. Segundo ele, este recurso, caso repassado, só garantirá o atendimento da demanda reprimida atualmente, sem possibilidade de crescimento para o setor absorver mais pacientes.

Mais informações:

Hospital Maternidade São Vicente de Paulo
Endereço: Avenida Coronel
João Coelho, 299
Centro
Barbalha
Telefone: (88) 3532-7100

Mirelly Morais
Colaboradora

Diario do Nordeste - Regional

Preço da gasolina dispara nas cidades do Interior do Ceará

combustivel

Iguatu O preço do litro da gasolina disparou no Interior do Ceará e a comum varia entre R$ 2,99 e R$ 3,69. O valor é bem superior ao cobrado na Capital. O preço médio praticado por R$ 3,13 coloca o Estado na décima posição entre as mais caras do País. As regiões do Cariri cearense e o Sertão Central são as que apresentam valor mais elevado. Os consumidores estão assustados e já esperam novo reajuste previsto para os próximos dias. Além do preço elevado, eles também reclamam da qualidade do produto.

Cariri lidera

Nas principais cidades do Cariri (Crato e Juazeiro do Norte) o preço do litro da gasolina comum varia entre R$ 3,22 e R$ 3,69. É o mais alto no Interior, segundo levantamento realizado pelo Diário do Nordeste. Em Brejo Santo, o litro do produto, em média, é vendido por R$ 3,12 e em Jati por R$ 2,99.

Os proprietários de veículos automotores nas cidades de Crato e Juazeiro do Norte estão descontentes e reclamam do que chamam de abuso cometido por proprietários de postos de combustíveis. "É preciso pesquisar, comparar, procurar o melhor preço e ter preocupação com a procedência do produto", disse o mototaxista, Paulo Moreira. "De um modo geral, a gasolina aqui em Crato é uma das mais caras", enfatizou.

Na região Centro-Sul, a cidade de Várzea Alegre lidera com o preço mais caro do litro da gasolina comum, que era de R$ 3,25 e passou para R$ 3,35, um reajuste pouco acima de 3%. O litro da gasolina aditivada custava R$ 3,29 e passou para R$ 3,39.

Sem variação

Na cidade de Iguatu, o maior centro urbano da região, o preço praticado nas bombas é praticamente o mesmo, com variação de apenas um centavo para mais ou para menos. Em média, o litro da gasolina comum custa R$ 3,19. Apenas um posto mantém o preço de R$ 2,99. Nas cidades de Acopiara e Mombaça, o preço do litro da gasolina comum está igual em R$ 3,09.

O representante comercial, Jairo Gomes, disse temer novos reajustes no preço do combustível em razão da crise enfrentada pela Petrobras. "O governo precisa arrecadar mais e o meu temor é que a gasolina volte a subir e o reajuste do salário não acompanha a inflação real", disse. "Pelo visto, 2015 será um ano de aumento", acrescentou.

Profissionais

Com o litro de gasolina comum chegando a R$3,40, o preço do produto no município de Sobral, na região Norte do Ceará, tem preocupado principalmente profissionais que trabalham com automóveis. O taxista Airton Neri lembra que há uma semana a gasolina já havia aumentado, e agora passa por um novo reajuste. "Os taxistas trabalham por tabela no município, chego a encher o tanque quatro ou cinco vezes num mês. Qualquer aumento já dá pra sentir no bolso. Da última vez, minha despesa com combustível aumentou em R$300,00", destacou.

Distância

Na pequena cidade de Irapuan Pinheiro, localizada no Sertão Central, o litro da gasolina comum está a venda pelo valor de R$ 3,45. De acordo com as informações do gerente de um posto de combustível, Gedson Pinheiro, o difícil acesso ao centro urbano encarece o produto.

"Temos de levar em conta a distância", frisou. Esse mesmo argumento ele usou para explicar que, com o reajuste no preço do produto, não há queda nas vendas. "Não compensa um dono de carro ou moto percorrer 35 quilômetros para a cidade mais perto por causa de uma diferença de cinco centavos", observou Pinheiro.

Em Lavras da Mangabeira, a gerente de posto de combustível, Joana Raquel de Queiroz disse que o preço atual se mantém desde novembro passado, mas lembrou que há expectativa de reajuste nos próximos dias. Na cidade, o preço do litro da gasolina comum tem variação entre R$ 3,22 a R$ 3,28.

No Vale do Jaguaribe o preço da gasolina também tem gerado insatisfações por parte de motoristas, mas a maioria dos postos mantém o valor praticado em dezembro passado, em média de R$ 3,27. Na cidade de Russas, há preço inferior de R$ 3,17.

Liberdade

O assessor do Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo do Estado do Ceará (Sindipostos), Antonio José da Costa, disse que não tem conhecimento de preços praticados atualmente pelos postos de combustíveis no Interior do Ceará e que não sabe quando ocorrerá reajuste no preço do produto. "Vamos nos reunir na próxima segunda-feira, fazer uma avaliação, pesquisa e nos informar sobre possível reajuste", disse. Costa lembrou que "o mercado é livre" e os empresários têm, portanto, liberdade de mudança nos preços praticados.

SAIBA MAIS

Preço da Gasolina comum

Crato - 3,69
Juazeiro do Norte - 3,69
Deputado Irapuan Pinheiro - 3,45
Sobral - 3,40
Milhã - 3,39
Mombaça 3,33
Viçosa do Ceará - 3,30
Parambu - 3,29
Várzea Alegre - 3,25
Crateús 3,24
Lavras da Mangabeira - 3,28
Iguatu - 3,19
Russas - 3,17
Brejo Santo -3,12
Jati - 2,69

Mais informações:
Sindicato dos Postos de Combustíveis do Estado do Ceará (Sindipostos)
Fortaleza
Telefone: (85) 3244-1147

Honório Barbosa / Sucursais
Colaborador

Diario do Nordeste - Regional

Demissão paralisa obra no Cariri

demicoescaririOs quatro mil trabalhadores que foram demitidos no último dia 12 de janeiro não receberam ainda seus salários atrasados nem seus direitos trabalhistas

Crato A demissão de trabalhadores que atuam na construção do Cinturão das Águas colocou em cheque a capacidade de dar uma resposta para a demanda hídrica, dentre as ações estratégicas do Governo do Estado para o enfrentamento da seca por mais um ano. A avaliação é do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Construção de Estradas, Pavimentação e Obras de Terraplenagem (Sintepav), no Ceará, ao comentar o desligamento de cerca de quatro mil trabalhadores, nos trechos dos Lotes de 1 a 5 na região.

Os canteiros de obra dos municípios de Missão Velha, Brejo Santo, Barbalha e Crato estão totalmente parados. Enquanto isso, a Casa Civil distribuiu ontem uma nota afirmando, não apenas que as obras não terão o cronograma comprometido, como há um trabalho continuado nas áreas que foram supostamente afetadas. O representante da sub sede do Sintepav em Juazeiro do Norte, Evandro Pinheiro, conta que a situação é dramática na obra, pois os quatro mil trabalhadores que foram demitidos no último dia 12 de janeiro não receberam salários atrasados e nem as empresas estão acertando os direitos trabalhistas. 

Adesão 

Evandro Pinheiro diz que a demissão no lote de Missão Velha foi de 100% e a empresa responsável, que é de São Paulo, não está cumprindo com as obrigações trabalhistas. “Muitos estão sem saber o que fazer. Eles têm casas alugadas, despesas e não sabem como vai ficar a situação”, lamenta Evandro, acrescentando que o Sintepav está entrando com uma ação na Justiça do Trabalho para garantir os direitos trabalhistas dos empregados demitidos.

Segundo o sindicalista, a situação já vinha de forma irregular desde o mês de novembro de 2014 por conta dos atrasos nos salários, inclusive com algumas paralisações parciais em alguns trechos. Com a demissão em massa, a obra parou.

Cerca de 2,5 mil trabalhadores prestavam serviço por subcontratação e foram dispensados sem aviso prévio. Outros que são contratados diretamente pela empresa ganhadora da licitação também foram demitidos, mas já cumpriam o aviso desde dezembro.

Negociação

O Sintepav afirma que já vinha tentando uma negociação, mas sempre havendo um jogo de “empurra- empurra” entre as empresas que reclamam de falta de repasses e o Governo que nega que não esteja repassando os recursos. O único trecho que continua em atividade, segundo o Sintepav, é o Lote 5, que é responsável pela construção dos túneis e está distribuído em vários municípios. A obra toda envolve a construção de 10 túneis. O maior deles em extensão é Veneza, no distrito de Jamacaru, em Missão Velha.

A obra

O Cinturão das Águas é uma obra do Governo do Estado que irá captar água da barragem de Jati, do projeto da Transposição do Rio São Francisco, e distribuir para as regiões mais afetadas pelas secas do Ceará. Logo após o anúncio do prognóstico da Fundação Cearense de Meteorologia (Funceme) para o início da quadra chuvosa no Ceará, especialmente nos meses de fevereiro, março e abril, o governador Camilo Santana pontuou esse empreendimento como “estratégico” para o a oferta hídrica no Estado, a exemplo dos que espera do Projeto de Transposição do Rio São Francisco.

Estão previstos para serem investidos até a conclusão do trecho, cerca de R$ 1,8 bilhão. A meta é que em janeiro de 2016 já estejam sendo redistribuídas as águas na região.

Apenas neste trecho de quase 150 quilômetros, estavam atuando 2.700 trabalhadores e mais de 800 máquinas. A obra em todos os trechos está orçada em cerca de R$ 9 bilhões com tempo estimado de 10 anos para conclusão, podendo chegar ao dobro deste período.

As obras do Cinturão das Águas, incluídas no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), foram lançadas em julho de 2013. Para fazer os 149 quilômetros iniciais, foram assinados contratos com empreiteiras no valor de R$ 1,638 bilhão.

Previsão

A atenção com o cronograma do Cinturão das Águas está associada às obras da transposição do São Francisco, uma vez que sua tomada de água ocorrerá a partir da Barragem Jati, onde passa o Eixo Norte da transposição. A previsão é que as águas da transposição cheguem ao Ceará até o ano de 2016.

De acordo com a Coordenadoria de Imprensa do Governo do Estado, “a primeira etapa da obra do Cinturão das Águas do Ceará (CAC) tem 150 quilômetros de extensão na Região Cariri. Essa primeira etapa é divida em cinco trechos, que não sofreram paralisação e seguem com atividades dentro do cronograma”. Segundo o órgão, “hoje, temos 25% da construção concluída, com previsão de entrega em 2016. O investimento total é de R$1,5 bilhão, sendo R$1,1 bilhão do Governo Federal e 400 milhões como contrapartida do Governo do Estado. No entanto, a gestão de recursos humanos de cada consórcio de responsabilidade de cada empresa”.

Consórcio

Por fim, a explicação oficial ressalta que “cada um desses trechos é executado por um consórcio com três empresas: Lotes 1 e 4 : PB Construções, Construtora Passarelli e Servengui; Lote 2: SA Paulista (líder do consórcio); Lote 3: Marquise (líder do consórcio) e Lote 5: Tuniolo e Busnelo (líder do consórcio)”.

Mais Informações:

Sintepav

Subsede Juazeiro

Rua Maria da Saúde Pinheiro, 40, Vila Real

Fone: (88) 3512-6308

Mirelly Morais

Colaboradora

Diario do Nordeste - Regional

Aracati recebe Festival Internacional

aracatO evento reúne centenas de atores e atrizes de várias partes do mundo e consta de cultura popular, teatro de rua e muita agitação nas praças, becos e demais logradouros da cidade de Aracati

Aracati Iniciado no último dia 27, amanhã será encerrado o Festival Internacional de Teatro de Rua (Festmar) de Verão 2015 nesta Cidade. Aracati, que já foi por um dia a capital de um país, a República do Ceará, proclamada por Tristão Gonçalves durante a Confederação do Equador, em 1824, se transformou, na última semana de janeiro, na capital mundial do teatro de rua.

Com vinte espetáculos classificados, entre mais de 200 grupos de três continentes que se inscreveram para disputar uma vaga no evento, o Festmar de Verão 2015 reúne centenas de atores e atrizes de várias partes do mundo. A programação, que vem sendo bastante prestigiada pela população, consta de cultura popular, teatro de rua e muita agitação nas praças, becos e monumentos do patrimônio histórico nacional.

Homenagem

Surgido em 1999, a partir de uma ideia do professor Tinoco Luna, o Festival é uma promoção do Instituto Aracupira de Cultura Brasileira (IACB) e, nesta edição, homenageia o Grupo Teatral Frente Jovem, que completa 30 anos de atividades ininterruptas em 2015.

O Festmar de Verão, além de sua importância cultural, uma vez que proporciona o congraçamento e a troca de experiência entre artistas do Brasil e do mundo, também tem enorme contribuição para os aspectos sociais e econômicos.

Lotação

Além da lotação de toda a rede hoteleira de Aracati, incluindo-se aí as praias de Canoa Quebrada, Majorlândia e Quixaba, e a utilização de transportes (táxis e alternativos), o movimento é grande em toda a Cidade.

O clima é de festa nos bares e restaurantes. A movimentação no comércio local envolve as grandes lojas, os ambulantes e a venda de produtos artesanais, gerando emprego e renda e, assim, melhorando as condições de vida da população local.

O Festmar 2015 é patrocinado pelas empresas Sistema de Transmissão Nordeste (STN) e Energia dos Ventos, que vai instalar dez parques eólicos em Aracati até 2016. Além disso, tem o apoio da Lei Rouanet de Incentivo à Cultura, da Secretaria Municipal de Turismo e Cultura de Aracati, do Diário do Nordeste e Casa da Cultura. A coordenação executiva está a cargo do acadêmico de turismo e produtor Cultural Teobaldo Silva e a direção artística sob a responsabilidade do dramaturgo Xico Izidório.

Mais informações:
Festmar - Aracati-CE
festmararacati@gmail.com
www.aracupirapc.blogspot.com.br
Fone: (88) 9211-2000 / (88) 9964-8648

Diario do Nordeste - Regional

DIHELSON MENDONÇA SE APRESENTA EM CRATO NESTA SEXTA-FEIRA, DIA 30, pelo Festival Cordas Ágio



Nesta Sexta-feira ( 30 ) às 14:00 tem Palestra com o pianista Dihelson Mendonça sobre a Arte da Música, a História da Música e a Improvisação Musical enquanto talento e criatividade. 

( Dihelson Mendonça faz uma abordagem histórica sobre a arte da improvisação em música, e trata das ferramentas básicas para o desenvolvimento de uma arte criativa. Segundo ele, os 4 elementos da música são: A melodia, a harmonia, o ritmo e a criatividade). Todos os elementos serão abordados pelo músico em sua masterclass, que requer a participação ativa da platéia).

Local: CENTRO DE CONVENÇÕES PADRE ÁGIO AUGUSTO MOREIRA - FESTIVAL CORDAS ÁGIO. 

E à noite ( 20:30 ), apresentação musical com Dihelson Mendonça ( Piano Solo ), com participações especiais de outros músicos, no Pasargada Hotel, em Crato.

Entrada Livre


Preço da gasolina dispara nas cidades do Interior do Ceará

Fonte: “Diário do Nordeste”
Quem precisa abastecer o carro no Interior do Estado sabe que o preço costuma ser mais alto que na Capital. Crato e Juazeiro têm a gasolina mais cara do Cariri.
O preço do litro da gasolina disparou no Interior do Ceará e a comum varia entre R$ 2,99 e R$ 3,69. O valor é bem superior ao cobrado na Capital. O preço médio praticado por R$ 3,13 coloca o Estado na décima posição entre as mais caras do País. As regiões do Cariri cearense e o Sertão Central são as que apresentam valor mais elevado. Os consumidores estão assustados e já esperam novo reajuste previsto para os próximos dias. Além do preço elevado, eles também reclamam da qualidade do produto.
Cariri lidera
Nas principais cidades do Cariri (Crato e Juazeiro do Norte) o preço do litro da gasolina comum varia entre R$ 3,22 e R$ 3,69. É o mais alto no Interior, segundo levantamento realizado pelo Diário do Nordeste. Em Brejo Santo, o litro do produto, em média, é vendido por R$ 3,12 e em Jati por R$ 2,99.
Os proprietários de veículos automotores nas cidades de Crato e Juazeiro do Norte estão descontentes e reclamam do que chamam de abuso cometido por proprietários de postos de combustíveis. "É preciso pesquisar, comparar, procurar o melhor preço e ter preocupação com a procedência do produto", disse o mototaxista, Paulo Moreira. "De um modo geral, a gasolina aqui em Crato é uma das mais caras", enfatizou.
Na região Centro-Sul, a cidade de Várzea Alegre lidera com o preço mais caro do litro da gasolina comum, que era de R$ 3,25 e passou para R$ 3,35, um reajuste pouco acima de 3%. O litro da gasolina aditivada custava R$ 3,29 e passou para R$ 3,39.

Elogio da contradição - Por: Emerson Monteiro

Em que pesem essas insistências de menino teimoso de querer olhar o mundo e as circunstâncias com boa vontade, otimismo e alegria, permanecem pelo ar conclusões de que a certeza é fruta rara de que tudo marcha inevitavelmente a um fim útil. Ainda assim, os contraditórios merecem nossa afeição, sem favor nenhum. Eles também compõem o quadro harmonioso das certezas por vezes incertas, dentro das avaliações humanas, quando todos somos vozes ativas.

Há de levar em frente o fugidio que nos escapa entre os dedos da persistência, pois enigma valente observa os que transitam nos meio dos passantes. Trastejar seria fatal. Os olhos acesos da esfinge feroz, do senhor Tempo, analisam de modo clínico cada traço da dança de quem pisa o palco, e nisso amola os dentes infalíveis da cronologia, parindo e devorando seus próprios filhos, o Cronos da antiga mitologia grega.

As criaturas vivem um, dois tempos, no máximo três, e regressam aos mistérios do invisível, aos braços carinhosos da mãe Eternidade, atentos no antes e esperanças depositadas no depois.

Entretanto, bem desse jeito, chegam às interpretações e ao sentido de existir. Nos primeiros registros, vieram mitologias. Os povos contavam de imaginação mistérios, criando as religiões primitivas. Até que um dia esse uso reuniu as concepções existentes na forma das filosofias. Outro treno de histórias e hoje se trabalha à luz da ciência racional, contudo só no tatear das pedras nas muralhas de uma definitiva compreensão.

Ninguém aguentaria toda a luz da Consciência de vez, por isso tamanha necessidade dos degraus do conhecimento. Passo a passo, e subimos os pousos elevados da montanha, quando divisaremos o vale inteiro da pura verdade absoluta.

Enquanto isto, preservar a energia original significará norma de sabedoria, razão de calma essencial que representa saúde e força de tocar o projeto exclusivo que somos nós, seres inteligentes da Criação. Nada de excessos no desespero, na desistência, ou medos pecaminosos por causa de precisar muito da perfeição do Amor que vem logo ali a caminho.

A tosse da vaca no Cariri...

Cinturão das águas: Demissão de 4 mil trabalhadores paralisa obra no Cariri
Fonte: “Diário do Nordeste
Os quatro mil trabalhadores que foram demitidos no último dia 12 de janeiro não receberam ainda seus salários atrasados nem seus direitos trabalhistas. Os canteiros de obra dos municípios de Missão Velha, Brejo Santo, Barbalha e Crato estão totalmente parados
O material que seria usado nas obras está encostado, perto da estrada
Fotos: Roberto Crispim
Crato – A demissão de trabalhadores que atuam na construção do Cinturão das Águas colocou em cheque a capacidade de dar uma resposta para a demanda hídrica, dentre as ações estratégicas do Governo do Estado para o enfrentamento da seca por mais um ano. A avaliação é do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Construção de Estradas, Pavimentação e Obras de Terraplenagem (Sintepav), no Ceará, ao comentar o desligamento de cerca de quatro mil trabalhadores, nos trechos dos Lotes de 1 a 5 na região.
Os canteiros de obra dos municípios de Missão Velha, Brejo Santo, Barbalha e Crato estão totalmente parados. Enquanto isso, a Casa Civil distribuiu ontem uma nota afirmando, não apenas que as obras não terão o cronograma comprometido, como há um trabalho continuado nas áreas que foram supostamente afetadas. O representante da sub sede do Sintepav em Juazeiro do Norte, Evandro Pinheiro, conta que a situação é dramática na obra, pois os quatro mil trabalhadores que foram demitidos no último dia 12 de janeiro não receberam salários atrasados e nem as empresas estão acertando os direitos trabalhistas. 
Adesão  
Evandro Pinheiro diz que a demissão no lote de Missão Velha foi de 100% e a empresa responsável, que é de São Paulo, não está cumprindo com as obrigações trabalhistas. “Muitos estão sem saber o que fazer. Eles têm casas alugadas, despesas e não sabem como vai ficar a situação”, lamenta Evandro, acrescentando que o Sintepav está entrando com uma ação na Justiça do Trabalho para garantir os direitos trabalhistas dos empregados demitidos.
Segundo o sindicalista, a situação já vinha de forma irregular desde o mês de novembro de 2014 por conta dos atrasos nos salários, inclusive com algumas paralisações parciais em alguns trechos. Com a demissão em massa, a obra parou.
Negociação
 O Sintepav afirma que já vinha tentando uma negociação, mas sempre havendo um jogo de “empurra- empurra” entre as empresas que reclamam de falta de repasses e o Governo que nega que não esteja repassando os recursos. O único trecho que continua em atividade, segundo o Sintepav, é o Lote 5, que é responsável pela construção dos túneis e está distribuído em vários municípios. A obra toda envolve a construção de 10 túneis. O maior deles em extensão é Veneza, no distrito de Jamacaru, em Missão Velha.
 A obra
 O Cinturão das Águas é uma obra do Governo do Estado que irá captar água da barragem de Jati, do projeto da Transposição do Rio São Francisco, e distribuir para as regiões mais afetadas pelas secas do Ceará. Logo após o anúncio do prognóstico da Fundação Cearense de Meteorologia (Funceme) para o início da quadra chuvosa no Ceará, especialmente nos meses de fevereiro, março e abril, o governador Camilo Santana pontuou esse empreendimento como “estratégico” para o a oferta hídrica no Estado, a exemplo dos que espera do Projeto de Transposição do Rio São Francisco.  Estão previstos para serem investidos até a conclusão do trecho, cerca de R$ 1,8 bilhão. A meta é que em janeiro de 2016 já estejam sendo redistribuídas as águas na região.
Apenas neste trecho de quase 150 quilômetros, estavam atuando 2.700 trabalhadores e mais de 800 máquinas. A obra em todos os trechos está orçada em cerca de R$ 9 bilhões com tempo estimado de 10 anos para conclusão, podendo chegar ao dobro deste período.  As obras do Cinturão das Águas, incluídas no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), foram lançadas em julho de 2013. Para fazer os 149 quilômetros iniciais, foram assinados contratos com empreiteiras no valor de R$ 1,638 bilhão.
 Previsão
 A atenção com o cronograma do Cinturão das Águas está associada às obras da transposição do São Francisco, uma vez que sua tomada de água ocorrerá a partir da Barragem Jati, onde passa o Eixo Norte da transposição. A previsão é que as águas da transposição cheguem ao Ceará até o ano de 2016.
 De acordo com a Coordenadoria de Imprensa do Governo do Estado, “a primeira etapa da obra do Cinturão das Águas do Ceará (CAC) tem 150 quilômetros de extensão na Região Cariri. Essa primeira etapa é divida em cinco trechos, que não sofreram paralisação e seguem com atividades dentro do cronograma”. Segundo o órgão, “hoje, temos 25% da construção concluída, com previsão de entrega em 2016. O investimento total é de R$1,5 bilhão, sendo R$1,1 bilhão do Governo Federal e 400 milhões como contrapartida do Governo do Estado. No entanto, a gestão de recursos humanos de cada consórcio de responsabilidade de cada empresa”.
 Consórcio
 
Por fim, a explicação oficial ressalta que “cada um desses trechos é executado por um consórcio com três empresas: Lotes 1 e 4 : PB Construções, Construtora Passarelli e Servengui; Lote 2: SA Paulista (líder do consórcio); Lote 3: Marquise (líder do consórcio) e Lote 5: Tuniolo e Busnelo (líder do consórcio)”.
 Mais Informações:
Sintepav
Subsede Juazeiro
Rua Maria da Saúde Pinheiro, 40, Vila Real
Fone: (88) 3512-6308
 Mirelly Morais
Colaboradora

Coisas da República

1 – Preço da gasolina baixa em todo o mundo; Já no Brasil fica R$ 0,22 mais cara a cada litro neste domingo. É o segundo  aumento em dois meses
O consumidor vai pagar integralmente, a partir de 1º de fevereiro (domingo), R$ 0,22 a mais por litro da gasolina e R$ 0,15 para o de diesel. É o resultado do aumento dos tributos Programa de Integração Social (PIS), Contribuição para Financiamento da Seguridade Social (Cofins) e Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico (Cide). Ainda não há um posicionamento oficial dos postos sobre o repasse.

2 – A vaca tossiu e a presidente reapareceu – por Maria Tereza Murray (*)
Após quase um mês sumida a presidente fez uma reunião com seus 39 ministros (ela sabe o nome de todos?). Seu discurso foi uma versão dela do que acontece no País. Afirmou que os juros altos, a elevação de tarifas e de inflação, as mudanças no seguro-desemprego, que ela acusava seu opositor de planejar, fazem parte do seu "projeto vitorioso". Difícil saber se ela acredita mesmo que todos os brasileiros são trouxas e desinformados. Dizer que o que está em curso faz parte de seu plano de governo é até ofensivo. Continua alegando que nossas dificuldades são causadas pelo encolhimento da economia dos outros países e esquece que os EUA crescem à taxa de 5% ao ano e a China, a 7%. Até países nossos vizinhos têm crescimento muito maior que o nosso. E diz que a Petrobrás, que divulgou na calada da noite um balanço não auditado que não serve para nada, é vítima de malfeitores que não têm que ver com seu governo. Segundo ela, a Petrobrás passa por "rigoroso processo de aprimoramento de gestão". E publica um balanço em que ninguém acreditará?! É incrível que a presidente não se dê conta disso. Enfim, temos um governo que não governou, não governa e jamais governará.
(*) Maria Tereza Murray – e-mail: terezamurray@hotmail.com

3 – Criado o Dia Nacional do Milho – por Ataliba de Morais Filho (*)
Impressionante como o Brasil vai de mal a pior e sem a menor perspectiva de achar o fundo do poço: corrupção desenfreada e institucionalizada; apagões elétricos e morais; falta d'água e de caráter generalizada; insegurança pública escancarada; saúde pública no umbral; a presidenta reúne os seus 39 ministros e não consegue parar de gaguejar ao expor o que pensa... Enquanto isso, o Congresso ( e depois de criar o "Dia do Macarrão") agora  decreta que o dia 24 de maio é o “Dia Nacional do Milho” - leia-se Lei Federal n.º 13.101/2015. Fica cada vez mais difícil acreditar que este país um dia será minimamente sério.
(*) Ataliba de Morais Filho – E-mail: ataliba@outlook.com

A crise da estatal: exploração da Petrobrás cairá ao ‘mínimo’, avisa Graça Foster

(Fonte: “ O Estado de S. Paulo”)
Em entrevista, apresidente Graça Foster admite que,pela primeira vez, a Petrobras pode não pagar dividendos aos acionistas
Em meio a uma grave crise, empresa anuncia que vai cortar investimentos e desacelerar projetos para evitar aumentar as dívidas. A desconfiança dos investidores em relação à companhia – em dois dias, as ações preferenciais caíram cerca de 13% .
A Petrobrás vai mudar de tamanho. Com o rombo provocado pelo esquema de corrupção denunciado na Operação Lava Jato, da Polícia Federal, e também por causa da crise por que passam petroleiras em todo o mundo, com a queda no preço do petróleo, a estatal decidiu que vai reduzir a atividade de exploração de petróleo “ao mínimo necessário”, segundo a presidente da empresa, Graça Foster. A companhia vai cortar investimentos, desacelerar projetos e ser seletiva na aquisição de novas áreas de exploração e produção.
“O mote do Plano de Negócios para 2015 e depois é o redimensionamento da Petrobrás”, afirmou a executiva – em entrevista para explicar o balanço –, antecipando as premissas do documento que só será divulgado em junho. O esforço da companhia é para evitar novas captações e dívidas nos próximos anos, diante da falta de credibilidade no mercado, e evitar uma piora em seus indicadores de alavancagem (relação entre a dívida e o patrimônio), que chegou a 43% – ante uma meta definida de 35% pelo conselho de administração. A desconfiança dos investidores em relação à companhia – em dois dias, as ações preferenciais caíram cerca de 13% –, poderá se agravar ainda mais após a possibilidade levantada pelo diretor financeiro, Almir Barbassa, de não haver pagamento de dividendos referentes a 2014. Segundo ele, ainda não se trabalha com a hipótese, mas ela poderá ser utilizada a depender da “situação da companhia”. “Se uma companhia julga que há situação de estresse financeiro, há a possibilidade de não haver pagamento.”
São três os cenários analisados pelo diretor. Caso a empresa não registre lucro em 2014, automaticamente, não será pago o dividendo. Se houver lucro, poderá registrar o dividendo, mas adiar o seu pagamento. Ou ainda, mesmo com o lucro, não distribuí-lo aos acionistas e fazer uma reserva especial para retribuir os investidores quando a condição financeira for mais favorável. O grande desafio para a companhia, neste momento, é conseguir mensurar o estrago que a corrupção causou no seu patrimônio. Na quarta-feira, a empresa divulgou ter encontrado um rombo potencial de R$ 61,4 bilhões em seus números, resultado de ativos inflados em R$ 88,6 bilhões e outros subavaliados em R$ 27,2 bilhões. Mas não conseguiu dimensionar quanto desse rombo foi provocado pela corrupção, preferindo omitir esses números no balanço do terceiro trimestre. Só com essa informação a empresa poderá, finalmente, publicar o relatório financeiro de 2014 auditado. O prazo para isso vence em quatro meses.
Produção. A preocupação com as condições de financiamento das operações já pesa sobre as previsões de investimentos da companhia, sobretudo na área de Exploração e Produção. A companhia anunciou que espera investir entre R$ 31 bilhões e R$ 33 bilhões este ano – cerca de 25% menos que em 2014. O corte atingirá sobretudo a atividade exploratória, que será reduzida “ao mínimo necessário”.

29 janeiro 2015

FESTIVAL CORDAS ÁGIO - Programação para esta DIA 29/01 - QUINTA -FEIRA

 

PRAÇA ZÉ PAJÉ

18h - Banda de Música do Juazeiro do Norte

CENTRO DE CONVENÇÕES PADRE ÁGIO AUGUSTO MOREIRA

20h - Elizaubo Wandemberguer (Clarineta), Erick John (Piano)

20h30 - SELESTRIAL – Crato/CE

BetoAmorim_10-28-14_4619

Vindo de Recife o músico Junior Crato, integrante da Banda Rivotrill, vem conquistando espaço na cena da música instrumental brasileira, por desenvolver um trabalho original e criativo, caindo assim na graça da crítica especializada. Fabricio da Rocha, natural de Fortaleza, integrante do grupo Breculê, que desenvolve um trabalho dedicado à música brasileira, em sua diversidade instrumental, rítmica, harmônica e poética. Junior Crato e Fabricio da Rocha se encontraram no Crato no começo de 2013. Desse encontro inusitado surgiu a ideia de montar um espetáculo instrumental que pudesse ir um pouco além da música. Assim surgiu o SELESTRIAL.

"O intuito do SELESTRIAL é proporcionar ao público um contato mais íntimo com a genialidade de Hermeto Pascoal. Aqui encontraremos um olhar sobre esse artista que vai além da sua música, adentrando também na sua história e filosofia de vida, através de oratórias e vídeos, extraídos de documentários e um acervo particular. Nesta proposta podemos encontrar humor, conhecimento, curiosidades e música, tudo isso deixa o espetáculo com um tom bem particular, dando um toque de novidade, e deixando o público em um ambiente dinâmico e estimulante. O resultado musical do espetáculo também está bastante curioso, pois o DUO Flauta e Violão é atípico, e possui uma junção muito agradável de timbres. Para os fãs de Hermeto Pascoal, SELESTRIAL traz novidades em arranjos e harmonias. Isto é resultado do principal desafio dessa proposta, que é reproduzir o universo gigantesco da musica de Hermeto Pascoal, utilizando apenas dois instrumentos."

festivalcordasagio1.blogspot.com.br

Ministério Público entra com ação contra seleção de professores temporários no Crato

justica_2

O Ministério Público, através do promotor Lucas Azevedo entrou com ação civil pública na Justiça contra a Prefeitura do Crato, solicitando a anulação da seleção para professores temporários realizada recentemente para a rede municipal de ensino.
Segundo o promotor, em 2013 foi realizado concurso para professores e nem todos os aprovados foram convocados. No entendimento de Lucas Azevedo, a prefeitura deve chamar os aprovados e só depois fazer a seleção, caso ainda tenha necessidade.

Flavio Pinto News

Nota do Governo do Estado sobre a refinaria Premium II

Refinaria_Banner

O Governo do Ceará emitiu nota oficial repudiando a decisão da Petrobras que suspendeu a instalação da Refinaria Premium II.
"O Governo do Estado repudia totalmente a decisão da Petrobras de suspender os investimentos da refinaria Premium II, um sonho do povo cearense e importante vetor de desenvolvimento local e regional. Essa atitude representa uma quebra unilateral do compromisso firmado com o estado e configura um desrespeito da empresa com o povo cearense. O governador Camilo Santana recebeu a notícia com surpresa e indignação, cobrou explicações da Petrobras, conversou com o ministro-chefe da Casa Civil da Presidência da República, Aloizio Mercadante, e solicitou uma audiência com a presidenta Dilma Rousseff. Uma vez que o Ceará cumpriu todos requisitos para a implantação da refinaria, o Governo afirma que continuará lutando e empreendendo todos os esforços para viabilizar este importante projeto".

Flavio Pinto News

PM anuncia redução de até 47% no número de homicídios em Juazeiro do Norte

PMCE2

A Polícia Militar tem registrado índices positivos em relação ao combate dos crimes contra vida na cidade de Juazeiro do Norte. O último crime dessa natureza foi registrado no dia 20 de janeiro, desde então a Polícia Militar não contabiliza homicídios. Com a operacionalização das estratégias planejadas para 2015, a Polícia Militar registrou nesta quarta-feira (28) uma redução de 47 % nos homicídios ocorridos no mês de janeiro em comparação aos 19 homicídios registrados em 2014.
Dados estatísticos apontam que embora tenha ocorrido um aumento no número de homicídios em Juazeiro do Norte (117 em 2013 e 154 em 2014), houve também resultados positivos que subsidiaram o planejamento e a execução de diretrizes operacionais em 2015. Em doze bairros de Juazeiro do Norte não foram registrados homicídios durante o ano de 2014 e em quatorze bairros houve redução de homicídios no ano de 2014 em relação ao ano anterior.
Além disso, no ano passado houve uma redução expressiva de homicídios em quatro bairros que registraram os maiores índices desse tipo de crime no ano de 2013. São eles: Santa Teresa (Redução de 67%), João Cabral (redução de 36%), Pio XII (redução de 23%) e Timbaúbas (redução de 23%).
Último crime de homicídio registrado
No dia 20 de janeiro de 2015, Cícero Márcio Teixeira, 26 anos, foi vítima de homicídio a faca em Juazeiro do Norte.
(Ascom)

Jardim-CE: TRE absolve prefeita e vereador por unanimidade – Por João Boaventura Neto

ANALEDALUZ

Prefeita Analeda

Uma ação impetrada pela coligação “O Povo quer mudanças” foi julgada em Fortaleza na tarde desta terça-feira (27). A coligação entrou, junto ao TRE-CE, com uma Ação de Investigação Judicial Eleitoral (AIJE) de 2012 de Captação ilícita de sufrágio, pedido de cassação de registro, pedido de declaração de inelegibilidade e de cassação de diploma, parcialmente procedente.

Os recorridos foram a prefeita de Jardim Analeda Neves Sampaio (PROS), o vice José Wilson Couto Roriz (PSB) e o vereador Fernando Leite Bringel (PMDB).

 

O relator do processo foi o Desembargador Abelardo Benevides.

O advogado Dr. José Boaventura Filho fez a sustentação oral por Analeda Sampaio e José Roriz. Prefeita e vice-prefeito, que já tinham sido absolvidos em primeira instância, na justiça eleitoral de jardim. Pelo vereador Fernando Bringel, o advogado Dr. Wilson Vicentino. Em sessão presidida pelo Juiz Cid Marconi, Decano da Corte,já que a presidente do TRE-CE, Iracema do Vale, teve que se ausentar no início da sessão. O TRE entendeu em manter a decisão do juiz eleitoral e absolver Analeda e José Roriz. Já no caso do vereador Fernando Bringel julgou também improcedente, mantendo o mandato.

A decisão foi por unanimidade sendo seis a zero.

A acusação era de que houve compra de votos com a distribuição de material de construção do programa minha casa minha vida. Do processo ainda cabe recurso de embargos de declaração para o próprio TRE, para julgar alguma contradição ou omissão na decisão ou um recurso especial para o TSE.

Fonte: Miséria

BLOG DO JUAZEIRO

O fervor da oração - Por: Emerson Monteiro

Reconhecer que há vida neste interior da gente, motivo de buscar contato com o desconhecido através da oração. Mergulhar as águas profundas da alma e avançar subterrâneos dadivosos e geleiras imensas no íntimo do coração, onde habita o senso místico da Razão, espaço multiforme da verdadeira consciência. Sumir aqui dentro de nós e se desconhecer nos padrões externos da vaidade humana. Usufruir a existência que mora no escaninho essencial do sentimento, malhas infinitesimais das verdades puras, fruto das origens do Ser.

Nessas ocasiões especiais sem data e sem agenda, a concentração aceita existir qual dom maior de todos e abraçar o princípio da permanência de ser depositário da justiça. Pegar a nossa mão e nos conduzir aos pastos da Presença, altar onde depositamos apreensões e dúvidas, sagrada fonte da Luz nos mistérios e possibilidades. Entregar dores, mágoas, medos, e perdoar o quanto que se demorou nas decisões a favor do Bem.

Após vagar noites escuras, tortuosas, entre pedras e espinhos, lá um dia a gente chega nos braços carinhosos da grandeza absoluta, nossa Mãe, nosso Pai, destino das jornadas dos milênios e desafios. Nessa hora, há um render sem fim... Uma renúncia dos verbos antigos, praticados no transcorrer de abismos e galáxias, resultado das inúmeras agonias que significaram professores e alunos da escola abençoada de dúvidas e esperas. 

Dias claros da oração que nascem intensos nas bênçãos do reconhecimento e na gratidão de estar aqui e ser o que somos, processo em elaboração do segredo maravilhoso de continuar o desenho genial da Criação, sentido de aceitar e viver, amando, participando da elaboração Indizível do instante perene e definitivo.

Assim, pois, depositar às mãos do Eterno o desejo firme do inevitável, expansão da Consciência através de Si mesmo, sacrário esplendoroso dos dotes da Existência plena.  

FESTIVAL CORDAS ÁGIO - Programação para esta DIA 29/01 - QUINTA–FEIRA -PALCO PASÁRGADA

PALCO PASÁRGADA



21h30 - Ranier Oliveira – Crato/ Ce
ranie  
Ranier Oliveira Sousa nasceu num ambiente musical e cresceu ao som do violão tocado por seu pai, grande incentivador e referencial, base de sua musicalidade. No final da década de 1990 iniciou os estudos de piano na SOLIBEL (Sociedade Lírica do Belmonte). Em 2006, voltou o seu interesse pelo acordeon, possibilitando um conhecimento mais profundo da música de raíz  e da música tradicional caririense, aprimorando-se no universo do forró, com influências em bandas cabaçais, bandas de pifes e grupos de reisados, abrangendo toda essa riqueza de ritmos e sotaques. Como pianista e acordeonista, integrou a Itiberê Orquestra Família, liderada pelo baixista, compositor e arranjador Itiberê Zwarg, onde se faz Música Universal. Atualmente é graduando do curso de Licenciatura em Música da Universidade Federal do Cariri (UFCA).
No ano de 2012, realizou o show "Descobrindo" na programação do CCBNB de Fortaleza, Sousa e Cariri. Ainda no mesmo ano, particip do Congresso da Sibe/Cárceres (Espanha) tocando com o Coral da UFC Retalhos e Fuxicos, no espetáculo “Numa Sala de Reboco”, uma homenagem ao eterno Rei do Baião Luiz Gonzaga. Em 2009 fez apresentação com o Hermeto Pascoal e Grupo, no festival de inverno de São Joaquim.  Em 2011 participou da mostra Luso-Brasileira na cidade de Coimbra em Portugal com o Grupo Dr. Raíz. Em 2013, apresentou-se ao lado de Elomar Figueira Mello, João Omar e João Claudio Moreno, na fundação Casa dos Carneiros, em Vitória da Conquista (BA). Em Fortaleza, a convite do SESC, fez uma residência que gerou o projeto "ó O Auê ai", reunindo grupos de música, dança e compositores da terra com o propósito de difundir a música da Região.  Concebeu o Projeto Encontro de Músicos desenvolvido para a ONG BEATOS (Crato-CE), organizando as quatro primeiras edições.
Participou na gravação do primeiro álbum do compositor Sueco Olle Linder chamado "Cheio de Gente" e do álbum Encruzilhada do gaitista carioca Jefferson Gonçalves (2011).
No teatro, apresentou-se no espetáculo “Homenagem a Calvino: Cosmicômicas”. Direção de Alessandra Vannucci, Paula Águas, com Júlio Adrião, acrobatas da Escola Nacional de Circo e colaboração de Boris Vecchio.  Apresentou-se ainda ao lado de Rebeca Queiroz com o espetáculo Estórias Pintadas, com a Cia Carroça de Mamulengos e com o grupo Chileno El Circo del mundo. Em parceria com Geraldo Júnior, fez a direção musical, arranjos e composições,  do espetáculo de Waldir Azevedo com a direção de Sidney Cruz.
festivalcordasagio1.blogspot.com.br

A vaca também tossiu aqui. Ceará não terá mais a sonhada refinaria: Petrobras põe fim a um sonho de 60 anos

Governo do Estado cobra explicações da Petrobras para quebra de acordo unilateral. O fim do projeto tem razões econômicas e políticas
Depois de idas e vindas que já duram 60 anos, o sonho da implantação de uma refinaria no Ceará foi frustrado pela Petrobras. A estatal anunciou que decidiu encerrar os projetos de investimento para a implantação das refinarias Premium I, no Maranhão, e Premium II, no Ceará. O projeto encerrado já custou R$ 657 milhões aos cofres do Estado do Ceará. A quebra do acordo foi unilateral e pegou o Governo do Estado de surpresa. O governador Camilo Santana cobrou explicações da Petrobras e disse que vai lutar pelo empreendimento. “Uma vez que o Ceará cumpriu todos requisitos para a implantação da refinaria, o Governo afirma que continuará lutando e empreendendo todos os esforços para viabilizar este importante projeto”, diz nota oficial.
Íntegra da nota
O Governo do Estado repudia totalmente a decisão da Petrobras de suspender os investimentos da refinaria Premium II, um sonho do povo cearense e importante vetor de desenvolvimento local e regional. Essa atitude representa uma quebra unilateral do compromisso firmado com o estado e configura um desrespeito da empresa com o povo cearense. O governador Camilo Santana recebeu a notícia com surpresa e indignação, cobrou explicações da Petrobras, conversou com o ministro-chefe da Casa Civil da Presidência da República, Aloizio Mercadante, e solicitou uma audiência com a presidenta Dilma Rousseff. Uma vez que o Ceará cumpriu todos requisitos para a implantação da refinaria, o Governo afirma que continuará lutando e empreendendo todos os esforços para viabilizar este importante projeto. (Camilo Santana, governador do Ceará)

28 janeiro 2015

Exército industrial de reserva - Por: Emerson Monteiro

Em países enormes e superpopulosos quais China e Índia o momento atual deixa margem a graves avaliações quanto a desejar dias melhores neste chão. A partir desta afirmação, há um raciocínio a desenvolver no que diz respeito à quantidade dos habitantes desempregados, o nível de jovens acima de 20 anos que não estudam e não trabalham, ausência de postos de trabalho, grau de violência, economia em declínio, esgotamento dos recursos naturais, poluição, etc.

Nessas fases da história, sujeita a aparecer conflitos armados, o crime organizado demonstrar maior agressividade e a corrupção se tornar endêmica no Estado, vistas situações semelhantes a momentos outros, quando aumenta a luta pelo poder ao ponto do declínio dos valores morais e da instabilidade social passar a refletir antigos padrões bárbaros de civilização.

O que bem poderia significar o exército humano de reserva no crescimento das nações denota, assim, ausência de lideranças autênticas, num salve-se quem puder de comprometer as bases do equilíbrio político-social. Perante os conceitos marxistas de economia, os desempregados representam esse exército de cidadãos à mercê das circunstâncias do sistema capitalista.

Nas palavras do próprio Karl Marx: O desemprego em massa constitui o exército industrial de reserva, quanto maior ele é melhor para o capitalista que poderá assim afirmar ao proletário no caso deste fazer greve, que pode contratar outra pessoa a um custo menor fazendo o mesmo trabalho. Daí que o exército industrial de reserva seja tão importante para o capitalismo.

Nesta época histórica quando as práticas dos regimes somam interpretações científicas da economia política de todas as épocas, numa única dominação do famigerado neoliberalismo, o abandono dessas massas humanas à sorte esclarece o motivo de muitos dos desmandos verificados no mundo inteiro, sejam as guerras localizadas, o tráfico de drogas, a hegemonia da indústria armamentista, jogos, vícios vários, prostituição e caos urbano, todos eles fatores em progressão que representam o produto das ações coletivas desencontradas tanto hoje quanto em épocas remotas a carecer de consciência crítica e solidariedade humana no sentido amplo destas palavras.


Edições Anteriores:

Abril ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30