xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> 14/12/2014 | Blog do Crato
.

VÍDEO - VÍDEO DE LANÇAMENTO - Em breve, as novas transmissões TV Chapada do Araripe. Espero que curtam o vídeo de lançamento abaixo, em que há uma pequena retrospectiva de alguns trabalhos, reportagens já feitas ao longo dos muitos anos que fazemos reportagens. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 24.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

14 dezembro 2014

Marchas e protestos contra o racismo levam norte-americanos às ruas

ueaprotestos

Milhares de norte-americanos foram às ruas na noite de ontem (13) em manifestações em defesa da igualdade racial e contra o racismo. Moradores de Atlanta, Nova York, Boston, São Francisco e de Washington realizaram os protestos. Crianças, jovens e adultos, negros e brancos, participaram dos eventos motivados pela morte de afro-americanos por policiais, no estado de Missouri e em Nova York.

Em Nova York, onde mais de 30 mil pessoas foram às ruas, de acordo com as organizações que promoveram o protesto, a marcha foi chamada de Milhões Marcham em NYC e percorreu parte da zona sul da Ilha de Manhattan até chegar à sede da polícia na cidade. Com o protesto, organizado pelas redes sociais, a população pediu uma resposta contundente por parte do Estado e a punição dos envolvidos no assassinato dos afro-americanos.

Nas marchas, os manifestantes levavam cartazes com frases “Nenhum mais” e “As vidas dos negros importam”.

Dois casos emblemáticos vêm motivando os protestos nos Estados Unidos. O primeiro deles é uma decisão da Justiça, proferida no começo deste mês, de não “imputar crime” ao policial acusado de assassinar, em agosto, em Fergunson (Missouri), o jovem afro-americano Michael Brown. O segundo diz respeito à morte do afro-americano Eric Garner, assassinado em julho, em Nova York. Vídeos mostraram policiais espancando o afro-americano de 43 anos que morreu estrangulado. No caso de Garner, a Justiça também não levou o julgamento adiante sob a alegação de que não havia provas contundentes contra os envolvidos.

Familiares e defensores de direitos civis alegam que os dois estavam desarmados e que a ação da polícia foi violenta, motivada pelo racismo.

Após os episódios, o presidente Barack Obama tem repetido que é inadmissível que eventos como esses continuem ocorrendo. O discurso, entretanto, não agrada as entidades defensoras dos direitos civis e da luta pela igualdade racial nem analistas sociais do tema.

Para eles, a administração de Obama tem “discurso”, mas pouca ação efetiva na promoção da igualdade racial e da justiça para casos de abuso de autoridade cometidas contra pessoas afro-americanas.

 

Agência Brasil/EBC

Oftalmologista alerta para cuidados com os olhos durante o verão

 

Com a proximidade do verão, as pessoas devem tomar cuidado com a saúde devido ao calor e a maior exposição ao solTânia Rêgo/Arquivo Agência Brasil

O verão começa no próximo dia 21. Durante a estação, com dias mais quentes e maior exposição ao sol, os cuidados com a saúde, principalmente com os olhos, devem aumentar. Os raios ultravioleta (UVB) estão mais agressivos nesta época do ano, quando os riscos de queimaduras, irritações na córnea e doenças infecciosas também são maiores.

Segundo Marcus Sáfady, presidente da Sociedade Brasileira de Oftalmologia, a exposição prolongada aos raios solares, sem proteção adequada, pode acarretar a ceratite actínica e o pterígio. "A ceratite actínica é uma inflamação na córnea, que costuma ocorrer em pacientes expostos de 6 a 12 horas ao sol. Os sintomas são vermelhidão, dor na região e sensação de areia. O tratamento é feito com aplicação de soro fisiológico."

exame_oftalmologico

Sem os cuidados necessários no verão, as pessoas estarão sujeitas a uma série de doenças como a conjuntiviteArquivo Agência Brasil

" Já o pterígio, alteração na membrana que recobre o olho, é resultado de anos de exposição ao sol e à poeira. A doença é caracterizada pelo crescimento de uma massa vermelha na direção da córnea, causando desconforto. Com os sintomas, deve-se procurar um oftalmologista para indicação de colírio adequado e, nos casos mais graves, do procedimento cirúrgico", salientou Sáfady.

Para evitar problemas com os olhos, ele recomenda o uso de bonés e óculos escuros de qualidade, com proteção contra radiação UVA e UVB que, em excesso, podem causar danos irreversíveis. "O filtro UV protege a visão dos raios solares. As lentes escuras de qualidade duvidosa são ainda mais perigosas, pois, ao utilizá-las, a pupila do paciente dilata, permitindo a entrada de uma quantidade maior de radiação. O uso prolongado dessas lentes pode causar catarata", explicou.

A conjuntivite também é bastante comum no verão, pois a bactéria transmissora se prolifera principalmente em altas temperaturas. A inflamação, que tem os mesmos sintomas da ceratite actínica, é contagiosa e causada, entre outros fatores, por água do mar contaminada e excesso ou falta de cloro em piscinas. O tratamento é com aplicação de água filtrada ou soro fisiológico. Recomenda-se evitar locais com alta concentração de pessoas.

De acordo com o presidente da Sociedade Brasileira de Oftalmologia, qualquer tratamento deve ser prescrito por um oftalmologista. Ele acrescentou que medicamentos, como pomadas e colírios, não devem ser utilizados sem prescrição médica.

Editor Armando Cardoso

Agência Brasil

Palestinos apresentarão à ONU resolução sobre ocupação israelense

israelpalestina

AFP

Os palestinos apresentarão nesta quarta-feira ao Conselho de Segurança da ONU um projeto de resolução que estabelece um prazo de dois anos para que Israel ponha fim à ocupação, anunciou neste domingo um dirigente palestino.

"A direção palestina decidiu recorrer ao Conselho de Segurança, a fim de que vote o projeto para que termine a ocupação", disse à AFP Wasel Abu Yusef, dirigente da Organização para a Libertação da Palestina (OLP), após uma reunião em Ramallah.

Os Estados Unidos poderiam vetar a iniciativa. Washington se opõe a qualquer medida unilateral dos palestinos para obter da ONU o reconhecimento de um Estado, por considerar que o mesmo deve ser resultado de negociações de paz.

A chancelaria de Israel não comentou o assunto, na véspera de uma reunião, em Roma, entre o premier israelense, Benjamin Netanyahu, e o secretário de Estado americano, John Kerry.

Kerry chegou hoje a Roma para uma visita de três dias à Europa, onde discutirá a iniciativa dos países europeus para retomar na ONU o processo de paz entre israelenses e palestinos.

Na terça-feira, ele conversará em Londres com o chefe dos negociadores palestinos, Saeb Erakat, e o secretário-geral da Liga Árabe, que apoia o projeto de resolução palestino.

Se o projeto for rejeitado, a Autoridade Palestina anunciou que solicitaria a sua adesão a várias organizações internacionais, entre elas o Tribunal Penal Internacional (TPI), o que lhe permitiria solicitar ações legais contra autoridades israelenses, após três guerras sangrentas na Faixa de Gaza.

Grande Colisor de Hádrons está quase pronto para 2ª etapa de funcionamento

lhcGenebra, 12 dez (EFE).- O Grande Colisor de Hádrons está quase pronto para iniciar a segunda etapa de funcionamento após ficar desligado por dois anos para trabalhos de manutenção, informou nesta sexta-feira o Centro Europeu para Pesquisa Nuclear (CERN, na sigla em inglês).

O diretor do setor de Aceleradores e Tecnologias do CERN, Frederick Bordry, garantiu que o equipamento estará praticamente novo depois da conclusão do serviço. Ele será religado em março de 2015 e a expectativa é que funcione por outros três anos.

O Grande Colisor de Hádrons, usado pela primeira vez em 10 de setembro de 2008, é um túnel de imãs supercondutores de 27 quilômetros de extensão, localizado na fronteira da Suíça com a França.

Para prepará-lo outra vez para ser ligado, os cientistas tiveram que iniciar os dispositivos para esfriar o equipamento até 1,9 graus acima do zero absoluto (-273,15 graus centígrados).

Depois da manutenção e das melhorias realizadas, o CERN espera que o acelerador alcance uma energia até duas vezes superior a do primeiro período de funcionamento.

Segundo comunicado do CERN publicado hoje, há três dias os imãs de um dos setores do acelerador foram postos sob tensão com sucesso e atingiram o nível necessário produzir colisões com um total de 6,5 TeV (teraelétronvolts) de energia.

Esses são os números previstos a partir de março, de modo que o choque de prótons que circulam em direções opostas deve produzir uma energia de 13 TeV. EFE

UE critica detenção de 24 pessoas em raides contra os media na Turquia

 

dn.pt

ueturquia

Ekrem Dumanli, diretor do jornal ‘Zaman’, é detido por agentes da polícia à paisana em IstambulFotografia © REUTERS/Yagiz Karahan

Presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, do AKP, prometera perseguir aliados do imã Gulen, exilado nos EUA, "nas suas tocas". UE critica operação e diz que ela é contra os valores e os padrões de que a Turquia, como país candidato à adesão, procurada fazer um dia parte

24 detidos é o balanço de um raide realizado ontem pela polícia turca contra os media que o presidente do país, Recep Tayyip Erdogan, diz estarem alinhados com um imã que o quer derrubar do poder e vive exilado nos Estados Unidos - Fethullah Gulen. Entre eles há jornalistas, produtores, guionistas e, de acordo com a BBC, até um chefe de polícia do leste da Turquia.

"Deixem que os que cometeram crimes tenham medo. Nós é que não temos medo", dizia ontem o diretor do jornal turco Zaman, o jornalista Ekrem Dumanli, enquanto agentes da polícia à paisana o tentavam conduzir até a uma viatura, em Istambul. Pelo caminho, segundo noticiou a agência Reuters, centenas de pessoas gritavam palavras de ordem como: "A imprensa livre não pode ser silenciada" ou "A Turquia tem orgulho em ti". A redação do jornal indicou que já esperava o raide porque um utilizador do Twitter chamado Fuat Avni - que no passado já divulgou detalhes de operações policiais - tinha alertado para o mesmo.

Noutro raide da polícia turca, também em Istambul, foi detido o presidente da televisão Samanyolu Hidayet Karaca. "Isto é uma desgraça para a Turquia. Infelizmente, em pleno século XXI este é o tratamento que dão a um grupo de media que tem dezenas de televisões, estações de rádio, sites de internet e revistas", afirmou, segundo uma notícia publicada pelo Zaman e citada pelo site da BBC. O líder do Partido Republicano do Povo (a maior força da oposição na Turquia), Kemal Kiliçdaroglu, denunciou "um golpe do governo contra a nossa democracia".

Polícia turca invade instalações de mídia próximas a clérigo rival e detém 24

turquiajornalReuters

Reuters - Funcionários do grupo de mídia Zaman e seus familiares protestam em frente à sede do jornal diário, em Istambul, neste domingo, 14 de dezembro

ISTAMBUL (Reuters) - A polícia turca invadiu instalações de meios de comunicação próximos a um clérigo muçulmano baseado nos Estados Unidos no domingo e prendeu 24 pessoas, inlcuindo executivos e ex-chefes de polícia, em operações contra o que o presidente Tayyip Erdogan diz ser uma rede terrorista conspirando para derrubá-lo.

As invasões ao jornal Zaman e à televisão Samanyolu marcaram uma escalada da batalha de Erdogan com o ex-aliado Fetullah Gulen, com quem está em conflito aberto desde que uma investigação por corrupção sobre o círculo próximo a Erdogan surgiu há um ano.

Em cendas divulgadas ao vivo por canais de TV tucors, o editor do Zaman Fetullah Gulen sorriu e avaliou documentos da polícia antes de ser levado pelos escritórios do jornal sob aplausos dos funcionários.

"Deixem aqueles que cometeram crimes ficarem com medo", disse ele conforme a polícia o levava com dificuldade pela multidão até um carro. "Não estamos com medo."

A imprensa informou que mandados de prisão foram emitidos para 32 pessoas. A emissora estatal TRT Haber disse 24 pessoas foram detidas em incursões na Turquia, incluindo dois ex-chefes de polícia. Produtores e funcionários de séries dramáticas da Samanyolu foram detidos, junto com o presidente do grupo.

"Este é um espetáculo vergonhoso para a Turquia", disse o presidente Hidayet Karaca antes de sua prisão. "Infelizmente, na Turquia do século 21, este é o tratamento dado a um grupo de mídia com dezenas de estações de rádio e televisão, mídia de internet e revistas."

Erdogan, do Partido AK eleito em 2002, adotou muitas reformas democráticas em seus primeiros anos no poder e restringiu a participação do Exército na política. Aliados da Otan frequentemente citam a Turquia como um exemplo de democracia muçulmana bem-sucedida, mas recentemente os críticos têm acusado Erdogan de intolerância com a oposição e de, cada vez mais, uma reversão às raízes islâmicas.

O editor do Zaman Bulent Kenes disse à Reuters que a polícia havia mostrado a eles documentação que se referia a uma acusação de "formação de quadrilha para tomar a soberania do Estado".

Os ministros do governo se recusaram a fazer comentários específicos sobre as operações, mas o ministro da Saúde, Mehmet Muezzinoglu, disse que "qualquer pessoa que comete erros paga o preço", informou a mídia estatal.

The Pirate Bay: Morre um nascem três

piratebayptjornal

A ‘novela’ em torno do site de partilha ilegal de ficheiros, The Pirate Bay, está longe de ter acabado. Depois de noticiarmos as buscas das autoridades suecas aos servidores do Pirate Bay alojados numa sala em Estocolmo, e do aparecimento de um novo site pirate bay, agora surgem duas novas páginas.

Depois de mostrarmos, ainda no dia das buscas, o site ‘thepiratebay.cr’, alojado na Costa Rica, surgiu um outro que, ao que tudo indica, é aquele que reúne mais consenso em torno dos utilizadores, o ‘oldpiratebay.org’. Esta página nasce através de outro site de partilha ilegal de ficheiros, o ‘isoHunt’.

Para além destes dois sites, aparece um terceiro, afirmando que é a ressurreição do verdadeiro The Pirate Bay, o ‘thepiratebay.ee’. Convém no entanto, desconfiar sempre de alguns destes websites, devido à probabilidade de serem apenas mecanismos para espalhar malware. Nestes três casos em concreto, isso não se verifica, segundo vários relatos de utilizadores e de outros sites de tecnologia.

Embora todos estes sites possam não passar de um ‘mirror’ do original, a verdade é que os ficheiros estão lá para serem descarregados.
No caso do ‘thepiratebay.cr’ a única função que este não dispõe é a de upload de ficheiros para o site.

A mensagem para as autoridades parece ser clara: morre um, nascem vários… Como diz o velho ditado, ‘o fruto proibido é o mais apetecido’ e o The Pirate Bay está a demonstrar na prática esse velho ditado. Veremos os próximos capítulos desta ‘novela’.

Como as mulheres paquistanesas são punidas por se apaixonarem

 

mulherespaquistaoArifa foi capturada pela própria família após se casar com Abdul, seu grande amor

 

Paquistão: Mulheres não tem direito de casar por vontade própriaBBC

Em um país que luta para preservar suas tradições tribais, as mulheres paquistanesas enfrentam a brutalidade – e até a morte – caso se apaixonem pela pessoa errada.

Arifa, de 25 anos, enfrentou sua família e fugiu com o homem que amava, com quem se casou em segredo.

No dia seguinte, em uma rua movimentada de Karachi, a cidade mais populosa do Paquistão, membros de sua família cercaram os recém-casados e os ameaçaram com armas.

Eles levaram Arifa e passaram-se cinco dias até que seu marido, Abdul Malik, tivesse notícias dela.

"Recebi uma mensagem dizendo que ela havia sido morta. Foi o dia mais difícil da minha vida", relembra, tentando evitar as lágrimas.

"Depois de muito sofrimento, consegui provar que minha mulher está viva e foi escondida em algum lugar."

Com receio de ser assassinado, Malik vive escondido há três meses.

"No Paquistão, o amor é um pecado grave. Séculos se passaram, o mundo fez tanto progresso – homens chegaram até os céus. Mas nossos homens ainda seguem tradições e costumes da Idade das trevas", diz.

Essas tradições e costumes – com foco em negar liberdade às mulheres – têm cada vez mais aceitação no Paquistão e são encoraadas por estudiosos religiosos linha dura.

'Crimes de honra'

Este é um mundo em que, na prática, a mulher tem poucos direitos – ela é propriedade da família até o momento em que se casa.

Seus "donos", então, passam a ser os familiares de seu marido, e ela pode morrer se for considerado que desonrou a família.

Só em 2014, mais de mil mulheres foram mortas nos chamados "crimes de honra" – este é a apenas o número de casos dos quais as autoridades têm conhecimento.

Em maio, o caso da jovem Farzana Parveen chocou o mundo. Ela estava grávida quando foi apedrejada até a morto pela própria família, por ter se casado com um homem por quem se apaixonou, ao invés de casar-se com o homem que os familiares escolheram para ela.

O detalhe mais chocante é que o caso aconteceu diante do supremo tribunal de Lahore, de policiais e de transeuntes.

Em novembro, por causa da atenção que o caso recebeu da mídia internacional, o pai, o irmão o primo e o ex-noivo de Parveen foram condenados à pena de morte por assassinato. Outro de seus irmãos foi condenado a 10 anos de prisão.

Mas na maior parte das vezes, os perpetradores desses atos brutais contra mulheres nunca são acusados, já que são protegidos pelas leis tribais.

Alguns religiosos linha dura acreditam que só através da morte do membro da família que a ofendeu – geralmente uma mulher – a honra pode ser restituída ao resto dos familiares e à tribo.

O mais surpreendente é que poucas pessoas no Paquistão de hoje estão dispostas a desafiar essas tradições e costumes tribais.Na verdade, de acordo com uma pesquisa recente do Instituto Pew, a maioria dos paquistaneses apóia a implementação total da sharia – o sistema legal do Islã.

Apedrejamento e chicotadas

Nas ruas de Karachi, encontro uma madrassa (espécie de seminário) onde milhares de garotos recebem ensinamentos religiosos. Quero perguntar ao clérigo local o que ele pensa sobre adultério, razão pela qual as mulheres também são mortas em "crimes de honra".

"A punição deve ser aquela prescrita na sharia, que é de apedrejamento e chicotadas", diz o mulá. Seus alunos o apóiam.

Em 1970, o general Zia-ul-Haq, ditador no Paquistão, criou a chamada ordenança Hudood – um conjunto de leis polêmicas que pretendia islamizar o país. Entre outras coisas, as leis de fato tornaram o adultério um crime passível de apedrejamento e chicotadas.

Em 2006, o então presidente Pervez Musharraf tentou relaxar algumas dessas leis para proteger as mulheres, mas suas mudanças tiveram pouca aplicação prática. Adultério ainda é crime no país.

Uma prisão central para mulheres em Karachi é onde muitas das acusadas de adultério vão parar.

É o caso de Sadia, de 24 anos. Ela chegou à prisão 14 meses atrás, depois que seu marido há nove anos a acusou de dormir com outro homem. Ela aguarda julgamento.

"Meu marido se divorciou de mim, me bateu e me expulsou de casa. Depois ele foi à polícia e disse que eu fugi com outro homem. Na verdade, ele e sua família me expulsaram", diz.

Sadia afirma que não tem acesso a um advogado e não sabe quando conseguirá sair da prisão. No momento da minha visita, há 80 mulheres no local – muitas não sabem por que estão lá e acabam ficando presas por anos, sem julgamento.

Algumas das mulheres com mais sorte vão para algum dos abrigos espalhados pelo país.

Um desses locais, o abrigo Edhi para mulheres, é um complexo fortificado em um dos bairros mais perigosos do subúrbio de Karachi, reduto de simpatizantes do Talebã.

A maioria das mulheres aqui após fugir de relacionamentos abusivos ou de serem expulsas de casa por familiares.

Elas vivem pacificamente no abrigo, compartilhando tarefas, ajudando umas as outras a cozinhar, limpar o local e cuidar das crianças. Ninguém faz perguntas sobre o porquê de estarem ali.

Há uma regra à qual todos obedecem: ninguém pode entrar no local sem que as mulheres permitam, incluindo autoridades.

"Se uma mulher está tendo um caso fora daqui, não nos importamos, não perguntamos. Ela pode ficar aqui o tempo que quiser. Se a família quiser levá-la de volta e ela tiver vontade de ir, está livre para ir", diz Samina, que trabalha como voluntária no abrigo.

Samina diz, no entanto, que se a polícia for à procura de alguma das mulheres por acusações de adultério, as funcionárias do abrigo não a entregarão.

'Meus filhos gritavam'

Ayesha diz já ter deixado sua casa cinco vezes, levando seus dois filhos pequenos, para encontrar segurança no abrigo.

Todas as vezes, seu marido volta para levá-la, mas os abusos e a tortura aos quais ela é submetida ao voltar a fazem fugir de novo.

"Meu marido me trancava no quarto e me batia, além de qualquer limite, me forçando a dizer que estava tendo um caso", conta.

"Meus filhos gritavam: 'Por favor, alguém ajude nossa mãe'. Mas ninguém ouvia, ninguém aparecia."

Ayesha diz que agora não vai mais voltar para casa. O futuro ainda é incerto, mas ela diz ter sorte de estar viva.

Apesar de um aumento da classe média e de tentativas de modernizar as leis, o combate à misoginia (ódio às mulheres) institucionalizada está cada vez mais difícil no Paquistão.

BBC Brasil

Crescimento da China pode desacelerar para 7,1% em 2015, diz … – Jornal da Imprensa

grafico-decrescente

Jornal Da Imprensa

O relatório advertiu que a esperado alta dos juros no próximo ano pelo Federal Reserve, banco central dos Estados Unidos, pode afetar economias de mercados emergentes

Reuters

Crescimento da China pode desacelerar para 7,1% em 2015, diz banco central.
Foto: Majian/China

PEQUIM (Reuters) – O crescimento econômico da China pode desacelerar para 7,1 por cento em 2015 ante a estimativa de 7,4 por cento para este ano, devido aos resultados do setor imobiliário, disse o banco central em relatório visto pela Reuters neste domingo.

A demanda global mais forte poderia impulsionar as exportações, mas não o suficiente para compensar o impacto do enfraquecimento dos investimentos imobiliários, de acordo com o relatório publicado no site do banco central, www.pbc.gov.cn.

As exportações da China devem crescer 6,9 por cento em 2015, acelerando a partir da alta deste ano de 6,1 por cento, enquanto o crescimento das importações deve acelerar para 5,1 por cento em 2015, a partir de 1,9 por cento neste ano.

O relatório advertiu que a esperado alta dos juros no próximo ano pelo Federal Reserve, banco central dos Estados Unidos, pode afetar economias de mercados emergentes.

O crescimento econômico da China desacelerou para 7,3 por cento no terceiro trimestre, e dados fracos da indústria e de investimento em novembro sugerem que a expansão no ano ficará abaixo da meta de Pequim de 7,5 por cento, marcando o crescimento mais fraco em 24 anos.

Os economistas que assessoram o governo têm recomendado que a China reduza sua meta de crescimento para cerca de 7 por cento em 2015.

A situação do emprego na China é provável que se mantenha bem no próximo ano devido a expansão mais rápida do setor de serviços, apesar do crescimento econômico mais lento, diz o relatório.

(Reportagem de Li Ran e Kevin Yao)

Exposição inédita leva originais de Rembrandt ao Rio de Janeiro


Centro Cultural Correios recebe a mostra Rembrandt e a Figura Bíblica
Jornal do Brasil


O Centro Cultural Correios Rio de Janeiro apresenta a exposição Rembrandt e a Figura Bíblica, a partir desta quarta-feira (17), até fevereiro de 2015. A mostra tem curadoria de Fernando Spaziani e traz ao público uma seleção de 78 obras do artista Rembrandt Van Rijn, divididas em dois módulos.

A primeira parte é dedicada à cronologia da vida e obra do artista, ilustrada com gravuras em diversos temas. A segunda é voltada aos temas bíblicos e religiosos, que compõem a parte mais numerosa dentre os temas do artista. A exposição inédita tem entrada gratuita e patrocínio Correios e Governo Federal.

rembrandt-e-a-figura-biblica-apresenta-ao-publico-carioca-78-obras-produ

A exposição apresenta ao público carioca 78 obras, produzidas em água-forte, buril e ponta-seca, do pintor e gravador holandês Rembrandt Van Rijn. Delas, 52 são de temas bíblicos/religiosos sobre o Velho e o Novo Testamento, três são de paisagens, 11 são retratos (quatro delas autorretratos), três nus, três cenas alegóricas e seis gravuras de temas diversos.

'Rembrandt e a Figura Bíblica' apresenta ao público carioca 78 obras, produzidas em água-forte, buril e ponta-seca, do pintor e gravador holandês Rembrandt Van Rijn

O público poderá conhecer um momento histórico específico, que influenciou o artista e faz parte do contexto que permite a percepção do que fez de Rembrandt um dos maiores nomes do mundo da Arte -- a Holanda, recém-libertada da Espanha e convertida ao protestantismo, passava por um momento de grande crescimento econômico. Na mostra, também será possível conhecer um pouco mais sobre a técnica da gravura realizada pelo artista.

"Trazer ao Brasil um acervo desta importância representa a possibilidade de mostrar à nossa população um trabalho excepcional e que atravessou o tempo, sendo absolutamente relevante para a contemporaneidade. Desta forma, esta exposição pretende não somente receber um público geral e interessado em artes visuais, mas também estudantes de arte que desejam entender o processo de criação de um grande mestre, de forma a aprimorar seus trabalhos pessoais", explica o curador Fernando Spaziani.

De acordo com Spaziani, a iniciativa foi possível graças à parceria com o Museu Zorn, que fica em Mora, na Suécia. O artista Anders Zorn (1860-1920) foi um colecionador de gravuras de Rembrandt.

Rembrandt Van Rijn nasceu em 1606 em Leiden, na Holanda. Com 14 anos entrou para a Universidade em sua cidade natal, mas, pouco depois, abandonou o ensino formal para ser aprendiz de um pintor da cidade. Aos 20 anos, foi aprendiz do pintor histórico Pieter Lastman, em Amsterdã, e, aos 25, hospedou-se na casa do marchand Hendrick van Uylenburgh quando pintou A Aula de Anatomia do Doutor Tulp.

Ele criou entre os anos de 1625 e 1926 as suas duas primeiras águas-fortes. Em 1628 o artista fez dois retratos de sua mãe também nesta técnica. A partir de uma parceria com o gravurista Jan van Vliet em 1631, Rembrandt começou uma profícua produção de gravuras. Datam dessa época suas famosas gravuras de cenas bíblicas e religiosas.

A partir de 1655, Rembrandt diminuiu consideravelmente a produção de gravuras, acumulando 290 obras em sua vida. Sua última fase próspera foi em 1658, quando criou nus e o retrato de Lieven Coppenol, o maior retrato em gravura feito pelo artista. Em 1665, fez sua última água-forte. Rembrandt faleceu em Amsterdã em outubro de 1669.

Serviço:

Exposição “Rembrandt e a figura bíblica”

Abertura para convidados: 17 de dezembro

Lançamento do catálogo: 07 de fevereiro

Visitação: 18 de dezembro de 2014 a 22 de fevereiro de 2015.

Horário: de terça a domingo, das 12h às 19h.

Local: Centro Cultural Correios - Rua Visconde de Itaboraí, 20 – Centro, Rio de Janeiro.

Informações: (21) 2253-1580

Classificação etária: Livre para todos os públicos.

Entrada Franca

Acesso para pessoas com deficiência

Países ricos cedem e COP 20 aprova 'rascunho zero' de acordo climático


Conferência terminou na madrugada de domingo, em Lima, no Peru. Texto é base de um novo tratado que tentará frear aumento da temperatura.

Eduardo CarvalhoDo G1, em Lima

cop20a


Depois de duas semanas de negociações tensas na COP 20, em Lima, as delegações de 196 países aprovaram o "rascunho zero" de um futuro acordo global do clima depois que as nações mais ricas fizeram concessões.

O documento aprovado na madrugada deste domingo (14) ressalta a culpa histórica de emissões de gases-estufa, o que atribui aos países desenvolvidos mais responsabilidades em comparação aos países em desenvolvimento.

O acordo climático global deve contemplar diversas ações para conter o aumento da temperatura do planeta e, com isso, frear os efeitos da mudança climática.

O "Chamamento de Lima para a Ação sobre o Clima", título dado ao documento, foi aprovado por consenso à 1h24 (4h24 no horário de Brasília) na Conferência das Nações Unidas. A aprovação aconteceu um dia e meio depois da data prevista para terminar a cúpula. A falta de entendimento em vários pontos atrasou o fim do encontro.

Principais decisões
O texto decide sobre três diferentes focos de negociação. O primeiro, a criação de elementos-chave que farão parte do novo acordo: medidas para conter o aquecimento global como corte de emissões, redução do desmatamento, inovações nas indústrias, investimentos em energias renováveis e etc. Ainda não há definição sobre isso e o tema voltará a ser discutido no ano que vem (leia mais abaixo).

O segundo foco é a determinação do tipo de metodologia que os países seguirão para formular suas metas de redução de emissões, as chamadas Contribuições Intencionais Nacionais Determinadas (INDCs, na sigla em inglês). O resultado acordado diz que os países terão obrigação de apresentar apenas propostas de mitigação e, se quiserem, podem incluir dados sobre adaptação. As informações terão que ser entregues à ONU até outubro de 2015.

O terceiro ponto pede aos países desenvolvidos que tomem iniciativas para conter sua poluição entre 2015 e 2020, período que antecede o novo acordo. Não houve um resultado forte sobre esse assunto, tanto que o texto usa o jargão diplomático "encoraja" e não "decide". Nesse caso, o "rascunho zero" pede a análise de oportunidades ambiciosas para conter o lançamento de gases para a atmosfera.

Esse conjunto de informações será a base para a criação de um plano mundial a ser firmado em 2015, em Paris, e que entrará em vigor em 2020. O novo tratado será obrigatório a todos os países e deverá impactar diversos setores econômicos. Seu objetivo principal é evitar que a temperatura do planeta aumente mais que 2ºC até o final deste século.

Caso nada seja feito, cientistas preveem uma maior ocorrência de fenômenos extremos como secas, enchentes, degelo dos polos e aumento do nível dos mares. A temperatura média da Terra já subiu 0,85ºC em relação à era pré-industrial.

Negociações ficaram travadas

O principal impasse na COP 20 referia-se ao princípio de diferenciação das responsabilidades dos países em conter a emissão de gases-estufa. Em uma das plenárias realizadas, ficou evidente o confronto entre países desenvolvidos e em desenvolvimento.

China, Brasil, Índia e África do Sul, os emergentes, não concordavam com a abordagem apresentada em um rascunho anterior ao aprovado. Já Estados Unidos, União Europeia e Rússia, a parte rica, concordavam com o texto.

No rascunho definido nesta madrugada, esse princípio foi melhor referenciado, deixando claro que no novo acordo será levada em conta a culpa histórica de emissões.

Outro alvo de reclamação do grupo de países em desenvolvimento, o mecanismo de perdas e danos voltou a ser mencionado no texto, após os países ricos cederem. Criado na conferência de Varsóvia, em 2013, ele prevê ajuda a países vulneráveis já atingidos por desastres naturais. No entanto, o rascunho não detalha como esse instrumento vai funcionar.

Para o embaixador José Antonio Marcondes, principal negociador do Brasil, o texto aprovado na COP 20 é equilibrado, mas ainda não o ideal.

Elementos do novo acordo
Definidos e aprovados como anexo da decisão principal de Lima, os elementos vão nortear os negociadores na hora de estruturar o novo acordo ao longo do próximo ano.

Sua criação foi determinada na África do Sul, em 2011, dentro do instrumento chamado de Plataforma de Durban. Estão marcados quatro encontros para discutir o tema, sendo que o primeiro será em Genebra, em fevereiro, e o último em Paris, em dezembro, na COP 21.

O material de 37 páginas é considerado importante porque, sem eles, não é possível dialogar com setores econômicos e se chegar a compromissos para o clima no pós-2020.

O documento traz medidas que devem ser feitas nas áreas de mitigação (diminuição de emissões de gases-estufa), adaptação à mudança do clima, financiamento a tecnologias limpas e aplicação de recursos em países vulneráveis, entre outros assuntos. Todo o conteúdo está em aberto, ou seja, ainda não há conclusão sobre o que terá de ser feito.
Os temas foram separados em tópicos, com várias opções de planos. Ao longo das conversas diplomáticas, os itens vão sendo eliminados até que reste a proposta definitiva do acordo do clima.
Decisões complexas

Um exemplo do nível de complexidade do documento pode ser visto na parte referente ao corte de gases (mitigação). Há três elaborações diferentes para o tema.

A primeira opção diz que é preciso frear o aumento da temperatura em 2ºC e 1,5ºC acima dos níveis pré-industriais com o corte de emissões globais entre 40% e 70% até 2050, baseado nos níveis de 2010. Há ainda uma meta de zerar os gases emitidos até 2100.
Em outra opção, as partes terão que reduzir o lançamento de gases conforme sua capacidade e as emissões globais terão que atingir seu pico “o mais breve possível”, sem definir uma data e números. Além disso, diz o documento, os países terão que investir em tecnologia e oferecer financiamento a nações em desenvolvimento, a fim de apoiar ações de mitigação e adaptação.
A terceira opção diz apenas que os países sigam o princípio das “responsabilidades comuns, porém diferenciadas” para alcançar uma meta para conter as emissões e o aumento dos termômetros. Uma alternativa considerada simplificada.

Finanças e proposta do Brasil
O conjunto de textos contempla também informações sobre a adaptação aos efeitos da mudança climática e perdas e danos (mecanismo que compensa nações que já sofrem atualmente com desastres naturais).

A parte do rascunho sobre financiamento, assunto mais delicado nos diálogos sobre o clima, tem seis páginas e tenta definir como os países desenvolvidos e em desenvolvimento vão mobilizar dinheiro para investimentos a longo prazo.

Também será levada para as discussões do próximo ano a proposta brasileira de diferenciação concêntrica, que tenta melhorar o princípio de "responsabilidades comuns, porém diferenciadas".

O conceito coloca os países em três níveis, cada um deles com um “menu" de critérios para diminuir as emissões. Nações desenvolvidas ficariam no círculo central e teriam que fazer cortes em todos os setores da economia. Os emergentes, como Brasil, China e Índia, ficariam no segundo nível, com mais opções para frear o aquecimento. Países vulneráveis, como os Estados-ilha, não empreenderiam grandes ações e estariam no terceiro nível.

Bahia tem alto índice de pessoas com depressão, aponta IBGE

 

Levantamento realizado pelo IBGE mostra que a Bahia é um dos estados brasileiros onde a depressão mais incapacita. A pesquisa também aponta que os homens baianos precisam cuidar mais das questões de saúde psiquíca

Carmen Vasconcelos (carmen.vasconcelos@redebahia.com.br)

 

A fama de terra da alegria não impediu que 19,7% dos baianos maiores de 18 anos e diagnosticados com depressão tenham suas vidas comprometidas em virtude dos efeitos da doença. O índice é um dos maiores do país, só perdendo para a Paraíba e empatando com  Alagoas. Desse montante de pessoas  limitadas nas suas atividades em virtude da depressão, 24,2% são homens e 19% são do sexo feminino.
O impacto da enfermidade mental na qualidade de vida dos baianos foi divulgado na última semana, durante o lançamento dos resultados da primeira edição da Pesquisa Nacional de Saúde (PNS), realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em parceria com o Ministério da Saúde (MS).

depressao_01

Essa foi a primeira vez que um levantamento desse porte foi realizado na área de saúde e dentro do território nacional. A pesquisa incluiu ainda a coleta de amostras de sangue e de urina da população entrevistada, fato que confere mais precisão aos resultados. O trabalho foi realizado no segundo semestre de 2013 e foram visitadas 81.767 casas em todos os estados brasileiros, entre as quais 62.986 aceitaram responder ao questionário.
Segundo o representante da Coordenação de Disseminação de Informações do IBGE na Bahia, Joilson Souza, alguns dados chamam atenção por possibilitar um vislumbre da saúde mental. “O primeiro deles diz respeito ao fato de que o diagnóstico é menor nas regiões mais empobrecidas, mais remotas ou rurais”, esclarece, pontuando que, geralmente, quando a patologia é diagnosticada, já houve um alto grau de comprometimento na vida do indivíduo. O representante do IBGE também ressalta o fato da questão cultural ainda impedir que os homens busquem auxílio. “O número de mulheres que buscam assistência médica é praticamente o dobro dos homens”, completa.
Dados brasileiros
A PNS estimou que 11,2 milhões de adultos foram diagnosticados com depressão e somente 46,4% deles receberam assistência médica. Como era de se imaginar, os maiores índices da doença estão nas áreas urbanas (8,0%), no Sul (12,6%) e Sudeste (8,4%), nas mulheres (10,9%) e na faixa de 60 a 64 anos de idade (11,1%).  Por níveis de instrução, prevalecem as pessoas com ensino superior completo (8,7%) e as sem instrução e com fundamental incompleto (8,6%).
Por grupos de cor ou raça, a proporção de adultos diagnosticados foi maior entre as pessoas brancas (9,0%) do que entre pardas (6,7%) e pretas (5,4%). A pesquisa também demonstrou que mais da metade (52,0%) das pessoas com esse diagnóstico usavam medicamentos para depressão e 16,4% delas faziam psicoterapia. Apenas 46,4% dos que informaram terem sido diagnosticados receberam assistência médica para depressão nos 12 meses anteriores à pesquisa.
Os maiores percentuais de atendimento estão nos consultórios particulares ou clínicas privadas (42,3%) e em unidade básica de saúde (33,2%). Quanto ao motivo para não receber assistência médica, apesar do diagnóstico de depressão, 73,4% alegaram não estar mais deprimidos, 6,6% que não tinham ânimo, 4,6% disseram que o tempo de espera no serviço de saúde era muito grande, 2,4% que tinham dificuldades financeiras, 2,1% que o horário de funcionamento do serviço de saúde era incompatível com suas atividades de trabalho ou domésticas e 10,9% relataram outros motivos.
Joilson Souza reconhece, no entanto, que esses números podem não fazer uma avaliação do quadro real porque ainda há muitas pessoas que não são diagnosticadas e sequer reconhecem o problema de saúde.

10127_1214

Saúde pública
De acordo com a psiquiatra Rosa Garcia, a depressão é uma doença caracterizada por um conjunto de sintomas psicológicos e físicos, associada a altos índices de comorbidades médicas, incapacitação e mortalidade prematura. “No dia a dia no consultório é possível observar que o diagnóstico da depressão supera as demais enfermidades mentais”, pontua a médica. Ela chama atenção para o fato de que a depressão geralmente surge associada a outras doenças, as chamadas comorbidades, como o alcoolismo e doenças crônicas não transmissíveis e o câncer.
Com uma postura parecida, o psiquiatra da Secretaria Municipal de Saúde Ivan Araújo ressalta que a depressão é uma das doenças mais incapacitantes que existe e o grande desafio da saúde é conseguir identificá-la diante de uma série de sinais que não são muito específicos.
“Geralmente, o problema começa leve, com a pessoa apresentando queixas de alteração no sono, na memória, dores, perda de prazer em realizar tarefas que antes gostava, falta de interesse, pensamentos de ruína e pesar”, esclarece o médico, destacando que, quando não tratado, o quadro pode evoluir inclusive para o suicídio. “Geralmente, nos casos mais
graves, a dor, a angústia e a tristeza são tão grandes que a pessoa prefere não mais viver”, diz, ressaltando que a depressão acomete mais os adultos jovens, embora também possa ocorrer em crianças e idosos.
Em Salvador, o tratamento para depressão pode ser feito em um das 18 unidades do Centro de Apoio Psicossocial (Caps). Para verificar os endereços, acesse:www.saude.ba.gov.br/hjm/images/documentos/caps_bahia_salvador.pdf.

Chichico - Por: Emerson Monteiro

Que pássaros gostem de comer roça de cereal isso nada de admiração deve causar; mas do tanto daquele ano fica difícil de admitir com regular naturalidade. Imediato começou a pendoar o arroz e chegaram nuvens imensas dos mais diversos tipos de bicho de asa. Um deus nos acuda... Salvar o que restava se transformou no único compromisso de toda a família, à cata de solucionar o problema. Na época, ninguém falava desses venenos que hoje acabam com insetos, passarinhos e pessoas, devastando sobremodo a Natureza.

- Vamos fazer um boneco de pau e vestir como gente – indicou o menino mais velho, metido a saber de tudo, lembrando-se de um que outro sítio avistara nas proximidades.

- Mas quem sabe fazer um trabalho assim? – interessou-se o pai, avaliando a limitação de tempo e arte dos habitantes do lugar.

- Seu Severino Carpina, que mexe com essas coisas para vender na cidade nos dias de feira – logo a mãe lembrou na busca do jeito que diminuísse a fome dos passarinhos. – Depois juntamos nele roupa folgada que balance no vento e ficará resolvido o assunto.

Juntos correram à casa do carpinteiro e dias mais acompanhavam o feitio da peça, que dentro de pouco tempo resultou numa bela figura, até de chamar atenção pelos traços desenhados com esmero.

Eis que posto no centro do arrozal, o espantalho funcionou que foi uma beleza, do modo previsto; às vezes chegava a causar efeito superior além do esperado, assustando gente e animais de maior porte, que, de noite, por desaviso, se aventurassem no eito do baixio entre os legumes maduros.

Melhorava também, nesse aspecto, o sertão. Esforços se destinaram às outras obrigações, não houvesse o inesperado que deu de crescer naquele inverno, pois as chuvas, antes calmas, quietas, transformaram-se em trombas d’água monumentais, nunca chegadas do jeito daquilo.

Antes de apanhados os primeiros grãos, a enxurrada levou quase tudo, inclusive o espantalho de afastar passarinho. Deus nos acuda fustigou a alma dos caboclos para aceitar de bom grado a ocorrência qual coisa do destino e a vida seguiria adiante.

Dentro do espírito abnegado que alimenta as pessoas simples, sua religiosidade natural, certo dia, alguns anos após o prejuízo, mãe e o filho mais velho rezavam novena em sítio afastado para onde mudaram, abaixo das terras antigas.

Cheios de fervor, acompanhavam as palavras da beata nas jaculatórias, quando a mulher observou santo novo, diferente, num dos altares laterais da pequena capela. Admirada, reconheceu nele as feições exatas de gente conhecida. Voltou-se ao filho e falou baixinho:

- Zé, tu reconhece a cara daquele santo dali? – perguntou, indicando o andor humilde no canto.

- É ele, é Chichico, mãe, nosso boneco que a cheia grande levou – embelezado, respondeu o menino, súbito acalmado pelos olhos severos da rezadeira fuzilando eles dois.

Na saída, a mãe ainda balbuciava as palavras derradeiras dos dizeres sagrados, e acrescentou: - Que ele interceda também por nós, que fomos seus amigos bem antes – enquanto desconfiados saíam acompanhando a quermesse pelo terreiro, sem nada revelar aos outros da real procedência da imagem familiar.  

Obs.: História que ouvi de meu pai, Luiz Lacerda Leite.

Rombo na Petrobras pode tornar ilegítimo segundo mandato de Dilma

(Fonte: Estado de Minas)
Líderes petistas temem que denúncias envolvendo Graça Foster comprometam o segundo mandato de Dilma e cobram faxina no comando da empresa no bojo da reforma ministerial
Brasília – A manutenção da presidente da Petrobras, Maria das Graças Foster, e da atual diretoria da Petrobras pode deslegitimar o segundo mandato da presidente Dilma Rousseff e fazê-la queimar um capital político que ela não tem. Esse foi o recado dado por lideranças petistas na noite de sexta-feira ao chefe da Casa Civil, Aloizio Mercadante, e ao ministro da Secretaria de Relações Institucionais, Ricardo Berzoini, em Brasília. A avaliação é endossada pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.
“O recado já foi dado à presidente. Ela tem de tomar uma decisão sob pena de trazer, para si, uma crise que até o momento atrapalhava o governo mas tangenciava o gabinete presidencial”, disse um aliado. Dilma, que comemora hoje, em Porto Alegre, 67 anos, foi avisada de que a base governista está “se debatendo no Congresso para imputar à oposição a pecha de querer deslegitimar uma vitória nas urnas”. E que, por isso, não pode dar combustível para os oposicionistas aumentarem a fogueira na qual o governo arde há tempos.
A demora para um desfecho da situação, na opinião de petistas, é que todos sabem – inclusive a presidente – que não basta uma simples troca de nomes na diretoria. “A empresa precisa passar por um processo de refundação interno e externo, pois está com a imagem completamente destruída perante os investidores”, declarou um petista. A presidente esbarraria ainda na dúvida sobre quem colocar caso Graça Foster seja de fato destituída.
Segundo a Globonews, na última quarta-feira – dois dias antes, portanto, da reportagem do jornal Valor Econômico com as acusações feitas pela ex-gerente executiva Venina Velosa da Fonseca –, Graça Foster conversou com a presidente e colocou o cargo à disposição, mas Dilma teria dito que não havia nada contra a executiva e amiga pessoal. Mas as denúncias feitas por Venina mudam a crise de patamar, na opinião de petistas, porque, pela primeira vez, as acusações partem de alguém que está “limpo” no processo, e não de pessoas que participavam do esquema de pagamento de propina a partidos políticos e resolveram contar o que sabiam em busca do benefício da delação premiada.
Uma saída seria a presidente aproveitar o bojo da reforma ministerial que deve ser realizada ao longo da semana para substituir a atual diretoria da Petrobras. “Ela é a presidente, pode fazer o que quiser. Governo novo, ideias novas, equipe nova”, defendeu o deputado Devanir Ribeiro (PT-SP).

RVNET - O Seu próximo Provedor de Internet


Empresa de Internet Testada e Aprovada com nosso Selo de Qualidade


No Blog do Crato nós membros, temos uma filosofia, que é só fazer parcerias com empresas e poder recomendar ao público, se o produto for realmente bom. Se a gente puder testar e se passar pelo nosso rígido "selo de qualidade". Após muitos anos usando o VELOX da OI como nosa fonte de acesso à internet, já estamos utilizando todo o sistema da Rede Chapada do Araripe de Comunicações que inclui os Sites Blog do Crato, Chapada do Araripe, WebRadio Chapada, e WebTV serão transmitidos através da empresa RVNET. 

Como usuário por mais de uma década do Velox, e tendo sido cliente de outras empresas de internet sem fio da região, posso assegurar a todos os nossos leitores que o produto vendido pela RVNet é de primeiríssima qualidade. Com uma equipe de profissionais da mais alta qualidade, com conhecimento, educação, e treinados para servir bem aos clientes, a RVNET veio para ficar. Além de tudo, é uma empresa que investe em seu produto. Basta dizer que ela está implantando em Juazeiro do Norte até o fim deste mês um link de 1 Gbit para servir melhor ainda, e passando fibra ótica por várias cidades do sul do Ceará, além de atender também a região de Iguatu. 

Operando na faixa de 5.8Ghz, o que garante a verdadeira experiência da internet sem fios sem problemas de conexão, como ocorre com muitos provedores supercongestionados do cariri, na RVNET sua conexão é como sempre deveria ter sido: Estável, com velocidades reais de acesso, e sem problemas de quedas. 

Portanto, ao contratar o seu próximo provedor de Internet, escolha com o melhor. Fique com a RVNET. E se ela passou por todo o nosso clássico perfeccionismo, é porque podemos atestar a sua qualidade. Não recomendaríamos jamais aos nossos clientes e amigos se fosse diferente.

Mas não acredite apenas em nossa palavra: Contrate a RVNet e não se contente com menos.



www.blogdocrato.com
Saiba mais acessando a página: 

FONTE MUSICAL - A mais completa loja de Instrumentos Musicais do Cariri


A Fonte Musical é a mais completa loja de instrumentos musicais e acessórios do cariri. As melhores marcas e os melhores preços. Se você procura violões, guitarras, contrabaixos, baterias, encordoamentos, instrumentos de percussão, microfones, amplificadores, caixas amplificadas, pedestais...etc procure a Fonte Musical. Com atendimento especializado, esse verdadeiro "supermercado" da música tem tudo que você precisa. 

Conheça a Fonte Musical:


Guitarras, contrabaixos e teclados nacionais e importados. Todos os modelos e marcas de caixas amplificadas para você escolher:


As últimas novidades em instrumentos musicais


Um verdadeiro supermercado da música



Encordoamentos para guitarras, violões, contrabaixos...
Violões Godin, Takamine, Giannini, Di Giorgio e toda a linha de percussões para você fazer seu próprio ritmo.

Fonte Musical
Em Juazeiro do Norte
Rua Carlos Gomes, 459 ( Ao lado da Praça da Prefeitura )

Anuncie no Blog do Crato - A maior vitrine da Internet no Cariri

200 mil acessos por mês - Onde sua empresa é tratada com respeito e amizade.
Envie e-mail para blogdocrato@hotmail.com e marque uma visita.
www.blogdocrato.com

Que tal um cafezinho gostoso ? - Cafeteria DI CAFFÉ - No centro do Crato




Cafeteria DI CAFFÉ, localizada no Shopping Residence, no centro do Crato. Um local muito aprazível, que está cada vez mais se transformando no novo "point" para aquele bate-papo gostoso, e claro, saborear o melhor café da cidade. Nós que já éramos fãs de carteirinha do DI CAFFÉ, agora, mais do que nunca estaremos por lá encontrando os amigos. E aproveitando, deixo aqui o convite: Que tal tomar um delicioso café na DI CAFFÉ ?



O local mais aconchegante para você saborear um delicioso café... 


No centro da cidade, bem ali no Shopping RESIDENCE 


DI CAFFÉ - Rua Santos Dumont, 38 - Shopping Residence Loja 8A
O mais aconchegante Café do Crato.


Edições Anteriores:

Maio ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31