xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> 03/12/2014 | Blog do Crato
.

VÍDEO - CONVERSA FRANCA - O DESCASO NO CRATO - Dihelson Mendonça ( 30-11-2017 ).
Estamos de volta com as transmissões da TV Chapada do Araripe ( E agora, com alguns programas ao vivo ). Serão vários programas abordando temas diversos, como a realidade da nossa região, do Ceará e do mundo; Programas científicos, atualidade, entrevistas, e transmissão de eventos ao vivo. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 25.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

03 dezembro 2014

Pelé segue em boa evolução e passará por avaliação no rim nesta 5ª

pele

Rei do futebol não tem mais febre, vem se alimentando bem e os exames de sangue e urina estão negativos. Tratamento de hemodiálise segue suspenso

 

A assessoria do Hospital Israelita Albert Einstein emitiu na tarde desta quarta-feira mais um boletim médico sobre o estado de saúde de Pelé. A nota informa que o Rei "continua em recuperação, sem intercorrências médicas e em cuidados de semi-intensiva".

De acordo com a nota, Pelé passou a tarde em uma poltrona recebendo os antibióticos por via endovenosa e vem se alimentando bem.

A nota reitera que uma nova avaliação da função renal está programada para a manhã desta quinta-feira. Os exames de sangue e urina seguem negativos, e o craque não tem febre.

O tratamento de hemodiálise foi suspenso na última segunda para saber como o rim do ex-atleta reagiria sem ajuda artificial para funcionar. Como a resposta foi positiva, ele deixou a UTI. O Rei do Futebol segue no mesmo quarto, porém agora sob cuidados de terapia semi-intensiva.

No fim de semana, a assessoria do Albert Einstein relatou que Pelé tem recebido mensagens do mundo inteiro por meio do e-mail do hospital. Aos poucos elas são passadas para ele, que está lúcido - até já pediu um violão para tocar - e agradece o carinho vindo de todas as partes.

Na quinta-feira passada, o quadro do ex-jogador era considerado delicado, já que ele não estava reagindo bem ao antibiótico para conter infecção no sangue. Havia enorme preocupação de uma infecção generalizada por conta disso.

Aos 74 anos, Edson Arantes do Nascimento passou por uma intervenção cirúrgica para retirada de cálculos renais recentemente. No entanto, ele voltou a passar mal no dia 24, por conta de uma infecção urinária, e teve de ser internado novamente no Hospital Albert Einstein. No dia 27, porém, ele piorou e foi transferido para unidade de terapia intensiva.

boletim

 

Por GloboEsporte.comSão Paulo

Coreia do Norte proíbe que cidadãos do país se chamem Kim Jong-un

kim-jong-un-408x264

Foto: Divulgação)

A Coreia do Norte proibiu, há três anos, que qualquer pessoa se chame Kim Jong-un, um nome relativamente comum no país, para destacar a personalidade única do "líder supremo", revelou nesta quarta-feira a agência de notícias sul-coreana "Yonhap".

O regime totalitário, caracterizado pelo extremo culto à personalidade dos líderes da dinastia Kim, exigiu que todos os cidadãos que se chamam "Kim Jong-un" mudem de nome "voluntariamente", segundo um decreto oficial emitido há três anos e divulgado hoje pela "Yonhap".

Tal determinação data de 2011, antes da morte de Kim Jong-il, quando já estava determinado que o jovem Jong-un (nascido em 1983) seria o sucessor de seu pai, o "querido líder", no comando da Coreia do Norte.

O governo também proibiu que os pais registrassem seus filhos recém-nascidos com o nome Jong-un, inclusive se o sobrenome não é Kim, segundo a agência sul-coreana.

Há décadas, os norte-coreanos também não podem se chamar "Kim Jong-il" e "Kim Il-Sung", este último fundador do país e avô do atual líder.

O sobrenome Kim é o mais comum entre os coreanos, com mais de 20%, tanto em cidadãos do Norte como do Sul.

Além disso, o nome Jong-un é relativamente frequente, tanto para homens como para mulheres, nas duas Coreias e foi especialmente popular entre os nascidos em meados da década de 1980.

Com isso, estima-se que vários norte-coreanos tiveram que mudar de nome depois que o decreto entrou em vigor há três anos.

Curiosamente, na Coreia do Sul, o nome "Jong-un" é mais frequente em mulheres do que em homens. EFE

 

EFE

Congresso conclui votação de vetos presidenciais e agora pode analisar projeto de superávit

congresso2

BRASÍLIA (Reuters) - O Congresso Nacional concluiu a votação de dois vetos presidenciais nesta quarta-feira e, após a apuração do resultado, já poderá dar início à análise do projeto que altera o cálculo do superávit primário.

A apuração do resultado deve ainda ser realizada pelos técnicos do Congresso e, depois disso, deputados e senadores passam a analisar o projeto que desobriga o governo federal a realizar um superávit primário em 2014.

A proposta do governo, que precisa ser aprovada em sessão do Congresso, permite abater do cálculo da meta de superávit primário a totalidade das desonerações tributárias feitas pelo governo e dos investimentos no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC).

A tendência é que os dois vetos presidenciais sejam mantidos. Um dos projetos vetados modifica o nome de um instituto federal de ensino técnico na Bahia. O outro altera o nome de uma barragem localizada no município de Parelhas (RN).

A oposição já anunciou que fará obstrução à votação do projeto do superávit, o que deve tornar a sessão bastante demorada.

Governistas argumentam que o projeto é necessário para garantir as desonerações e os investimentos em infraestrutura. A oposição, no entanto, alega que a proposta pretende livrar a presidente Dilma Rousseff do crime de responsabilidade por descumprimento da meta.

(Reportagem de Jeferson Ribeiro e Maria Carolina Marcello)

Brasil fica em 69º no ranking global que mede a corrupção em 175 países

corrupicao


O Brasil ficou na 69ª posição, com 43 pontos, do ranking global da ONG Transparência Internacional (TI), que analisa a percepção da corrupção em 175 países em uma escala de 0 (extremamente corrupto) a 100 (muito transparente) e foi divulgado nesta quarta-feira.

O Brasil divide a 69ª colocação com outros seis países: Bulgária, Grécia, Itália, Romênia, Senegal e Suazilândia.

A nova edição do Índice de Percepção da Corrupção da TI, considerado um referencial na luta contra os crimes financeiros, coloca novamente Dinamarca, Nova Zelândia e Finlândia com as melhores notas globais, enquanto os piores colocados foram Somália, Coreia do Norte e Sudão.
Em relação à América Latina, Uruguai e Chile foram os melhores colocados, na 21ª posição com 73 pontos, seguidos por Porto Rico (31º - 63 pontos) e Costa Rica (47º - 54 pontos).

Na sequência ficaram Cuba (63º - 46 pontos), Brasil (69º - 43 pontos), El Salvador (80º - 39 pontos), Peru (85º - 38 pontos), Colômbia e Panamá (94º - 37 pontos), Bolívia e México (103º - 35 pontos) e Argentina (107º - 34 pontos).

Os países latino-americanos com pior desempenho foram Paraguai (150º - 24 pontos) e Venezuela (161º - 19 pontos).

O índice anual da TI, que mede a percepção da corrupção no setor público de cada país através de vários estudos comparativos, destaca que o 69% dos países analisados tiveram pontuação inferior a 50 (58% dentro do G20) e que a média mundial é de 43 pontos.

Dinamarca, com 92 pontos, Nova Zelândia (91), Finlândia (89), Suécia (87) e Noruega (86) lideram a classificação, com variações pequenas em relação às últimas edições.

De maneira similar, apenas com pequenas oscilações, na parte inferior do ranking continuam Somália e Coreia do Norte, ambos com oito pontos, seguidos por Sudão (11), Afeganistão (12) e Sudão do Sul (15).

O relatório também ordena as regiões em ordem decrescente de transparência, situando em primeiro lugar a Europa Ocidental (66 pontos), seguida pelas Américas (45), Ásia-Pacífico (43), Oriente Médio e Norte da África (38), Europa Oriental e Ásia Central (33) e África Subsaariana (33).

EFE

CGU abre processo administrativo contra oito empresas envolvidas na Lava Jato


CGUA Controladoria-Geral da União (CGU) determinou a abertura de processos administrativos de responsabilização contra oito empresas envolvidas na Operação Lava Jato. De acordo com a CGU, as empresas Camargo Correa, Engevix, Galvão Engenharia, Iesa, Mendes Junior, OAS, Queiroz Galvão e UTC-Constran estariam envolvida em esquema de corrupção, lavagem de dinheiro e evasão de divisas em sua relação com a Petrobras. A decisão do ministro-chefe da CGU, Jorge Hage, foi publicada hoje (3) no Diário Oficial da União.

Segundo a CGU, a abertura dos processos resulta da análise de documentos da operação Lava Jato, compartilhados pelo juiz Sérgio Moro, responsável pelo caso na Justiça Federal no Paraná. Entre os documentos analisado e que embasaram o pedido, estão e-mails, notas fiscais, transferências bancárias e registros de interceptações telefônicas.

Para a CGU, o material reúne elementos suficientes para responsabilizar, de forma individualizada, as empresas envolvidas nos atos ilícitos. Elas devem ser notificadas nos próximos dias. Caso sejam responsabilizadas, o resultado poderá acarretar no impedimento de celebrar novos contratos, aplicação de multas ou, se for o caso, outras penalidades cabíveis.

Ainda de acordo com a CGU, há a possibilidade de que novos processos sejam abertos contra outras empresas.

Ontem (2), a CGU havia determinado abertura de processo administrativo e punitivo contra gerentes e ex-gerentes da Petrobras. As punições aplicadas, caso os envolvidos sejam considerados culpados, podem chegar à demissão. Para os que já deixaram o cargo, poderá ocorrer conversão em destituição ou demissão por justa causa, com eventual proibição de retorno a empregos públicos.

Agência Brasil

Energia gerada no Brasil sobe 2,3% em novembro

eletricidade2

A produção de energia do Sistema Interligado Nacional (SIN) aumentou 2,3% em novembro, em comparação a igual mês do ano passado, mostra o boletim de carga mensal, divulgado hoje (3) pelo Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS).

Em relação a outubro deste ano, houve queda de 1%. No acumulado dos últimos 12 meses, a variação foi positiva em 3,8%, comparada ao mesmo período anterior.

De acordo com técnicos do ONS, o resultado da carga foi influenciado pelo desempenho modesto do setor industrial e, também, pelos efeitos da temperatura.

A análise por subsistemas do SIN revela que as maiores elevações da carga de energia em novembro, em relação a novembro de 2013, foram registradas nos subsistemas Sul (5,5%) e Nordeste (5,4%), em função de temperaturas elevadas que impulsionaram o consumo residencial e comercial.

No subsistema Norte, ao contrário, houve redução de 0,3%. No subsistema Sudeste/Centro-Oeste, a energia gerada cresceu 0,9%, influenciada pelo comportamento da atividade industrial.

 

Agência Brasil

Melhora percepção do mercado sobre BC e Fazenda

 

bc

O primeiro levantamento do Termômetro Broad após a reeleição da presidente Dilma Rousseff parece ter captado junto aos agentes de mercado a percepção de uma mudança de rota na atuação da política econômica do novo governo Dilma. As expectativas em relação ao novo ministro da Fazenda e ao comando do Banco Central dominaram as atenções dos agentes e o primeiro sinal de mudança vindo pela elevação da taxa de juros foi cristalizado com a melhora da nota do BC no período. A avaliação sobre a Fazenda, por sua vez, registrou ligeira melhora, em linha com a visão de uma alteração das diretrizes econômicas.

O resultado mostra que a nota para a gestão da autoridade monetária passou de 4,4 em outubro para 5,2 no mês passado. A nota para a atuação da Fazenda, por sua vez, abandonou o piso da série histórica do Termômetro Broad - de 1,7 - e passou a 1,8 em novembro.

O Termômetro Broad, produzido pela Agência Estado, tem por objetivo captar o sentimento dos agentes em relação à equipe econômica do governo. Nesta edição, 54 instituições participaram da pesquisa, realizada entre os dias 19 e 26 de novembro. A avaliação dos agentes desde o dia 31 de outubro, quando se encerrou o período de consulta da pesquisa anterior, leva em conta algumas alterações, notadamente a retomada do ciclo de aperto monetário pelo Banco Central.

A decisão do BC de elevar a taxa Selic no dia 29 de outubro pode ser considerada a primeira decisão econômica do "novo" governo e o mercado financeiro entendeu esse gesto como uma mudança de rota em relação à política expansionista do primeiro mandato. Tanto assim que, dentre os quesitos que compõem a nota geral do BC, a avaliação sobre a condução da Política Monetária passou para 5,5, ante 4,4 apurados em outubro.

Estadão Conteúdo

Nasa testa nova cápsula para missões espaciais tripuladas

capsula-orion-CORTADA-size-598
Voo de teste da Orion é considerado primeiro passo de uma futura expedição a Marte
Ilustração da cápsula Orion durante o voo de teste (Nasa/VEJA)

A cápsula Orion, da Nasa, fará seu primeiro teste de voo na quinta-feira. Com investimento de bilhões dólares, a missão tem o objetivo de preparar o retorno dos Estados Unidos às viagens espaciais tripuladas, limitadas à órbita terrestre desde a última expedição lunar, há 42 anos.

A Orion foi criada para levar astronautas a destinos ainda não explorados, que incluem visitas a um asteroide e a Marte, apesar de os planos ainda não estarem muito bem definidos. O lançamento está previsto para as 10h05 (horário de Brasília), na base de Cabo Canaveral, na Flórida, a bordo do foguete Delta IV.

As previsões meteorológicas indicam nesta quarta-feira 70% de probabilidade de clima favorável para o voo, embora a possibilidade de temporais e ventos tragam dúvidas. A janela de lançamento ficará aberta por duas horas e 39 minutos.

No voo de teste, a sonda vai dar duas voltas ao redor da Terra, percorrendo mais de 96.000 quilômetros e atingindo altitude de 5.800 quilômetros, cerca de catorze vezes a distância da Estação Espacial Internacional (ISS) em relação à Terra. O pouso ocorrerá cerca de quatro horas e meia depois, no oceano Pacífico.

Durante a descida de volta ao planeta, a nave vai ultrapassar os 32.000 quilômetros por hora, gerando temperaturas de até 2.200 graus Celsius — 80% da temperatura que seria atingida por uma missão lunar.

Mudança de objetivo — Inicialmente, a cápsula Orion deveria levar astronautas americanos de volta à Lua, como parte do programa Constellation da Nasa, mas a missão foi cancelada pelo presidente Barack Obama, em 2010.

A agência espacial americana resgatou, então, o design da cápsula, na qual investiu 4,7 bilhões de dólares de 2005 a 2009, e a destinou a enviar humanos a um asteroide ou a Marte nas próximas décadas.

Retomada — A Nasa ficou sem recursos para enviar astronautas à órbita da Terra desde que aposentou, em 2011, sua frota de ônibus espaciais. Atualmente, os astronautas americanos dependem das naves russas Soyuz para ir e voltar da ISS.

O voo de testes do Orion "é o mais importante que a agência espacial terá feito este ano", disse William Hill, encarregado de desenvolvimento dos sistemas de exploração da Nasa.

Os críticos do projeto Orion, que também incluiu a construção dos foguetes mais poderosos do mundo (Space Launch System, SLS), condenam seu custo e a falta de atenção do governo com problemas verdadeiramente importantes.

(Com Agência France-Presse)

Veja

Educação: modelo do Ceará é referência para novos Governos


Educacao_Destaque

O modelo de Educação implementado no Ceará, ao longo dos últimos oito anos, tem chamado a atenção dos novos gestores estaduais que assumirão a chefia de seus estados, a partir de 1º de janeiro de 2015. Nesta quarta-feira (3), a equipe da Secretaria da Educação do Estado (Seduc) recebe, para reunião de apresentação dos projetos, a equipe do governador eleito pelo estado do Maranhão, Flávio Dino. A visita, conforme a equipe do governador eleito, tem o objetivo de conhecer projetos que tiveram sucesso reconhecido neste campo, como no caso do Estado do Ceará, para a implantação de um novo sistema educacional no Maranhão.

Na última terça-feira, Cid Gomes recebeu no Palácio da Abolição, o governador Maranhense e sua equipe, onde apresentou os principais avanços da área. Cid Gomes lembrou que o PAIC tornou-se modelo para o Governo Federal, que criou o PNAIC e hoje é adotado nos demais estados brasileiros. Cid também lembrou o avanço com a instalação de Escolas de Educação Profissional (EEP), que hoje já chegam a 107, espalhadas no Interior do Estado.

Para a técnica maranhense, Ana Cristina Champoudry, além das escolas profissionais e de ensino médio regular, a ideia é conhecer a proposta de gestão da Seduc. “Como acontece a escolha de diretores escolares, dos gestores das Coordenadorias Regionais no Interior, as diretrizes curriculares para o ensino médio e as experiências de cunho pedagógico", ressalta a representante.

A agenda desta quarta-feira inclui a visita à Escola de Ensino Fundamental e Médio João Matos para conhecer o funcionamento do projeto de reorganização curricular colocado em prática na escola. Lá, conhecerão o Núcleo Trabalho, Pesquisa e demais Práticas Sociais (NTPPS), parte integrante da proposta de Reorganização Curricular, desenvolvida pela Secretaria da Educação do Ceará. Este núcleo visa possibilitar a integração curricular, principal desafio para proporcionar uma educação contextualizada e repleta de significado para juventude. Atualmente, o projeto de Reorganização Curricular está sendo desenvolvido em 87 escolas, envolvendo cerca de 25 mil alunos e duzentos professores, em todo o Estado.

A missão maranhense conheceu, na terça-feira, a Escola Estadual de Educação Profissional Professor Francisco Aristóteles de Sousa, em Itaitinga. A futura secretária da Educação maranhense, Áurea Regina dos Prazeres Machado também esteve presente. Inaugurada em 2010, a escola oferta os cursos técnicos em Administração, Logística, Manutenção Automotiva e Rede de Computadores. Com duração de três anos e funcionamento diário em tempo integral, os alunos aprendem uma profissão ao mesmo tempo em que fazem os três últimos anos da educação básica. O Ceará conta com 108 EEEPs om 40.798 alunos matriculados, em 85 municípios.

Rio Grande do Norte

Na última segunda-feira (1), o governador Cid Gomes recebeu o governador eleito pelo Rio Grande do Norte, Robinson Farias. Ele veio ao Ceará conhecer experiências na administração pública bem sucedidas para servir de referência para seu Estado. “Um dos governadores que conseguiu obter mais resultados positivos para seu estado, foi o Cid Gomes, sem dúvida, destacou o governador Robinson Farias”

 

Coordenadoria de Imprensa do Governo do Ceará c/ Informações da Seduc

19 acidentes e três mortes são registradas nas rodovias do Ceará

rodovia2

As Polícias Rodoviárias Estadual (PRE) e Federal (PRF) registraram 19 acidentes, com sete pessoas feridas e três mortes, das 6h da última terça-feira, 2, às 6h desta quarta-feira, 3.

Em Icó, BR-116, km 351, uma colisão entre dois caminhões levou à morte de Luiz Matos da Silva, 58.

Na CE-257, km 110, em Canindé, o capotamento de um veículo provocou a morte de Erineuton Martins Lima, 43.

Uma colisão entre um carro e uma moto, em Piquet Carneiro, CE-116, km 140, resultou na morte do condutor da moto, José Antônio de Sousa, 53.

Ocorrências Policiais

Dois homens foram presos em Chorozinho, dirigindo sob influência de álcool. Um caminhão foi retido, após ser flagrado com excesso de peso, em Sobral. Além de causar desgaste do pavimento, o excesso de peso gera riscos de acidentes, como tombamento.

Redação O POVO Online

Ceará reduz número de pessoas vivendo na extrema pobreza

Pobreza

Um total de 22,2 mil pessoas no Ceará deixou a linha da extrema pobreza, em 2013, quando comparado com o ano anterior, significando redução da 3,11 por cento, ou seja, de 717,7 mil para 695,4 mil, ao contrário do que foi verificado na região Nordeste e no Brasil. No mesmo período, o Nordeste apresentou crescimento de 1,50 por cento, de 4,31 milhões de pessoas para 4,38 milhões (64,6 mil a mais), enquanto o Brasil o aumento da extrema pobreza foi ainda maior, de 7,49 milhões para 8,09 milhões (599,2 mil a mais), representando evolução da 7,99 por cento.

Os números estão no IPECE/Informe 81 – dezembro de 2014 – “Caracterização da Extrema Pobreza no Ceará Segundo os Dados da PNAD de 2012 e 2013”, que acaba de ser divulgado pelo Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará (IPECE), Órgão vinculado à Secretaria de Planejamento e Gestão (Seplag) do Governo Estado. O documento foi elaborado por Flavio Ataliba F. D. Barreto, diretor Presidente do Instituto, e pelos economistas Carlos Alberto Manso e Raquel da Silva Sales. O estudo já pode ser acessado na páginawww.ipece.ce.gov.br.

De acordo com o professor Flávio Ataliba, da mesma forma que para o indicador número de extremamente pobres, a proporção de pessoas em situação de extrema pobreza cresceu no Brasil (8,22 por cento), passando de 3,92 por cento em 2012 para 4,26 por cento em 203, e no Nordeste de 8,02 por cento para 8,18 por cento. Já no Ceará – observa - houve uma redução de 2,72 por cento na comparação entre anos, passando de 8,49 por cento para 8,26 por cento.

Já por áreas censitárias – explica Raquel Sales - é possível constatar que tanto para o Brasil, como para o Nordeste e o Ceará, o número de extremamente pobres cresceu nas áreas urbanas e nas regiões metropolitanas, ao contrário do que ocorreu nas zonas rurais. Com efeito, pouco mais de 80 mil brasileiros moradores de áreas rurais deixaram a situação de pobreza extrema. Efeitos demográficos, migratórios ou políticas específicas para o meio rural podem explicar os movimentos observados.

Ao analisar a distribuição da extrema pobreza por faixas de idade, considerando, respectivamente, os indicadores número de extremamente pobres e proporção da pobreza extrema, nacionalmente o incremento com base nos dois períodos ocorreu em todas as. No Ceará, ocorreram acréscimos da pobreza extrema na classe jovem (de 15 a 29 anos de idade) e nos idosos (60 anos ou mais de idade). Entretanto, o movimento total foi de redução na extensão da pobreza extrema, especialmente pelas diminuições nos grupos de crianças (de 0 a 14 anos de idade) e de adultos (30 a 59 anos).

Em uma busca por determinantes desses resultados – frisa Flávio Ataliba -  é relevante que se leve em conta, entre outros, os rebatimentos no Estado das mudanças ocorridas no Programa Bolsa Família (PBF), que aumentou a cobertura para famílias com crianças de 0 a 6 anos e de adolescentes de 7 a 15 anos.

03.12.2014

Assessoria de Imprensa do Ipece

A arte de ser positivo - Por: Emerson Monteiro

Nas variantes de práticas adotadas, as palavras prestam inúmeras facilidades, das quais a principal sobrevive em meios adversos, oferecendo formas de superar bloqueios e contradições. Há sempre palavras que mostram alternativas, conduzem negócios, informam possibilidades, germinam saborosos frutos inúmeras vezes, matrizes do sucesso pleno. Os desdobramentos e acontecimentos abrem, com isso, janelas e portas imensas, donde saem (das palavras) os conceitos seguidos das atitudes.

Viver, portanto, quase significa estabelecer estados de compreensão das coisas deste mundo através das palavras formulam através dos pensamentos que a elas formularam palavras, no juízo de cada criatura humana.

Destarte, a relação entre conceitos, ações e os sentimentos, somados, determina o estilo da vida que prevalece nas vontades individuais e no plano das coletividades.

Assim, pessoas aborrecidas quase nunca sabem formular conceitos diferentes daquilo que todo dia praticam. Desempenham nas palavras e pensamentos o que acostumaram, na prática cotidiana, usar, pois o cachimbo põe a boca torta. Criam hábitos nocivos e deles se alimentam qual ficção natural, como quem diz a si não haver outro jeito de exercitar a existência senão sofrendo as amarguras e o desespero, na angústia de caminhar.

Noutras palavras, se conformam naquilo que lhes prejudica. Mesmo tolerando altos tombos, arrastam os pés quais seres frustrados e arrependidos, em tudo e por tudo vítimas na incoerência do sistema que adotam pela condenação antecipada do medo e da culpa, primos entre si.

Navegar é preciso; viver não é preciso, considerou Fernando Pessoa, verso que casa feito luva no modo existencial do viver só por viver, ao sabor das marés, entregue às ondas tempestuosas do desânimo e das enxaquecas, desilusões ao vento.

No entanto, falar de outro jeito de viver, do viver positivo contém milhões de esperanças pulando acesas em nosso caminho. Aquilo de reagir do gesto mecânico de apenas se abandonar às vagas a pura sorte. Porquanto há o estilo melhorado de tratar a condição humana, o trato habilidoso de conceitos revolucionários. Gerar palavras e sentimentos agradáveis, tecidos na malha da vontade livre e, em consequência, elaborar atitudes de ânimo construtivas em si e na sociedade harmoniosa e progressista.

O BRASIL ENTREGUE ÀS BARATAS e a Mentira de que não existe inflação....


Bom dia, boa noite a todos os leitores do Blog do Crato

Eu até tenho escrito pouco aqui, e sei que milhares de pessoas lêm o Blog do Crato todos os dias. Quero inclusive parabenizar a todo esse pessoal que encontro nas ruas e vêm me dizer que nos lêem incessantemente. Muitos aliás, passam, buzinam e acenam e eu não sei nem quem são, muitas vezes, porque sou míope, e não enxergo de longe. Peço inclusive desculpas, se eu passo por alguém nas ruas do Crato e não falo, mas é simplesmente porque não enxergo bem e não reconheço a pessoa, e fui ao Juazeiro e roubaram meus óculos que eram maravilhosos ( Até nisso, hein, Juazeiro, terra de gente boa... ).

Mas o motivo de eu escrever estas poucas linhas aqui não é para discorrer enfadonhamente para mostrar meus dotes literários ( Se é que algum dia os tive ), NEM FAZER CERA... e não é apenas para agradecer ao enorme carinho que temos recebido das pessoas, mas sim, para compartilhar com todos vocês a minha indignação perante os últimos acontecimentos da nossa nação: Roubos bilionários, descasos, obras inacabadas, corrupção de toda espécie. Mas o que mais me revolta no Brasil, não são os ROUBOS que eles fazem, colocam no bolso... é o governo mentir descaradamente à população, dizendo que não existe inflação, se todo mês você vai ao supermercado, e as coisas quase dobram de preços. Agora ninguém pode comprar mais nada, com este absurdo aumento do dólar. Subiu o preço de televisores, geladeiras, tudo que for de eletro-eletrônico ( Que o chamado "pobre" estava tendo acesso ), está subindo assustadoramente. Eu, por exemplo, deixei de comprar umas coisas no ano passado, agora vou ter de pagar o dobro por causa de uma incompetente que foi eleita por outros incompetentes para dirigir a nação e é uma incapaz de resolver os problemas da economia. E ainda me vem um bando de outros incompetentes que se reuniram aí para lhe lamber os pés e propor a volta da CPMF.

Tenha paciência!
Que país é esse ? Eu mesmo respondo: Aqui, é o fim do mundo.

Por: Dihelson Mendonça, sem papas na língua.
www.blogdocrato.com


A volta da CPMF - Por: Valdemir Correia de Sousa


Prezados  leitores,

Passados poucos dias das eleições, onde os candidatos, especialmente os vitoriosos, que propagaram aos quatro ventos uma reviravolta total  nas futuras administrações caso fossem eleitos, e foram, a coisa já começou a mudar, MAS PARA PIOR. Já subiram o preço do combustível, da energia, e segundo as últimas noticias, amanhã vai subir os juros. Vem como uma BOMBA, a noticia que o nosso Governador eleito, isto mesmo, eleito, e que ainda vai assumir no fim do mês, já está formando um grupo de Governadores, sob seu comando, para CRIAR NOVAMENTE O FAMIGERADO CPMF.

Que o nosso Governador, um jovem de futuro muito promissor, que poderia neste exato momento estar formando uma equipe para acabar com o descalabro que se encontra o nosso Estado do Ceará, no setor de Segurança Publica, da Saúde, dos rombos nas Prefeituras, com o desvio de verbas até para a merenda escolar, e outras tantas mazelas que está sufocando o nosso Estado, como a falta dágua em 140 municípos, os animais na sua maioria já dizimados, o povo morrendo de sede, os bandidos explodindo bancos toda noite, isto não está perturbando o sono do nosso jovem Governador, e sim a imediata criação do CPMF.

Como todos sabem, o Brasil é o pais que mais cobra impostos no mundo. O Brasileiro, do mais pobre ao mais rico, passa todo ano trabalhando 4 meses, somente para pagar impostos O Dinheiro arrecadado, depois que tira o que é surrupiado, pelos mesmos suspeitos de sempre, como no filme CASABLANCA, o pouco que sobra vai todo para pagar de juros, não sobrando quase nada para investir. Achando pouco o nosso jovem Governador CAMILO SANTANA ainda quer criar mais um, criar não, ressuscitar, pois este imposto foi banido pelos brasileiros, há varios anos. Sr. futuro Governador, Se o Sr. está querendo agradar a Presidenta Dilma com a criação deste imposto, está do outro lado, desagradando milhoes de pessõas que de boa fé, votaram no Sr..,e saiba o Sr., que desde os tempos bíblicos, os povos odiavam os cobradores de IMPOSTOS, era uma das categorias mais
detestadas e agora mesmo o seu companheiro de chapa, ou seja, o Sr Mauro Filho, que dedicou toda a sua vida em aprimorar a arrecadação dos impostos no Ceará, foi fragorosamente derrotado nas urnas.

Que o Sr. pense no que está planejando fazer, mas lembre-se: Vai afetar o bolso de muita gente, justamente o bolso, a parte mais sensível do corpo humano...

VALDEMIR CORREIA DE SOUSA ( Membro do Blog do Crato ).





Edições Anteriores:

Novembro ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30