xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> 22/11/2014 | Blog do Crato
.

VÍDEO - CONVERSA FRANCA - O DESCASO NO CRATO - Dihelson Mendonça ( 30-11-2017 ).
Estamos de volta com as transmissões da TV Chapada do Araripe ( E agora, com alguns programas ao vivo ). Serão vários programas abordando temas diversos, como a realidade da nossa região, do Ceará e do mundo; Programas científicos, atualidade, entrevistas, e transmissão de eventos ao vivo. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 25.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

22 novembro 2014

Seu Lunga morre aos 87 anos em Barbalha

 Joaquim dos Santos Rodrigues era o nome de “Seu Lunga” ganhou fama com respostas ao "pé da letra". Ele era um dos personagens populares da cultura nordestina.
Joaquim Santos Rodrigues, o "Seu Lunga", morreu por volta das 9 horas deste sábado (22) na cidade de Barbalha, no Cariri cearense. O cearense é um dos mais folclóricos nomes da cultura popular nordestina. Tornou-se personagem de inúmeras anedotas por suas respostas ao ''pé da letra'', diretas e intempestivas. Natural do Cariri, da cidade de Caririaçu, "Seu Lunga" tinha 87 anos e estava internado no Hospital São Vicente de Paulo, onde se tratava de um câncer de esôfago. 

(Agência G-1)
 
                           

Notícias & Reflexões para este sábado (Armando Lopes Rafael)

Não existe mais separação física na Conurbação Crajubar 

Pois é, quem sai de Crato, em direção à Barbalha, passando por Juazeiro do Norte já pode constatar. As três cidades estão unidas por construções e não há mais espaço vazio nem sinais de fronteiras entre  elas. Os mais antigos admitem que a profecia do Pe. Cícero sobre a união das três cidades (Crato, Juazeiro e Barbalha) já se concretizou. Lamentavelmente, os três prefeitos ainda não assimilaram uma visão de futuro para atender aos que moram na conurbação. É cada um para seu lado e o povo é quem sai prejudicado com a falta de políticas para o bem comum. 
(Ao lado  o centro da conurbação Crajubar, na cidade de Juazeiro do Norte)

 
Raimundão “Pop Star”
Taí. Ainda repercute a matéria do Programa Fantástico, da Rede Globo, mostrando os escândalos na aquisição da merenda escolar em Crato e Juazeiro do Norte. No entanto,   o prefeito juazeirense, Raimundo Macedo,  está em Portugal, onde assinou um acordo de Cooperação entre os municípios de Juazeiro do Norte (Brasil) e Viseu (este último uma importante cidade lusitana). Segundo a Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Juazeiro, Raimundão (acompanhado da primeira dama do município, Maricele Macedo, e do Secretário de Desenvolvimento Econômico e Turístico, Antônio Barbosa Mendonça) -- ver foto ao lado, da ASCOM PMJN -- foi recebido pelos vereadores no Parlamento Municipal de Viseu, onde foi apresentado como “uma das grandes lideranças municipais do Brasil”. Raimundão  discursou em seguida. Chique! É como diz o ditado popular: “Nas voltas que o mundo dá, um dia urubu vira sabiá”...
Cratenses em Viseu
A Diocese de Viseu, em Portugal,  recebeu dois padres egressos da Diocese de Crato: Pe. Raimundo Elias e Pe. Lindoval José da Silva. São dois missionários que a Diocese de Crato enviou para fazer apostolado em terras lusitanas. No sentido inverso do que fizeram os portugueses no início da colonização do Brasil, nos séculos 16 e 17. São as voltas que o mundo dá...
 Inauguração do Pronto Socorro do Hospital São Francisco
Será no dia 27 de novembro, próxima 5ª feira, a inauguração das instalações da unidade de Urgência/Emergência (Pronto Socorro) do Hospital são Francisco de Assis de Crato. O atendimento será feito durante as 24h/dia nas seguintes especialidades: Clínica Médica, Obstetrícia, Cirúrgica e Pediátrica. Desde que assumiu a direção deste hospital, em janeiro de 2004, a Sociedade Beneficente São Camilo (mais conhecida por Camilianos) tem introduzido muitos melhoramentos naquele estabelecimento médico.
A quem pertence este hospital? 
Diferente do que muita gente pensa (e a chamada “imprensa nanica” teima em distorcer os fatos), o Hospital e Maternidade São Francisco de Assis pertence à Fundação Padre Ibiapina e não à Diocese de Crato. Este hospital foi fundado em 23 de dezembro de 1936 por Dom Francisco de Assis Pires, segundo bispo de Crato (foto ao lado) para prestar assistência médica à população do sul do Ceará.  E durante cerca de quarenta anos cumpriu a contento essa finalidade.
Mudaram os tempos
Já em meados da década setenta do século passado o terceiro bispo, Dom Vicente de Paulo Araújo Matos sentiu que a estrutura do Hospital São Francisco não era mais suficiente para atender a todos os pacientes. A propriedade do mesmo passou para a Fundação Padre Ibiapina, que poderia conseguir recursos para a manutenção daquele estabelecimento. Mesmo assim, com o decorrer dos anos, o hospital foi ficando defasado administrativamente e seus equipamentos médicos-cirúrgicos-laboratoriais superados. Com a chegada do quinto bispo da Diocese, Dom Fernando Panico, foi feito um estudo e chegou-se à conclusão de que somente uma instituição especialista em administração hospitalar poderia salvar o São Francisco de encerrar suas atividades.  Após rigorosa análise de alternativas, a Fundação Padre Ibiapina cedeu, em comodato, a administração do Hospital São Francisco para a Sociedade Beneficente São Camilo. 
Nova realidade
De 2004 para cá o Hospital São Francisco voltou a investir na atualização e modernização de suas instalações físicas e atividades. Hoje é considerado referência em sua área de abrangência, a qual engloba mais 12 municípios além do Crato, pois é Hospital Polo, totalizando cerca de 350 mil habitantes para atendimento na sua microrregião (dados do IBGE). Enquanto isso vários hospitais de porte do Cariri fecharam suas portas, aumentando ainda mais o público que vem sendo atendido pelo São Francisco, de Crato.
Livro do padre Tales Figueiredo vai ser publicado

A monografia de Mestrado do padre Tales Eduardo Figueiredo – “A Diocese de Crato: Gênese e Contexto” (1874-1914) – está em fase de publicação. Pe. Tales defendeu sua monografia na Faculdade de História e Bens Culturais da Igreja, da Pontifícia Universidade Gregoriana de Roma, Itália. As pesquisas que resultaram no livro foram feitas nos Arquivos Secretos do Vaticano. Trata-se do melhor trabalho até agora escrito, sobre a criação da Diocese de Crato.
Falar mal dos bispos vem de longe
Uma revelação interessante no livro do Pe. Tales Figueiredo: iniciado o processo para escolha do primeiro bispo da Diocese de Crato, e já se prevendo que o Pe. Quintino Rodrigues de Oliveira e Silva seria o escolhido, um sacerdote cratense escreveu uma carta ao Núncio Apostólico no Brasil, fazendo acusações de ordem moral ao então vigário desta cidade. Era tudo mentira e inveja. Consultado pela Nunciatura, outro padre que conhecia bem Dom Quintino desmentiu tudo. Essas cartas foram lidas por Pe. Tales no Arquivo Secreto do Vaticano.
Mas o triste costume prosseguiu
Infelizmente falar mal dos bispos de Crato não ficou restrito ao tempo de Dom Quintino. Ao longo dos últimos cem anos as maledicências tiveram continuidade. Dom Vicente Matos, o terceiro bispo – um homem bom e correto – foi outra vítima desse deplorável costume de uma minoria da população cratense.   A diferença é que as calúnias do passado eram mais comedidas e obtinham menos repercussão. Já hoje elas são "articuladas" por uma minoria de “leigos/padres” e contam com o conluio da deplorável imprensa nanica marrom, que se encarrega de propagar essas aleivosias. Restou para Crato a triste fama - espalhada Brasil afora -  de ser uma cidade onde é costume falar mal dos seus bispos.   Coisa que, felizmente, não ocorre nas demais dioceses brasileiras.
Alguém se lembra?
Será que no Crato alguém vai se manifestar – no próximo dia 9 de dezembro – data  comemorativa ao Dia Mundial de Combate à Corrupção? Este dia foi criado em 2003 pela Organização das Nações Unidas (ONU). Em muitas cidades brasileiras o povo deverá sair às ruas dentro do “Movimento Brasil sem corrupção”. 2014 nos trouxe muitos motivos para protestar contra a corrupção. A roubalheira na Petrobrás (já conhecida como “Petrolão”) é tanta que a corrupção do “mensalão” virou caso para ser julgado no Juizado de Pequenas Causas.
Deu no “New York Times”
O famoso jornal norte-americano “The New York Times” noticiou com destaque que a roubalheira do “Petrolão” é o maior caso de corrupção em um país democrático na história do mundo moderno. É isso o que noticiam lá fora sobre nosso País. Este escândalo do Petrolão paralisou o Brasil. Ao olhar do mundo a situação da “gerentona” Dilma é insustentável.  Os Investidores externos continuam fugindo do Brasil, como o cão foge da cruz! No entanto, como somos o País da impunidade, para vergonha mundial, dona Dilma ainda tenta enganar os incautos (tem gente daqui que finge acreditar) dizendo que o governo dela não tem nada a ver com o “Petrolão”. Misericórdia ó Pai!
Mentalidade coletiva tem seu pior momento
Quando algumas pessoas lamentam o estado da decadência moral e cívica presente na administração pública brasileira, é bom lembrar que isso acontece porque a maioria do nosso povo também apodreceu -- moralmente e civicamente --, e aceita esse estado de coisa como se fosse normal. Não é. E não é só a massa ignara (a mais fácil de ser contaminada) que vem sendo vítima dessa decadência. Também vemos cabeças pensantes da elite (médicos, advogados, professores, jornalistas, dentre outros) defendendo o atual status quo, como a nos lembrar do  adágio latino: “piscis foetet a capite” (O peixe cheira mal a partir da cabeça).A propósito: alguém já viu a imprensa nanica (ou imprensa marrom) noticias sobre a roubalheira do "mensalão" e do "Petrolão"?
Trabuco corre da raia
Luiz Carlos Trabuco, presidente do Bradesco, recusou o convite da presidente Dilma para assumir o comando do Ministério da Fazenda. Esperto, esse Trabuco! Ele sabe que, financeiramente, o Brasil (agora sim) está literalmente quebrado. Além do mais, o Brasil virou uma nação dividida ao meio: metade da população é contra, e metade é a favor do governo do PT. Aliás, tudo o que a “gerentona” dizia que Aécio iria fazer se chegasse ao governo é ela que está agora fazendo. A começar pela entrega da área econômica do governo a um banqueiro.O que não aconteceu até agora porque o presidente do Bradesco não embarcou na canoa furada.

Mensagem de Dom Fernando Panico para a abertura do 4º Simpósio Internacional sobre o Padre Cícero

Teve início no último dia 17, no Memorial Padre Cícero em Juazeiro do Norte mais um Simpósio Internacional sobre o Padre Cícero, promovido pela URCA. Devido a sua viagem à Europa, Dom Fernando foi representando pelo Vigário Geral da Diocese, Pe. José Vicente. Abaixo a mensagem do bispo de Crato que foi lida naquela ocasião:
"Impossibilitado de participar, como era meu desejo, deste 4º Simpósio Internacional sobre o Padre Cícero, em boa hora promovido pela Universidade Regional do Cariri–URCA, em face de uma viagem inadiável a Roma, faço-me representar neste evento pelo Vigário-Geral da Diocese de Crato, Padre José Vicente Pinto de Alencar da Silva.
   Nunca é demais estudar e refletir sobre o fenômeno “Padre Cícero”. A herança espiritual deste sacerdote está cada dia mais presente na vida de milhões de pessoas, principalmente as que residem nas vastidões do sertão nordestino, áreas denominadas apropriadamente de “Nação Romeira”. A ação do Padre Cícero extrapola a dimensão religiosa, espraiando-se para quase todos os aspectos da vida social e política, do passado e do presente, com abrangência nacional, em particular na nossa região nordestina.
   Sente-se que esse fenômeno tem assumido, nas ultimas décadas, um significado histórico na cultura religiosa do povo nordestino. Trata-se de comportamentos, ações e situações observadas em determinados grupos, cuja parte visível se expressa pelo crescimento das romarias e manifestações culturais, traduzidas em ritos, crenças e nas peregrinações das multidões dos nordestinos. Movidos pela fé, os romeiros encontram na cidade de Juazeiro do Norte o valor tão esperado de redenção das condições injustas e desumanas de vida, e do desejo de alcançar a salvação eterna.
  Certamente tudo isso despertou o interesse da comunidade acadêmica, de maneira especial, da nossa querida Universidade Regional do Cariri, que vem incentivando a pesquisa sobre esse fenômeno. Devem-se a três reitores da URCA a realização dos quatro simpósios internacionais sobre a vida, ação e influência do Padre Cícero na cultura nordestina. Nosso reconhecimento aos reitores promotores desses simpósios: Teodoro Soares, André Herzog e Otonite Cortez, cujas sensibilidades oportunizaram a pesquisa sobre a profundidade desta temática.
   Creio que é a herança espiritual do Padre Cícero, o motivo da grande participação de pessoas da comunidade acadêmica neste simpósio. De um lado, mais que simples observadores, temos aqui estudiosos, pesquisadores e interpretadores que se arriscam a palpitar e propor leitura do fenômeno. Do outro lado também estão presentes pessoas sem grandes pretensões culturais. São os que celebram a liturgia de suas vidas: mais do que atores de gestos ensaiados eles são agentes do ritual de uma profunda experiência do sagrado.
   Da minha parte, como bispo desta Diocese, gostaria de relembrar palavras proferidas quando da entrega, no Vaticano, da documentação à Congregação para a Doutrina da Fé, ocasião que a Igreja-Particular de Crato oficializou o pedido de reabilitação canônica do Padre Cícero:
 “A despeito dos conflitos e de toda incompreensão – muitas vezes recíproca – a Igreja do Ceará e o Padre Cícero sempre se pertenceram. Ainda que suspenso das ordens presbiterais, Padre Cícero foi fiel à Igreja e a ela esteve sempre profundamente ligado pelo constante recebimento da Eucaristia e pelo Sacramento da Penitência. Foi fidelíssimo sempre - mesmo nos momentos de maior tensão - encaminhando seus “afilhados” aos sacramentos e aos serviços da Igreja, de forma que até hoje tal fidelidade é a característica mais forte dos romeiros de Juazeiro.
A reabilitação do Padre Cícero, como proposta, não será a solução de um conflito porque ele não existe. Não é uma reivindicação dos romeiros porque eles não têm dúvidas quanto à santidade de seu “padrinho”, nem quanto à pertença de cada um deles à Igreja. Ocorrendo a reabilitação histórico-eclesiástica será uma grande confraternização onde os romeiros e a hierarquia da Igreja de Crato reafirmarão a recíproca pertença dessa Igreja e do Padre Cícero Romão Batista. A proclamação dessa reabilitação removerá definitivamente as cicatrizes que ainda lembram a grande dor vivida pela Igreja, pelo povo de Juazeiro e pelo próprio Padre Cícero. Uma grande alegria se espalhará pelo sertão e pelas cidades do Nordeste, alcançando os romeiros dispersos pelo Brasil”.
    Com estes sentimentos formulo meus sinceros votos de profícuo 4º simpósio Internacional sobre o Padre Cícero. Na Europa, para onde estou seguindo neste momento, rezarei pelo êxito deste certame. E de coração abençoo a todos que dele participarem. 
                                                                        Dom Fernando Panico
                                                                            Bispo de Crato

Unitel alia-se ao Google para ligar África, Brasil e EUA por fibra óptica.

 

unitel-google-cabo-submarino-fibra-optica

A companhia angolana de telecomunicações Unitel, cuja presidente-executiva Isabel dos Santos, filha do presidente da Angola e dona da empresa de comunicação Terra Peregrin, após fazer uma oferta pública de aquisição (OPA) para comprar indiretamente 25,6% da brasileira Oi, fez uma parceria com a gigante Google para lançar um cabo de fibra óptica submarino, que ligará África, Brasil e Estados Unidos, anunciou a empresa.

Isabel disse que o projeto já está sendo executado e que o primeiro quilômetro foi construído há duas semanas e destacou o crescimento das telecomunicações na África, a angolana disse que o novo desafio é investir na conectividade em banda larga “para apoiar as comunicações móveis e os negócios no continente. Apontou a conectividade em banda larga como o próximo grande desafio além do móvel".

A Unitel é a maior empresa privada da Angola e está expandindo também para Cabo Verde e São Tomé e Príncipe. A companhia diz que possui 10 milhões de clientes e mais de 2 mil colaboradores. "(A Unitel) tem vindo a expandir-se para outros países do continente africano, nomeadamente Cabo Verde e São Tomé e Príncipe, afirmando-se cada vez mais como líder no setor na África", frisou a Unitel.

Com informações de Info e Adrenaline

Inflação prevista por brasileiros para 12 meses está em 7,5%, diz FGV

 

inflacao21

A percepção do brasileiro a respeito da alta dos preços não se alterou em novembro, segundo pesquisa da FGV (Fundação Getulio Vargas), divulgada nesta sexta-feira (21).

O Indicador de Expectativa de Inflação dos Consumidores mostra que a inflação prevista para os próximos 12 meses ficou em 7,5%, mesmo patamar de outubro. Desde abril, o indicador oscila entre 7,2% e 7,5%.

Nesta semana, o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) informou que o IPCA-15 (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo -15), prévia do indicador oficial de inflação do país, cedeu de 0,48% em outubro para 0,38% em novembro.

A taxa ficou abaixo do esperado. Em 12 meses, a alta é de 6,42%.

A despeito da desaceleração vista no indicador, a inflação esperada pelos consumidores no futuro segue bem acima da prevista pelo mercado.

Mercado

De acordo com o boletim Focus, divulgado na segunda-feira pelo Banco Central, analistas esperam que o IPCA suba 6,44% nos próximos 12 meses.

Segundo o economista Pedro Costa Ferreira, da FGV/Ibre, apesar de a mediana ter se mantido constante, o aumento das respostas na faixa de 7% e 8%, indicam um viés de alta na percepção do brasileiro sobre os preços.

“Este fato é preocupante, uma vez que o indicador já está em um patamar elevado”, diz, em nota.

Nos dois últimos meses, as respostas citando valores mais baixos, como 5%, 6% e 6,5%, vem diminuindo, e as previsões de inflação em 7% (número mais citado) ou de valores superiores a este, têm aumentado.

O indicador de inflação prevista pelos brasileiros é extraído da Sondagem do Consumidor da FGV, que coleta mensalmente informações de mais de 2.100 pessoas em sete das principais capitais do país (Porto Alegre, São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Salvador, Brasília e Recife).

Folha

Meta de superávit primário deste ano é reduzida para R$ 10,1 bilhões

calculadora

Foto: DivulgaçãoMeta de superávit primário deste ano é reduzida para R$ 10,1 bilhões

A queda na arrecadação e o aumento de gastos levaram o governo federal a reduzir para R$ 10,101 bilhões a estimativa de superávit primário para este ano. A meta anterior para o Governo Central (Tesouro Nacional, Previdência Social e Banco Central) correspondia a R$ 80,774 bilhões. Os números foram divulgados há pouco pelo Ministério do Planejamento, que liberou a nova versão do Relatório de Avaliação de Receitas e Despesas Primárias, documento publicado a cada dois meses com parâmetros para a execução do Orçamento da União.

O superávit primário representa a economia de recursos para pagar os juros da dívida pública. Para que a meta passe a valer, no entanto, o governo depende da aprovação, pelo Congresso Nacional, do projeto de lei que altera a Lei de Diretrizes Orçamentárias e amplia o montante que pode ser abatido da meta original de superávit.

Até o fim de setembro, o governo pretendia abater R$ 35,298 bilhões de gastos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) e de desonerações federais da meta original. A equipe econômica aumentou para R$ 105,970 bilhões a quantia que pode ser descontada da meta. Está mantido o uso de R$ 3,5 bilhões do Fundo Soberano do Brasil, reserva formada pelo excedente de superávit primário em 2008, para alcançar a meta de superávit primário.

Até setembro, o Governo Central tinha déficit primário acumulado de R$ 20,4 bilhões. Para alcançar a meta, seria necessário economizar R$ 30,5 nos últimos três meses de 2014.

De acordo com o relatório, a previsão de receitas para 2014 caiu R$ 38,372 bilhões. A estimativa de gastos, no entanto, aumentou R$ 32,3 bilhões, dos quais R$ 22,164 bilhões correspondem a despesas obrigatórias e R$ 10,137 bilhões, a despesas discricionárias (não obrigatórias).

Em relação às despesas, as maiores elevações de gastos ocorrerão com o abono salarial e o seguro desemprego (R$ 8,752 bilhões) e o aumento da previsão de déficit da Previdência Social (R$ 8,591 bilhões). Também contribuirão para o aumento das despesas o aumento da compensação do Tesouro à Previdência para cobrir a desoneração da folha de pagamento (R$ 3,587 bilhões) e um novo aporte de R$ 1,540 bilhão à Conta de Desenvolvimento Energético, fundo que subsidia as tarifas de energia.

Do lado das receitas, o governo revisou para baixo em R$ 11,732 bilhões a arrecadação da Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (Cofins), motivado pela decisão judicial que retirou o Programa de Integração Social e a Cofins da base de cálculo de mercadorias importadas e pelo desquecimento do consumo. A equipe econômica reduziu em R$ 7,921 bilhões a estimativa de arrecadação do Imposto de Renda Pessoa Jurídica, por causa do aumento de compensações tributárias e da menor lucratividade das empresas em 2014. As informações são da Agência Brasil.

(Redação - Agência IN)

Governo federal não vai prorrogar desoneração do IPI para veículos

ipi

O governo federal está decidido a recompor integralmente a alíquota do IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados)  para automóveis em janeiro de 2015, segundo o presidente da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea), Luiz Moan. Ele se reuniu, ontem, com o ministro da Fazenda, Guido Mantega, que, segundo Moan, reafirmou a decisão do governo de voltar à alíquota, como já estava previsto. 
Mesmo com a alta do imposto, a Anfavea prevê que a venda de automóveis será maior em 2015 do que em 2014 - mas ainda não tem um número projetado, de acordo com o presidente. Em 1º de janeiro, a alíquota para os carros populares subirá de 3% para 7%, enquanto o tributo para os carros médios subirá de 9% para 11% (no caso dos motores flex) e para 13% (a gasolina). “Eu toquei no assunto, mas a posição é de que há decisão do governo pela implementação da alíquota cheia do IPI em janeiro”, disse, acrescentando que não pediu explicações sobre os motivos.
A decisão sobre repassar a alta do imposto integralmente para o preço final será de cada empresa, segundo Moan. “Vamos continuar trabalhando na produção, nas promoções de venda e vamos continuar aqui. Estamos no Brasil há mais de 90 anos e vamos continuar nos próximos 90”, disse. Ele negou que o setor tenha planos de promover demissões.
“A indústria tem seus trabalhadores em nível muito qualificado. A indústria sempre evitou fazer redução do pessoal pelo investimento que foi feito, então vamos lutar o máximo possível para continuar produzindo”. Moan comemorou que as vendas, em novembro, estão superiores a 13 mil veículos por dia. “Em outubro, estávamos brigando para atingir 13 mil unidades diárias. Este mês, já estamos brigando para superar outras metas”.
O presidente da Anfavea afirmou, ainda, que o crédito para financiamento de veículos está voltando. Em setembro, houve aumento de quase 8% no número de veículos financiados. Em outubro, subiu em torno de 10%.

CORREIO24HORAS21

Partido antieuropeu UKIP ganhar outro espaço no Reino Unido

 

Luke MacGregor/Reuters

campanha-ukipPedestre passa por um poster da campanha eleitoral do Partido pela Independência (Ukip)

Londres - O antieuropeu Partido da Independência do Reino Unido (UKIP) continua com seu avanço nas urnas ao conseguir, nesta sexta-feira, uma segunda cadeira no parlamento britânico, um golpe para David Cameron a seis meses daseleições gerais.

Com uma campanha marcadamente contrária à imigração, o UKIP ganhou a eleição realizada na quinta-feira na circunscrição inglesa de Rochester & Strood, vazia há dois meses quando seu deputado conservador, Mark Reckless, optou por mudar alianças e se uniu à formação do populista Nigel Farage.

Embora a vitória de Reckless como deputado do UKIP fosse amplamente esperada, a nova cadeira deste partido representa um duro golpe para o primeiro-ministro do Reino Unido, o conservador David Cameron, que procura a reeleição nas eleições de maio de 2015.

Com uma participação que chegou a 50,67%, Reckless obteve 16.867 votos (42,10%), seguido pela conservadora Kelly Tolhurst, que contou com 13.947 cédulas (34,81%), enquanto em terceiro lugar ficou o trabalhista Naushabah Khan, com 6.713 votos (16,76%).

Os conservadores já sofreram nas urnas quando outro de seus deputados, Douglas Carswell, também se uniu ao UKIP e conseguiu dar a essa formação sua primeiro cadeira pela circunscrição de Clacton, no sudeste da Inglaterra.

O segundo deputado que obtém uma cadeira pela UKIP chega em um momento de um intenso debate sobre a imigração e o referendo sobre a permanência ou saída do Reino Unido da União Europeia (UE), que Cameron prometeu para 2017, sempre que os conservadores ganhem em 2015.

Os analistas anteciparam tal número de votos ao UKIP no pleito de maio, partido que poderia ganhar mais de 20 deputados na câmara dos Comuns, o que o situaria inclusive como terceira formação se os liberal-democratas do vice-primeiro-ministro, Nick Clegg, perderem cadeiras como preveem muitos especialistas.

Atualmente, a câmara baixa -com um total de 650 membros- tem 303 deputados conservadores, 257 trabalhistas e 56 liberal-democratas, enquanto as outras cadeiras correspondem a partidos menores.

Em entrevista à imprensa, Farage disse hoje que qualquer um que tentar antecipar o que irá acontecer nas eleições gerais de 2015 estará "perdendo o tempo", porque a situação é "imprevisível" e advertiu que mais deputados conservadores podem se unir ao UKIP.

"Vencemos o partido no governo, por assim dizer, uma luta de vida e morte. Isto representa uma grande vitória", afirmou um sorridente Farage à "Sky News" após conhecer o resultado.

Farage admitiu que seria uma surpresa se não houvesse mais deputados conservadores que se unem ao UKIP.

"Nas próximas semanas, o povo estará pensando e, talvez, alguns se perguntem: sabe, tenho melhores oportunidades de ganhar com um bilhete púrpura (a cor do UKIP) do que com um azul (o dos conservadores)", afirmou Farage.

Após ser divulgada a vitória do UKIP, Cameron assegurou que está "absolutamente determinado" a recuperar a cadeira de Rochester & Strood, que até as eleições de 2010 era reduto trabalhista.

"Estou absolutamente determinado a recuperar esta cadeira nas próximas eleições gerais, porque um governo não conservador pode arriscar a recuperação (econômica) ou colocar Ed Miliband em Downing Street (sede do Executivo)", assinalou o primeiro-ministro em entrevista à imprensa.

"Estou mais determinado do que nunca a oferecer segurança ao Reino Unido", insistiu Cameron ao defender o programa de austeridade de seu governo para impulsionar a recuperação econômica do país.

Além de Reckless e Carswell, o militante conservador Richard Barnes, que foi número dois do prefeito Boris Johnson na Prefeitura de Londres de 2008 a 2012, decidiu há dois meses deixar seu partido para se unir ao UKIP.

O partido de Farage conseguiu 24 eurodeputados nas eleições europeias de maio, com quase 30% dos votos.

EFE

Norte-americano é libertado após passar 39 anos preso por crime que não cometeu

ricky

CLEVELAND (Reuters) - Um homem de Ohio que passou 39 anos na prisão por um assassinato que não cometeu foi libertado nesta sexta-feira, depois de se tornar o prisioneiro norte-americano exonerado a ficar mais tempo detido.

"A vida é cheia de pequenas vitórias e essa é uma vitória grande", disse o juiz do condado de Cuyahoga Richard McMonagle a Ricky Jackson, de 57 anos, antes de ele ser libertado nesta sexta-feira. O pai de McMonagle, George McMonagle, foi o juiz no caso original de Jackson, em 1975.

Um segundo homem condenado no caso, Wiley Bridgeman, 60, foi libertado logo após Jackson na sexta-feira, após a retirada das acusações. Bridgeman tinha sido libertado primeiro em 2002, mas foi preso novamente por uma violação da liberdade condicional, disseram advogados de defesa.

Após sua libertação, Jackson sorriu e abraçou seu advogado, Brian Howe, e outros ex-prisioneiros que haviam sido exonerados, como resultado dos esforços do Projeto Inocência de Ohio, baseado em Cincinnati.

Jackson foi condenado junto com Bridgeman e o irmão de Bridgeman, Kwame Ajamu, pelo assassinato em 1975 de Harold Franks. De acordo com documentos judiciais, Eddie Vernon, de 12 anos, testemunhou que viu o ataque.

Vernon, agora com 53 anos, desmentiu seu depoimento e disse às autoridades que ele nunca havia testemunhado o crime. Não havia nenhuma outra evidência ligando Jackson ao assassinato.

Outras testemunhas confirmaram que Jackson, um adolescente na época, estava em um ônibus escolar quando o assassinato ocorreu.

O Projeto Inocência de Ohio e o Registro Nacional de Exonerações afirmaram que os 39 anos de Jackson na prisão representam o maior tempo de detenção de um prisioneiro antes de ser exonerado.

Jackson disse que sempre acreditou que seria inocentado. "Só porque você está na prisão não significa que você tem que ser um prisioneiro", declarou Jackson a repórteres. "Se você sabe que é inocente, tem que continuar lutando."

Ajamu, que foi libertado da prisão em 2003 depois de cumprir sua sentença, entrou com um pedido de novo julgamento no caso. Ajamu chorou no tribunal nesta sexta-feira ao ver seu irmão, Wiley Bridgeman, sendo exonerado.

Reuters

Torturadores de pai de presidente do Chile são presos

chilepresidente

Augusto Bachelet morreu após sessões de tortura; dois coronéis reformados foram condenados a até três anos de prisão

Dois coronéis reformados foram presos nesta sexta-feira por torturar repetidamente o pai da presidente do Chile, Michelle Bachelet, em 1973.

O general Alberto Bachelet foi preso e submetido à tortura por fazer oposição ao golpe militar liderado pelo general Augusto Pinochet (1915-2006).

Ele morreu em 1974 após uma parada cardíaca causada pela tortura a qual foi submetido.

Os coronéis reformados da Aeronáutica chilena – Ramón Cáceres Jorquera e Edgar Ceballos Jones – foram condenados a três e dois anos de prisão, respectivamente.

Eles "repetidamente cometeram o crime de tortura" com seu superior, afirmou o juiz Mario Carroza ao ler a sentença na capital Santiago.

O porta-voz do governo chileno, Álvaro Elizalde, afirmou que o julgamento foi "mais um passo" rumo à verdade e à justiça de que o país precisava.

Mas um homem que diz ter sido torturado por Ceballos, Sergio Santos, afirmou à agência de notícias AP que as sentenças foram muito "brandas".

"Parece-me um pouco ridículo que, depois de tantos anos de repressão, tortura contra centenas de pessoas de diferentes organizações, eles só peguem três anos de prisão", afirmou ele.

Mais de 40 mil pessoas foram mortas durante o governo de Pinochet no Chile, que durou 17 anos. No período, 3 mil também desapareceram.

Solitária

Os dois coronéis reformados foram acusados formalmente pelo crime em julho de 2012, depois da conclusão de um relatório forense sobre a morte de Alberto na prisão.

Investigadores afirmaram na ocasião que o pai da presidente do Chile morreu por problemas cardíacos decorrentes das sessões de tortura que se seguiram à sua prisão.

O general havia permanecido leal ao então presidente socialista Salvador Allende, deposto no golpe militar de 1973.

Ele foi mantido preso na academia militar por seis meses e torturado por integrantes da mesma esquadra aérea da qual era responsável antes da derrubada de Allende.

"Fiquei detido na solitária por 26 dias", escreveu ele posteriormente à família. "Fui submetido à tortura por 30 horas. Eles me quebraram todo por dentro".

Alberto morreu no dia 12 de março de 1974, aos 50 anos, depois de uma noite de interrogatórios. Ele estava cumprindo pena por traição na capital do Chile, Santiago.

Sua mulher, Angela Jeria, e sua filha, Michelle, também foram presas e torturadas antes de fugir para a Austrália e para a Alemanha Oriental.

Bachelet tornou-se a primeira mulher presidente do Chile em 2006.

Como a Constituição chilena proíbe a reeleição, ela deixou a presidência após o fim de seu mandato, em 2010. Posteriormente, chefiou a agência da ONU para mulheres antes de voltar à cena política de seu país.

No ano passado, Bachelet voltou a concorrer à presidência e foi eleita novamente para um mandato de quatro anos.

Crianças até 5 anos devem ser vacinadas

vacina
Pais devem levar seus filhos para serem imunizados contra pólio e sarampo
Hoje é o dia de levar as crianças menores de 5 anos para atualizar a imunização contra a poliomielite e o sarampo em mais um Dia D da Campanha Nacional de Vacinação. As 31 Unidades Básicas de Saúde (UBSs) espalhadas pelos bairros estarão abertas das 8h às 17h. Esta é a segunda mobilização do mês em prol da vacinação - a primeira aconteceu no dia 8 de novembro - e aqueles que já receberam as doses não precisam comparecer de novo nos postos de saúde.
Todas as crianças devem ser vacinadas, mesmo as que estão com a carteirinha em dia. A única exceção são as que apresentam histórico de alergia ao leite de vaca, que não devem receber somente a dose contra sarampo que está sendo aplicada nesta campanha. Isso porque a vacina, produzida pelo laboratório Serum Institutte of India Ltd, possui lactoalbumina hidrolisada em sua composição, o que pode gerar complicações em crianças nesta condição. Segundo o Ministério da Saúde, a população com esse tipo de alergia será vacinada em uma data posterior.
A meta do Ministério da Saúde é imunizar 95% do público-alvo até o final deste mês. Até agora 76.621 crianças foram vacinadas contra o sarampo (61,74%) e 90.460 contra a pólio (64,20%) na região de Sorocaba. Na cidade, de acordo com balanço divulgado pela Vigilância Epidemiológica de Sorocaba (VE), até a última terça-feira, dia 18, 24.522 crianças tinham recebido as gotinhas contra a paralisia infantil, o que representa 68,93% da população nesta faixa etária (35.575), e 21.654 a dose injetável que protege do sarampo, o que corresponde a 69,75% de cobertura (de um total de 31.847).
São Paulo não registra nenhum caso de paralisia infantil desde 1988. Entretanto, a doença ainda é registrada nos continentes africano e asiático, sobretudo nos países Afeganistão, Nigéria e Paquistão. Somente até setembro desse ano, foram 149 casos registrados nessas localidades. Com relação ao sarampo, São Paulo não tem nenhum caso autóctone (com transmissão direta em território estadual) desde 2000. Nesse ano há o registro de sete casos importados da doença no Estado. No Brasil, somente até outubro desse ano, há 514 casos confirmados, com concentração de incidência no Ceará.
A campanha de vacinação contra sarampo e paralisia infantil acontece em todo o Estado até o dia 28 de novembro.

cruzeirodosul.inf.br

Supercoligação na Ucrânia vai ter poderes para rever Constituição

ucraniacoligacao

O vice-presidente americano esteve em Kiev e denunciou como "inaceitável” a “agressão russa” no Leste separatista e ameaçou Moscovo com novas sanções e “um maior isolamento”.

Em Kiev foi dia de recordar os mortos da revolução SERGEI SUPINSKY/AFP

Cinco partidos pró-ocidentais que foram os mais votados nas legislativas de 26 de Outubro na Ucrânia anunciaram esta sexta-feira a criação de uma coligação que, pela primeira vez na história, contará com votos suficientes para fazer alterações à Constituição.

Pela primeira vez desde a independência da Ucrânia em 1991, “a nova maioria vai contar com 300 deputados” num total de 450 assentos parlamentares, ou seja, aquilo a que se chama "uma maioria constitucional", anunciou o primeiro-ministro, Arseni Iatseniuk, durante uma reunião no Parlamento que foi transmitida em directo na televisão.

O acordo de coligação, negociado depois das legislativas de 26 de Outubro, foi finalmente selado pelos cinco partidos já de madrugada e será oficialmente assinado durante a primeira sessão do novo Parlamento prevista para 27 de Novembro, indicou, por seu lado, o vice-primeiro-ministro, Volodimir Groissman.

Iatseniuk, que deverá ser reconduzido no posto de primeiro-ministro, insistiu também na necessidade de “formar urgentemente” um novo governo.

A coligação é composta pela força presidencial, o Bloco Petro Porochenko, pela Frente Popular de Iatseniuk, pelo partido Samopomitch, que engloba militantes da sociedade civil, bem como o Batkivchtchina, da ex-primeira-ministra Iulia Timochenko, e o Partido Radical do populista Oleg Liachko.

Um ano depois do início da revolução que ditou a queda do Presidente pró-russo Viktor Ianukovich, o vice-presidente norte-americano, Joe Biden, foi a Kiev denunciar como ”inaceitável” a “agressão russa” no Leste separatista da Ucrânia e ameaçar Moscovo com novas sanções e “um maior isolamento” da Rússia.

“É simplesmente inaceitável que no século XXI países tentem redesenhar pela força as fronteiras de Europa ou que intervenham militarmente porque não gostam das decisões tomadas pelos seus vizinhos”, disse Biden após um encontro com Petro Porochenko.

Antes da visita de Biden, o Governo ucraniano tinha dito esperar que a questão de uma ajuda militar americana fosse evocada, mas o vice-presidente americano não fez publicamente novas promessas. A Rússia tinha avisado, antecipadamente, que tal ajuda seria um factor de “agravamento do conflito”.

publico.pt

Economia japonesa encolhe no terceiro trimestre e entra em recessão

 japaoeconomia

O primeiro-ministro Shinzo Abe dissolveu a Câmara Baixa do Parlamento e convocou eleições para 14 de dezembro.

No Japão, a crise econômica produziu uma crise política. Nesta semana, dados mostraram que a economia japonesa encolheu no terceiro trimestre. E entrou em recessão.

O primeiro-ministro Shinzo Abe dissolveu a Câmara baixa do Parlamento, que equivale à nossa Câmara dos Deputados. E convocou eleições para 14 de dezembro.

Ele pretende renovar o apoio à estratégia econômica que adotou dois anos atrás, quando voltou ao poder.

 

G1

Plano torna sistema de imigração 'mais justo', diz Obama

obamadiz

Ele rebateu críticas e disse que o Congresso deveria votar lei sobre tema

Obama é recebido por multidão em Las Vegas (Reuters/VEJA)

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, iniciou nesta sexta-feira a campanha para divulgar o plano de reforma da imigração ao público americano. Ele afirmou que os decretos do Executivo vão proteger milhões de imigrantes ilegais, mas que vai continuar pressionando o Congresso para aprovar uma legislação mais ampla.

"Nós vamos continuar a trabalhar com os membros do Congresso para tomar a reforma permanente uma realidade", declarou Obama em evento escola Del Sol High School, em Las Vegas. "Mas até esse dia chegar, há ações que eu tenho autoridade legal para tomar que vão ajudar a tornar o nosso sistema de imigração mais justo", acrescentou.

A escolha do local do discurso foi simbólica. O presidente já havia visitado a escola em 2012. Na ocasião, ele falou sobre a necessidade de uma revisão do sistema migratório. Em um auditório lotado, o presidente foi saudado por apoiadores, muitos deles de origem hispânica. Do lado de fora, alguns manifestantes entoaram gritos de "sem anistia!".

Obama também rebateu as críticas dos republicanos, que o acusaram de agir de maneira "imperial" ao decidir reforma parte do sistema migratório por decreto. Segundo o presidente, ele teve que usar a força dos decretos porque o Congresso não age na questão migratória. "Dizem que a lei é uma sabotagem, que impede o Congresso de tomar decisões. Na verdade, eles ainda podem fazer essa reforma antes do final do ano", disse Obama."Existe muito há fazer sobre vistos de trabalhadores qualificados, cidadania e programa para trabalhadores sazonais. Por isso, digo aos meus críticos: façam a reforma", afirmou o presidente.

 

Veja

CPMI da Petrobras pode responsabilizar empreiteira por envio de documento falso

br

O presidente da Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) da Petrobras, senador Vital do Rêgo (PMDB-PB), admitiu hoje (21) que pode pedir ao Ministério Público a responsabilização criminal dos funcionários da empreiteira Engevix. Conforme o senador, a decisão será tomada caso fique comprovada a falsidade de documentos entregues à comissão. Em nota, a presidência da CPMI acrescentou que o recurso “será adotado em quaisquer casos em que haja suspeita de uso de documento falso perante a comissão".

A reação do parlamentar foi motivada pelas suspeitas de que a empresa teria enviado os mesmos documentos entregues à Justiça no Paraná, que, no último dia 10, identificou a fraude em notas e cópias de contratos. Ao avaliar os papéis, o juiz Sérgio Moro, da 13ª Vara Federal de Curitiba, concluiu que, além da Engevix, outras empreiteiras investigadas na sétima fase da Operação Lava Jato também entregaram notas fiscais falsas e contratos fraudulentos para justificar repasses às empresas de fachada, comandadas pelo doleiro Alberto Youssef.

As notas fiscais e contratos foram reunidos para defesa das empreiteiras. Na época, Sérgio Moro afirmou que, além de falsos documentos sobre serviços que não foram prestados, algumas empreiteiras omitiram informações.

Vice-presidente da Engevix, Gerson de Mello Almada é um dos presos na sétima fase da Operação Lava Jato, deflagrada faz uma semana. O engenheiro continua em Curitiba, na Superintendência da Polícia Federal. Os agentes cumpriram mandados de prisão e de busca e apreensão em São Paulo, Minas Gerais, Pernambuco, no Rio de Janeiro e Distrito Federal.

Ontem (20), a defesa dos executivos da empresa encaminhou ao Supremo Tribunal Federal pedido para que o caso seja retirado das mãos de Sérgio Moro e enviado à Corte Suprema. Por meio de liminar, o advogado Fábio Tofic Simantob também pediu a libertação de Gerson de Mello Almada.

O prazo para a CPMI concluir as investigações terminaria neste fim de semana. Requerimento com 29 assinaturas de senadores e 218 de deputados estendeu o prazo para 22 de dezembro. Vital do Rêgo espera entregar o relatório final até o próximo dia 13. Até lá, os integrantes do colegiado querem ouvir novos depoimentos e já aprovaram convocações e quebra de sigilo de ex-dirigentes da Petrobras e de executivos de empresas fornecedoras de serviços.

 

justicaemfoco.com.br

Lava Jato: juiz prorroga prisão do lobista Fernando Baiano

lavajatoriomvpLobista se entregou na última terça-feira à Superintendência da Polícia Federal em Curitiba, Paraná

Foto: Marcus Vinicius Pinto / Terra

O juiz federal Sergio Moro resolveu transformar a prisão temporária (cinco dias) do lobista Fernando Soares, conhecido como Fernando Baiano, em prisão preventiva (30 dias, prorrogáveis por mais 30). A decisão foi tomada na noite desta sexta-feira, antes do fim do prazo da prisão temporária, que seria encerrado à meia noite de sábado.

Baiano seria o operador do PMDB no esquema de corrupção da Petrobras - tanto o lobista quanto o partido negam. Na decisão, o juiz lembra os depoimentos dos delatores - o doleiro Alberto Youssef e o ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa - e, ainda, o "bloqueio de valores milionários" em contas de empresas administradas por ele: Hawk Eyes Administração de Bens (R$ 6,5 milhões) e Technis (R$ 2 milhões).

"Considerando a corroboração, em geral, do esquema criminoso detalhado pelos
colaboradores, a riqueza de detalhes e a convergência dos depoimentos, os documentos
apreendidos com referência aparente a proprina para 'Fernando Baiano' e o próprio resultado
do sequestro judicial, com bloqueio de valores milionários em contas de empresas
controladas por Fernando Soares, reputo presente, nessa fase, prova suficiente de
materialidade e de autoria, autorizando a decretação da prisão preventiva de Fernando
Soares".

Baiano se entregou na última terça-feira à Superintendência da Polícia Federal em Curitiba, após quatro dias foragido. Ele está preso junto a outros 12 investigados na operação.

Terra


Edições Anteriores:

Novembro ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30