xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> 04/09/2014 | Blog do Crato
.

VÍDEO - VÍDEO DE LANÇAMENTO - Em breve, as novas transmissões TV Chapada do Araripe. Espero que curtam o vídeo de lançamento abaixo, em que há uma pequena retrospectiva de alguns trabalhos, reportagens já feitas ao longo dos muitos anos que fazemos reportagens. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 24.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

04 setembro 2014

Antes de retornar para Roma, cardeal Dom João Braz de Aviz tem encontro com religiosos, em Juazeiro do Norte

Autor: Patrícia Silva

No último dia de visita à Diocese de Crato, 3 de setembro, o Cardeal Dom João Braz de Aviz, se reuniu às 9h, na Abadia Nossa Senhora  da Vitória, em Juazeiro do Norte, em companhia do Bispo Diocesano, Dom Fernando Panico com  dezenas de representantes dos Institutos Religiosos presentes nesta Diocese. Ele tratou de assuntos relacionados a caminhada da vida consagrada nesta região e no mundo.
Na oportunidade, o Cardeal partilhou sua experiência como prefeito da Congregação para os Institutos de Vida Consagrada e as Sociedades de Vida Apostólica no Vaticano, falando do compromisso exigido para se assumir a missão de religioso e religiosa na atualidade. Uma das maiores preocupações apresentada por ele, é a crise de escassez vocacional no âmbito religioso presente na Europa, onde conventos estão sendo fechados por falta de vocações. Outro dado preocupante levantado pelo Cardeal Dom João Braz de Aviz  é a dificuldade dos novos institutos religiosos não possuírem permanência na fixação do seus  carismas, sendo que uma porcentagem em torno de 30% não conseguem progredir, “às vezes devido à própria imaturidade de seus fundadores”, falou o Cardeal.
A situação na vida consagrada exige, portanto, um comprometimento de vida e de anúncio àquele que realmente se deve mostrar, Jesus Cristo, propondo um ideal de vida onde se possa ser feliz, na doação e amor. “Não construir uma igreja de casca, onde se fala uma coisa e vive outra, mas sim uma igreja de verdade em tudo”, disse o Cardeal.
Ir. Annette Dumoulin, da Congregação de Nossa Senhora da Ordem das Cônegas de Santo Agostinho, entregando ao Cardeal Dom João Braz de Aviz, encomenda sobre o Pe. Cícero Romão Batista para ser entregue ao Papa Francisco. (Foto: Patrícia Silva)
Os (as) representantes puderam fazer perguntas e expressarem seus posicionamentos diante de algumas realidades presentes na Diocese, como a Ir. Annette Dumoulin, da Congregação de Nossa Senhora, da Ordem das Cônegas de Santo Agostinho, que questionou o por quê da Santa Sé ainda não ter reabilitado o Pe. Cícero Romão Batista, que atrai milhares de romeiros a Juazeiro do Norte em uma devoção popular que movimenta e fortalece a fé do povo. Na na oportunidade, a irmã Annette entregou um material, sobre o Pe. Cícero, para que o Cardeal entregue ao Papa Francisco. Dom João explicou que a unidade na defesa desta causa, por parte de toda Diocese, se faz necessário e que o Santo Papa está olhando com a atenção os casos de santidade que se encontram no Vaticano.
Ainda sobre a vida consagrada Dom João disse que para a vivência nesta vocação se faz necessário um constante trabalho ligado com três objetivos: olhar para o passado com gratidão, olhar para o futuro com esperança e viver o presente com paixão. “A igreja não pode ficar sem os consagrados. Vocês não podem ter medo, deixemos nossas inseguranças de lado e fixemos o nosso olhar naquele que disse que vai estar conosco em todos os tempos, Jesus. Se deixem envolver pela paixão primeira, lembrem- se do dia em que Deus as (os) chamou e escolheu. Deixem se tornarem verdadeiros seguidores (as) de Jesus, vivendo a palavra de Deus, discípulos juntos com outros discípulos. Não podemos olhar só para o nosso umbigo, temos que andar em comunhão também com as outras congregações, pois somos uma só igreja, membros de um corpo cuja cabeça é Cristo”, afirmou.
Sobre a realidade atual o Cardeal disse que na vida do religioso(a) se faz necessário ouvir a cultura de hoje para conhecer o homem e a mulher da modernidade, abrindo as portas da igreja não para que o povo entre, mas para que eles saiam e possam ir ao encontro com o povo. Tendo a convivência como um dos fatores problema dentro da congregação, o Cardeal instigou a todos a viver a correção fraterna, lembrando que para se corrigir um irmão o consagrado tem que estar disposto a dar a vida por ele.
Dom Fernando Panico e o Cardeal Dom João Braz de Aviz. (Foto: Patrícia Silva)
Na reunião ainda foi falado sobre o ano da vida consagrada declarado pelo Papa Francisco, que será vivenciado em 2015, com publicações de documentos que ajudem os religiosos e as religiosas a se fortalecerem na vocação.
Para a Irmã Auzenira dos Santos, Congregação das Irmãs Medianeiras da Paz, presidente da Conferência dos Religiosos do Brasil (CRB) na Diocese de Crato, a visita do cardeal no centenário da Diocese foi muito importante porque anima a fé de todo o povo romeiro e missionário. “É um crescimento, valorização, graça de Deus para nós enquanto religiosos e religiosas termos este momento com a presença do representante do Papa. Tão importante que depois deste encontro nós vamos elaborar um documento relatando esta experiência, para ficar arquivado em nossa Diocese e também encaminhado ao Vaticano para Congregação dos Institutos de Vida Religiosa, a qual o Cardeal Dom João conduz tão bem. Nos sentimos realizadas e fortificadas com esta reunião”, afirmou.
Este encontro em Juazeiro do Norte concluiu a agenda do Cardeal Dom João Aviz programada para a Diocese de Crato. A tarde ele retornou para o Vaticano retomando, nesta 5ª feira, 04,  suas atividades, junto ao Papa Francisco.

Lula condena tática do medo contra Marina



O senador e candidato à reeleição por São Paulo Eduardo Suplicy (PT) afirmou nesta quinta-feira, 4, entender que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva também condena os ataques da campanha da candidata do partido à Presidência, Dilma Rousseff, dirigidos à adversária do PSB, Marina Silva. De acordo com Suplicy, Lula acredita, assim como ele, que a campanha da petista deve ser propositiva e mostrar os feitos dos doze anos de governo do PT.

"Pelo que vi hoje da cobertura dos jornais da visita de Lula à Bahia, a postura dele é exatamente a de ressaltar aspectos positivos e não criticar uma pessoa que foi ministra no próprio governo dele", disse Suplicy, após abrir a série de encontros com candidatos ao Senado promovido por Ordem dos Advogados do Brasil, secção São Paulo (OAB-SP), Associação Paulista de Magistrados (Apamagis) e Associação Paulista do Ministério Público (APMP), na capital paulista.

Suplicy critica publicamente a estratégia da campanha de Dilma de espalhar um sentimento de medo no eleitor caso Marina seja eleita, semelhante às campanhas que o PT sofreu dos adversários antes da eleição de Lula, em 2002. Ontem, o programa eleitoral da campanha de Dilma na TV chegou a mencionar o impeachment do ex-presidente Fernando Collor de Mello em referência à eleição de Marina Silva.

Na palestra realizada na sede da OAB-SP nesta manhã, o candidato defendeu a manutenção da maioridade penal como está na legislação atual, mas disse que nada impede discussões de mecanismos para a recuperação de jovens infratores, inclusive com mudanças no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).

"Maioridade penal é uma cláusula pétrea, mas é possível modificar o Estatuto da Criança e do Adolescente para que o infrator possa ficar mais tempo em poder do Estado para passar por medidas socioeducativas", afirmou Suplicy.

Yahoo Notícias

Campanha de Dilma anuncia arrecadação de R$ 123 mi



Doações ao tucano Aécio Neves passam de 42 milhões de reais. Campanha do PSB declara 20 milhões de reais, apenas do período de Eduardo Campos

A campanha da presidente-candidata Dilma Rousseff divulgou nesta quarta-feira, em nota, ter arrecadado 123,3 milhões de reais até agosto. No mesmo período, a despesa foi de 56,1 milhões de reais, de acordo com o tesoureiro da campanha petista, deputado estadual Edinho Silva (PT), que recentemente gravou um vídeo pedindo contribuições individuais para o comitê. Ontem terminou o prazo para a segunda prestação parcial de contas de campanha ao Tribunal Superior Eleitoral.

A campanha da presidenciável do PSB, Marina Silva, informou à Justiça Eleitoral que a arrecadação chegou a 20 milhões de reais ao todo, na segunda prestação de contas. O valor inclui somente o que havia sido arrecadado até 13 de agosto, data do acidente aéreo em Santos (SP) que matou o então candidato Eduardo Campos. Nesta segunda declaração ao TSE, a campanha do PSB informou que a arrecadação de Marina como cabeça de chapa, até o momento, foi zero.

Um dos coordenadores financeiros da campanha de Marina, Bazileu Margarido afirmou que os dados sobre o uso da aeronave Cessna Citation ainda precisam de algumas informações para serem declaradas e entrarão na próxima prestação de contas. O partido solicitou à Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) as horas voadas e com esse dado será possível calcular o valor estimado do serviço. "Dependemos desta informação da Anac", disse Bazileu. Os advogados do PSB também vão anexar os documentos declarando a aeronave como doação.

A campanha do candidato do PSDB à Presidência da República, Aécio Neves, registou na Justiça Eleitoral ter recebido 42,3 milhões de reais em doações. Segundo o comitê de campanha do tucano, cerca de 10 milhões de reais foram arrecadados nos últimos dias.

(Com Estadão Conteúdo)


Estado islãmico ( ISIS ) ameaça também a Rússia e o presidente Vladimir Putin


O Ministério Público russo pediu nesta quarta-feira a restrição ao acesso a um vídeo postado no YouTube pelo Estado Islâmico (EI), que ameaça "destronar" Vladimir Putin em razão do apoio de Moscou ao regime sírio.

O grupo também ameaçou desencadear uma "guerra no Cáucaso russo, a fim de libertá-lo".
Um pedido para restringir o acesso a um vídeo contendo "ameaças de terrorismo e de eclosão de uma guerra no Cáucaso do Norte" foi enviado nesta quarta-feira à Agência russa de Monitoramento dos Meios de Comunicação (Roskomnadzor), indicou o órgão em um comunicado. Uma investigação por ameaça de ato terrorista e apelo público para violar a integridade territorial da Rússia também pode ser aberto, segundo a fonte.

Os jihadistas do EI postaram na terça-feira no Youtube um vídeo no qual é possível ver um avião de guerra fornecido, segundo eles, pela Rússia ao regime do presidente sírio Bashar al-Assad.
"Esta é uma mensagem para você, Vladimir Putin, estes aviões que você enviou para Bashar, vamos enviá-los para você, se Deus quiser", diz um dos jihadistas neste vídeo gravado em árabe e com legenda em russo.

A Rússia é o principal aliado de Damasco, a quem fornece armas.

"E nós vamos libertar a Chechênia e todo o Cáucaso, se Deus quiser. Teu trono está ameaçado e ele vai cair quando chegarmos a sua casa", acrescenta o militante do EI. Após a primeira guerra da Chechênia (1994-1996) entre os separatistas e as forças federais russas, a rebelião se islamizou gradualmente até se tornar na década de 2000 em um movimento islamita armado ativo em todo o Cáucaso do Norte. O EI, que proclamou um califado em vastas regiões conquistadas nos últimos meses no Iraque e na Síria, reivindicou a recente decapitação de dois jornalistas americanos, James Foley e Steven Sotloff. O grupo também ameaçou matar um terceiro refém, um britânico identificado como David Cawthorne Haines.

AFP


Cientistas criam pilha que recarrega em 3 segundos


Mesmo com toda a inovação tecnológica, muitos aparelhos eletrônicos ainda dependem de pilhas e baterias. Pensando na preservação do meio ambiente e na praticidade do usuário, uma empresa francesa criou a Pilo, uma pilha de tamanho AA, recarregável em apenas três segundos, segundo as informações do site Olhar Digital. 

A pilha usa o movimento para recarregar. Ou seja, converte energia cinética em eletricidade. Desse modo, basta sacudir a pilha por três segundos para dar carga. De acordo com Nicolas Toper, presidente e um dos fundadores da start-up, a Pilo é 100 vezes mais durável que uma pilha comum. Dá para dizer que essa pilha sustentável dura para sempre.

O surgimento da invenção surgiu da necessidade. Em entrevista ao blog francês Rude Baguette, Toper contou os bastidores da criação: "Não houve nenhuma ideia mágica. Eu pensei nisso quando tive um problema: precisava ligar a minha TV, mas as baterias não funcionavam mais", explicou o fundador da Pilo..

Por enquanto, a Pilo está em estágio de testes e já existe uma pré-venda (encomenda e pedidos) sem custos no site do produto. A pilha custará 10 euros o par (cerca de R$ 29) - o dobro do preço de uma pilha comum - e deve começar a ser enviada para todos os países partir de outubro. Você acha que vale a pena?

Yahoo


Segundo pesquisa DATAFOLHA, Marina e Dilma estão empatadas, e Marina venceria no segundo turno



A presidente Dilma Rousseff (PT) tem quatro pontos de vantagem na disputa pela Presidência da República, mas seria derrotada por Marina Silva (PSB) em um eventual segundo turno, mostrou pesquisa Ibope divulgada nesta quarta-feira. Segundo o levantamento, Dilma tem 37 por cento das intenções de voto, ante 34 por cento em levantamento divulgado na semana passado, enquanto Marina soma 33 por cento, ante 29 por cento, e Aécio Neves (PSDB) tem 15 por cento, contra 19 por cento na semana passada.

A sondagem, divulgada no site do jornal O Estado de S. Paulo, voltou a mostrar vitória de Marina em um segundo turno contra Dilma, 46 por cento a 39 por cento. Na semana passada, a candidata do PSB vencia por 45 por cento a 36 por cento. Se o confronto de segundo turno fosse entre a presidente e o tucano, Dilma venceria por 47 a 34 por cento. Na semana passada esse placar estava 41 a 35 por cento a favor de Dilma. A margem de erro da pesquisa é de 2 pontos percentuais para mais ou para menos. O Ibope entrevistou 2.506 pessoas em 175 municípios, entre os dias 31 de agosto e 2 de setembro.

Datafolha
A presidente Dilma Rousseff, candidata à reeleição pelo PT, oscilou um ponto para cima, segundo pesquisa do Datafolha divulgada nesta quarta-feira, e manteve o empate técnico com a candidata do PSB, Marina Silva. O levantamento mostrou que Marina venceria a presidente em um eventual segundo turno entre ambas, embora a diferença nesta simulação tenha ficado em 7 pontos percentuais, contra 10 pontos percentuais no levantamento anterior, realizada no final de agosto.

De acordo com o levantamento, Dilma aparece com 35 por cento das intenções de voto, ante 34 por cento no fim do mês passado, enquanto Marina manteve os 34 por cento da sondagem anterior e o candidato do PSDB, Aécio Neves, oscilou um ponto para baixo, ficando em 14 por cento. Sete por cento dos entrevistados disseram não saber em quem votar, 6 por cento declararam voto branco ou nulo e 4 por cento declararam voto em outros candidatos. Nas simulações de segundo turno, Marina venceria Dilma por 48 a 41 por cento. No fim do mês passado, a candidata do PSB vencia por 50 a 40 por cento. Se a segunda rodada fosse entre Dilma e Aécio, a petista venceria o tucano por 49 a 38 por cento, ante 48 a 40 por cento no levantamento anterior. Se a disputa fosse entre Marina e o tucano, a ex-senadora seria eleita 56 por cento, ante 28 por cento do rival.

O Datafolha entrevistou 10.054 eleitores entre os dias 1º e 3 de setembro. A margem de erro da pesquisa é de dois pontos percentuais.

Yahoo


BC e Fazenda terão de esclarecer 'caso dos R$ 4 bilhões'


Os requerimentos de pedido de informação de parlamentares ao Ministério da Fazenda e ao Banco Central (BC) sobre o "caso dos R$ 4 bilhões" foram, enfim, despachados nesta terça-feira, 02, pelo deputado Arlindo Chinaglia (PT-SP), primeiro vice-presidente da Câmara dos Deputados. Os requerimentos, de autoria dos deputados Antônio Imbassahy (PSDB-BA), Rubens Bueno (PPS-PR) e Antônio Faria de Sá (PTB-SP), foram assinados no dia 17 de julho, seis dias depois que o Broadcast, serviço de informações em tempo real da Agência Estado, revelou que o BC tinha encontrado em maio nada menos do que R$ 4 bilhões em créditos da União em uma conta em separado de um banco privado nacional. 

O dinheiro estava em um grupamento contábil que escapava o sistema de verificação fiscal da autoridade monetária,segundo informações do BC. 

Em nota enviada ao Estado, o gabinete do deputado Chinaglia informou que hoje, 48 dias depois, o deputado petista despachou os documentos ao ministro da Fazenda, Guido Mantega, e ao presidente do Banco Central, Alexandre Tombini. O gabinete de Arlindo Chinaglia afirmou que o deputado "não retardou nenhum requerimento de informação". Segundo a nota do deputado petista, os requerimentos obedeceram "ao trâmite normal e com o tempo necessário para análise da assessoria técnica da primeira vice-presidência".

Os requerimentos de informações são dispositivos legais que permitem aos parlamentares acessarem informações protegidas por sigilo. As autoridades, no caso o Ministério da Fazenda e o BC, têm 30 dias corridos para responder as perguntas dos parlamentares. Como os requerimentos foram despachados hoje, BC e Fazenda têm até o dia 2 de outubro para responder as questões do Legislativo sobre o "caso dos R$ 4 bilhões".

O presidente do BC, Alexandre Tombini, já tinha indicado aos parlamentares que este seria o caminho indicado para obter informações sobre o assunto. Durante audiência na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado Federal, há quase um mês, Tombini afirmou: "para questões adicionais, certamente o Congresso tem poder requisitório para acessar qualquer evento mais concreto que eu não posso aqui me aprofundar".

Fonte: Estadão com Yahoo Notícias


Nova Cúria Diocesana de Crato foi inaugurada pelo cardeal Dom João Braz de Aviz – por Patrícia Silva

Cardeal procedeu à bênção do edifício
Com a presença do Cardeal Dom João Braz de Aviz, de Dom Fernando Panico, bispo da Diocese de Crato, dos bispos do Estado do Ceará, padres e leigos foi inaugurada, na manhã do dia 2 de setembro, a Cúria Diocesana de Crato Bom Pastor.  Abrindo a solenidade, Dom Fernando disse estar muito feliz com esta realização e que há muito tempo já era desejo seu oferecer ao povo diocesano uma cúria com instalações que atendesse ainda melhor às atividades pastorais. “É nesta casa, neste ambiente de família que muitos assuntos, para um melhor andamento da igreja, são discutidos e hoje estamos conseguindo realizar este grande sonho, portanto é dia de festa para todos nós que celebramos com o Cardeal Dom João, os irmãos bispos, padres e cada um de vocês a conclusão desta obra que tem como finalidade única estar a serviço do Reino de Deus”, afirmou Dom Fernando.
Com a reforma, a Cúria Diocesana de Crato Bom Pastor, localizada a Rua Teófilo Siqueira, 631, centro de Crato, passa a possuir 18 salas, dotadas de com telefone e internet, 1 auditório, 1 cantina, 10 banheiros, 1 guarita, ambiente pavimentado para estacionamento de veículos, iluminação ampla, sistema de segurança e nova fachada, onde fica um monumento de fibra de vidro com a imagem de Jesus, o Bom Pastor.
O cardeal Dom João Braz de Aviz, prefeito da Congregação para os Institutos de Vida Consagrada e as Sociedades de Vida Apostólica no Vaticano, chegou a Crato no último dia 31 de agosto, para participar de solenidades de festejos pelos cem anos de criação da Diocese de Crato. Na inauguração da nova cúria ele lembrou o trabalho em unidade em favor do anúncio do evangelho, que consegue realizar grandes obras, e parabenizou Dom Fernando, e toda a equipe do bispo de Crato, pela excelente estrutura apresentada na nova Cúria Diocesana Bom Pastor.
               

Cardeal Dom João Braz de Aviz, reza nos túmulos do Pe. Cícero, em Juazeiro do Norte, e da Serva de Deus Benigna, em Santana do Cariri – por Patrícia Silva


O Cardeal Dom João Braz de Aviz, prefeito da Congregação para os Institutos de Vida Consagrada e as Sociedades de Vida Apostólica no Vaticano, que veio a Crato como legado pontifício do Papa Francisco para coroar a imagem histórica de Nossa Senhora da Penha e participar de outras comemorações do ano jubilar pelo centenário de criação da Diocese de Crato, visitou o túmulos do Pe. Cícero e a Basílica de Nossa Senhora das Dores (em Juazeiro do Norte) e esteve junto ao túmulo e local de martírio da Serva de Deus Benigna Cardoso, em Santana do Cariri-. Em todos os locais visitados, o cardeal Dom João fez orações, acompanhado de Dom Fernando Panico e dos bispos cearenses, ora em visita a Crato.
Dom Fernando Panico e o cardeal Dom João Braz de Aviz rezam no túmulo do Padre Cícero, na Capela do Socorro
O Cardeal Dom João Braz de Aviz já tinha visitado o Cariri, três anos atrás, quando era o arcebispo de Brasília. Naquela ocasião ele veio a Juazeiro do Norte conhecer a herança espiritual do Padre Cícero. Segundo o cardeal, a fé do povo romeiro o encantou. Retornando a nossa região, no último domingo, ele pediu a Dom Fernando Panico que o levasse para rezar na Basílica Menor de Nossa Senhora das Dores e, depois, à Capela de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, onde se encontram os restos mortais do Pe. Cícero. Lá, o prefeito da Congregação para os Institutos de Vida Consagrada e as Sociedades de Vida Apostólica afirmou: “Torço muito para que as denúncias existentes contra o Padre Cícero sejam logo revistas para que ele seja reabilitado o mais breve”.
A visita à Santana do Cariri, onde está o túmulo da Mártir da Castidade, Benigna Cardoso, foi incluída no roteiro das peregrinações do cardeal Dom João Braz de Aviz pela Diocese de Crato.  Ele se mostrou encantado com a história daquela jovem, ora em processo de beatificação. Dom João visitou o túmulo de Benigna e foi até a localidade onde a menina foi martirizada, no povoado de Inhumas. Lá ele declarou: “Devemos amar o Santo Papa e a Igreja Católica como a jovem Benigna amou. E se for necessário doar a vida por ambos. Que nos inspiremos no exemplo de Benigna, e não tenhamos medo de nos doar pelo próximo, pois só quem ama de verdade é capaz de dar a própria vida”, disse.
Cardeal Dom João Braz de Aviz reza diente do túmulo da Serva de Deus Benigna, na igreja de Santana do Cariri
Os processos, tanto o de reabilitação canônica do Padre Cícero, como o de beatificação de Benigna Cardoso da Silva já se encontram em estudo no Vaticano.  Sobre eles, o cardeal Dom João disse que o Papa Francisco já tem conhecimento dos dois processos. Ele recordou a iniciativa do Papa Francisco ao canonizar, recentemente, São José de Anchieta, considerado o Apóstolo do Brasil, após uma demora de 417 anos desde o início de um processo que seguia lentamente no Vaticano. O Papa Francisco resolveu aquela situação  declarando santo -- no dia 03 de abril deste ano -- São José de Anchieta. Estee é o terceiro santo brasileiro reconhecido canonicamente. “Com estes modelos de santidade presente na Diocese de Crato esperamos que não seja diferente", disse o cardeal. Benigna, por ser mártir, não precisa de reconhecimento de milagres, e o processo dela pode ser mais rápido", acrescentou. “Já o processo do Pe. Cícero, que é considerado santo pelos milhares de romeiros que visitam a terra de vocês, também o Papa está estudando. Acreditem! Não percam a esperança! e rezem para que isso aconteça no tempo que Deus preparou. O tempo de Deus  não é o nosso, mas é o tempo certo”, conclui o cardeal João Braz de Aviz.
Tanto em Juazeiro do Norte, como em Santana do do Cariri  Cardeal Dom João e os bispos do Cerará foram recepcionados pelos fiéis com muita alegria e cordialidade. O cardeal  disse que transmitirá  ao Papa Francisco palavras encorajadoras, fruto  da fé que vivenciou, nestes dias,  junto aos devotos da Serva de Deus Benigna Cardoso da Silva e dos romeiros do Pe. Cícero Romão Batista.

Edições Anteriores:

Maio ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31