xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> 24/07/2014 | Blog do Crato
.

VÍDEO - Estamos de volta com as transmissões da TV Chapada do Araripe ( E agora, com alguns programas ao vivo ). Serão vários programas abordando temas diversos, como a realidade da nossa região, do Ceará e do mundo; Programas científicos, atualidade, entrevistas, e transmissão de eventos ao vivo. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 25.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

24 julho 2014

O poder da Fé - Por: Emerson Monteiro


Numa cidadezinha do interior da Índia, viviam senhora viúva e um filho, pessoas muito religiosas que se dedicavam de corpo e alma à prática do budismo, crença asiática fundada por Gautama Sidarta. Ambos alimentavam o sonho de visitar a cidade do Nepal, onde nascera o grande mestre. Durante anos seguidos juntaram economias visando esse propósito.

No que pesasse o sacrifício, tão só o filho reuniu condições físicas de fazer a longa peregrinação. Arrumados os preparativos, chegou o desejado momento.

- Meu filho, ao voltar de tua experiência, traga para mim uma relíquia da terra em que veio ao mundo o grande príncipe – pediu a senhora.

Na viagem, o rapaz percorreu as diversas estradas que levavam a Kapilavastu, no sentido de conhecer as belíssimas edificações dedicadas ao Senhor Buda em seu torrão de origem. Admirou-se com a beleza das cerimônias religiosas, rituais cheios de luz e harmonia inigualáveis. Permaneceu ali o tempo suficiente de realizar suas oferendas e orações.

Ao retornar para casa, a mãe quis saber o que lhe trouxera do lugar sagrado: - Nada, minha mãe. Quando me envolvi nas festas de adoração, me enlevei, esqueci de tudo, sem trazer o que a senhora me pediu.

A mulher desculpou o gesto negligente e tratou de reunir outros recursos para que o filho, na primeira oportunidade, fizesse nova expedição ao país distante, o que demorou pouco e também aconteceu.

Nessa época, um tanto mais amadurecido, o moço recebeu a mesma incumbência de, ao retornar da pátria do Buda, trazer a ansiada relíquia, em atenção à velha mãe.

No entanto, fica difícil de explicar os motivos, de novo regressou não correspondeu ao pedido especial de sua genitora. No auge da bondade, outra vez a senhora relevou o descaso do filho.

Algum tempo adiante, nova chance se apresentava a que ele seguisse rumo ao Nepal. A mãe, paciente, com zelo carinhoso, recomendou o presente, igual fizera das vezes anteriores:

- Que lembre-se de mim e traga o que sempre te pedi, qualquer relíquia me servirá, pois.

Logo ao chegar na cidade, o homem se viu cercado por bando faminto de ferozes cães, contra os quais mediu forças num duelo encarniçado, ferindo de morte uma das feras. Em seguida, abriu a boca desse animal e retirou-lhe uma das presas, trazendo-a de presente para sua mãe. Eis aqui, minha mãe, a lembrança que pediste, um dente que obtive de sacerdote do templo, na pátria do Buda venerável.

A senhora sentiu satisfação profunda com a atitude do filho. Adquiriu um santuário e nele instalou a relíquia, que desde esse dia tornou-se o principal objeto das suas habituais reverências.

Decorridos alguns meses, espalhou-se no meio do povo a notícia de que o dente brilhava como sendo pedra preciosa. Por essa razão, multidões afluíram de muitos lugares, na intenção de contemplar o fenômeno maravilhoso.

O melhor conto de Ariano Suassuna –– por Terezinha Rafael Xenofonte


Nos idos do final dos anos setenta, quando eu frequentava o curso de agronomia na cidade de Areia, no brejo paraibano, ouvi do meu colega de faculdade Vander de Freitas Rocha, a narração de um episódio muito interessante sobre o  grande escritor Ariano Suassuna e que muito me ensinou sobre sua invejável  personalidade.
Contou-me Vander que Ariano Suassuna,  certo dia, ao dirigir seu automóvel na cidade de Recife, onde residia, envolveu-se em um pequeno acidente de trânsito. Como é de praxe nessas ocasiões, o condutor do outro veículo, relutando em assumir a culpabilidade pelo incidente, iniciou uma desagradável contenda, demonstrando altivez e autoritarismo. Ariano, ciente de que não foi o causador do  imprevisto e fazendo uso de sua peculiar serenidade, permanecia inalterado na tentativa de  conciliar o conflito. O outro, porém, saindo do carro, apontou para a farda militar  que trajava, com os galões ao ombro para indicar a patente, disparou a já conhecida frase dos que se auto-intitulam "poderosos":
- Você sabe com quem está falando?
Ariano não se abalou com tal investida, e dotado que era de suprema sabedoria, rebateu calmamente:

- E você, sabe com quem está falando? Com um afilhado do Padre Cícero!

Confesso que,  se antes eu já era uma grande admiradora da obra literária desse célebre autor, ao tomar ciência de tal acontecimento, intensifiquei ainda mais minha apreciação por ele, já que pude então reconhecer a grande virtude da modéstia que abrilhantava sua alma  e que é característica dos grandes homens que, mesmo galgando os degraus da notoriedade, dela não se utilizam em interesses próprios.
                                                           
(Terezinha Rafael Xenofonte)


Dep. Sineval Roque está impedido de ser candidato



O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) indeferiu, durante a sessão de ontem, o pedido de registro da candidatura à Assembleia Legislativa do deputado estadual Sineval Roque (PROS). Ele estava na relação de impugnações feitas pela Procuradoria Regional Eleitoral, devido à condenação por doação ilegal.

Já a solicitação de candidatura do deputado estadual Carlomano Marques (PMDB) foi deferida. Apesar de o parlamentar ter sido condenado pelo TRE por captação ilícita de sufrágio, uma liminar emitida pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com efeito suspensivo da condenação garantiu ao peemedebista o direito de tentar a reeleição. Uma liminar também assegurou a candidatura do suplente de deputado estadual, Dr. Guimarães (PV), que também chegou a ser condenado por captação ilícita de sufrágio. Durante a sessão de ontem, o TRE ainda indeferiu a candidatura da ex-prefeita de Graça, Augusta Brito, por ter tido as contas desaprovadas em duas oportunidades quando era gestora.

Até ontem, o TRE julgou 143 processos, sendo que a quantidades de pedidos de registros de candidatura indeferidos já atingiu cinco postulantes.

Fonte: Jornal Diário do Nordeste


Pernambuco decreta três dias de luto pela morte de Suassuna



O governador de Pernambuco, João Lyra, decretou três dias de luto no estado pela morte do escritor, poeta e dramaturgo, Ariano Suassuna.” É um dia muito triste para todos nós, pernambucanos, nordestinos e brasileiros, uma perda inestimável para nossa literatura e nossa cultura”, lamentou.

O governador lembrou que, com Hermilo Borba Filho, Suassuna fundou o Teatro do Estudante de Pernambuco e que, juntos, os dois foram pioneiros no teatro ao ar livre no Brasil.  Ele também ressaltou que Suassuna contribuiu com o povo pernambucano e recifense sendo secretário de Cultura por três vezes.

Ariano Vilar Suassuna, 87 anos, morreu hoje (23), no Recife, após uma parada cardíaca. Ele estava internado desde segunda-feira (21), no Real Hospital Português, por ter sofrido um acidente vascular cerebral (AVC) hemorrágico.

Agência Brasil



Edições Anteriores:

Setembro ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30