xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> 06/07/2014 | Blog do Crato
.

VÍDEO - VÍDEO DE LANÇAMENTO - Em breve, as novas transmissões TV Chapada do Araripe. Espero que curtam o vídeo de lançamento abaixo, em que há uma pequena retrospectiva de alguns trabalhos, reportagens já feitas ao longo dos muitos anos que fazemos reportagens. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 24.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

06 julho 2014

NOTICIAS

 Revista “A Província” lançará novo número durante a ExpoCrato

   A revista A Província, dirigida e mantida pelo prof. Jurandy Temóteo, que vem sendo publicada sem interrupção há mais de 25 anos, circulará – em seu nº 32 – por ocasião da próxima ExpoCrato, cujo início ocorrerá no próximo domingo, dia 13 de julho.
    A Província agora mudou de formato. Ela será impressa no tamanho das grandes revistas semanais de informação, a exemplo da revista Veja. No seu número 32, A Província trará uma gama de matérias culturais (a exemplo de um trabalho de Armando Rafael resgatando a vida e obra do intelectual cratense Denizard Macedo), além de uma matéria sobre o centenário de criação da Diocese de Crato e uma reportagem focando Madre Feitosa, recentemente agraciada com o título de Doutora Honoris Causa, que lhe foi concedido pela Universidade Regional do Cariri.

Movimento cultural em Crato
1 --Cinema 
Todo mês de julho a Unidade Sesc—Crato promove o festival de filmes “Cinemarana”. A temporada de 2014 começa nesta 2ª feira, dia 07, às 19:00 horas, com  exibição do filme “A vida é um canteiro de obras”. Acompanhe abaixo a programação do Cinemarana-2014:
7 de julho ¬ “A vida é um canteiro de obras” (Das Leben ist eine Baustelle, Dir. Wolfgang Becker,1997, 118min)
14 de julho – “Bem-vindo à Alemanha” (Almanya-Willkommen in Deutschland, Dir. Yasemin Samdereli, 2010, 95min)
21 de julho -- Todos os outros (Alle anderen, Dir. Maren Ade, 2008, 119min)
28 de julho -- O que permanece (Was bleibt, Dir. Hans-Christian Schmid, 2012, 88min)
Mais informações:
Local: Unidade Crato do Sesc (Rua André Cartaxo, 443)
Data: 7, 14, 21 e 28/7
Horário: 19h
Informações: (88) 3523.4444

2 --Feira de Cultura
 Será aberta no próximo domingo, no Ginásio Poliesportivo da Urca, a 1ª  Feira de Cultura e Turismo dos Municípios do Cariri. A promoção será feita paralela à realização da ExpoCrato. Tanto que o acesso à 1ª  Feira de Cultura e Turismo dos Municípios do Cariri será pelo Parque de Exposições Pedro Felício Cavalcante.

3 -- Monografia do padre Tales vai ser publicada
Com o título “A Diocese de Crato: Gênese e Contexto” (1874-1924), o sacerdote cratense Pe. Tales Eduardo Figueiredo defendeu sua monografia de Mestrado, na Faculdade de História e Bens Culturais da Igreja, da Pontifícia Universidade Gregoriana de Roma, Itália. Pe. Tales fez suas pesquisas, para escrever a sua monografia, nos Arquivos Secretos do Vaticano e seu trabalho resultou no melhor até agora escitor sobre a história da criação da Diocese de Crato. A monografia do Pe. Tales Figueiredo será publicada pela Cúria Diocesana e será incluída entre as dezenas de eventos que estão sendo realizados para celebrar o Centenário de Criação da Diocese de Crato.
Reiniciadas as obras do segundo pavilhão da Cúria Diocesana


   Foram reiniciadas as obras de construção do segundo bloco da Cúria Diocesana de Crato, o qual deverá ser concluído no próximo mês de outubro, para ser inaugurado dentro da programação festiva do centenário de criação da diocese. O conjunto das instalações físicas da Cúria Diocesana receberá a denominação oficial de Bom Pastor e terá nova fachada voltada para a Rua Teófilo Siqueira, onde será instalado, à entrada,  um pequeno monumento com a figura de Jesus Cristo símbolo do Bom Pastor.

Missão Velha homenageia Dom Fernando Panico

   Será inaugurado no próximo dia 26 de julho, na cidade de Missão Velha, o Centro Catequético Dom Fernando Panico. O edifício, composto por oito salas, foi construído pela Paróquia São José daquela cidade, e, por iniciativa do pároco Pe. Joaquim Ivo Alves dos Santos, foi denominado em homenagem ao atual bispo da Diocese de Crato.
   No dia da inauguração, 26 de julho, ocorrerá, também, uma concentração popular com os padres e as caravanas das paróquias que formam a Região Forânea nº 3, composta pelas cidades de Mauriti, Abaiara, Porteiras, Barro, Jati, Penaforte, Missão Velha, Brejo Santo, Milagres e Jardim, além das paróquias dos distritos de Jamacaru (Missão Velha), Palestina do Cariri (Mauriti) e Iara (Barro). Todas elas receberão, naquela data, uma réplica da imagem histórica de Nossa Senhora da Penha, padroeira de Crato e da Diocese, para serem entronizadas em suas igrejas-matriz.

Religiosidade e mística de Benigna ganham livro

(Fonte: Diário do Nordeste, 06-07-2014)

Depois de ser apresentado na última quarta-feira, no auditório do Geopark Araripe,  em Crato, a edição da biografia de Benigna teve o seu lançamento oficial, na noite do último sábado, em Santana do Cariri,  terra natal da menina. Armando Lopes Rafael fala no lançamento (Texto e fotos: Elizângela Santos)

Santana do Cariri -- A menina pobre e martirizada, conhecida como a "mártir da pureza", poderá ser anunciada nos próximos anos como a primeira a ser beatificada no Ceará. Ontem foi lançado o primeiro livro contando a história de Benigna Cardoso da Silva, em Santana do Cariri. "Benigna: um lírio no sertão cearense" foi escrito a cinco mãos. Os novos capítulos da biografia trarão para a população uma história mais pormenorizada da Serva de Deus, já intitulada pela Igreja Católica. Depois de ser apresentado na última quarta-feira, no auditório do Geopark Araripe, em Crato, a edição teve o seu lançamento oficial, na terra natal da menina, nesta noite de sábado, dia 05. A cada ano, a cidade de Santana do Cariri registra maior número de peregrinos. E há busca de informações sobre a mártir, não apenas no Brasil, mas em países como Polônia, Estados Unidos e Itália, com a finalidade de conhecer a história de Benigna.
O livro, que teve tiragem de quase 1.500 exemplares, já tem grande parte do acervo da primeira edição comprometido e terá distribuição para 400 bispos do Brasil. A outra parte será vendida a preço simbólico, além de ser encaminhado para as 55 paróquias da Diocese e 110 sacerdotes. O chanceler da Diocese de Crato, Armando Lopes Rafael, é um dos autores do trabalho. Ele destaca a importância do primeiro livro sobre o tema, que dará a oportunidade das pessoas terem mais acesso às informações, antes contidas apenas no processo encaminhado ao Vaticano e desconhecidas do grande público.
Nos últimos anos, com a popularização da mártir, segundo o chanceler, tem sido maior a solicitação de informações, inclusive por parte dos sacerdotes. Ele destaca a importante contribuição de monsenhor Vitaliano Matiolli, postulador da causa, por determinação da Diocese. O padre José Vicente, que esteve representando o bispo do Fernando Panico, autor da apresentação da biografia, disse que o livro é de fundamental importância para o conhecimento da vida e história de Benigna. "Durante muito tempo, ela viveu no anonimato e hoje as informações já chegam a outras partes, inclusive países", afirma.
O trabalho também conta com a colaboração de Plácido Cidade Nuvens, João Paulo Cabral Alves, Raimundo Sandro Cidrão, um dos que primeiro publicou trabalhos sobre a vida da mártir, além de Ypsilon Félix, que também integrou a comissão que trabalhou na elaboração do processo, para encaminhamento a Roma.A história de Benigna Cardoso é comovente, pela forma com que teve a vida ceifada por Raul Alves. Foi assassinada aos 13 anos, a golpes de facão. Ano passado, o processo em busca da beatificação da menina foi repassado ao Vaticano, pela Diocese de Crato, para ser analisado. Surpreendeu sua rápida aceitação, por se tratar do caso de uma menina martirizada, além da abertura da caixa com os documentos pela Santa Sé. O caso está sendo avaliado, mas não há data prevista para a beatificação ser aceita pela Congregação para a Causa dos Santos.
O livro tem linguagem acessível. São cinco capítulos e 103 páginas, trazendo de forma resumida dados reunidos no dossiê para o processo de beatificação, com várias imagens ilustrativas. Fatores sociais, econômicos, históricos, geográficos e religiosos foram inseridos na obra.
Hoje, os restos mortais da menina assassinada por Raul Alves, adolescente enlouquecido pela não aceitação de Benigna, encontram-se na igreja matriz de Nossa Senhora Santana, no Município. No distrito de Inhumas, local de maior visitação dos devotos, onde já foram realizadas romarias, foi construído um pequeno santuário, onde também é preservada a sua memória, e onde estão depositados ex-votos. São marcas das promessas alcançadas pelos fiéis da menina, considerada santa há muitos anos pelos moradores.
Contemporâneos de Benigna, nascida em 15 de outubro de 1928, no sítio Oitis dos Cirineus, também estiveram presentes ao lançamento, testemunhando os fatos históricos de uma da narrativa que acompanharam, em grande parte, desde que a menina foi morta, resistindo à condição de ser abusada.O padre Paulo Lemos, da matriz de Santana do Cariri, diz que o livro será um instrumento de reflexão e aprofundamento da vida de Benigna. Outras informações que antecedem a morte da mártir são resgatadas na infância, do momento em que saiu da casa dos pais para um lar adotivo e o testemunho de como a criança se comportava em vida. Para ele, o trabalho será um referencial para pastoral, e catequese. Os recursos adquiridos com a venda dos exemplares serão usados nos custos do processo de beatificação despesas relacionadas à publicação. (E.S)
Mais informações:
Paróquia Senhora Sant'Ana
Rua Padre Cristiano, 304
Santana do Cariri
Telefone (88) 3545.1485



Edições Anteriores:

Maio ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31