xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> 17/06/2014 | Blog do Crato
.

VÍDEO - VÍDEO DE LANÇAMENTO - Em breve, as novas transmissões TV Chapada do Araripe. Espero que curtam o vídeo de lançamento abaixo, em que há uma pequena retrospectiva de alguns trabalhos, reportagens já feitas ao longo dos muitos anos que fazemos reportagens. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 24.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

17 junho 2014

Projeto Escola Segura - Por Maria Otilia


Buscando uma  aproximação entre os setores de Educação e Segurança Pública, respectivamente representados pelo Programa Geração da Paz e Projeto Escola Segura, a Secretaria da Educação do Ceará (SEDUC) entregou 300 kits nas mãos do Tte. Cel. Mendonça, Comandante do Batalhão de Policiamento Comunitário. 
 O material entregue deverá auxiliar nas visitas de policiais do Ronda às escolas da Rede Estadual. As ações foram iniciadas imediatamente na Capital e em todas as regiões onde o Ronda  se fizer  presente.

Estima-se a mobilização de 250 policiais para essas visitas, ocasião em que abordarão temas relacionados à prevenção ao uso de drogas e violência.

Aqui em Crato, A PMCE, através do Ronda do Quarteirão, em parceria com a SEDUC-CE, lançou o “Projeto Escola Segura”, que visa promover o contato com alunos a fim de gerar um espaço de reflexão e discussão das causas, efeitos e consequências de males, como as drogas, violência e criminalidade, para a sociedade. Tendo como objetivo maior reduzir os índices de violência e fortalecer os laços de confiança e parceria com a comunidade. 

Temas:
1 - Drogas Lícitas e Ilícitas;
2 - Violência na Escola;
3 - Criminalidade;
4 - Ética Cidadania e Direitos Humanos;
5 - Cultura de Paz.

Ressaltamos que a EEF Dom Quintino  foi a primeira a receber a equipe do Ronda do Quarteirão, e  já está desenvolvendo este projeto nas salas de aulas. Está sendo muito interessante, os alunos estão participando das rodas de conversas e com certeza fortaleceremos a cultura da paz dentro e fora da escola.

Nós que fazemos a EEF Dom Quintino, informamos para a sociedade cratense que esta equipe de policiais, em especial Capitão Marcos e o Subtenente Ronaldo, não medem esforços para  que a polícia  seja compreendida como um parceiro para as nossa escolas,  que veio para somar  na busca pela paz e não violência entre  os jovens. E que através deste projeto Escola Segura, seja construído novas posturas das crianças e adolescentes, para que não busquem o uso indevido de drogas, que minimizem os indicadores de violência doméstica, em especial contra as mulheres, a não exploração sexual de crianças e adolescentes,etc. Um Projeto voltado para a prevenção e construção de novos  valores , fazendo dos nossos meninos e meninas cidadãos de futuro.

Maiores informações: Ronda do Quarteirão Crato (Subtenente Ronaldo )
 CREDE 18 (Fernando ).

Fonte: SEDUC e Blog do Ronda

Geraldo Lobo - Por: Emerson Monteiro

Quando criança, em Crato, conheci Geraldo Macedo Lobo, Doutor Geraldo, qual nos acostumamos a chamar, amigo de meu pai, pessoa educada e culta. Residia, nos idos da década de 60, à rua Cel. Raimundo Lobo, cercado da animação dos filhos, família bonita e numerosa. Ali, em volta da casa, havia amplo espaço sombreado de árvores frutíferas, onde reinava sempre clima de fresta. Aos finais de semana, na companhia de convidados, servia refeições realçadas pelo churrasco que ele mesmo cuidava de providenciar, uma das habilidades adquiridas quando vivera em uma fazenda do Sul, a trabalhar como agrônomo, a sua formação universitária.

Nas manhãs e tardes, das mais agradáveis, se ouvia os acordes do Trio Irakitan, Nat King Cole, Billy Vaughn e sua Orquestra, e demais sucessos do período.

Ele, pessoa distinta, dava o tom das conversas, presença agradável como poucas, de trato hábil e leve nos gestos, argumentação e sorriso nos lábios. Usava uns óculos de lentes grossas, verdes, que destacavam a miopia avançada, curada em fase posterior da vida, pela Medicina, permitindo-lhe conhecer detalhes nunca antes vistos, motivo da enorme satisfação que transmitia a todos.

Recordo com facilidade do entusiasmo que demonstrava ao ler em voz alta trechos dos Clássicos Jackson e outros livros, que manuseava diante de farta biblioteca. Lia e comentava, demonstrando prazer contagiante, tiradas filosóficas e ricas de conteúdo literário.

Por tantas vezes, pude privar da salutar educação daquela família e da sabedoria expressiva do seu chefe. Depois, à medida que em tomei gosto pelas letras, vim encontrar os poemas dele, assinados com o pseudônimo de G. Lobo, nas páginas da revista Itaytera, do Instituto Cultural do Cariri, e saber da propensão de poeta inspirado, amante das artes que primava no íntimo. Somadas as peças, compreendi melhor a personalidade refinada de Geraldo Lobo, misto de tabelião e líder comunitário, inclusive candidato a vereador nas eleições municipais de 1950, e intelectual apreciador da boa literatura.

Pelo decorrer do tempo, solidifiquei amizade aos seus filhos, dos quais fui colega de Samuel, no Colégio Diocesano, revendo muitas vezes Doutor Geraldo e Dona Adamir na faina do cartório, à rua Senador Pompeu. No andar dos acontecimentos e devido os filhos irem estudar em Fortaleza, aos poucos se distanciara do dia a dia cratense.

Assim, guardo comigo, face ao papel especial que bem desempenhou na sociedade de Crato, as melhores lembranças desta pessoa prestativa e civilizadora de Geraldo Macedo Lobo.


Edições Anteriores:

Maio ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31