xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> 28/05/2014 | Blog do Crato
.

VÍDEO - ÚLTIMAS NOTÍCIAS - Prefeito do Crato é escolhido um dos melhores prefeitos do Ceará pela PPE Eventos, em Fortaleza. ( 09-11-2017 ).
Estamos de volta com as transmissões da TV Chapada do Araripe ( E agora, com alguns programas ao vivo ). Serão vários programas abordando temas diversos, como a realidade da nossa região, do Ceará e do mundo; Programas científicos, atualidade, entrevistas, e transmissão de eventos ao vivo. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 25.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

28 maio 2014

Edir Macedo, dono da TV Record, pede para fiéis boicotarem Copa do Mundo

(Site: Terra)

O bispo Edir Macedo, dono da Rede Record e fundador da Igreja Universal do Reino de Deus, publicou um vídeo no YouTube em que pede para os fiéis realizarem um "jejum de informação" por 40 dias a partir de 10 de junho. O religioso cita nominalmente a Copa do Mundo, que começa em 12 de junho, e diz que o boicote servirá para uma experiência mais próxima com Deus.
"Quero dizer que a partir do dia 10 de junho vamos começar um jejum. Não o jejum de Daniel de 21 dias, mas o jejum que Jesus fez no deserto, de 40 dias e 40 noites. Só que ele ficou em jejum de comida. Nós vamos fazer um jejum espiritual, um jejum de informações. Um jejum de rádio, televisão, de tudo o que o mundo oferece. Um jejum de jogos, distrações, diversões", disse Macedo, citando em seguida o principal evento futebolístico do planeta.
"Inclusive nós vamos ter a Copa do Mundo, né? Mas nós estaremos fora da Copa, eu estarei fora da Copa 100%. Porque eu estarei acompanhando ou também no mesmo espírito com vocês. Não que eu necessite ter uma experiência com Deus, eu já tive, mas vou fazê-lo em favor de vocês, para que vocês também sejam estimulados", afirmou.
Segundo Macedo, os fiéis devem durante 40 dias consumir somente mídia que seja relacionada à religião, como filmes bíblicos. Ele inclusive faz um apelo para que as pessoas assistam no próximo mês à série "Milagres de Jesus", da TV Record.


URCA realiza intervenção teatral e debate enfocando violência institucional perpetrada pelas ditaduras latino americanas



O Salão de Atos da Universidade Regional do Cariri (URCA) sediou na noite de ontem, 27/05, um evento que se propôs refletir as consequências da violência institucional perpetrada pelas ditaduras latino americanas durante as décadas de 1960 e 1970, notadamente a brasileira.

O evento foi resultado de uma parceria entre o Curso de História da URCA, o SESC Crato e o grupo paulista Kiwi Companhia de Teatro, que realiza uma turnê por algumas cidades brasileiras com a peça Morro como um país (Cenas sobre a violência de Estado), além da intervenção teatral Três metros quadrados, que foi realizada na noite de ontem, seguida de debate.

A intervenção teatral é protagonizada pela atriz Fernanda Azevedo, com texto e direção de Fernando Kinas e produção de Luís Nunes. O debate contou com a participação de alunos e das professoras do Curso de História da URCA Sônia Menezes e Francisca Anselmo, do cineasta cratense  Jefferson de Albuquerque Júnior (foto ao lado), que fez um emocionado depoimento sobre prisões e perseguições que sofreu do regime ditatorial brasileiro,  além dos integrantes da Kiwi Companhia de Teatro (foto abaixo).

O projeto, com apoio do Programa de Fomento ao Teatro para a cidade de São Paulo, teve início em maio de 2012, e contou com uma extensa pesquisa sobre temas que incluem o conceito de "estado de exceção", a ditadura brasileira (64-85) e a violação aos direitos humanos.

A Kiwi Companhia de Teatro surgiu em 1996 e produziu uma quinzena de montagens teatrais. Além das peças, o grupo realizou leituras dramáticas de autores como Beckett, Kafka, Hilda Hilst, Elfriede Jelinek, Heiner Müller, Julio Cortázar e Martin Crimp, organizou cursos, oficinas e debates sobre a encenação e a dramaturgia contemporâneas e eventos multiartísticos. Um dos objetivos do grupo responde à necessidade de, simultaneamente, fazer e pensar o teatro, contribuindo para a construção de pensamento crítico à respeito da sociedade brasileira.

Depois de apresentações iniciadas no Rio de Janeiro, já passando por Santos, Fortaleza e Crato, a companhia segue para João Pessoa, Brasília e Taguatinga.

Fonte: Curso de História da URCA com site da Kiwi Companhia de Teatro

Edições Anteriores:

Novembro ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30